Manipulando erros com try catch finally

Este artigo mostra que o Java traz características interessantes para a programação, como suas técnicas de manipulação de erros, que muitas vezes em outras linguagens nos levam a criar códigos extensos para tornar um software mais robusto.

[ Hits: 40.485 ]

Por: Ygor Thomaz em 23/09/2003 | Blog: http://www.ygorthomaz.net/


try catch



Aplicação com teste convencional de manipulação de erros:

public class ExemploTeste {
  public static void main (String args[]) {
    if (args.length > 0) {
      int j = Integer.parseInt(args[0]);
      while (j >= 0) {
        System.out.println(j);
        j-;
      }
    }
    else {
      System.uot.println("Falta um argumento inteiro");
    }
  }
}

O problema com a quantidade de argumentos foi solucionado, embora o programa tenha ficado extenso. Agora imaginemos que o argumento fornecido não seja um inteiro, por exemplo, um caracter 'x', acontecerá a sinalização de uma outra exceção (NumberFormatException).

Isso vai gerar erro no momento da compilação do código devido a tentativa de conversão do argumento para um inteiro. Daí percebe-se que o código acima deverá ser implementado para contornar esta situação. É neste ponto de vista que se torna necessário o uso da diretiva try catch, que se mostra mais vantajosa.

Aplicação da diretiva try catch:

//ExemploTryCatch.Java
public class ExemploTryCatch {
  public static void main (String args[]) {
    try {
     int j = Integer.parseInt(args[0]);
      while (j >= 0) {
        System.out.println(j);
        j--;
      }
    }
    catch (Exception e) {
      System.out.println("Nao foi fornecido um argumento ou o mesmo não"+
      " é valido");
    }
  }
}

Analisando partes:

try {
Inicia o bloco no qual o conteúdo é tratado pela cláusula catch.

catch (Exception e) {
Aqui utilizamos uma exceção genérica Exception, qualquer erro surgido no trecho de código delimitado pelo bloco try é tratado pela rotina delimitada pela cláusula catch.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Objetivo do artigo
   2. Características da linguagem Java
   3. Estruturas de controle de erros
   4. try catch
   5. try catch finally
   6. Finalizando
Outros artigos deste autor

Dominando o Iptables (parte 2)

Programação orientada a objetos e o Java (parte 4)

Programação orientada a objetos e o Java (parte 1)

Programação orientada a objetos e o Java (parte 5)

Dominando o iptables (parte 1)

Leitura recomendada

Utilizando tratamento de exceções em java

Programação orientada a objetos e o Java (parte 2)

Java básico: Gravando em arquivos texto

Programação orientada a objetos e o Java (parte 4)

Programação orientada a objetos e o Java (Parte 6)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por lennon.jesus em 28/12/2005 - 11:42h

Muito obrigado, Ygor.

Seu exemplo foi muito prático e me ajudou a entender a estrutura do try catch!

Simples e direto!
Parabéns!

Abraços,
Lennon Jesus.

[2] Comentário enviado por wesley1984@ em 24/11/2007 - 17:47h

Vei eu to na facu. e to estudanadno exatamente isso..

vc não sabe o favor que vc me fez.. esplicando essa materia...


abração...

ass: Wesley Amorim.. Palmas TO


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts