JavaScript - Programação orientada a objetos

Apesar de não possuir a estrutura mais elementar de uma linguagem orientada a objetos, a classe, a linguagem JavaScript pode sim, ser orientada a objetos. Neste artigo, não pretendo ensinar programação orientada (POO) a objeto, vou demostrar o básico para programar de forma OO em JavaScript.

[ Hits: 12.801 ]

Por: Paulo Dias em 24/07/2012 | Blog: http://www.prminformatica.com.br


Introdução



A linguagem JavaScript, geralmente, é usada de forma estruturada, alguns provavelmente acreditam que essa seja a única forma (paradigma) possível, mas também, podemos programar de forma orientada a objetos (OO) em JavaScript.

A programação OO em JavaScript é um pouco diferente do que estamos acostumados. Diferente de Java, PHP, Ruby e outras, JavaScript não têm uma definição para uma classe, mas possui um recurso chamado Prototype (não confundir com o Framework), que podemos utilizar para programar de forma OO.

Vamos a um exemplo simples. Vou criar uma "classe" Pessoa. Pode parecer estranho, mas acredite, podemos escrever uma "classe" desse jeito:

function Pessoa( nome, idade ) { this.nome = nome; this.idade = idade; this.digaOi = function() { alert( "oi" ); } }


Sim, você deve ter percebido que isso é uma função, mas podemos criar uma instância dela através do operador new (como nas outras linguagens) e simular uma classe, assim:

var eu = new Pessoa( "paulo", "25" );


E agora, que temos uma instância de "Pessoa", podemos ter acesso aos atributos e métodos de um jeito bem intuitivo:

alert( eu.nome ); eu.digaOi();


Com isso já temos uma "classe" e um objeto.

Nos próximos capítulos, vamos ver com usar encapsulamento e herança.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Encapsulamento - Herança - Prototype
Outros artigos deste autor

Zoneminder: Substituindo um Unifi NVR

MathML - Mathematical Markup Language

Programação com Shell Script

Como criar um box para o Vagrant

Bitwise - Escovando os bits

Leitura recomendada

Servidor LAMP no Linux Mint e Ubuntu

Manual de XHTML

Entendendo validações e operações aritméticas com Javascript

Extensões imperdíveis para quem usa o Git (e o GitHub) no Brackets

Introdução ao Jython

  
Comentários
[1] Comentário enviado por m4iir1c10 em 26/07/2012 - 17:53h

Caramba!!!!!!

Uma luz acendeu na minha cabeca ao ler esse seu artigo, eu ja uso o javascript por muitos anos ( mais nunca estudei a fundo ), nos poucos artigos que eu li sobre javascript eu sempre ouvi a palavra "Orientada a Objeto" mais nunca eu realmente entendi oque era isso, quando eu escrevia os meus javascripts sempre os fiz direto, linear... quando eu via os codigos mais complexos eu simplemente copiava e colava... agora depois desse artigo foi como um big bang na minha cabeca... agora as coisas ficaram claras, wow !!!!

Valeu cara, voce jogou o meu conhecimento em javascript em outro nivel, eu vou retornar aos meus scripts mais agora desvendando novas fronteiras (y)


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts