Kernel atualizado no Debian - Parte I

Veremos como obter um kernel atualizado para o Debian. A release será a atual Debian Stable, codinome 'Squeeze', atualmente na versão 6.0.3. O foco deste artigo são os usuários domésticos, já que em ambiente de produção, servidores, etc, é recomendável que se utilize o Kernel padrão da release.

[ Hits: 19.188 ]

Por: edps em 31/01/2012 | Blog: https://edpsblog.wordpress.com/


Introdução



O Debian Stable tem como padrão, a política de só oferecer atualizações de segurança para seus pacotes, procedimento salutar para ambiente de produção e etc; mas que vai na contramão dos interesses de usuários domésticos, esses que, acredito, são a maior parte dos usuários desta distribuição.

Para começar, é necessário dizer que após o kernel 2.6.38, ficou muito mais difícil atualizar um kernel no Debian por um simples motivo: seu GCC.

Isto porque, com o novo kernel, alguns pacotes passaram a requerer um GCC igual ao '4.5', enquanto que o GCC do Squeeze é o '4.4'.

Além do GCC, outro pacote fundamental para a instalação de um kernel mais novo no Debian Squeeze é o "linux-base 3.x", como é o caso do kernel mais atualizado do Debian Squeeze Backports.

No caso do Backports, a versão disponível é a "3.4~bpo60+1", enquanto que sua dependência é encontrada em 3 locais:
Como estamos falando de um Debian Stable, optaremos por utilizar o Debian Testing como fonte de nossas necessidades, visto que, além de mais estável que o SID, recebe atualizações de segurança.
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Atualização de pacotes
   3. Reinício do Sistema
Outros artigos deste autor

Ubuntu - Alternativas ao Unity

Configurando um Super OpenBox!

Recuperação de Dados com o PhotoRec

Debian Constantly Usable Testing (CUT)

O incrível universo das PPA's do Ubuntu

Leitura recomendada

Compilando o KERNEL sem medo do "kernel panic"

Máquinas velhas a todo vapor

OpenVZ - Instalando no Debian Squeeze AMD64

O kernel Linux está inchado... Mas, calma, não é bem assim!

Compilando o kernel do Slackware em 10 etapas

  
Comentários
[1] Comentário enviado por levi linux em 31/01/2012 - 11:43h

Parabéns, excelente artigo, de grande utilidade e uma mão na roda para quem quer atualizar o Kernel, de fato atualizar o kernel ficou mais trabalhoso.

[2] Comentário enviado por removido em 31/01/2012 - 18:02h

@levi,

na segunda parte demonstrarei os que tive tempo para compilar e instalar, dá bastante caldo! rsrsrs

um abraço.

[3] Comentário enviado por levi linux em 31/01/2012 - 18:50h

Já estou aguardando a 2ª parte!
Abraço!

[4] Comentário enviado por removido em 31/01/2012 - 20:26h

edinaldinho, minha flor. Ce tá num surto criativo que me espanta!!!

Nota 10 procê.

;-))

[5] Comentário enviado por removido em 31/01/2012 - 21:34h

fique calminho ACV, em breve minhas contribuições cairão bastante! rsrsrs

[6] Comentário enviado por izaias em 31/01/2012 - 22:05h

O mago dos Kernels!

Se ainda tivesse com o Debian instalado, aplicaria esta atualização com sucesso.
E agora com o pacote completo: GCC.

Era isso que impedia a instalação do Liquorix.
Lembra do problema do Glauber? Pois é, o mesmo que eu tinha.

Mas agora a solução está aí.

Esse é pinguim macho!!! rsrs

[7] Comentário enviado por mcnd2 em 31/01/2012 - 22:08h

Hãn...

Não vai dizer que você está acabando com o seu estoque? Kkkkk...

O seu artigo ( http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Instalacao-do-driver-Nvidia-no-Debian-e-em-distros-derivadas ) executei no LMDE 32 bit, instalou tudo normal, instalei compiz configurei e após reiniciar o sistema ... tela preta.

Mais isso é coisa pra outra hora.

No aguardo da 2ª parte, rsrsrs... abraço.

[8] Comentário enviado por removido em 31/01/2012 - 22:31h

meninos, meu conhecimento para começar não é tão vasto quanto o de alguns colegas daqui.

esse ano provavelmente volto aos bancos escolares, o bom disso é que além de escapar das viagens a trabalho volto a estudar e na área que gostaria de trabalhar mas nunca tive oportunidade: a de TI

[9] Comentário enviado por levi linux em 31/01/2012 - 22:42h

Que bom! Trabalhar e estudar na área que gosta é ótimo.

[10] Comentário enviado por izaias em 01/02/2012 - 12:24h

Como já esperávamos: http://va.mu/TfP1

Mas quem aguenta esperar tanto? rsrs

[11] Comentário enviado por removido em 01/02/2012 - 14:53h

Grande edps, show de bola cara !

[12] Comentário enviado por agmartins.adm em 05/02/2012 - 11:23h

Ótimo!
Muito bom saber disso...

Só uma coisinha..

Deu zica.. :-(

Quando mandei instalar o gcc (apt-get install build-essential cpp gcc gcc-4.5 gcc-4.6 g++ flex bison make module-assistant module-init-tools dkms os-prober initramfs-tools firmware-linux firmware-linux-free firmware-linux-nonfree), deu erro nos pacotes:


Alguns pacotes não puderam ser instalados. Isto pode significar que
você solicitou uma situação impossível ou, se você está usando a
distribuição instável, que alguns pacotes requeridos não foram
criados ainda ou foram retirados da "Incoming".
A informação a seguir pode ajudar a resolver a situação:

Os pacotes a seguir têm dependências desencontradas:
initscripts : Quebra: console-setup (< 1.74) mas 1.68+squeeze2 está para ser instalado
Quebra: nfs-common (< 1:1.2.5-3) mas 1:1.2.2-4squeeze2 está para ser instalado
libgnome-keyring0 : Quebra: gnome-keyring (< 3.0) mas 2.30.3-5 está para ser instalado
network-manager : Recomenda: crda mas não será instalado
Quebra: network-manager-gnome (< 0.9) mas 0.8.1-2 está para ser instalado
E: Pacotes quebrados


Já alterei as entradas do source.list para as três opções, mas nenhuma funcionou. O mesmo erro.

Alguma sugestão?

Valeu!

Um abraço!

[13] Comentário enviado por removido em 05/02/2012 - 12:21h

@agmartins.adm,

obrigado pelo comentário brother;

sobre a sugestão, sugiro que abra um post no fórum, no qual contenha seu sources.list e o log da atualização de pacotes e dessa instalação proposta.

ou me mande um email privado que realizo os testes para você, já que pretendo reinstalar meu sistema, mas ainda estou com o mesmo sistema instalado da época dos artigos.

# cat /etc/apt/apt.conf
# cat /etc/apt/preferences
# cat /etc/apt/sources.list
# ls /etc/apt/apt.conf.d/
# ls /etc/apt/sources.list.d/
# apt-get update
# apt-get install build-essential cpp gcc gcc-4.5 gcc-4.6 g++ flex bison make module-assistant module-init-tools dkms os-prober initramfs-tools firmware-linux firmware-linux-free firmware-linux-nonfree

outra opção seria usar:

# apt-get update
# apt-get -t testing install build-essential cpp gcc gcc-4.5 gcc-4.6 g++ flex bison make module-assistant module-init-tools dkms os-prober initramfs-tools firmware-linux firmware-linux-free firmware-linux-nonfree

um abraço.

[14] Comentário enviado por pepslegal em 07/02/2012 - 10:24h

Na primeira parte vc escreveu:

"Obs. 1: No passo acima, a atualização do sistema (dist-upgrade) foi realizada com os repositórios do Debian Testing desabilitados! "

E como eu sou leigo no assunto ;), pergunto:
Como se faz isso exatamente?
e onde eu vejo a versao do kernel do meu Debian ?? pra saber se posso fazer isso.

No mais , ta muito bem explicado e bem feito essa materia . parabens.

[15] Comentário enviado por removido em 07/02/2012 - 18:43h

@pepslegal,

as entradas do Debian Testing desabilitadas (ou ainda não adicionadas) seriam essas:

deb http://ftp.debian.org/debian/ wheezy main contrib non-free
deb http://security.debian.org/ wheezy/updates main contrib non-free

Somente após um dist-upgrade completo com o sources.list do Squeeze é que adicionamos as entradas acima.

Para adicioná-las use o editor de sua preferência, gedit, nano, vim, etc:

$ sudo nano /etc/apt/sources.list
$ sudo gedit /etc/apt/sources.list

#

A versão de seu kernel pode ser vista com o seguinte comando:

$ uname -r # exemplo:

3.2.0-2.dmz.1-liquorix-686

E os detalhes do Debian de forma geral pode ser visto assim:

$ lsb_release -a # exemplo:

No LSB modules are available.
Distributor ID: Debian
Description: Debian GNU/Linux 6.0.4 (squeeze)
Release: 6.0.4
Codename: squeeze

Ou resumidamente assim:

$ cat /etc/issue
$ cat /etc/debian_version # exemplo:

6.0.4
Debian GNU/Linux 6.0 \n \l


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts