LTSP no Slackware

LTSP é a sigla para Linux Terminal Server Project, um projeto criado por James McQuillan nos Estados Unidos e hoje é mantido por vários desenvolvedores ao redor do mundo. Atualmente é um grande sucesso no mundo todo, principalmente em países sub-desenvolvidos.

[ Hits: 51.006 ]

Por: Rodrigo em 02/03/2006


LTSP como solução



A idéia central do LTSP é reunir tudo que existe de bom para Linux e ser um servidor completo de terminais, com alto nível de gerenciamento. Com um servidor não muito grande (ex: 1500 MHz e 256 MB RAM), podemos ter, por exemplo, trinta 486s "pendurados", rodando softwares de última geração.

Instalação


A instalação citada nesse documento segue com base na documentação oficial do projeto, sendo ela modificada para atender melhor ao sistema usado.

A distribuição utilizada nesse modelo é o Slackware Linux 10.1 e a versão do LTSP é a 4.1. Serão acrescentadas configurações extras, como dispositivos (CDROM e FLOPPY).

Nesse artigo não irei explicar a instalação do Slackware, pois não é esse o objetivo.

Iremos instalar a biblioteca LibWWW, pois por questões práticas não vem pré-configurada em nosso OS. O link da biblioteca para download é:
Faça o download, salve em uma pasta qualquer e mãos a obra:

# tar -xvzf libwww-perl*.tar.gz
# cd libwww-perl*
# perl -MCPAN -e 'install Bundle::LWP'


As últimas partes do script de instalação verificam de onde serão baixados os arquivos, escolha o continente e as mirrors que preferir.

OBS: Siga todos os passos por default, apenas no seu continente, país e servidores escolhidos é que você deverá escolher a opção que melhor se encaixa.

Tendo instalado sem nenhum problema, a saída será:

All tests successful.
Files=45, Tests=356, 3 wallclock secs
( 2.26 cusr + 0.26 csys = 2.52 CPU)
   /usr/bin/make test -- OK
Running make install
   Already tried without success
#

Agora faça o download da ISO do projeto LTSP no seu próprio site:
Feito isso, vamos instalar o LTSP.

Primeiro devemos montar a ISO:

# mkdir /mnt/ltsp
# mount -o loop ltsp*.iso /mnt/ltsp


Copie o arquivo ltsp-utils*.tgz que se encontra dentro da pasta montada:

# tar -xvzf ltsp-utils*.tgz
# cd ltsp-utils*/
# sh install.sh


Agora instalaremos os pacotes.

# ltspadmin

Escolha "Configure the installer options" e digite o caminho dos arquivos, no caso file:///mnt/ltsp. Para o resto tecle enter, pois deve ser default. Selecione então "Install/Update", clique em A para selecionar todos os pacotes e Q para finalizar e começar a instalação. Veja se tudo correu bem, se não, dê uma olhada no erro e veja se seguiu todos os passos.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. LTSP como solução
   2. Configuração
   3. Confs de exemplo
   4. Conclusão
Outros artigos deste autor

Jogando Playstation no Linux

Linux como roteador Cisco

Leitura recomendada

Arch Linux - Instalação a partir de imagem híbrida

Controle sua banda de maneira simples e inteligente com CBQ

Configurando o Apache para deixar dois servidores web no mesmo link

Sistema de arquivos criptografado

NoBreak SMS e Gnu/Linux (FC5) - Parte 3 - Comunicação entre os servidores Linux sem senha

  
Comentários
[1] Comentário enviado por kernel.panic em 02/03/2006 - 17:29h

Boa Tarde amigo, parabens pelo artigo. Gostaria de saber como faço para usar um hd local em um terminal LTSP ??? O servidor LTSP ja esta OK e o host já tem acesso via PXE, agora preciso gravar alguns dados localmente neste hd, qual seria a solução ??? obrigado a quem poder contribuir.

[2] Comentário enviado por guilhermerezende em 02/03/2006 - 23:28h

Cara, ainda não li o artigo, mas este será de extrema importância para um de meus projetos que pretendo realizar!! Parabéns pelo conteudo do artigo!! Qualquer coisa estamos ai!

[3] Comentário enviado por madcow em 03/03/2006 - 08:08h

Ola colega! Gostei do seu artigo, mas achei ele um pouco incompleto, por exemplo, como eu configuro os gravadores de CDs, pendriver, configuracao do X nas estacoes e se a alguma estacao com clear automatico para ser utilizada! Gostaria de saber Qual e, e gostaria de saber por que nao consigo fazer o boot da PXE funcionar na versao 10.2. Meu antigo colega de trabalho nao sabe tambem me explicar por que a versao 10.2 slackware com a versao 4.1.x!
Se voce souber, por favor, me envie um e-mail me explicando
grato desde ja!

[4] Comentário enviado por leonardoamorim em 03/03/2006 - 08:51h

Interessante você tocar nesse assunto, aqui em Goiânia na Universidade Católica de Goiás, esse projeto foi implementado justamente com Slackware, usando kernel 2.6.10, xfce como gerenciador de janelas e Emacs como editor de texto para programação C.

Parabéns, poderia só detalhar no próximo artigo, é de interesse de todos!

[5] Comentário enviado por kidcavaquinho em 03/03/2006 - 09:30h

Em Foz do Iguaçu-PR também funciona os telecentros, só foi um pouco exagerada essa menção na sua introdução, pois esse mesmo servidor de 1500 MHz e 256 Mb, não rodaria 30 486's, com softwares de última geração, com tanta performance...

Aqui temos um servidor Pentium 4 2.8Ghz com 1.5Gb Ram e 17 terminais com 233Mhz e 16Mb Ram, e não rodam aplicativos gráficos com tanta performance. Usando Debian, Kernel 2.6.6 e LTPS 4.0.

Certamente é uma grande solução para prefeituras, centros de estudos, pesquisas, para quem trabalha com desenvolvimento de softwares, para coisas que não precise rodar gráficos pesados e coisa com movimento, como por exemplos, jogos, inkscape, gimp, pois esses dependem restritamente do desempenho do processador.

[6] Comentário enviado por it4m4r em 04/03/2006 - 14:58h

Dae, Amigão, excelente artigo!
Grande abraço!

[7] Comentário enviado por suxsys em 05/03/2006 - 02:26h

Agradeco comentarios e peco desculpas pela demora nas respostas, mas vou tentar ajudar.

Bom vamos por partes:

kernel.panic: O hd local pode ser colocado pelo que li no site mas como o criador flw e eu concordo, e uma coisa desnecessaria, pois como os dados sao passados por samba a trasnferencia sera lenta. A solucao q lhe dou e coloque esse hd no servidor como slave e utilize ele para a pasta dos usuario que quer q acesse esses dados :P

------------------------------------------------------------------------------------

madcow: o artigo foi mais uma forma de apresentar a solucao do quer da total suporte, aconselho vc a ler n e nenhum bixo d sete cabecas...
Gravacao de cds somente no servidor, pendrive pode ser das duas formas como disket ou no proprio servidor, o x varia da makina das estacoes :P
Sobre o slackware 10.2 a resposta esta no dhcp pois foi atualizado e corrigidos bugs, como o obgetivo do progeto n se basea no LTSP ele n foi levado em conta... Seu amigo deve ter tentado fazer vc estudar por isso n t deu a resposta d bandeja.

------------------------------------------------------------------------------------

kidcavaquinho: Bom eu n axo assim tao exagerada, pois d ultima geracao n significa programas pesados, por exemplo emacs+fvwm n se torna pesado nem arcaico. E obvio que programas como vc mensionou n rodarao com essa conf mas a teoria e a mexma :P

------------------------------------------------------------------------------------

guilhermerezende, thephoenix e it4m4r (grande hacker) obrigado pelos comentarios...


[8] Comentário enviado por madcow em 06/03/2006 - 10:38h

Ola ! :^_^:

No final gostei do artigo, apesar de faltar detales importantes, que nem a documentação do LTSP.org apresenta! Mas é assim mesmo, no proximo voce vai melhorar!
eu espero

abraço

[9] Comentário enviado por sUxSyS em 07/03/2006 - 09:51h

Vamos ler direitinho...

Huahauhuahuahuahuah CrazyCow :P

[10] Comentário enviado por hccelo em 08/03/2006 - 10:13h

madcow

tbm tive problemas em bootar maquinas com o slackware 10.2... fiquei uma dias até descobrir q o problema era o safado do dhcpd q tinha um bug...
ae revirando foruns achei a solucao... pena q ela se perdeu.. nao lembro mais onde está...
mas quem sabe vc instala outra versao do dhcpd e v se funfa!

[11] Comentário enviado por jgama em 22/03/2006 - 20:05h

O problema do dhcp esta na versão 3 ou seja dhcp3-server caso alguém esteja usando esta versão, é só colocar esta linha abaixo acaba o o problema.

next-server 10.1.1.10; "> esta é a linha que tem que incluir"
option root-path "10.1.1.10:/opt/ltsp/i386";

Se o problema do boot estiver relacionado ao dhcp, já não vai ter mais.

Abraço a todos

[12] Comentário enviado por cain em 06/06/2006 - 22:15h

olá completando a pergunta do kernel.panic. eu sei ele já fez essa pergunta.
mais, então se eu precisar colocar um hd (provavelmente com pratições windows ou linux) imagine numa empresa que contém 30 ou 40 terminais leves, como colocar 30 ou 40 hds no servidor? já antecipando por que não utilizar o hardware existente? mesmo que via rede? imagine q o usuario salvaria pequenos arquivos (backup de textos, planilias, documentos, imagens, ) que não teria necessidade de acesso a trilhões de GB/S, e não seria algo constante... tenho a ideia de criar um link simbolico para o ponto de montagem no /home do usuario no servidor! e lembrando que a estação em si não usa o hd, então o hd estária disponivel para acesso remoto e evitando de poluir o servidor.... bom é o que eu acho, se já temos nas maquinas, controlador, hd, por que não usa-los? talves o boot por hd ao inves de disquetes com uma pequena partição linux para instalar o lilo de 5 ou 10 como já li na internet, pena que ninguem diz como fazer, ja a ideia já temos... :P abraços e parabens pelo artigo... :D

[13] Comentário enviado por catanossi.palmas em 19/09/2006 - 15:32h

Pelo amor de DEUS me explica pq não consigo instalar aquela biblioteca
estou utilizando um micro sem internet

[14] Comentário enviado por alexside em 23/09/2006 - 16:14h

Prezado Suxsys,

Tenho o ltsp rodando em distribuição SUSE 10.1. Segui as orientações do "local'. Porém não consegui colocar "pendrive" nas estações. Utilizo o ltsp 4.1, efetuei algumas leituras e vi que o ltsp 4.2 já tem este suporte. Só consigo na versão nova ou tem como fazer na 4.1?

Grato,
Alexandre

[15] Comentário enviado por peterpalmeira em 06/11/2006 - 16:15h

ola, tenho uma rede ltsp com tres terminais, o terminal 3 tem uma impressora lx300 configurada e testada, ou seja consegui mandar domuntos de texto do kate imprimir nela, mas tenho um progama em flagshp q manda imprimir um relatorio na impressora local , ou seja no servidor como faço para imprmir no terminal 3.
obs:uso mandrake 10.1

[16] Comentário enviado por cain em 06/11/2006 - 19:32h

sugestão

tente configura seu programa pra imprimir nesse endereço

socket://192.168.0.40:9100

presumindo o q o ip da estação é 192.168.0.40

[17] Comentário enviado por cain em 06/11/2006 - 19:47h

testei umas maneiras de imprimir via linha de comando

lpr -P CANON-BJC-250 /etc/resolv.conf

comando lpr
a impressora CANON-BJC-250

o arquivo a ser impresso /etc/resolv.conf

testa ae.

[18] Comentário enviado por recrutazero em 06/11/2006 - 22:33h

Estou com problemas ao conectar com o servidor, veja o problema nesta pergunta:

http://www.vivaolinux.com.br/perguntas/verPergunta.php?codigo=52237

acho que o problema é com o roteador, um hub usado com a configuração do meu provedor de internet a radio.

acho que ele está causando o conflito na hora de conectar.

[19] Comentário enviado por dtux em 09/03/2007 - 08:08h

Cara estou com problemas para intalar o libwww-perl*.tar.gz fiz conforme vc disse, e tamebm instalei o pacote .tgz e sempre q vou entrar no ltspadmin, já me deu mta dor de cabeça? help me ?

[20] Comentário enviado por natanaeltp em 22/03/2007 - 20:36h

Minha máquina cliente após carregar o PXE, carrega o modulo da placa de rede, mais dá erro no dhcpd ( kernel panic - not syncing: attempted to kill init!)
segue o laudo do meu ltsp

eth0 10.30.7.77 255.255.240.0 10.30.0.0 10.30.15.255
eth1 192.168.0.1 255.255.255.0 192.168.0.0 192.168.0.255 <-----

Service Installed Enabled Running Notes
dhcpd Yes no Yes Version 3
tftpd Yes Yes Yes Has '-s' flag
portmapper Yes no Yes
nfs Yes Yes Yes
xdmcp Yes no no xdm, gdm, kdm Using: none!

File Configured Notes
/etc/hosts Yes
/etc/hosts.allow Yes
/etc/exports Yes
/opt/ltsp-4.2/i386/etc/lts.conf Yes

[21] Comentário enviado por zennh em 23/10/2007 - 13:45h

ola amigo.... eu tentei configurar lstp no slack 10.1 mas não consegui..
eu gostaria muito de aprender fazer isso... mas não tenho tanto conhecimento, gostaria de saber se eu te pagando vc me ensinaria mais detalhado.. qualquer coisa entre em contato cmg atraves do email..
[email protected] desde ja agradeço

[22] Comentário enviado por iganem em 29/01/2008 - 08:36h

?comentario=

cara muito bom, o passo a passo está a 100%, só que uma coisa, eu gostaria de ver com vc, até por redução de custos, como por exemplo, o uso do ltsp em uma placa de rede virtual, tipo eth0:1, o nat até que funciona com umas gambiarras. Agora o ltsp nao consegui por pra funfar nao, aguardo algum comentário a respeito do comentário!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts