Internet lenta? Reclame é um direito seu, mas antes leia isto.

Quantas vezes você ficou possesso porque sua internet ficou lenta? Este artigo é para você estar informado(a) sobre como proceder nestas horas.

[ Hits: 25.303 ]

Por: Andre Cardoso em 02/08/2011 | Blog: http://www.andrebian.com


Visão geral



Realizando uma pesquisa referente à velocidade da Internet no Brasil verifiquei duas situações:

1) A internet realmente é muito lenta comparada aos valores cobrados x largura de banda fornecida, se compararmos com demais países em ascensão como o Brasil.

2) Existem muitas reclamações em aberto contra diversas operadoras, muitos não solucionados.

Para a primeira situação o que temos que fazer é exigir e torcer para que nos atendam. Já para a segunda basta que você leia este artigo para ter uma ideia sobre como mudar esta realidade.

Reclame, é um direito seu!

Você sabia que está amparado segundo o CDC (Código de Defesa do Consumidor) para registar sua reclamação referente à largura de banda oferecida pela operadora? Sim, você tem direitos, reclame!!!

Cuidado a ser tomado

Apesar de você ter direito à reclamações, sugiro antes que analise as informações a seguir.

As operadoras vendem pacotes com diversas largura de banda, essa largura é medida em kbps (kilo bits por segundo), esta forma de medida é referenciada para taxa de transmissão de dados. Já quando você realiza um download aparece na janela de download algo como xx KB/s (note que são medidas totalmente diferentes, KB/s significa Kilo Bytes por segundo) esta segunda medida não é de transferência como a primeira mas sim de armazenamento.

Aulinha básica de fundamentos e arquitetura de computadores:

1 bit é a menor unidade de medida que existe na informática, 1 carácter é formado por 8 bits, logo torna-se 1 Byte, ou seja, 1 Byte = 8 bits. Está claro até aí? Espero que sim.

E o que isso tem a ver com a largura de banda que contratei junto à operadora? Tudo! Inicialmente tomemos como exemplo a largura de banda contratada de "1 Mega", lembre-se você contratou da operadora 1 mbps logo em seus downloads acusarão velocidades de até 128 KB/s operadora sacana hein? Não! Isto está mais do que correto, lembra-se da aulinha de fundamentos e arquitetura de computadores anterior? Então. Se para termos 1 Byte temos 8 bits então para termos 8 bits temos 1 Byte. Nossa, incrível!

Vamos analisar a velocidade contratada da operadora: tenho 1 mbps , logo 1000 kbps, se preferir que seja exato, 1024 kbps mas por que nos downloads aparece em média 128 KB/s? Continha básica 1024/8= 128, nossa é mesmo, é aproximadamente este o valor que aparece em meus downloads! Isto porque como são 1024 kbps para que eu tenha a medida exata em Bytes (que é como aparece quando estamos puxando algo para nosso computador) eu tenho que dividir o mesmo por 8. Espero que até aqui esteja tudo claro e de fácil entendimento.

Em outro caso, antes de reclamar é necessário você ter a certeza do que está falando para que não ganhe fama de cliente chato e pior, depois de todo o alarde descobrir que você que estava errado(a).

Quanto mais informações consistentes você tiver melhor para que sua situação possa ser solucionada. Com isto vamos a alguns detalhes a ser avaliados antes de iniciar a reclamação:

Saiba exatamente do que está falando

Busque explicações. Não ligue querendo reclamar do que você nem sabe.

Exemplo: ligo para a operadora e falo que estou sem internet, o atendente pergunta-me o modem está ligado? Sim, respondo. Está com o led ADSL aceso ou piscando? Sim, respondo novamente, está com o led LAN aceso ou piscando? Não!

Aí está um grande problema, em alguns casos o seu computador mesmo pode estar desconectado do modem e você liga para a operadora esperando que o atendente resolva o problema que você deveria ter verificado primeiramente;

Antes de ligar e reclamar que a conexão está lenta, faça o teste de velocidade de download

Para isso deve ser tomado dois cuidados simples mas que podem fazer toda a diferença:

Primeiro pare todos os downloads, carregamento de páginas e programas de compartilhamento de arquivos que estejam ativos.

Segundo busque sempre um testador de velocidade que esteja o mais próximo de sua localização, não vá realizar o teste em um site dos Estados Unidos sendo que você esta em Porto Alegre por exemplo. Como eu resido em Curitiba, o mais próximo de mim é o da Copel, há algum tempo atrás quando possuía um pacote com TV, telefone e internet eu realizava os testes e sempre acusava o que a operadora prometia, hoje a história é um pouco diferente, não convém explicitar o nome da operadora, mas dos "2 megas" que minha vizinha contratou e partilha comigo estão disponibilizando pouco mais de 10% da largura de banda que ela paga, e o pior que nem podemos reclamar por causa do "gato" que eu fiz.

Verifique tudo antes de reclamar

Cabos entre o computador e o modem, verifique se os leds da placa de rede do computador estão piscando, normalmente um laranja e outro verde. Certificar também do funcionamento do modem, se os led ADSL, LAN, WAN e demais leds característicos estão acesos ou piscando.

Verificar também a situação do cabo de entrada de linha telefônica do modem, neste caso se o led ADSL estiver apagado, pode ser um mal contato no cabo telefônico. Em último caso reinicie o modem ou mesmo resete-o (detalhe, para resetar sugiro que antes seja realizado um backup das configurações atuais de conexão para nao ter que ligar para o suporte da operadora solicitando todas as informações novamente).

Se verificando os pontos descritos não resolver, ligue para a operadora informando a situação, suas características e o que você já fez na tentativa de re-estabelecer a conexão com a internet ou a velocidade. Se mesmo assim a operadora não lhe der uma posição favorável à você, reclame junto ao PROCON ou órgãos competentes. Uma boa dica é o site www.reclameaqui.com.br.

Espero ter contribuído de alguma forma.
   

Páginas do artigo
   1. Visão geral
Outros artigos deste autor

Instalando e configurando o Zsnes no Debian Squeeze

Por que há mais vantagens em usar o Linux

Hello Android! Meu Primeiro APP

Leitura recomendada

Aplicações remotas: um exemplo com o Octave

Criando seu próprio servidor de DNS dinâmico (nsupdate + bind9)

Buscar "Teste" no Google

Configurando o Velox no seu Linux

Conceito de NAT detalhadamente

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Teixeira em 03/08/2011 - 00:31h

As operadoras de telefonia têm o privilégio de arcar com apenas 10% do valor contratado (do jeito que o amigo explicou, dividindo por 8) porém em alguns casos esses valores ficam bem abaixo disso.
Aqui na área da Oi Velox tem uns arquivos simples que os técnicos costumam fazer download para medir a velocidade de transmissão.
Baixar "arquivos simples" é muito fácil (chego a mais de 700kbps), porém baixar "coisas da internet" de uma forma geral, é osso! Aí a coisa muda para 20 a 40kbps, o que não lembra jamais uma "banda larga"...
O chato aqui no Brasil (e alguns outros lugares do mundo considerados "mais evoluídos") é o tal conceito de "é, mas não é bem assim".
Ou seja, a "velocidade" tem de dividir por 8; Alguns planos têm um "volume de download" que não pode ser excedido, senão passa a velocidade de tartatuga; Os prazos são "em até x horas" (porém "horas úteis" onde "72 horas úteis" se tornam inexplicavelmente coisa de 15 dias ou algo assim);
A CEDAE aqui no Rio de Janeiro inventou meses com mais de 31 dias, onde nenhum mês (nem fevereiro) tem menos de 30.
E tem conta de mes de 35 dias!!! Se um mês compensasse o outro, tudo bem.
Porém após um mês de 33 dias vem outro com 30, outro com 31, outro com 32, e por aí vai.
E segundo eles, "está tudo certo" (???).
E apesar da existência do medidor, paga-se um tal de "faturamento mínimo", que é superior ao dobro de meu consumo real, o qual ainda está sujeito à aplicação da tal tabela dos trinta e tantos dias...
E olhem que os mecanismos de defesa do consumidor aqui no Patropi são muito mais eficazes que nos Estados Unidos, por exemplo.
Imaginem se não fossem...

[2] Comentário enviado por cruzeirense em 03/08/2011 - 15:08h

Realmente o negócio tá bagunçado mesmo.

Eu, no começo do ano, contratei junto a Vivo o plano 3g mais básico, de 250 mb de limite de dados sendo que, antes de vencer o pacote a velocidade seria de 1mb e quando esse pacote fosse extrapolado a velocidade seria de 128k segundo a atendente.

Ao ler o contrato verifiquei de forma clara que para esse pacote a velocidade reduzida era de 64k. Questionei a atendente e ela jurou de pé junto que era 128k e eu é que não estava entendendo.

Eu concordei com ela mas antes de assinar circulei de caneta no contrato a velocidade de 128 k só para ficar registrado o que ela falou.

Conforme esperado, assim que venceu os 250 mb a velocidade reduziu para 64 k. Essa velocidade não foi por dedução minha, aparece uma mensagem da vivo dizendo isso.

O pior é que brasileiro é muito preguiçoso e acabou que eu solicitei a mudança de pacote para 1gb ao invés de ficar brigando.

Mas os problemas não terminam aí.

Eu uso esta internet apenas quando não estou em Belo Horizonte. A utilidade mesmo é para manter contato com a família e amigos sem ficar gastando com telefone. 128k dá pra fazer chamada de voz razoavel.

O problema é que no horário de 19:00 às 21:30 a internet não funciona de jeito nenhum! Aparece o sinal no máximo no programa da vivo mas não navega de jeito nenhum.

Vou acabar é pagando a multa e cancelando isso porque não tenho nem tempo para correr atrás. Estou sempre fora da minha cidade.

O pior é que eu reclama da velox, mas nunca tive problema de lentidão com ela.

Abraços,

Renato

[3] Comentário enviado por cruzeirense em 03/08/2011 - 15:14h

Volto aqui para dar outro exemplo da sacanagem.

Dou suporte em uma empresa aqui em Divinópolis - MG.

Eles tem um servidor de internet aqui na empresa e tem uma conexão de 2mb com uma empresa daqui chamada viacel.
Bom, a empresa está ampliando e estão trocando todo o sistema de telefonia por um digital da CTBC. Inclusive compraram um PABX caro pra caramba.
O consultor da CTBC aproveitou para ofertar a internet. Olha o papo dele com o gerente comercial da empresa.

"Nosso sistema é via Fibra ótica! Vou colocar pra você uma internet 5 vezes mais rápida do que a da viaceu!"

Realmente o sistema é através de fibra ótica, mas a velocidade que eles forneceram é de 1 mb. (???)

Eu fiz questão de conversar com ele pessoalmente para entender onde ele achou essa velocidade 5 vezes mais rápida e o cara foi até criativo, olha a desculpa.

"A viaceu, igual a todas as operadores, garante apenas 10% da banda o que dá 200kb. A ctbc garante 90% da banda o que dá aproximadamente 900k, que é quase 5 vezes mais rápido que a da viaceul!"

Cara, eu comecei foi a rir...

Abraços,

Renato

[4] Comentário enviado por albfneto em 03/08/2011 - 18:46h

olha, a minha é telefônica, speedy, 2 mega.
antes caia muito, mas depois que a telefonica trocou equipamentos
não caiu mais e minha conexão está sempre próxima da velocidade contratada,
meus downloads pode ser feitos entre 220 e 270 kbps,bem razoável e plano de download ilimitado.
apenas eu acho um pouco caro o preço e aquelas "promoções" estranhas, por exemplo pq estou com telefonica a tempos, quem entra agora pagará apenas cerca de 30 reais pelos 2 mega, mas eu, como a minha era 1 mega antes e cliente antigo,pago bem mais que isso.

[5] Comentário enviado por hildejackson em 04/08/2011 - 11:45h

Caro André Cardoso, bom dia !


Gostaria de iniciar parabenizando pelo ótimo post. Trabalho em um provedor de internet e tudo que falou tem fundamento e acontece no dia-a-dia. Suas dicas são de extrema importância para quem utiliza uma conexão com internet, seja ela de qual forma for. Na minha empresa, utilizamos a conexão via rádio. Encontramos diversos casos de clientes que ligam xingando o sistema, a empresa e/ou o produto que vendemos e quando vamos verificar o que está acontecendo, descobrimos que em 80% dos casos não existe problema na conexão e sim na forma que o usuário está tentando se conectar.
Falhas nas máquinas dos usuários, sistemas operacionais e outros softwares piratas, falta de conhecimento básico de utilização de um microcomputador e planos inadequados ao consumo do cliente são os problemas mais detectados pelo nosso SAC. Cliente empresa que utiliza um plano residencial e quer exigir que o plano o atenda da forma correta é muito frequente em nossa carteira. Oferecemos diversos planos, mas o pessoal só busca o mais barato e querem exigir que o plano sirva para o que não foi idealizado. Então a título de sugestão aos usuários de internet, sempre que forem assinar qualquer plano, verifiquem se as características daquele plano irá atender as suas necessidades. Se há diferenciação de preço é porquê há diferença também nas características do serviço.
Um outro ponto que gostaria de acrescentar ao seu post é com relação ao contrato de prestação de serviços. Sempre devemos ler o contrato ANTES de assiná-lo. Depois que tiver assinado, o consumidor não poderá exigir muita coisa que não estiver prevista no próprio contrato. Atentar-se sempre aos detalhes do tipo largura de banda, se há ou não alguma franquia de utilização e multa rescisória. Um ponto que gostaria de dar ênfase é com relação a um determinado termo que constatei em alguns contratos de grandes prestadoras que é a palavra ATÉ antes da LARGURA DE BANDA. Por exemplo, tem uma prestadora que coloca da seguinte forma no seu contrato: A empresa TAL fornecerá ATÉ 1MB de velocidade com garantia de 10% de largura de banda. Trocando em miúdos, se a conexão estiver com velocidade entre 103 kbps e 1 MB de velocidade, a empresa não se responsabiliza se não estiver chegando o plano contratado. Não é nem considerado que a conexão esteja com problema. E tem mais, se você insistir em abrir um chamado para revisão da conexão e ao chegar o técnico constatar que está dentro desses padrões, a empresa cobra do usuário o valor de R$ 65,00 pela visita técnica.
Outra coisa que deve ser levado em consideração pelo usuário antes de fechar qualquer pacote, verificar se a empresa possui assistência técnica especializada no local onde será instalado ou próximo, pois como hoje em dia muitas pessoas trabalham diretamente com internet, não podemos nos dar ao luxo de passar um dia sequer sem a conexão estar disponível. Essa mesma operadora coloca em seus contratos que o prazo para atendimento é de até 10 dias úteis e em horário comercial, o que pode se transformar em até 20 dias para que ocorra a visita do técnico ao local. E outra, se o técnico passar no local e não houver ninguém por duas vezes, automaticamente o chamado é encerrado e será necessário que seja aberto um novo protocolo e aguardar um novo prazo para que seja atendido. Portanto, suporte técnico não é um detalhe é uma diferença positiva na hora da necessidade.
O último ponto que gostaria de abordar é com relação à qualidade das conexões existentes no Brasil. Concordo totalmente quando fala que a qualidade do serviço de internet oferecida no Brasil é insuficiente e deixa bastante a desejar com relação a outros países. Muito disso se deve ao próprio governo federal que com suas "políticas assistêncialistas" terem de uma certa forma contribuído com a falsa popularização dos serviços. Onde já se ouviu falar que em um país europeu a internet tem plano com franquia de 300 MB ? Isso não deveria existir. Na minha opinião, todas os pacotes deveriam ser realmente ilimitados e não da forma que está hoje. Os grandes provedores fazem a propaganda que seus planos são ilimitados e quando você vai ver tem uma franquia de utilização. Se você entrar em contato com os suportes das grandes operadoras e perguntar sobre isso, eles nunca falam que tem, mas como trabalho no ramo, posso afirmar que existem sim as franquias por trás dessas "conexões ilimitadas". Portanto, sempre exijam que tudo que o plano oferece seja discriminado no contrato no ato da assinatura. Isso vai lhes beneficiar tanto na qualidade do serviço como também lhe trarar menos dores de cabeça no momento de uma provável reclamação. Espero ter contribuído de alguma forma para o seu excelente artigo.

[6] Comentário enviado por izaias em 05/08/2011 - 09:59h

Espero que num futuro próximo, tenhamos um serviço no mínimo satisfatório e condizente com os valores pagos: http://va.mu/DZ2y

[7] Comentário enviado por MoisanielMoraes em 05/08/2011 - 20:04h

interessante, gostaria apenas de fazer algumas observações.

1 - dos comentários: é interessante o teste que a oi faz para mostra que a velocidade esta boa a) ela pede para voce fazer dowload pequeno, b) ela utiliza a própia rede para o dowload.discordo desses dois pontos pois uma como ja disse o amigo teixeira arquivos pequenos são faceis. e 2 baixar da propia rede tambem é muito facil, basta perceber uma rede "caseira" com placas de 100 mbs, transferir arquivos entre as maquinas da rede é moleza. mas aumente o numero de roteadores, passando por outras redes, que é o que acontece, e a velocidade vai cair.

2 - o colega diz KB/s não é taxa de transmissão e sim armazenamento. KB não é apenas uma unidade de medida maior, pois se não ficaria muito extesso a leitura de tantos kb? ou como é possivel o equipamento armazenar mais do baixa?

3 - em teste de conexão, é dito que o melhor é usar um testador de download mais proximo, nem sempre isto é verdade, depende da rede, do seu provedor de acesso. ex fizemos um teste de tracerout na aula de redes utilizamos um proverdor local como destino e um nos EUA e adivinhem? o tempo de resposta foi muito menor para o destino nos EUA. o ideal é testar varios e tirar a média, metodo cientifico.

4 - Se o cliente tiver duvidas ele tem de se informar, seja junto à operadora, seja junto ao orgãos competentes. vale lembrar que o idec, verificou que algumas dessas clausulas contratuais são abusivas. A anatel é a agencia responsavel pela fiscalização dessas empresas.

5 - final só não vale, de primeira, sair chingado o atendete, mas não amoleça.


[8] Comentário enviado por andrebian em 05/08/2011 - 21:38h

Obrigado a todos pelas informações adicionais postadas, meu intuito neste artigo foi esclarecer este tema porem o mesmo é muito extenso com isso é muito valido que seja incrementado com outras opinioes pois postei apenas um pouco do que eu sei do assunto. Agradeço a todos.

[9] Comentário enviado por tonnytg em 06/08/2011 - 15:06h

Boa tarde a todos,
Lendo resolvi opinar também, devdo a minha localização não disponibilizo de conexão via cabo com a internet, logo fui forçado a assinar planos 3G.
No inicio com a operadora TIM estava pagando 600kbs por 89,90 ilimitado a conexão era estável e quando usava no iphone tinha a satisfação de ir de casa ao trabalho com 3G conectado sem perda de sinal.
Mas o problema começou a 2 meses parece que a TIM vem sofrendo OVERLOAD no sistema e acabou a brincadeira, já tive dias em que testei e ela chega miseros 20 kpbs reais de navegação, menor que uma internet discada que pelo menos é estável o trafego apesar de lento.
Logo fui forçado a tentar uma ferramente extravagante, a antiga antena com lata de bata, após utilizar ela tive um ganho real da minha conexão novamente de 100 a 500 kps melhor que navegar em 20 kps.
Quando tiver tempo irei montar uma outra antena para monstar em um artigo como fazer mas fica ai a dica para todos os sofredores como eu que usam 3G.

Dica: Antena com lata pringles.
Sei que é para conexão wi-fi, mas meu ganho no 3G as vezes fica melhor do que sem nada.

[10] Comentário enviado por rogerio pg em 06/08/2011 - 16:00h

tive problemas quando aumentei minha internet para 10mb , como moro a 2,300 mts da central ficou horrível a margem SN ficou em torno de dB]:22,0 / 6,5 oque provocava várias quedas e erros na rede . tive que baixar para 5mb , por enquanto está dentro da média a velocidade , agora o jeito é torcer para a GVT vir para meu bairro to loco pela internet da gvt de 15mb está custando uns R$80,00

[11] Comentário enviado por Teixeira em 06/08/2011 - 22:27h


Com referência ao "craftswork" americano de fazer antena com lata de Pringles, existe a versão tupiniquim, chamada "Sinhantena", e que é feita com uma lata de óleo de soja de uma determinada marca (adivinha qual?)...

Isso lá nos istêitis tem o nome pomposo de "craftswork", aqui é "gambiarra", "gatilho", "quebra-galho" ou "safa-onça", mas o efeito é o mesmo.
A propósito, na versão tupiniquim o sinal é melhor.

E dá para fazer também com tubo de vitamina C efervescente.
O princípio de funcionamento é rigorosamente o mesmo, sendo que o metal serve apenas como elemento refletor/direcionador.

Quanto a esse negócio de nomes pomposos, também em Francês temos as seguintes pérolas:
"Papier Maché" - Nada mais é que, literalmente, "papel amassado";
"Mousse" - Ora bolas! "Mousse" é apenas um "rato", um "camundongo". A tal sobremesa tem esse nome porque os ratos, mesmo sendo roedores e precisando desgastar constantemente os dentes, apreciam muito as comidinhas com aquela consistência de mingau.

[12] Comentário enviado por C.A.R.O em 09/08/2011 - 05:00h

Não tem desculpa , é 10% que elas liberam e pronto .

Não li o texto , mas é bem simples .

Quer que mude , reclame , aprenda a votar .

Pois não tem , 10% e pronto , tanto que o governo mesmo está falando na banda larga dele , sobre isto e tal .

[13] Comentário enviado por joaogauer em 09/08/2011 - 11:57h

Vejo muita gente reclamando todos os dias sobre Internet no Brasil, já trabalhei com telecomunicações e adimito que na empresa onde trabalhava tinha muita coisa eerrada, porém esse pessoal reclamando de velocidade down/up, deveria tentar entender um pouco melhor como funciona essa tecnologia antes de ficar falando o que não sabem... No contrado não diz que o link da adsl é dedicado e muito menos que tem garantia...

[14] Comentário enviado por luzfcb em 10/08/2011 - 10:28h

Gauer88, seguindo seu raciocínio, em um exemplo simplista, então se eu fosse na padaria e comprasse 10 pães e ao chegar em casa descobrisse que há somente 1 pão na sacola, isso estaria correto? ou então não poderia reclamar pois "No contrado não diz que o link da adsl é dedicado e muito menos que tem garantia... "

As operadoras de telecomunicação, ao meu entender, tem a OBRIGAÇÃO de fornecer ao cliente toda a velocidade o qual ele contratou,
se o cliente contratou 2Mbps, então a operadora tem que fornecer, 24h por dia, a velocidade total contratada, não havendo variação desta velocidade em pelo menos 99% do tempo, visto que a operadora não pode, ao meu entender pois isso não é problema do cliente, alegar sobrecarga na rede, porque esta situação é facilmente resolvida com investimento em infraestrutura, manutenção e gerencia da rede.

Infelizmente isso não acontece, pelo menos aqui em PALMAS/TO.


[15] Comentário enviado por Teixeira em 10/08/2011 - 12:25h

Falta honestidade e transparência no anúncio de produtos e serviços.

Deveriam anunciar não "x mega" ("mega-o-que"?), mas por exemplo, se em uma conexão "de 4 mega" eles oferecem esse número (e sem que o cliente o saiba, dividido por oito), então que o anunciem já devidamente dividido por oito, o que daria (1024 x 4) / 8 = 512 e que expliquem que se trata de "512 kiloBauds" (a unidade de medida de transmissão de dados) e não "kilobytes" ou "kilobits".
E portanto não teria nada que limitar esse valor em 10%. Isso já é outra forma de desonestidade, sob o aval de nossa querida Anatel.

Essa falta de transparência é herança antiga.
Na época da "Reserva de Informática" que assolava o nosso país por ocasião da Revolução Militarista iniciada 1964, um computador que tivesse 48kB de memória era vendido como se tivesse capacidade para "48000 informações", o que realmente não corresponde à verdade.

Já existe o Código do Consumidor, está em pleno vigor, porém falta maior empenho até mesmo dos próprios órgãos governamentais que deveriam estar no controle da situação, para que fossem evitados esses abusos.

Prometeu "X", tem de entregar "X" e não "X-Y".

Sim, porque tais coisas são ABUSOS e visam claramente enganar o consumidor/usuário/assinante.

E enquanto a Anatel e o próprio Ministério não acordarem para a realidade, o povo estará sendo lesado continuadamente pelas operadoras, sob as vistas grossas desses órgãos que fingem ignorar não somente a realidade, mas até mesmo a lei .

[16] Comentário enviado por removido em 29/08/2011 - 14:04h

Eu sofria com isso quando usava speedy da telefonica, pois os cabos que são transmitidos o sinal dsl são péssimos, sem contar que o controle de velocidade é feito pela central e até chegar a sua casa já se perdeu boa parte da velocidade disponível.

Hoje eu uso net a cabo (net virtua), o controle de velocidade é feito a partir de um arquivo enviado da central para o modem, e ele próprio faz o controle da velocidade, por isso não há problemas com baixas velocidades (as vezes até ultrapassa rs).

[17] Comentário enviado por arieldll em 24/01/2012 - 16:14h

Olá, amigo. Parabéns pelo seu artigo, realmente muito interessante.
Só gostaria de fazer uma observação, que, KB e kb são geralmente utilizadas para diferenciar na web. Não é um padrão que se defina por alguma norma técnica. Podes consultar o MIT e realmente descobrir esta informação.

[]'s Ariel.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts