LXC-Container e KVM - CentOS 6.2 x86_64 rodando em outro CentOS x86_64

O LXC está para o Linux, assim como o Jails está para o FreeBSD e o Zones para o Solaris. Um ambiente de isolamento tanto de aplicativo, como de um Sistema Operacional completo (menos o Kernel).

[ Hits: 19.371 ]

Por: Roberto Gomes Borges em 14/05/2012


LXC-Container e KVM



Olá pessoal.

Venho aqui compartilhar a experiência de instalar o KVM e o LXC-Linux Container.

O KVM, acredito que a geande maioria já conhece, mas quanto ao LXC, encontrei pouco material em Português. Por isso este artigo.

O LXC está para o Linux assim como o Jails está para o FreeBSD e o Zones para o Solaris, um ambiente de isolamento tanto de aplicativo como de um Sistema Operacional completo (menos o Kernel).

Talvez, tenha alguém com as mesmas dificuldades que passei para implementá-lo.

Instalei o CentOS 6.2 x86_64 com a opção Minimal. Segue os dados da máquina.

- Ambiente:
  • Servidor DELL PowerEdge R610;
  • 02 Processadores Six Core (Intel(R) Xeon(R) CPU X5690 @ 3.47GHz) com HT;
  • 96 GB RAM;
  • 04 HD`S 300 GB SAS 10K RPM.

Verifica o suporte a virtualização no processador (para o KVM):

# egrep '(vmx|svm)' --color=always /proc/cpuinfo
flags    : fpu vme de pse tsc msr pae mce cx8 apic mtrr pge mca cmov pat pse36 clflush dts acpi mmx fxsr sse sse2 ss ht tm pbe syscall nx pdpe1gb rdtscp lm constant_tsc arch_perfmon pebs bts rep_good xtopology nonstop_tsc aperfmperf pni pclmulqdq dtes64 monitor ds_cpl vmx smx est tm2 ssse3 cx16 xtpr pdcm dca sse4_1 sse4_2 popcnt aes lahf_lm ida arat dts tpr_shadow vnmi flexpriority ept vpid

- Memória:

# free

# This file controls the state of SELinux on the system.
# SELINUX= can take one of these three values:
#	enforcing - SELinux security policy is enforced.
#	permissive - SELinux prints warnings instead of enforcing.
#	disabled - SELinux is fully disabled.
SELINUX=disabled
# SELINUXTYPE= type of policy in use. Possible values are:
#	targeted - Only targeted network daemons are protected.
#	strict - Full SELinux protection.
SELINUXTYPE=targeted


Sysctl

Editar arquivo "/etc/sysctl.conf":

# vim /etc/sysctl.conf

net.ipv4.ip_forward = 1


Execute:

# sysctl -p
# yum -y update
# reboot


    Próxima página

Páginas do artigo
   1. LXC-Container e KVM
   2. Configurando a Rede
   3. Configurando Usuários, Grupos e Hospedeiro
   4. LXC - Propriamente dito
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Adicionando ou removendo discos do Storage

Verificando a temperatura do HD no Slackware

LAMP no Funtoo Linux em 15 minutos

GPT - Guid Partition Table

Instalando Lucent WinModem no Slackware10 sem complicações

  
Comentários
[1] Comentário enviado por danlsgiga em 14/05/2012 - 11:16h

Esse é o Robertão... show de bola cara... LXC vem pra atender muitas demandas em ambientes corporativos Linux e o teu artigo caiu como uma luva. Simples, objetivo e funcional. Vlwwwww!!!!!!!!!

[2] Comentário enviado por vlademiro em 14/05/2012 - 12:15h

Parabéns, achei o tutorial bastante claro e direto.

[3] Comentário enviado por removido em 17/05/2012 - 16:30h

Mas o SELINUX tem de ficar totalmente desabilitado?

[4] Comentário enviado por linuxroberto em 18/05/2012 - 09:08h

Bom dia caro colega, eu não testei com o SELinux configurado de outra forma.

[5] Comentário enviado por linuxroberto em 01/06/2012 - 16:00h

Mas que maravilha, acabei de baixar minha Linux Magazine e o que vejo ... than than than um artigo rasgando seda sobre o nosso querido e amado LXC, particularmente acho que LXC ainda vai dar muito o que falar, infelizmente o tempo tem sido malvado comigo, mas assim que possível farei um novo artigo mais detalhado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts