Programando em Perl (parte 2)

Nesta segunda parte da série programando em Perl veremos como declarar e manipular arrays.

[ Hits: 34.146 ]

Por: André em 30/04/2010 | Blog: http://127.0.0.1


Utilização das variáveis com os arrays



Uma coisa interessante é que da para usar as variáveis e os arrays juntos, como por exemplo, para mostrarmos a quantidade de elementos no array, poderíamos fazer o seguinte:

#!/usr/bin/perl
@alf = ("a","b","c");
$x = $#alf + 1;
print("No array temos $x elementos. Sao eles: \[email protected] \n\n");
exit;

O que fizemos:

Na parte:

$x = $#alf + 1;

Declaramos a variável x, pedindo pedindo o índice do último elemento do array, e o +1 foi devido a que a contagem começa do zero, digamos assim.

Vamos agora brincar um pouco com os arrays:

#!/usr/bin/perl
@alf = ("a","b","c");
@num = ("1","2","3","4","5","6");
@music = ("Ramble on,","Travelling Riverside Blues e","Stairway to Heaven");
@albuns = ("Physical Graffiti e","Houses of the Holy");
$x = $#alf + 1;
$y = $#num + 1;
$s = $#music + 1;
$k = $#albuns + 1;
$banda = "Led Zeppelin";
print("No array alf temos $x elementos. Sao eles: \[email protected] \n\n");
print("Ja no array num temos $y elementos. Sao eles: \[email protected]\n\n");
print("Vamos citar $s classicas do $banda: \[email protected]\n\n");
print("Vamos agora citar $k albuns do $banda... \[email protected] \n\n");
exit;

Como saída teríamos:

No array alf temos 3 elementos. Sao eles:
a b c

Ja no array num temos 6 elementos. Sao eles:
1 2 3 4 5 6

Vamos citar 3 classicas do Led Zeppelin:
Ramble on, Travelling Riverside Blues e Stairway to Heaven

Vamos agora citar 2 albuns do Led Zeppelin...
Physical Graffiti e Houses of the Holy

Creio que eu não precise explicar o código acima, pois tudo que está ali foi ensinado na parte 1 e até esta parte do artigo.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Utilizando os arrays
   3. Utilização das variáveis com os arrays
   4. Funções e arrays - função push
   5. Funções e arrays - função pop
   6. Conclusão
Outros artigos deste autor

Programando em Perl (parte 1)

Trabalhando com classes e métodos em Java (parte 2)

CrossOver - Programas de Windows em seu GNU/Linux

Expressões Regulares (POSIX) em C

Computação Forense - Entendendo uma perícia

Leitura recomendada

Módulos CPAN no Debian e distros GNU/Linux em geral

Um pouco de PERL

Programando em Perl (parte 1)

Comparação entre Tcl e Perl

Gerenciando redes com Perl e SNMP

  
Comentários
[1] Comentário enviado por lestatwa em 02/05/2010 - 13:31h

Muito bem explicado o artigo! Você esta de parabéns!
Programo em C, Python e PHP, porém sempre ouvi falarem muito bem de Perl e tinha curiosidade.
Aguardo ansioso o artigo sobre C++!
Abraço!
Luís Eduardo Boiko Ferreira

[2] Comentário enviado por andrezc em 02/05/2010 - 14:05h

Obrigado Luis Eduardo, os próximos artigos dedicarei a 3º parte do Perl, se tudo correr bem, com direito a orientação e objetos e tudo e logo depois vou iniciar com o C++, levando até a orientação a objectos.

Um abraço.

[3] Comentário enviado por removido em 12/08/2010 - 15:53h

Muito interessante.

[4] Comentário enviado por heraldoaraujo em 26/07/2011 - 09:17h

Adorei o artigo mas quem quer aprofundar o conhecimento de perl recomendo o livro "Perl como programar" do autor Deite


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts