Monte seu ambiente de desenvolvimento em 3 horas com Ubuntu

Monte rapidamente seu ambiente de desenvolvimento, já com suíte Office, acesso a internet, tudo bonitinho e em apenas 3 horas usando Ubuntu Linux.

[ Hits: 25.869 ]

Por: Diogo G. Zanetti em 22/05/2006 | Blog: http://exadmax.googlepages.com


Instalação do Ubuntu Linux



Inserindo o Install CD do Ubuntu teremos a primeira tela de boot. Ele vai detectar todas as informações de sua máquina.

A primeira tela que irá surgir, estará escrito:

Select a language:

Utilizando tab para navegar entre as opções e setas selecione Português brasileiro, alterne com tab até avançar e pressione enter para confirmar.

Na segunda tela, será perguntado o seu layout de teclado. Seu teclado é Português brasileiro (ABNT2), caso seu teclado não possua a tecla Ç, então ele é Americano internacional, selecione o teclado corretamente e clique em avançar.

Rede


Neste ponto o sistema divide-se em dois casos:

Está apenas você e seu Virtua/Speedy, então ele configurará um DHCP (Dynamic simplesmente).

Você está em uma rede com DHCP dinâmico, também se encaixa no primeiro caso, mas isto só terá repercussão adiante.

Se você está utilizando fax-modem ou IP estático, pode ser que ocorra erro neste ponto, mas não se preocupe com isto agora... passe adiante. Pois depois você poderá configurar manualmente este ponto.

Partições


Este ponto é crucial na instalação do Ubuntu Linux, se você não gosta de ler muito nas telas de instalação, corre o risco de selecionar a opção padrão e remover outros SO's de sua máquina...

Temos dois casos aqui:

a - Você utilizou o partition magic e criou nova partição...

b - Você tem outro SO's.

c - Você não particionou e pretende tirar o Windows ou outro SO que já estava na máquina.

Para a opção 3, simplesmente selecione apagar todo o disco rígido. Selecione avançar.

Para a opção a e b, vá na opção editar manualmente a tabela de partições. Nesta tela aconselho uma opção simples se você não é acostumado a Windows...

Vamos supor que você no caso 1 criou a partição, então temos algo assim:

1. NTFS com um sorrisinho preto e uma seta em forma de raio (Este é seu Windows)

2. Sua partição criada. Selecione ela e vá até a opção remover partição...

Selecione que terminou de mexer com a partição e volte a tela anterior, nela volte em partição assistida novamente.

Agora surgiu uma nova opção utilizar o máximo de espaço livre. Selecione esta opção e na tela seguinte aparecerá as telas de partição, mas agora tudo configurado para o Ubuntu e seu outro SO.

No caso que você tenha um outro Linux que deseja manter, remova a partição nativa de seu Linux e swap, faça a mesma opção, pois o Ubuntu irá calcular ao modo dele o espaço de swap e uso do sistema operacional.

Em casos que você tenha criado um /home diferente, configure na partição do /home, que estará provavelmente como /media/hda2 por exemplo e coloque /home e ponto de montagem /home novamente.

Feito isso em cada caso, selecione avançar.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalação do Ubuntu Linux
   3. Suporte adicional a linguagem, fuso horário, GRUB
Outros artigos deste autor

Catalogando distribuições, usuários e ambientes para a melhor distribuição

MS-X, DOS, Windows e finalmente Linux: História da evolução da informática e pessoal

Xoops - Um ótimo gestor de portais em PHP

Jakarta JMeter - Testando o desempenho de seus sites

Transformando seu Windows em um quase Linux

Leitura recomendada

Sou advogado e consegui instalar Certificado Digital para PJe

Instalação do Asterisk no Debian Lenny

MSN-PROXY no CentOS 5.5 64 bits

Touch Pad do notebook Acer Aspire 5050 (Slackware 12.2)

Gerenciador de programas no pQui Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por lucianodrosda em 22/05/2006 - 13:46h

Bom artigo.. ok.

Porém, eu acredito que ainda seja melhor, para um usuário comum, adaptado ao windows, começar pelo kurumin que pelo ubuntu. Primeiro por usar o kde, que é mais natural para quem está vindo do windows. Segundo pelos scripts prontos e pelas facilidades. No kurumin , para instalar um programa novo existem icones mágicos. No ubuntu é necessário utilizar o apt-get; que é excelente, mas meio complicado pra alguém que mal sabe instalar programas no windows.

Mas isso é outra história....

[2] Comentário enviado por lmarcosleite em 22/05/2006 - 14:53h

Valeu a colaboração. No momento a parte que me foi de grande utilidade foi a segunda. No mais, concordo com lucianodrosda, Kurumin pra mim (até rimou) é a distribuição linux mais fácil das que conheço até o presente momento.

[3] Comentário enviado por nick em 23/05/2006 - 12:25h

Nada a ve o titulo com o conteudo. Ambiente de desenvolvimento sao GUIs para aplicativos de programação. Tipo GCC, Blender, Java e bla, bla bla... Melhor se colocado: Guia de instalação do Linux Ubuntu.

[4] Comentário enviado por diogozanetti em 23/05/2006 - 13:24h

ambiente de desenvolvimento nick, é baixar uma ide de desenvolvimento... o os compiladores o ubuntu já traz em sua grande maioria, sobre o que o luciano disse, o ubuntu também possui algo muito semelhante aos icones magicos que é o Adicionar Aplicações, que é um menu que permite que você instale novos programas no ubuntu, ainda mais fácil que os icones mágicos, posso te dizer pois já fui usuário do kurumin.

[5] Comentário enviado por tenchi em 23/05/2006 - 15:03h

Alguém aí sabe quais são exatamente os pacotes que devo instalar para que possa compilar programas sem problemas, pois sou um infeliz usuário de internet discada, portanto o apt-get eh inútil nessa hora..., queria uma lista exata de todos os pacotes necessários e suas dependencias (m4, make, gcc, autotols, etc.). Desde já agradeço, pois queria poder usar a intenet no ubuntu, pois apesar de usar o slackware (esse eu naum largo), queria, sei lá, só pra saber, e pra poder quando precisar instalar algo no ubuntu, não ter q reiniciar o pc e conectar pelo slack.... E também pra aprender a usar esse apt-get, pois apesar de no slackware existirem sistemas similares, me acostumei a baixar as dependencias da internet, uma por uma...

Ah, e o título desse artigo não condiz com o conteúdo do artigo....

Falow e até...

[6] Comentário enviado por a.fernando em 24/05/2006 - 15:27h

O artigo é bom, isso é inegável, pois vai ajudar muitos usuários iniciantes, mas cade a parte que fala sobre desenvolvimento ? Faltou ?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts