Por que uso Linux?

Recentemente vi em algum lugar alguém dizendo que era usuário do Linux por razões técnicas e não filosóficas. Isso me fez pensar realmente na razão de usarmos um sistema operacional de código aberto, sei que as razões são diversas e algumas justas, mas algumas outras são realmente absurdas.

[ Hits: 13.562 ]

Por: Andre Guerra em 02/02/2004


Introdução



Recentemente vi em algum lugar alguém dizendo que era usuário do Linux por razões técnicas e não filosóficas. Isso me fez pensar realmente na razão de usarmos um sistema operacional de código aberto, sei que as razões são diversas e algumas justas, mas algumas outras são realmente absurdas.

Por exemplo, existem aplicações com tanta amigabilidade quanto as aplicações "for Windows"? Sei que alguns radicais irão querer me crucificar, mas a resposta é NÃO. É certo que a formação dos usuários básicos nessa plataforma contribuiu para esse quadro, muitos dizem "preciso do Word", ao invés de dizer que precisa de um editor de texto. Existe uma dependência muito grande de certos softwares e isso não se consegue mudar do dia pra noite.

Outra situação, será que existem softwares específicos tão bons como os proprietários? A resposta agora é mais branda, muitas vezes sim. Em algumas situações temos softwares tão bons e em boa parte dos casos melhores que as aplicações fechadas. Áreas como CAD e editoração eletrônica dentre outras, precisam evoluir muito para chegar ao nível de excelência que alcançaram softwares como o AutoCAD da AutoDesk, por exemplo. Por outro lado o OpenOffice evoluiu o suficiente para equipar os desktops e tomar o lugar do MS Office sem deixar saudades nos usuários.

Se o mundo open source fosse realmente auto-suficiente, precisaríamos mesmo dos emuladores? É comum alguns defenderem com unhas e dentes o software livre e ao mesmo tempo tentarem usar o wine para rodar aplicações Windows ou mantém suas máquinas em dual boot. Outros usam o Vmware e criam um ambiente proprietário dentro de um "ambiente livre". Isso parece, e é, paradoxal, mas é mais comum do que imaginamos.

Note que falei até agora basicamente em ambiente doméstico, mas sejamos realistas e tenhamos sempre em mente que é necessário evoluirmos também no ambiente corporativo. O Apache é um exemplo de trabalho bem feito, líder no segmento de servidores web, detém mais de 60% da base instalada no mundo! Mas essa hegemonia não acontece com todos os servidores Linux. É necessário manter esse ritmo acelerado de desenvolvimento, dessa forma em breve teremos outros lideres isolados, como o Apache. Afinal de contas temos outros servidores com potencial para disputar as "cabeças", como o Squid, Samba, etc.

Mas será que não existe vantagem técnica para usarmos software livre? Claro que sim, só que as razões não são exclusivamente técnicas. A cooperação tornou possível usarmos tecnologia de ponta sem sacrificarmos todo nosso orçamento em compra de licenças, isso não seria possível se alguns não apostassem num sistema operacional mesmo antes de ter todas as funcionalidades que temos hoje. O caminho que as aplicações que surgem para Linux não é diferente do caminho percorrido pelo sistema operacional, a maioria delas está em estágio primário em relação as tecnologias proprietárias, isso significa que podemos esperar em breve aplicações realmente imbatíveis em suas áreas.

Naturalmente surgirão e serão melhores do que os softwares que hoje nos fazem falta, a quantidade de programadores envolvidos nesse ideal é muito grande, todos querendo softwares melhores a custos realmente justos, por isso tenha certeza, quem apostar em software livre, mesmo não tendo todos os recursos necessários atualmente, sairá ganhando.

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Análise da distribuição Mandrake Security

Leitura recomendada

Semantic Forms no MediaWiki

Jaulas com debootstrap e schroot

Truques e dicas para o Acer Aspire One e o Linpus Linux Lite

O desafio continua...

Instalação do Xen no Debian Squeeze

  
Comentários
[1] Comentário enviado por javanunes.NET em 02/02/2004 - 21:22h

Eu acho os programadores do mundo GPL muito esforçados
e cooperadores mas eles pecam em conceitos de usabilidade, fazem seus programas as vezes sem pensar em quem vai usar, as vezes vejo uns programas muito bons mas que têm o dom de serem irritantes, um exemplo é o GIMP que faz questão de tranformar a tela nossa em uma casa de Irene e funcionar com menus em cima da imagem, também vemos o open office que abre com uma borda esquerda que cabe um TREM dentro, programas bons com coisas que irritam, dao raiva e acaba queimando o filme do OS para os novatos, os erros do Linux hoje em dia talvez sejam até maiores que o do sistema coloridinho de Redmond, eu uso Linux pq gosto de saber oque está controlando meu computador, por ele ser gratuito e por ser altamente personalizavel, o resto nao me interessa.

Abraços !

[2] Comentário enviado por _simmons_ em 03/02/2004 - 12:07h

Javanunes , achei válido seu comentário, mas tenho a seguinte pergunta, não seriam os programas for windows muito frescurentos e com isso deixando o usuário mais frescurento ainda ??? Acho que na verdade os usuários do windows que querem muita firula nos programas open source, tudo bem que o GIMP as vezes irrita mesmo, mas isso não faz o software ser pior,e tem outra, a grande maioria dos softwares open source são feitos por colaboradores e não por gente que é paga pra fazer isso. Imagine se uma empresa grande contratasse os criadores do gimp para trabalhar, você não acha que os caras teriam mais estímulos pra fazer um software "bonitinho". Olha o KDE e o GNOME que tem gente paga pra fazer o serviço, eles estão bem acima de qquer outro gerenciador de janela. Chega de colocar a culpa nos programadores e na comunidade Linux, a culpa é das empresas que não investem nisso. Os usuários reclamam com as pessoas erradas, vão reclamar com a Macromedia, Adobe, Corel ,eles que não querem investir em soluções Linux. Acho que as empresas ainda não conseguem enxergar o valor da comunidade. Mas isso já é mais uma questão filosófica também ! Seja o que for, seja original ! Linux na cabeça ! Ah...Parabéns pelo artigo André ! Abraços

[3] Comentário enviado por andreguerra em 03/02/2004 - 13:32h

Olá pessoal,

Esse tópico tem o objetivo de criar uma conscientização de que precisamos criar softwares com amigabilidade suficiente pra concorrer com os softwares proprietarios, que amigabilidade não é sinônimo de ignorância. Alguns softwares livres podem ainda não ser tão eficiente quanto queremos, mas estamos no caminho certo, isso é o que importa. O sucesso dessa filosofia deve ser partilhado por todos nós, afinal todos contribuimos de alguma forma, portanto parabéns a todos nós!

Abraços,

André Guerra

[4] Comentário enviado por javanunes.NET em 03/02/2004 - 21:01h

_simmons_ , eu não concordo com a sua idéia que programas do windows são muito fresculentos e que agente mau se acostumou com eles, e nem concordo que um programa seja ruim por falta de estímulos empresárias "Patrocinadores" sempre; o GIMP oferece uma interface gráfica baseada em barras flutuantes que qualquer programador novato sabe que exige mais código e habilidade doque se fazer um programa de uma única janela que seria mais fácil ao programador e menos irritante ao usuário final, aí eu pergunto: se o cara não tem estimulos espresárias como vc deixou subtendido, então pq ele fez um programa com requintes de GUI interessantes embora irritantes ? isyo mostra que ele tem um talento mas não conhece os conceitos de designer ou usabilidade.
Eu acho que todos os programas têm que ser fáceis sim, afinal pra que serve o computador se não é pra facilitar a nossa vida? ninguém compra um pc pra ele ser um impecilio em cima da mesa e lento em suas respostas, mesmo em missões críticas...

Esse generalismo que programas linux todos eles são dificeis
isso nem sempre é real, veja o exemplo do cfdisk, dá
um banho de funcionalidade e facilidade sobre o fdisk do windows ! oque vc acha mais fácil mexer : o /etc do Linux ou
o regedit do Windows ??? hum??
Outro exemplo, EMPRESA conectiva ou red hat em sua instalação tem um programa particionador que ao me ver
é mais pobre e com coisas sem muita valia que o simples
cfdisk, eu odeio o partionador quadrado deles embora eu
o use para instalar o sistema.

Veja tambem o exemplo do XMMS, um programa limpo, elegante
e fácil do mundo GPL.
acho que tem muita gente com talento no mundo GPL mas que não liga muito pra escutar as opiniões de um forum como esse.

Eu acho que pra competirmos precisamos oferecer produtos mais atraentes e de respostas rápidas.
A empresas de software fechado ganham muito dinheiro com a dificuldade de seus programas, por tanto nem sempre é interessante oferecer um programa ou sistema totalmente facinho pois deixaria de gerar muitos lucros, o Bill Gates deve grande parte de sua fortuna por dominar a arte de fazer um programa ter cara de facinho mas na verdade ser complicado, sobre isso se gera MCSE, LIVROS, SUPORTES, REVISTAS, APROVEITADORES, ESCOLA DE TREINAMENTO ,GERENTES DE TI, como podem ver um império financeiro sobre as dificuldades ocultas em seu ámago.

[5] Comentário enviado por cyber_punk em 04/02/2004 - 09:23h

Sem dúvida que rola um certo egoísmo por parte de quem desenvolve pra Linux, escrevem programas excepcionais porém com usabilidade 0.

Vale lembrar que em toda regra há sua excessão...

[6] Comentário enviado por _simmons_ em 04/02/2004 - 11:30h

Javanunes, O GIMP não é feito baseado em janelas flutuantes, isso é uma "deficiência" dos WM do Linux, o modo que ele trabalha com janelas é diferente do método que o windows trabalha... ele não consegue reunir numa única janela várias outras... e tem um jeito fácil de trabalhar com o GIMP, é só não querer usá-lo como o photoshop e afins. E eu não disse que todos programas pra linux são mais dificeis... o único problema é que quem muda pro Linux pensa que ele tem que ser igual ao windows, e isso não funciona, a idéia do Linux é fornecer um sistema capaz de rodar em qualquer micro acima dos 286 e blá,blá,blá.. leia um pouco sobre a história da GNU e você vai entender do que eu estou falando! Querendo ou não muita gente usa linux por sua ideologia também.
E qual a grande diferença entre a Microsoft e a Comunidade Linux ??? Acho que o nome já responde, né ? Comunidade !!! Encerro minha partição nos comentários antes que isso gere polêmica como já ocorreu outra vez. Abraço a todos e desculpe se ofendi alguém.

André Michi

[7] Comentário enviado por andreguerra em 04/02/2004 - 12:11h

Caro _simmons_, a polêmica é importante, a discussão aqui não é pessoal, na verdade a intenção de todos é de aprender, e isso não seria possivel se não houvesse essa troca de experiência e sem essas "divergências" sadias.
Valeu pessoal, o VOL dá um show em matéria de informação, isso é mérito de vcs. Realmente virou um dos principais pontos de encontro de quem de fato "Ama a liberdade". Parabéns Fábio.
[]s,
André Guerra

[8] Comentário enviado por fabio em 04/02/2004 - 13:36h

Eu apenas tenho o trabalho de revisar/formatar/corrigir ortograficamente os artigos e dicas e isso nem considero trabalho, pois é algo que adoro fazer e que de quebra ainda me mantém bem informado.

Os parabéns são destinados à vocês que contribuem para a comunidade com suas ótimas matérias. Inclusive você está enquadrado neste "vocês" André.

[]'s

[9] Comentário enviado por javanunes.NET em 04/02/2004 - 23:20h

Concordo com o andreguerra, se todo mundo não confrontasse os seus conhecimentos com o dos outros, seria um mundo mais caro e injusto, a democracia é isso, uma discução sadia e não pessoal, eu acho muito boa, afinal até pra se fazer o kernel do Linux se tem uma enorme discução sobre seu código
antes mesmo de versões instáveis, é claro que a palavra final é do seu criador.
Eu não entendi quando simmons disse: "O GIMP não é feito baseado em janelas flutuantes, isso é uma "deficiência" dos WM do Linux", bom eu acho que o inventor do programa
deveria ter dado a opção de nós escolermos assim como o DW MX do windows, eu penso de uma seguinte forma, se uma coisa é boa, tem que ser copiada sim, e daí? a MS não copiou tudo do MAC e agora tá copiando coisas típicas do mundo Unix?
por que então nao podemos copiar a usabilidade de seus programas que não envolve segurança?

[10] Comentário enviado por japs em 05/02/2004 - 09:12h

Vejo que esta discussão está focada aos usuários Linux em desktops. Os usuários de Linux sabem que há muitos softwares de qualidade sendo desenvolvidos para as GUIs populares como o GNOME e o KDE.
Ainda existem muitos obstáculos a serem superados, pois vocês sabem que a popularidade de um sistema operacional torna-se um círculo vicioso, quanto mais usuários do sistemas, há mais desenvolvedores de softwares bons para a plataforma. O OS/2 morreu por causa disto, dando lugar ao Windows 95 que era técnicamente inferior. Em casa eu ainda não posso utilizar o Linux como desktop por um motivo simples, a minha impressora Lexmark Z45 não possui drivers para Linux.
A facilidade de instalação de alguns hardwares populares podem se tornar uma tarefa problemática devido a falta de apoio dos fabricantes, a instalação de uma simples webcam ou unidade de CD-RW pode não ser tão simples quanto no Windows, porém eu vejo que ao contrário do OS/2, o uso do Linux em desktops se tornará cada vez mais popular, tendo em vista o amadurecimento de excelentes aplicativos como OpenOffice, Gimp, Mozilla, Evolution, entre outros.

[11] Comentário enviado por asrocha em 05/02/2004 - 17:37h

Que discução!!!, com certeza, precisamos desenvolver mais softwares pra linux, mas nao só mais softwares mas tb softwares mais usáveis etc..., mas o que realmente atrapalha a decolagem do software livre, é a maioria das pessoas inclusive muitos da comunidade linux pensam que softwares livre, é que software livre " é vc se esforçar virar madrugadas tomar baldes de café " até a gastrite te matar" construir um produto de software de muita qualidade e dar de mao beijada pros outros. E como todo mundo tem contas pra pagar e filhos pra criar, não há estimulos para investir nesta área. e como sabemos que software livre nao é isso, penso que talvez ao invés de disseminar o software o que é realmente importante, talvez deveriamos disseminar a filosofia do software livre. que também é póssível ganhar dinheiro com o softeare livre e que este seguimento pode ser lucrativo tb. Porque o eu sempre vejo é a seguinte frase "vou migrar pra linux, porque nao preciso gastar nada é só comprar as máquinas".
pessoal antes de defender com unhas e dentes o software livre é melhor esplicar o que é software livre, pra nao criar conflitos.
pois veja bem como pode a maior parte dos computadores do mundo estão rodando windows um sistema instavel, que trava toda hora, ninguém tem a minima idéia do que ta acontecendo com ele, e que apesar da maioria no brasil ser pirata heheh ainda tem gente que paga fortunas pra usar e sempre ter uma daquelas amigáveis "tela azul da morte" e ainda defendem com unhas e dentes.Às vezes eu acho que é porque eles "usuarios de SO Proprietarios" pensam assim eu pago caro mas pelo menos consigo ganhar alguns $$$ com ele.
Bom pessoal para uma melhor definição sobre software liver recomento do link http://www.gnu.org/philosophy/free-sw.pt.html.
[][][][][][]
Asrocha

[12] Comentário enviado por asrocha em 06/02/2004 - 10:00h

Ah!! Parabens pelo artigo, eu mesmo comecei a usar o linux por curiosidade e raiva do windows, agora uso somente o linux no trabalho e tenho dual boot em casa até consegui programas para manipulação de som!
[][][]
Asrocha

[13] Comentário enviado por hugh em 10/02/2004 - 13:17h

E ae Andre, o artigo ficou bala!
Concordo com o _simmons_, os programadores for linux trabalham por prazer e pra buscar e oferecer conhecimento isso faz com que os programas sejam bem melhores principalmente pelo esforço dos caras, ja alguns(todos) dos programadores for mico$oft ganham bem e fazem programas que poderiam ser melhor definidos como BUGBOX!

[14] Comentário enviado por szwesley001 em 10/02/2004 - 16:18h

Ow Andre, excelente matéria, concordo completamente contigo...
Com a evolução tecnológica os usuários de computador querem coisas facilitadas, e lhe digo, muitas pessoas desistiram de linux por causa da dificuldade de instalar um simples programa, dando os configs e makes da vida.

O usuário quer facilidade, não só frescura, e é essa a nova idéia de programadores de código aberto do mundo inteiro, por exemplo, o KDE está ficando cada vez mais bonito e fácil de se utilizar...

Você está de parabéns pelo seu artigo

[15] Comentário enviado por agk em 11/02/2004 - 11:12h

Eu uso linux porque acho mais confiável usar um sistema aberto, onde possa consultar os sources e tentar entender como tudo funciona. Vou personalizando os programas e o sistema de acordo com as minhas necessidades e é isso que torna o linux ideal para mim.
Parabéns pelo artigo Andre.

[16] Comentário enviado por andreguerra em 11/02/2004 - 11:31h

É isso ai pessoal. É muito bom saber que o que nos faz usar software livre é a consciência de que precisamos crescer em todos os sentidos. Não dá mais pra continuar sendo "clicadores de botões" apenas. O amadurecimento pessoal, profissional etc nos abre os olhos e nos faz esperar que um dia todos possam enxergar o que agora nos parece óbvio.

Grande abraço,

André

[17] Comentário enviado por emersoux em 11/02/2004 - 13:55h

O dilema entre a "facilidade no uso" e a "possibilidade de personalizar tudo" não tem solução por que o M$ rWindows foi projetado para ser fácil e o Linux foi projetado para permitir o usuário mudar até os bits que passam pelo processador.
Quem quer que os sistemas Linux sejam faceis como os rWindows está querendo que esta característica de configuração extrema seja abolida e na verdade querem um Windows open source.

[18] Comentário enviado por removido em 12/02/2004 - 13:59h

Perdi tudo que eu estava escrevendo :(
Vou soh fazer breve comentario
Hehehehe,
Sou usuario convicto LINUX, especialmente do modo texto, mas tenho uma opniao para colocar em pauta
Na minha creio que o sistema LINUX* ainda nao é capaz de atender todas as nessesidades dos usuarios leigos.Quando a dificuldade de instalacao e configuracao do sistema e de seus programas.
Por isto muito tem medo de migrar para nosso OS, e de conhecerem novos programas que tem a mesma funcionalidade dos programas for windows,
Concordo que tem execoes algums programas para linux nao atingiram ainda a estrtura de um programa for windows, um exemplo é o AutoCad
Grtz

[19] Comentário enviado por jlclima em 13/02/2004 - 00:59h

Li quase todos os comentários mas não me lembro de ter visto algum que citasse o fato de as empresas como a Microsoft, Adobe e tantas outras que vendem seus softwares, pagam não somente seus programadores, mas também a um exército mundial de pessoas encarregadas de melhorar as vendas através de marketing e pesquisas de mercado. Procuram saber do seu usuário final de seu produto, qual facilidade ou melhoria poderia ser implementada para facilitar o uso e melhorar sua produtividade ou mesmo para ficar mais bonitinha. Vivem só para isso e desde o inicio dos tempos.
Lembrem-se do DOS, Wordstar e do Tango para DOS. O que viraram hoje?
Aplicativos para GNU/Linux e outros SO´s abertos nascem como eles próprios, da curiosidade do programador, da necessidade de ter uma ferramenta aberta e sem limitação para pesquisa, da necessidade de se ter funcionalidades específicas que softwares comerciais não oferecem ou também da necessidade de se ter um controle maior sobre os processos do programa, o que com certeza nenhuma empresa com fins de lucro forneceria tal informação.
Na grande maioria dos casos, o programador open source cria uma ferramenta que é útil para seus propósitos, sem se importar com sua interface ou facilidade de uso. Pois é ele mesmo que irá utilizá-lo. O fato de disponibilizar a ferramenta para outros usuários é uma questão de opção (acho que é bondade mesmo para com nós, pobres mortais) e se alguém achar que ela é feia e difícil de usar, pode fazer as alterações que desejar, dentro das normas da GLP.

[20] Comentário enviado por bramax em 19/08/2004 - 18:01h

Caras, eu concordo em dizer q alguns programas pra Linux pecam no quesito facilidade/praticidade de uso, mas todos (digo TODOS mesmo) compensam isso com qualidade. Um exemplo: Não conseguia gravar cds pelo Nero, no rWindows. Sempre aparecia msg de erro inesperado, e nunca dava certo, mesmo trocando de mídia e escolhendo arquivos diferentes. Cansei de baixar programas, codecs e o diabo a quatro pra tentar assistir a simples filmes com legendas pelo rWindows, mas nunca consegui. Depois de cinco ou seis codecs/programas diferentes, se eu tinha som, não tinha imagem. Se tinha imagem, não tinha legenda. Se tinha legenda não tinha imagem e o som saía defeituoso. Desisti desse SO. Formatei minha máquina, deixei uma partição com o "distinto' só por causa do meu scanner e para testar alguns programas q só rodam nessa plataforma q alguns amigos meus me pedem. tentei gravar novamente o cd de dados pelo Nero. Mesmo erro. Instalei o Linux e... usando a mesma mídia, gravei os arquivos q eu precisava gravar no cd. Consegui assistir todos os meus filmes sem precisar baixar nada. Aprendi como configurar o sistema como nunca tinha feito antes no SO da Microsoft. Enfim: Linux compensa "buniteza" com qualidade. E acreditem: logo será melhor, e a aparência dos programas será tão boa ou (com certeza) melhor que a aparência dos programas para rWindows...

[21] Comentário enviado por macumbeiro em 16/10/2004 - 21:06h

bunitu, gratis, funcional, totalmente configuravel a seu gosto devido o open source(gpl,gnu e tdo ehhe)

uso e tenhu orgulho de dizer que uso, trabalho nele com gosto, to comecando agora meus programas em perl, e daqui pra frente em c e c++ e eh a melhor plataforma.... tudo roda e tudo funciona, eu cheguei a estudar o kernel do rwindows.... eh uma zona, terrivel, por isso tanta instabilidade e ser tao ruim !
o linux pode ser tao bonito qnt qq xp, bastar acessar a secao de screens e confirir o trabalho dos linuxers !!!!

agradeco e mto a comunidade linux, sei que sera dificil mudar, porem jah carreguei 3 com o linux !!!!!

VLW GALERA

[22] Comentário enviado por mnoveli em 04/05/2005 - 17:43h

Porque Linux?

* Linux é estável, não "congela" o seu computador.
* Seguro, não é infestado por virus como outros sistemas operacionais.
* Poderoso, voce executa tarefas que normalmente só seriam possíveis com computadores de maior porte. Um 486 por exemplo, transforma-se num excelente servidor para a internet.
* Configurável, voce escolhe entre centenas de modos diferentes de utilização, com vários window managers que definem o comportamento das suas janelas, além de inúmeras aplicações, todas livres como o próprio Linux.
* Aberto, vem com todos os fontes dos programas, diferentemente dos sistemas normalmente comercializados.
* Portável, o Linux roda em várias plataformas diferentes, como os x86 (como o PC), Mac, estações da Sun(MR), e muitos outros.
* De alta conectividade, suporta a ligação em redes de diferentes tipos, não só SMB da Microsoft(MR), mas IPX da Novell(MR), AppleTalk(MR), tcp/ip e muitas outras. O linux substitui totalmente o Windows NT(MR) com vantagens como servidor de rede, com maior desempenho e estabilidade.
* Possui o melhor suporte na atualidade, com várias empresas conceituadas, mailing lists, centenas de grupos de usuários e farta documentação. Nenhum outro sistema, comercial ou não, chega sequer perto desse grau de suporte!


:)

Márcio Novelli
analista de sistema - s.p
Linux SuSe 9.3 Professional

[23] Comentário enviado por sanac em 10/08/2006 - 21:25h

cara... sei que esse tópico é antigo, mas...

1. Linux estável... Só você que nunca viu ele travar....
2. Seguro... Existe todos os antivirus "for Linux" por aí... pq, já que ele não é infestado por vírus????
3. Poderoso... Um 486 roda qq coisa atual... depende do seu tempo livre para vê-lo iniciar... Mas é um ponto a favor do Linux sim
4. Configurável... Bom, eu estou muito bem com o gerenciador do Windows, obrigado...
5. Aberto.... Quando eu compro um software para utilizar, sempre quero e tenho o total conhecimento em programação (digo, profundo conhecimento mesmo!) para ficar fazendo mudanças nele!!!!
6. Portável... há versões do Windows para todas as plataformas que prestam, e as outras não há suporte do fabricante nem para o Linux...
7. Conectividade... O Windows tb trabalha com estes protocolos.. e o WindowsNT já se foi há muitos anos amigo...
8. Possui o melhor suporte, verdade, mas com profissionais dezenas de vezes mais caros!

Boa escolha a de vocês!!!

[24] Comentário enviado por GilsonDeElt em 22/04/2007 - 11:19h

Concordo com mnovelli e discordo de você, sanac em alguns pontos.

1. Linux estável... Linux trava, só quando mal configurado. Aqui em casa eu já fiz ele travar, mas tive que desajustar muita coisa pra isso.

2. Seguro... Existem vários anti-vírus for Linux, e praticamente todos são destinados a remover vírus de partições Windows

3. Poderoso... Apesar de nunca ter visto um 486 pessoalmente, acho que ele não roda qualquer coisa atual. Você já tentou instalar um Windows XP ou um Vista nele???

4. Configurável... Gosto não se discute. Se o Gerenciador do Windows tá bom pra você, tudo bem. Mas se você o chama de configurável, e porque não mexeu mesmo num Linux.
Se possível, defina configurável.

5. Aberto... Realmente, o Linux é um sistema aberto. Nada a discordar de você.

6. Portável... Não acho que haja Windows para todas as boas plataformas, a não ser que você queira dizer que o PlayStation 3 não é uma boa plataforma, ou que celulares Motorola são ruins.

7. Conectividade... O Windows trabalha com esses protocolos, mas usando camadas intermediárias em alguns.
Um exemplo é o TCP/IP: por ser nativo no Linux, conexões discadas ficam até 10% mais rápidas que no Windows, que usa Winsock como camada intermediária. E o Windows NT não se foi. Se você der uma olada no seu XP, verá que ele é o Windows NT 5.2.x.

8. Possui o melhor suporte, um exemplo é essa comunidade,na qual sempre tive suporte gratuito e de qualidade.

Realmente, boa escolha a nossa!

Espero não ter te ofendido ou atacado, pois não era essa minha intenção. Só quis deixar minha opinião.

Abraços a todos!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts