Linux, uma experiência de uso

Muita gente fala do que pode e o que não pode fazer dentro de uma empresa com esta ou aquela ferramenta. Porém, juntá-las para configurar um ambiente, dispende tempo e muitos testes. Neste artigo, tentarei expôr um resultado do bom uso de algumas destas ferramentas e como elas geraram um ótimo fluxo com boa qualidade e segurança.

[ Hits: 22.911 ]

Por: Robert Fernandes Francisco em 14/06/2004


Comentário final (o futuro)



O futuro...

Quem sabe o que virá? O que resistirá? Será que daqui 3 meses os programas que mencionei aqui estarão obsoletos?

O futuro...

Bom, o que eu sei, sei hoje, porque tive um passado. Eu já trabalhei com XENIX, SCO e HP-UX. Sempre me considerei como aquele "usuário que sabe um pouco mais" só por ter prestado atenção nas aulas de O&M, uma cadeira do bacharelado em administração de empresas, porque nunca tive tempo nem oportunidade de me aprimorar mais neste universo e, principalmente, conto com um bom círculo de "bons amigos" em cada área de atuação neste universo chamado "informática".

O que posso afirmar é que: com o Linux, muitas perguntas que não haviam s ido respondidas antes porque não tinham respostas ou porque as respostas eram caras demais, puderam ser solucionadas e muito bem por sinal. Isto é uma boa coisa.

Ainda assim, existe muita especulação sobre seu uso no governo, entidades, em algumas empresas e até sobre seu futuro, sobre Microsoft, Mac, SCO e outras "cositas mas"...

O que vejo é que nada acontece por acaso, principalmente no que diz respeito à informática. Hoje, ninguém pode dizer que isto vai vingar ou que aquilo não presta. Tudo e todos têm o seu lugar no tempo e espaço.

Existem usos e necessidades que, assim como os gostos pessoais por perfumes, sabores e até mesmo aquela camisa xadrez, são particularidades que definem a premissa mais importante já criada: o livre arbítrio.

Acho que todos, antes de julgar o que temos nas mãos, deveríamos agir como Gamaliel (Atos 5.38-39).

Um pouco de prudência sempre é bom e, levando um dia de cada vez, a gente vai fazer história. E afinal, o que seria da história sem a competitividade? Sem o desejo de fazer melhor...

Que continue o Linux, o SCO, Windows e tudo quanto tem de aplicativo por aí... assim, este desejo continuará.

:-)

Obrigado pela paciência de todos por terem me permitido compartilhar minha experiência, escrevi pacas não?

Um forte abraço.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Comunicação (e-mail)
   2. Navegação (Web/Proxy)
   3. Segurança (Firewall)
   4. Comentário final (o futuro)
Outros artigos deste autor

Qualidade de respostas

Como instalar o Linux (Debian) no Libretto 50CT

Leitura recomendada

Ubuntu Server 12.04 LTS - Como Servidor Gateway e DHCP

N2N: Layer Two Peer-to-Peer VPN

Load Balancer com Failover, Perlbal e Heartbeat para servidores web

QRCODE - Código de barras bidimensional

OpenVPN -Linux central x Linux filial

  
Comentários
[1] Comentário enviado por sheep em 14/06/2004 - 14:04h

legal!!!!!!!!!!

[2] Comentário enviado por agk em 14/06/2004 - 14:44h

Bom artigo. Explicou muito bem o uso de ferramentas relacionadas a web. Só uma perguntinha vocês não trabalham com servidores de arquivos? Ou tem alguma experiência para compartilhar também?

Abraços.

[3] Comentário enviado por geovannyjs em 14/06/2004 - 17:46h

Parabens pelo artigo no geral, mas gostei muito do comentário final... "competitividade" acho que isso que é o melhor para nós usuários e admins.

[4] Comentário enviado por jeffestanislau em 14/06/2004 - 18:19h

Esta é uma amostra muito interessante da apliacação de ferramentas em um mundo que às vezes parece obiscuro para muitos usuários.... digo, aqueles que estão começando ou aplica o seu uso apenas em casa ou pequenas redes...

Este relato demonstra com clareza que cada vez mais empresas podem migrar para o pinguim e se beneficiar da solidez que o nosso sistema oferece... mantendo a ordem na casa... rs rs rs

waleu Robert... Parabéns!!!
[]´s

[5] Comentário enviado por fftrebor em 14/06/2004 - 20:25h

Agk

Não implementamos nenhum servidor de arquivos em linux na empresa. O que fizemos até agora foi só isto mesmo.

Eu até gostaria muito de implemementar esta opção também, porém, as barreiras "burocráticas" ainda são muitas.

Quem sabe um dia ...

[6] Comentário enviado por lindbergluiz em 19/06/2004 - 00:17h

gostei da resposta que vc deu ao arkilon sobre o Squid e outros detalhes....show de bola.... gosto de detalhar bem minhas respostas também....

[7] Comentário enviado por juliomortandela em 25/08/2004 - 11:06h

Acho que sem ser radical... eu "ODEIO" pps, criança com câncer e sem uma perna na mongólia que recebe 1 cent de dolar por cada email encaminhado, correntes em gerais, aquela babozeira da piramide do envelope com dinheiro, agora, eu conheço uma empresa, que bloqueia até endereços de email que contenham a string "exe" ahuahauhauahau.
Se o figura for receber um email de [email protected] o firewall derruba... e é por burrice mesmo, não é por "necessidade"...


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts