Por que há mais vantagens em usar o Linux

Recentemente postei na seção de perguntas uma dúvida para um trabalho do meu curso. Este também serviu de base para este artigo. Nele mostrarei aos usuários que ainda tem aversão ao Linux por que é mais vantajoso usar Linux à sistemas proprietários. Desde já agradeço a todos que contribuíram respondendo minha pergunta.

[ Hits: 47.228 ]

Por: Andre Cardoso em 06/10/2010 | Blog: http://www.andrebian.com


Visão geral



O Linux vem ganhando mercado dia após dia e com isso abrem-se mais oportunidades de emprego, novas tecnologias e maior economia por parte das empresas que trocam software proprietário por Software Livre e chegam a economizar milhões por ano com as licenças.

Falando com leigos:

Bem, o Linux sempre teve essa cara de que quem o usava ou era hacker/cracker ou nerd. Hoje esta realidade mudou significativamente, as distribuições voltadas para usuários leigos estão cada vez mais fáceis de se utilizar. Um usuário sem conhecimento algum sobre o Linux pode sem problemas instalar o Ubuntu por exemplo.

Está na hora de você, usuário leigo, saber por que há muito mais vantagens em utilizar o Linux no seu dia-a-dia. Vamos começar?
  • Segurança: O Linux é um sistema operacional muito seguro, por isso do seu emprego em servidores tanto de empresas públicas/privadas quanto servidores Web que ultrapassam a casa dos 50% de utilização desta plataforma. Outro ponto forte na segurança do Linux é que geralmente inicia-se como um usuário comum (sem permissões de administrador do sistema), fazendo assim com que toda vez que seja necessária a mínima modificação no sistema, esta seja feita pelo administrador.
  • Ótimo no escritório: Muitos softwares necessários para uso corporativo, além de já inclusos, são livres, e o melhor, a grande maioria totalmente gratuitos: MS Office 2007 (versão Enterprise) fica entre R$140,00 e R$399,00, no Linux o BrOffice.org é gratuito.
  • É livre: Se você não gosta da forma que um determinado programa ou até mesmo o próprio S.O. se comporta e entende de programação ou até tem curiosidade, pode modificá-lo.
  • É grátis: No caso do Windows uma licença básica (home/starter) onde suas funções são limitadíssimas deve-se pagar cerca de R$200,00 a R$300,00 a mais na compra de um computador novo, e o comprador muitas vezes não tem o conhecimento de estar pagando este valor por um sistema tão pobre. Já o Linux é totalmente gratuito, claro que existem distribuições em que você pode pagar para ter suporte, programas mais elaborados, entre outras coisas. Mas você não é obrigado a isso e o melhor, também não paga sem ter conhecimento, paga se quiser. Além disso você pode escolher a distribuição que mais se adéqua às suas necessidades e baixá-la gratuitamente da internet.
  • É melhor em servidor dedicado: Não é de hoje que grandes estúdios de Hollywood adotam o Linux em seus servidores e estações de trabalho. Isto se deve ao fato de que o Linux se adéqua melhor às necessidades e tem um desempenho superior ao trabalhar com grandes arquivos. Um grande exemplo da implantação do Linux é o enorme sucesso de bilheteria o filme AVATAR, em que 70% dele é feito sobre efeitos e renderizações rodando sobre o Ubuntu 7.10. Os outros 30% correspondem às filmagens dos atores.
  • Atualização sem complicação: Quando sai uma versão nova do Windows o que você tem fazer para poder usá-la?
    R: Geralmente fazer um upgrade em sua máquina ou em outros casos trocar de PC.

    No Linux as coisas são bem diferentes, suas atualizações normalmente não implicam na necessidade de fazer upgrade em sua máquina. Outro fator importante é que no Linux, dependendo das distribuições, as novas versões são lançadas de meses em meses e não de anos em anos, como acontece no Windows.

  • É a sua cara: O Windows possui um único ambiente gráfico, no Linux você pode usar conforme o seu gosto. As mais conhecidas interfaces são: Gnome, KDE, XFCE e WindowMaker. Cada uma com suas peculiaridades, ou seja, você não fica preso(a) somente a um modo de trabalhar em seu computador.
  • É do seu jeito: Novamente o Linux ganha em disparada neste quesito. As distribuições são feitas de inúmeras maneiras que passam de usuários leigos, intermediários, avançados, para testes de redes e simulações de invasões, produção de áudio e vídeo, específicos para computadores antigos e com poucos recursos de hardware, e o Windows tem somente a mesma configuração. Sua única diferença entre uma versão Starter ou Home para a Ultimate é o seu limite de acesso ao sistema, claro que sem deixar de lado o preço.
  • Vem com muitos aplicativos: Muitas ferramentas úteis no dia-a-dia já vem instaladas no Linux, mas se o usuário quiser mais basta abrir o gerenciador de pacotes (programas) e escolher qual mais deseja instalar. Tudo de forma simples, pois os programas disponíveis já estão listados no gerenciador e não há a necessidade de saber o nome de um em especial, basta ver por seções (áudio, vídeo, programação, internet etc).
  • O suporte é comunitário: Enquanto no Windows você tem que pagar um técnico para arrumar algo ou contatar o suporte da Microsoft e esperar até que eles consigam identificar o que causou o bug, no Linux sempre que você precisar de ajuda pode contar com milhares de usuários que estão dispostos a lhe ajudar. Este suporte comunitário está em muitos lugares: aqui no VOL, Guia do Hardware e muitos outros. Sendo assim, além de o problema ser solucionado mais cedo, você ainda sabe o porque que isto aconteceu e como resolvê-lo.
  • Sempre há opções: Se você não gosta de um programa pode usar outro similar ou ainda modificá-lo do seu jeito.
  • Reconhecimento de hardware: No Linux quase todos os dispositivos são reconhecidos automaticamente na hora de sua inicialização, fazendo assim com que em mínimos casos o usuário tenha que instalar driver de algum dos seus dispositivos.

E, na minha humilde opinião, a melhor das vantagens de se usar Linux:
  • Linuxers sabem mais: Devido a sua consistência e complexidade em termos de administração deste sistema, os usuários Linux sabem muito mais a respeito de informática que usuários do Windows ou Mac.

Bem pessoal, por hoje é só, lembrando claro de agradecer aos membros que responderam o meu post:
Att. Andre

   

Páginas do artigo
   1. Visão geral
Outros artigos deste autor

Internet lenta? Reclame é um direito seu, mas antes leia isto.

Instalando e configurando o Zsnes no Debian Squeeze

Hello Android! Meu Primeiro APP

Leitura recomendada

Data, hora e timezone em sistemas GNU-Linux

Enviando email das atividades do proFTPD

Dando uma olhada no Mageia 7 (beta)

DesktopBSD - opção ao FreeBSD para desktops

CentOS + RAID1 via software

  
Comentários
[1] Comentário enviado por marun em 06/10/2010 - 20:25h

ÉÉÉÉÉÉÉ, só que o dificil mesmo é uma pessoa que teve 5 anos ou mais usando windows, dum dia pra outro convence-lo a deixar windows e a deixar programas como Ms.OFFICE é mesmo complicado .!.

[2] Comentário enviado por DanielbsaBR em 06/10/2010 - 21:08h

a cada dia eu me facino pelo o linux.

[3] Comentário enviado por pael em 06/10/2010 - 23:05h

A maior parte desse país votou no lula...então...só deus sabe quando eles vão aprender isso :s

[4] Comentário enviado por rodrigo_militao em 07/10/2010 - 09:16h

Putz, por que será que eu dou nota 10 pra um artigo como esse? Será que é porque tudo o que ele disse é verdade? Será que é porque o Linux está prestes a dominar o mercado? Não. A resposta está nas entrelinhas: o povo tem preguiça de pensar e está acomodado. As distribuições Linux tem má fama com a população por causa do seu passado. No rWindows, se um programa não serve para o seu trabalho, você tem que baixar muitos megas ou gigas de arquivo, por um programa que lhe sirva e ainda terá que desembolsar uma grana por um programa que talvez não atenda todos os seus requisitos. No Linux, com alguns cliques e míseros kbytes seu pedido é atendido e vocẽ sai feliz da vida. Hey ai ai ... acorda Brasil! Que eu quero dormir...

[5] Comentário enviado por cruzeirense em 07/10/2010 - 11:02h

Minhas Opiniões:

1-Segurança - Concordo (apesar de sempre o elo mais fraco da corrente ser o usuário, ainda mais um leigo)

2-Ótimo no escritório - Discordo - Os mesmos softwares livres que são usados no linux podem ser usados no windows.

3-É livre - Discordo - Um leigo nunca vai fazer modificações ou compilar alguma coisa

4-É grátis - Concordo 100%

5-É melhor em servidor dedicado - Concordo

6-Atualização sem complicação - Discordo - Ocorrem problemas de atualização também para uma nova versão.

7-É a sua cara - Discordo - é uma opção interessante mais acho que a falta de padronização atrapalha mais que ajuda.

8-É do seu jeito - Discordo - Conforme dito acima, na minha opinião o ponto fraco do sistema é a falta de padronização.

9-Vem com muitos aplicativos - Concordo parcialmente - A única vantagem é vir com os programas instalados, pois, conforme dito acima, os programas livres sempre tem uma versão para windows e normalmente são muito mais utilizados neste sistema.

10-O suporte é comunitário - Discordo - Não é uma vantagem em relação ao outro sistema pois ele também tem excelentes comunidades.

11-Reconhecimento de hardware - Discordo - Todo dispositivo de hardware lançado sempre vem com drivers para Windows, mas nem sempre tem para Linux.

12-Linuxers sabem mais - Discordo - Como o foco do artigo é o usuário leigo ele não sabe praticamente nada. Agora em relação a aprender isso pode ser feito nos dois sistemas.

Pael - Eu não votei no Lula (nem na Dilma) mas ninguém é pior pq fez isso, lembrando que a questão aqui são as vantagens do linux sobre o Windows.

[6] Comentário enviado por VØLT em 07/10/2010 - 11:16h

Linux vai dominar o mundo , por isso comecei a usar ele ten uns 1 mes e nao troco ele de jeito nem um ! unico problema no Linux e aquela porcaria da Adobe que nao quer produzir softwares que presta para nos :'(

[7] Comentário enviado por nicolo em 07/10/2010 - 12:32h

cruzeirense- Concordo contigo.

[8] Comentário enviado por joaocagnoni em 07/10/2010 - 14:57h

Segurança: Discordo. O Ubuntu por exemplo não é um sistema tão seguro assim. Quem quer segurança vai de BSD.

Ótimo no escritório: Discordo. Quem disse que o BrOffice é do linux?!

É livre: Discordo. Na teoria sim, na prática não. São muitas poucas pessoas que tem conhecimento suficiente para isso.

É grátis: Discordo. Em um ambiente empresarial, ele não é 100% gratuito se incluirmos treinamento e adaptação dos usuários. Não se esqueça que você paga as horas do seu empregado desenvolvendo no GIMP ao invés do Photoshop!

É melhor em servidor dedicado: Concordo. Isso é indiscutível. Linux e BSD são as melhores plataformas para servidores.

Atualização sem complicação: Concordo. Cara, eu coloquei "concordo" se tratando em atualizações de programas, por exemplo o famoso "apt-get upgrade". Mas para atualização da distribuição, eu disco. O comando "apt-get dist-upgrade" é falho.

É a sua cara: Discordo. Falta padrões! Em termos visuais o OSX e Windows 7 são muito superiores.

É do seu jeito: Discordo. Falta um pouco de foco para a comunidade nesta questão. Há alguns anos atrás enfrentávamos o problema de muitas distribuições diferentes, que está sendo diminuído com a ascenção do Ubuntu, o que é excelente para a comunidade.

Vem com muitos aplicativos: Concordo. Ok, mas qual a utilidade disso? Quem não tem internet hoje?

O suporte é comunitário: Discordo. Você deixaria o seu trabalho nas mãos da comunidade? Você confiaria em deixar a sua mulher também? Eu não.

Sempre há opções: Discordo. 90% dessas opções são programas de baixíssima qualidade e que nos decepcionamos ao instalar.

Reconhecimento de hardware: Concordo. O Linux é o sistema mais compatível no momento pós-instalação.

Linuxers sabem mais: Discordo. Falta para a comunidade dar o valor de PADRONIZAR um projeto, com um INÍCIO e um FIM. Não adianta você ser o piloto mais rápido de F1 e sua equipe não souber gerenciar a entrada para os boxes. Você será o último dessa corrida.

[9] Comentário enviado por HMMSF em 07/10/2010 - 15:22h

É isso aí concordo. Acham que a gente usa linux porque sabe mais, quandona verdade sabemos mais porque usamos linux.

[10] Comentário enviado por andrefreire em 07/10/2010 - 17:47h

Boa tarde a todos !

Quando voce instala o Debian, sistema que por acaso adotei em mais de 30 servidores que administro, ao final da instalação ele informa que não dá nenhuma garantia ou suporte e que tudo corre por sua conta e risco. Por isso para grandes organizações nas quais preciso rodar um Oracle por exemplo opto sempre por Suse ou Red Hat que são pagos, ou pelo menos como eles alegam o suporte é pago pois quando o problema é extremamente grave no banco com mais de 50 milhões de registros pra manter posso ligar para a Oracle e ter o atendimento que preciso pois o banco deles é homologado para estas duas distros. O que vejo em muitos ao adotar o Linux é meio que um instinto aventureiro de rebeldia e de liberdade. Em TI de alto nível não há espaço para brincadeiras e sim para soluções adequadas aos problemas sejam elas proprietárias ou não. O Windows tem uma ferramenta muito boa que não tem similares no Linux que é o Active Directory, e que eu uso com frequência em redes de meio porte. Não imagino gerenciar uma rede de 300 hosts com Samba e Scripts de logon, não que isso não seja possivel mas é improdutivo. Ambos os lados tem ferramentas muito boas e não vale a pena levantar esse tipo de bandeira sem ter conhecimento aprofundado de ambas as partes. Por outro lado nunca adotei o ISA Server em minhas redes e sempre a dupla Squid/IPtables por achar, após vários testes esta dupla mais equilibrada.


[11] Comentário enviado por paulomoraes em 07/10/2010 - 17:58h

Conheço o caso de uma prefeitura na baixada fluminense (RJ) que após testar diversas soluções por militantes de software livre e projetos apoiados por grandes instituições (incluindo empresas de petróleo..rs)..a melhor solução foi fazer um ambiente hibrido, e no servidor, foi colocado o Windows Server, enfim, acredito que num determinado momento, a maturidade e experiência no mercado fazem avaliar a melhor solução, e não somente apontar o dedo para uma unica direção. Gosto das duas plataformas e uso especificamente para determinados tipos de trabalho.

O artigo incentiva ao uso do Linux, mas precisamos estar antenados com o mercado (se for uso corporativo).

[12] Comentário enviado por Teixeira em 07/10/2010 - 18:21h

No tocante a "reconhecimento de hardware" há no Windows algo a considerar:
Minha webcam xing-ling de R$ 26,00 veio com um único driver para o Windows XP.
Na embalagem fala também em Windows 98, o que é em seguida negado no "manual-bula" da tal webcam.
Considerando que ela não funciona - nem a pau - no Vista e nem no Seven, um usuário Windows teria simplesmente jogado dinheiro fora.
No Linux não funcionou e na época NÃO HAVIA A MENOR CHANCE DE FUNCIONAR. Mas eu incomodei algumas pessoas, que foram dando sugestões, repassando informações. e aqui está a webcam funcionando a todo vapor no Linux.
Está morta para o Seven, pois evidentemente nem a Microsoft nem o fabricante OEM têm o mínimo interesse em desenvolver um driver para ela.
Da mesma forma que essa webcam, existem impressoras a Laser, e outros periféricos de alto custo (Kyocera, Sharp, Sony, etc.), cujos drivers somente foram disponibilizados para uma ou outra versão do Windows.
Nesse caso, como é que ficaria?

[13] Comentário enviado por cruzeirense em 07/10/2010 - 18:30h

Prezado joaocaqnoni

Vou discordar da sua discordancia (isso existe?)

"É grátis: Discordo. Em um ambiente empresarial, ele não é 100% gratuito se incluirmos treinamento e adaptação dos usuários. Não se esqueça que você paga as horas do seu empregado desenvolvendo no GIMP ao invés do Photoshop!"

Esse tópico foi um dos poucos que concordei com o autor, visto que o artigo é voltado para leigos que, teoricamente, vao apenas utilizar o internet explorer, ou melhor o firefox/chrome e editar um texto. Nestes aspectos a posição do autor do artigo é correta, o sistema é realmente Gratis.

Abraço,

Renato

[14] Comentário enviado por navegadorah em 08/10/2010 - 09:45h

No Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul) eles usam linux, mas não exclusivamente, pois eles têm muitos ambientes em rede local e inclusive em mainframe. Mas lembro bem quando anunciaram na mídia isso, foram pioneiros em usar linux no sistema bancário. Isso faz alguns anos e o Banrisul é um banco muito competitivo no RS, sempre lançando produtos e serviços inovadores, fazendo frente aos grandes bancos privados.

Ademais, o Banrisul é um dos poucos bancos estaduais que não foram privatizados e talvez o linux tenha uma participação boa nisso, pois um banco que ousa implantar linux (naquela ocasião) certamente é um banco de muito espírito empreendedor e que busca inovação e melhoria constante.

Mudando de saco pra mala, sabe o que mais me incomodava no Windows? Os vírus (trojans e toda a leva de maléficos) e aquelas intervenções da microsoft, principalmente no Vista. O que era aquilo? O Vista te controlava em tudo, não deixava executar, não deixava baixar programas. O XP era bom, mas nem sei quantas vezes tive que formatar por causa de viroses. E, ultimamente, vc só consegue fazer atualizações baixando um controlador de atualizações que varre o teu micro. Poutz, o usuário se sente vigiado.

[15] Comentário enviado por carlosparisotto em 08/10/2010 - 10:59h

Também, vou dar aqui minhas opiniões, mas não sobre o texto do autor, e sim sobre o usuário joaocagnoni, que discordou em quase todos tópicos do autor, sem entender muito bem o objetivo do artigo. Eu até o entendo e sei que todo mundo tem sua opinião, mas como você deu sua opinião repondendo ao autor, estou dando a minha em resposta à sua.

Segurança: Você falou que quem quer segurança vai de BSD, na verdade todos sistemas Linux são baseados no Unix a exemplo do BSD, portanto a arquitetura do sistema operacional é a mesma (inclusive do Ubuntu), o que os torna "quase" igualmente seguros (e com certeza mais seguro que o Windows).

Ótimo no Escritório: O que o autor quis dizer é que existem soluções livres para Linux que são efetivas.

É grátis: Com certeza quando você envolver treinamento e funcionários você irá gastar dinheiro, mas ao invés de gastar dinheiro com profissionais e com software, você só gasta dinheiro com profissionais (não vai querer que nós, técnicos de Linux trabalhem também, né?).

É melhor em servidor dedicado: Bom, com isso todos concordamos, então não vou chover no molhado.

Atualização sem complicação: Concordo contigo quanto à atualização de sistema, mas quanto à atualização de programas, o número de problemas é muito menor que em outros sistemas.

É a sua cara: o KDE4 na minha opinião é melhor do que o Windows 7 em termos visuais(e pior em relação ao MAC, concordo), mas exige menos hardware que os dois. Eu por exemplo já rodei Ubuntu com compiz e todos efeitos possíveis em uma máquina que nem sequer deixava eu rodar o Vista ou o 7.

É o seu jeito: O número de distros vem do conceito de software livre, executar apenas o que você quer, como você quiser, sem se atrelar a uma interface apenas.

Vem com muitos aplicativos: Não concordo com seu comentário, está certo que estamos migrando cada vez mais para a Web, mas ainda assim existem muitos aplicativos úteis e necessários.

O suporte é comunitário: Não é obrigatório deixar a comunidade "responsável" pelo suporte, você pode pagar por um suporte, como em outros (mas suponho que você também não pagaria um cara pra cuidar da sua mulher, então vamos deixar esse argumento de lado). Mas se você é um bom administrador, você pode ser vocÊ o responsável e as dúvidas com certeza você encontrará em fóruns.

Sempre há opções: Bom, como o autor disse, a opção é sua, se você não gostar de um, procura outro.

Reconhecimento de hardware: Claramente uma concordância entre todos.

Linuxers sabem mais: O sistema Linux é um sistema aberto, o que possibilita, e às vezes até obriga o usuário a saber mais. Obviamente não podemos generalizar, mas normalmente um usuário Linux tem mais noção do funcionamento de um sistema operacional do que um usuário de um sistema fechado.

[16] Comentário enviado por cruzeirense em 08/10/2010 - 11:37h

Prezado carlosparisotto,

O artigo não fala se o linux é bom ou ruim, apenas cita as vantagens dele em relaçao ao windows, então nas questões:

Ótimo no Escritório: Os mesmos softwares que rodam no linux rodam no windows também, mas o contrario não é verdadeiro, então neste quesito ele tem desvantagem.

É a sua cara: O grande problema da falta de padronização. Lembre-se também que a interface do windows é considerada melhor pela grande maioria. O usuário leigo (que é o foco do artigo) se estiver acostumado com o gnome vai ter dificuldades em utilizar o kde ou outra interface, ou mesmo modificações de interface de cada distro. Vale lembrar que a interface do windows muda também a cada versão, mas lembrem-se que as versões do windows duram muito mais tempo e as interfaces são bem semelhantes.

Eu faço questão de sempre instalar o ubuntu em clientes (quando é possível instalar linux) para manter um padrão, pelo menos para mim na hora de dar manutenção, fica bem mais fácil.

Abraços,

Renato

[17] Comentário enviado por carlosparisotto em 08/10/2010 - 11:50h

OK, concordo em partes com você, cruzeirense, porém devmos lembrar duas coisas: esses softwares que não rodam em Linux, são pagos, na minha opinião não é bem uma desvantagem do Linux, e o Gnome está igual há anos, com exceção de algumas implementações, embora concordo que o KDE varia muito rapidamente, o que o deixa, inclusive, com muitos bugs.
Por favor não me vejam como um fanático que não vê as vantagens de outros sistemas, pois acredito que o Windows tem bastante coisa boa, mas ao pesar na balança, ainda fico com o software livre.
Abraços!

[18] Comentário enviado por joaocagnoni em 08/10/2010 - 13:01h

Gostaria de me dar o próprio direito de "tréplica" ao carlosparisotto... rsrs

Bom, vamos lá:

Segurança: Isso é um assunto extremamente complicado. Quem tem interesse em invadir um sistema Linux para atingir 1% dos usuários? Se coloque na seguinte situação: você é um cara "malvado" que quer conseguir a senha do banco de um usuário. Você faria um ataque ao Windows ou ao Linux? Em qual destes você teria mais vítimas? Por enquanto não há maneiras de prever isso, pois será uma falsa ilusão de segurança. Lembra do Firefox? Quando ele lançou, era um browser imbatível no quesito segurança. Era impossível de invadir, o próprio marketing deles incluía o fator de segurança. Hoje ele pode ser um dos browsers mais seguros, mas infelizmente não é imbatível, e possui falhas de segurança que precisam ser corrigidas a todo momento. Eu concordo que o Linux é mais seguro do que o Windows, mas ele não é o mais seguro e não chega nem aos pés do Linux. Existe uma grande diferença de segurança entre Slackware e Ubuntu, e o Ubuntu se continuar assim jajá ficará igual Windows. Sistema falho.

Ótimo no Escritório: Não foi essa a mensagem que eu captei. O próprio título do artigo é "Vantagens do Linux".

É grátis: Windows é cobrado para o usuário doméstico? Será que se fosse mesmo cobrado a microsoft não teria capacidade de fazer um sistema anti-pirataria decente? Mas deixando a conspiração de lado e voltando ao mundo da teoria, o Linux realmente é gratuito, mas não para todos. Faltaram essas últimas 4 palavras em meu outro post.

Atualização sem complicação: Vamos dividir em duas áreas... Atualização do sistema: INEFICIENTE. Atualização de programas: EXCELENTE.

É a sua cara: Exige menos hardware em qual comparativo? O Windows 7 pode sim consumir um pouco mais de memória ao abrir, mas ele não TRAVA, ao contrário do Compiz e derivados. O Compiz é um projeto fracassado em relação ao Windows 7 e Mac. O Gnome é ótimo sem o Compiz na questão de usabilidade. E quem fez o KDE não tem noção nenhuma de design e proporções, o KDE me passa a ideia de ter "coisa fora do lugar". Mas eu ainda acredito que o Gnome chegue lá um dia...

É o seu jeito: Sim, daí fica uma janela com cada estilo, parecendo um castelo de LEGO.

Vem com muitos aplicativos: Isso vai de cada usuário, mas quando eu instalo o Ubuntu, por exemplo, vou sempre de MINIMAL só pra não vir aquele inútil gerenciador de programas.

O suporte é comunitário: Existem muitos fóruns para as comunidades de Mac e Windows.

Sempre há opções: Tô procurando até hoje...

Linuxers sabem mais: Bom, os linuxers realmente sabem mais. Mas isso não quer dizer que eles aproveitem mais o sistema.

E para finalizar a minha resposta gostaria de apontar um novo ponto forte e um fraco do Linux

Ponto forte: Não vi ninguém aqui falando da estrutura de diretórios do Linux. Ela é muito superior em relação ao Windows.

Ponto fraco: O Linux perdeu totalmente a sua originalidade nos últimos tempos. Alguns projetos como o KDE estão copiando o Windows, se tornando uma "cópia barata" do mesmo. Ele parece que esqueceu de inovar. No Mac temos o Dock, no Windows temos a nova barra de ferramentas (muito boa por sinal) e no Linux (Gnome / KDE) não vi novidades em relação a isso. Sim, eu sei que existem "docks" disponíveis em algum repositório por aí, mas elas não são originais, algumas são cópias do Mac e simplismente não vem junto com o sistema

[19] Comentário enviado por carlosparisotto em 08/10/2010 - 13:41h

Hum, estou gostando da discussão, hhehehe. Vou parar de discutir alguns tópicos, pois em alguns já concordamos, e em alguns assumo derrota, tentei reforçar o meu ponto de vista, e fugi um pouco do tópico abordado pelo autor. Eu não se se existe uma reposta para tréplica, mas continuando esse debate (confesso aqui que sou totalmente contra brigas entre Linuxers e usuários Windows, que começam a discutir sem conhecer o suficiente do outro sistema, mas nesse tipo de discussão, em que todos tendem a ganhar com novas informações, sou a favor):

- Não podemos considerar que o Windows pirata (com cópia pirata de Office e outros) possa ser considerado de graça. Com certeza o Linux não é de graça para todos e nem deva ser, mas com certeza o custo é menor do que usar um Windows, e já vi casos de empresas grandes, que usam praticamente toda sua rede, inclusive grandes servidores, em Linux grátis (como CentOS e Debian).

- Sobre o tópico de exigência de hardware, usei o meu desktop como referência. Ele tem 512Mb de RAM(é claro que hoje em dia, não posso falar mal de um sistema com um hardware desses). Roda muito bem o Ubuntu com Compiz, sem deixar o sistema lento, embora o KDE4 fique um pouco lento. Quanto ao Windows Vista e 7, sem exagero, chega a demorar 1 minuto para abrir um aplicativo. Ps: quando pegou vírus no XP também ficou lento o sistema.

- Sobre a padronização de sistemas que você defende: Pessoalmente, EU, o técnico de informática e usuário avançado, prefiro ter várias variedades e testar o melhor. Mas se você for um usuário final e seguir usando Ubuntu ou Fedora, como um usuário final, sem fuçar em nada, você terá o seu Gnome padronizado, com as mesmas interfaces que sempre teve, e melhorando na parte de aplicativos.

- Por experiência própria, já tive que procurar soluções para Linux e para Windows (eu não cito muito o MAC, pois conheço pouco do sistema), e garanto que foi muito mais fácil encontrar respostas para os problemas Linux, principalmente aqui no VOL, o Windows até tem suporte comunitário, mas com certeza não é tão forte quanto o suporte Linux. Conheço pessoas que trabalham com suporte Linux e Windows, e os técnicos Linux (inclusive eu) se interam muito mais com a comunidade, respondendo dúvidas dos outros, ao contrário dos técnicos Windows que eu conheço.

Vou terminar com um ponto forte do Linux e um fraco também:
Fraco: como já foi citado, a falta de originalidade dos programas Linux, porém temos que entender que é mais difícil quando desenvolvedores de grandes empresas trabalham especificamente desenvolvendo para um sistema.
Forte: Eu sei que muitas dizem que nós, usuários Linux, sempre batemos na mesma tecla, mas a "falta de vírus" no Linux é a diferença mais notável quando se migra para o Linux, e principalmente se você é um usuário Linux e migra para o Windows. Muitas pessoas já se acostumaram a usar antivírus e formatar o computador constantemente, e não percebem como isso é estressante( 98% da população faz isso, então ninguém está perdendo certo?), mas realmente faz diferença e te traz mais confiança.
Um outro fator que devo citar é a falta de suporte para Linux para usuário final. Pois o usuário final não sabe mexer no sistema, no entanto quando dá um problema, ele chama um "técnico" para ajudar (ou formatar), pois tem um em cada esquina. Quando acontece isso com o Linux, os usuários ficam desamparados (pois não querem procurar em fóruns, querem ter o problema resolvido), por isso optam por usar Windows, que cá entre nós, eles também não conhecem.

Por enquanto é isso....abraços!

[20] Comentário enviado por omega.dvl em 08/10/2010 - 15:03h

Concordo plenamente com todos os pontos expostos,
pois sim o linux tem um ótimo ambiente empresarial muito embora alguns teimem e colocar dificuldades a instalação de diversos programas "from Business" sendo que até o próprio MS office pode ser instalado
ele é muitissimo mais segura até porque o indice de virus é quase zero
ele é sim livre pois quando comecei no linux mal entendia o que era um browser e em alguns meses ja estava recompilando o kernel
o ambiente oferece uma gama de programas infinitamente maio que os outros, partindo que 80% dos programas MS podem ser usados no wine, isso unido aos programas do proprio linux torna a quantidade de softwares disponiveis muito grande.
e sim quando se estuda linux consequentemente aprendemos sobre hardware e SO muito mais afundo

e digo mais para mim todas as pessoas que dão desculpas estão apenas se subjulgando a uma cultura pré estabelecida por empresas com a MS que fecha seus aplicativos e cobra uma fortuna por ele

VIVA O LINUX!!!!!!!

[21] Comentário enviado por removido em 08/10/2010 - 20:34h

Penso Linux, logo sou Linux e ai sou diferente e isso incomoda aqueles que sao iguais e sem criatividade navegam na mesmice tola da força da grana pensando que podem comprar soluçoes esquecendo mesmo o potencial que cada possui camuflado por essa ilusao que a midia insiste em divulgar de que soluçoes compradas sao melhor.

[22] Comentário enviado por cruzeirense em 08/10/2010 - 21:01h

carlosrobeq

Que legal você gostar do linux. Eu também gosto e acho que todo mundo que entra nesse site é porque gosta de linux.
O triste é você achar que é melhor por isso...

Abraço,

Renato

[23] Comentário enviado por nicolo em 09/10/2010 - 12:27h

Comentário Gerencial: Meu primeiro professor de gerência disse, com sorriso de gato, que as minhas boas intenções valiam menos que uma gota de água no oceano, para não dizer que o inferno está cheio de boas intenções.
Para o gerente, só interessam os resultados.
Os resultados desse artigo o colocam como o melhor artigo do VOL porque:
Para resolver um problema o primeiro passo é equacionar o problema, colocar os pés no chão e cair na realidade.
Dizem que uma boa equação do problema já tráz consigo 90% da solução
Se o autor não teve intenção nenhuma aí a nota é mil.Escrever sem intenção é dizer o que se pensa, ser genuíno é ter visão gerencial, é ser a mão invisível de Adam Smith.
O resultado é espetacular, os comentários colocam os pingos nos "is" com franqueza, resultado difícil de se obter numa sociedade simulada e dissimulada como a sociedade brasileira.
Parabéns pelo sucesso.

[24] Comentário enviado por relue em 10/10/2010 - 23:59h

VIVA O LINUX !!!!

[25] Comentário enviado por dbahiaz em 11/10/2010 - 19:03h

Bom artigo, parabéns! Porém, essa discursão nunca terá fim rsss

@joaocagnoni,
"Segurança: Discordo. O Ubuntu por exemplo não é um sistema tão seguro assim. Quem quer segurança vai de BSD."

é antiga mais derruba seu argumento, se é que teve algum argumento:

http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&q=Ubuntu+vence+concurso+de+seguran%C3%A7a&btnG=Pesquisar&aq...

recentemente a Dell mesmo causou um "rebolisso" ao afirma que Ubuntu é mais seguro:
http://www.google.com.br/search?q=para+dell+ubuntu+%C3%A9+mais+seguro&btnG=Pesquisar&hl=pt-BR&sa=2

"Vem com muitos aplicativos: Concordo. Ok, mas qual a utilidade disso? Quem não tem internet hoje?"

No Brasil tem "dezenas de milhões" de pessoas que ainda não acessam internet, na verdade tem mais sem acesso do que com, isso é FATO! Torço para que esse cenário mude rapidamente.


Uma coisa interessante, um dos melhores aplicativos para windows e dos mais usados hoje em dia, é livre: Firefox :),poderia listar alguns que são ótimos naquilo que são propostos:

iptables, gimp,firefox, thanderbird, vlc, inkscape, blender, amarok etc...


Recomendo uma leitura para a comunidade:
http://www.guiadohardware.net/artigos/aplicacoes-desktop/

Abraço!

[26] Comentário enviado por ---Anonymous--- em 11/10/2010 - 21:15h

Amigo andrebian, discordo de você e de algumas coisas no seu artigo. Acho que pessoas como você nunca vão contribuir com o Linux por ficar falando Rwindow$ ou coisa tal.
O Windows contribuiu muito com a tecnologia que temos hoje, quem quiser que pague pra telo ou vá na Santa Ifigênia pegar de graça.
Linux está crescendo e muito, mas um usuário final que usa Windows não vai conseguiu usar Linux só lendo esse seu artigo nazista pucha saco.
Fico imaginando um usuário final que usa Windows tentando instalar um Slackware da vida, coitado, tá fudido.

Quer contribuir com o Linux, faça um artigo assim: "Como instalar e usar a distribuição tal de um jeito fácil e eficaz"

Fico imaginando mais uma vez um usuário final que usa WIndows lendo esse seu artigo, de repente ele fala: "Nossa, que legal, O LINUX É SUPER MEGA ULTRA BLASTER THUNDER CAT melhor que o windows, vou baixar, gravar e usar"

Ai ele baixa a devida distro que ele encontrou pela frente, coloca pra rodar e ????
E daí, o que ele faz ???
Me fala ???

Vamos dizer que ele consiga instalar, como ele vai configurar uma rede basica?? colocar um IP?? instalar um soft?? hard??

Eu era usuário final windows, hoje uso Ubuntu super configurado, tem até a cara do Mac OS com um script que baixei.
Mas pastei e muito pra saber mexer com linux, tanto que fiz um curso no impacta.

Falar mal dos outros é coisa de mulher. Se você fizesse um artigo de como baixar instalar e configurar uma distro Linux, ai sim você estaria contribuindo com esse mundo fantástico da tecnologia, estaria dando uma oportunidade de usuários Linux baixarem, instalarem e configurarem uma distro Linux sem medo.

Bom, como no nosso mundo Linux tudo é livre então essa é minha opnião.

[27] Comentário enviado por andrebian em 11/10/2010 - 23:59h

Caros colegas do VOL, aki todos tem o direito de expressar suas opinioes. Nem tudo agrada a todos, certo de que muitas das criticas aki feitas tem coerencia. Mas a principal mensagem q quis passar neste artigo foi as coisas boas que temos no Linux, minha intençao nao era jamais ofender ninguem que goste da plataforma Micro$oft, ateh por que eu mesmo tive que voltar a usá-la por causa do meu trabalho. Então, a quem eu ofendi de alguma forma peço desculpas, e a quem concordar com as palavras contidas neste artigo meus agradecimentos.

Bem quanto ao perfil de usuários, acredito eu que fiz este artigo no lugar certo. Seria realmente um insulto aos Win Users se eu fosse postar isto em uma comunidade voltada exclusivamente à Windows, mas como aki eh um espaço destinado ao Linux, nao vejo mal algum em falar bem do nosso querido pinguim.

[28] Comentário enviado por debiane/babi em 12/10/2010 - 00:59h

Bom cada um tem uma forma de aceitar os sistemas operacionais, andrebian mostra as vantagens de sistema Linux para quem esta começando na área, não esta tentando "converter" ninguém.
O meu comentário vai pra Anonymous, pois acusou as mulheres de falar mal dos outros.
Veja só outros que eu saiba são pessoas e que esta sendo discutido sobre informatica não sobre pessoas. Cuide ao escrever as coisas pode ofender a sua mãe ou até mesmo a sua mulher - se acaso tiver.
Com muita educação peço que da forma que vc vem postado pra andrebian, me ofendeu todas nos mulheres aqui do VOL.




andrebian fez sua parte ao VOL.
Agradeço por ter vcs que ajudam os iniciantes, comentando sobre diferenças entre os sistemas.

[29] Comentário enviado por dbahiaz em 12/10/2010 - 02:11h

"Falar mal dos outros é coisa de mulher."

Essa foi a pior de todas, estou solidário com vc debiane, acho que cabe um pedido de desculpas...no mínimo!

Todo mundo tem o direito de discordar ou concordar, mais sem ofender. Cada uma!

[30] Comentário enviado por ---Anonymous--- em 12/10/2010 - 09:58h

BLA BLA BLA, a mesma balela de sempre.
Desculpas???? Uma pinóia, to com o saco cheio de ver nego falando que linux é isso e que linux é aquilo sendo que quem tem que decidir isso é o usuário final.
Porque não fazer um tutorial de como baixar, instalar e configurar uma distro em vez de falar que linux é isso e aquilo??
O usuário quer é facilidade, não ficar se matando com terminal e os carambas a quatro.
Por sorte que nos sabemos mexer, mas duvido que um winuser saberia.

E as mullheres nasceram pra falar mal de tudo mesmo, isso vem desde a época de Adão quando a gostosa da Eva foi enganada por uma cobra, logo depois enganou o mané do Adão.

O que eu vejo de gente que usa linux por ae humilhando os coitados que usam windows não é brincadeira. Em vez de ajudar mostrando como instalar e mexer em um sistema operacional bacana e livre.

Mais uma vez, essa é minha opnião, liberdade de expressão e falo o que eu quiser.

Droga de beque, já apagou de novo.

[31] Comentário enviado por ---Anonymous--- em 12/10/2010 - 10:27h

Veja no link abaixo o que estou tentando dizer a você andrebian:
http://www.fanboysdelinux.hpg.com.br/

Um usuário de windows revoltado, porquÊ?? POrque não param de humilhar o sistema do Gates.
Uma pena foi que o usuario falou coisas nada a ver do linux tentando fazer o mesmo que os linusers fazem.

Porque não mostrar a esses usuários de windows, como baixa instalar e usufruir de um sistema tão bom como o Linux??

É nisso que estou tentando mostrar a vcs.

Um dia, vou fazer um artigo de como usufruir de linux e mostrar ao usuário windows de como o linux é maravilhoso e não um bicho de sete cabeças.

Mais uma vez digo, não estaremos contribuindo com a TECNOLOGIA falando mal de outros SO's, estaremos contribuindo quando todo mundo se sentir bem.

Eu disse apenas que o usuario nao quer saber de teoria, mas ele quer se sentir a vontade na frente de um computador, e temos que mostrar isso a eles fazendo mais tutoriais.

E mulheres, por favor, chegam de bla bla bla. Ei sei que vcs gostam disso, mas estou falando com o andrebian, e não com vocês. A minha crítica foi ao andrebian, então, cabe a ele dizer algo.

[32] Comentário enviado por andrebian em 12/10/2010 - 13:33h

Bem, minha opinião eu expressei e mostrei ao usuarios "INICIANTES EM LINUX" as vantagens de usá-lo comparado ao Windows, nao fui em momento algum puxar Winusers dizendo para eles pararem de usar Windows e migrarem pro Linux. E mais uma coisa Anonymous, nao sei se vc tem conhecimento, mas todos os artigos passam por uma criteriosa avaliação pelos moderadores do VOL, e se nao tivesse nada que contribuisse acredito eu q nao estaria aki para vcs verem neh.

Jah que o cara nao tem consciencia do que fez, e estando relacionado a mim, quero pedir desculpas às mulheres pelo q foi dito pelo usuario Anonymous. Tenho a total certeza de que o q ele falou está equivocado, os tempos mudaram meu filho, Século 21, esqueceu? Hoje em dia tem mulher q tem muito mais responsabilidades q homem, e no quesito profissional elas mandam muito bem, melhor inclusive que muitos homens machistas como nosso camarada q postou este trocadilho.
Exemplo: na empresa q trabalho, no suporte, cerca de 10 homens, incluindo eu, fazem somente o suporte nacional dos produtos e apenas 2 mulheres prestam todo o suporte internacional, e olha q a empresa vende para mais de 20 países. Agora eu pergunto a vc anonymous, será q estas 2 mulheres são do tipo de ficar falando mal dos outros? A resposta eh bem obvia neh.

Então eh isso pessoal, fica aí os meus agradecimentos a todos q me apoiaram e ateh os que fizeram criticas produtivas, pois sao elas q nos fazem melhorar. Mas tambem fica meus lamentos por esta discussao q nao vai levar a nada.

Valew pessoal!

[33] Comentário enviado por ---Anonymous--- em 12/10/2010 - 21:58h

Agora sim, parabéns, agora eu tiro o chapéu para o que você disse sobre os winusers. parabéns carinha.
Sobre a pergunta que você fez sobre as mulheres do seu trampo, minha resposta é "SIM". Não mudo minha opinião.
Mulheres são mulheres e Homens são Homens.

Outra coisa, você não deve nenhuma desculpa para elas porque você não ofendeu ninguém.

Mais outra coisa, em nenhum momento ouve discussão, seu artigo apenas gerou comentários, isso é sinal de que ele é bom ou ruim, vai da opinião de cada um.

Agora uma coisa eu peço infinitamente desculpas a você sobre a parte em que eu disse que você não contribuiu com a comunidade, isso eu pisei na bola, peço desculpas. Me exaltei e falei merda.

Um conselho eu quero dizer a você andrebian, se um dia você virar o guru da informática, não deixe de ajudar o seu proximo so porque ele usa windows ou sei lá o que. Ajude o seu proximo de um jeito bacana e produtivo, mostre a ele detalhadamente como funciona as coisas.

Obs: em nenhum momento e disse que você não ajuda ninguém ou se acha o tal.

Sobre o resto, tudo ok.

Seu artigo ainda tem muito gente pra comentar sobre ele, porque ele toca em um assunto importante, ele não para por aqui, so espero que as pessoas não fiquem comentando sobre a opinião dos outros, mas sim do seu artigo.

[34] Comentário enviado por andrebian em 12/10/2010 - 22:13h

Certo, acredito q toda discussão ou debate gera maturidade e pelo q vi aki nos comentários, as opinioes estao um pouco divididas, nao desmerecendo os Winusers mas acredito q falar mal do Linux em um local voltado exclusivamente à ele eh como vc entrar em uma igreja e começar a zombar da crença das pessoas q estao ali.

Quanto ao que disse o Anonymous a respeito de ser solidario, eu acredito q sou, pois nao posso obrigar uma pessoa a mudar de ideia e muito menos de costumes, se a pessoa quer usa windows tudo bem, eh a opçao dela. Nao vou deixar de prestar atendimento a ela. Quando me refiro ao Linux com Winusers, apenas tento mostrar algumas das principais diferencas e mostrar como ele funciona para q a pessoa mate sua curiosidade, aí se ela quiser eu arranjo uma copia da distro de sua preferencia.

Liberdade, cada um usa o que lhe convem. Mas o melhor de todos eh aquele q vc quer usar e nao aquele que fazem vc usar.

[35] Comentário enviado por carlosparisotto em 13/10/2010 - 11:07h

Anonymous, nem vou comentar sobre o que vc falou sobre as mulheres, mas é simplesmente ignorância sua.
Agora sobre você comentar que usuários Windows não vão saber configurar um IP ou instalar um programa no Linux. E por acaso eles sabem fazer isso no Windows? Ou será que eles sabem instalar o Windows? Baixar os drivers do WIndows? 99% dos usuários que eu conheço não sabem, eles chamam um técnico, o que já deve ter acontecido com você. Por isso acredito que se um Linux for configurado para o usuário final, com os programas instalados da maneira que ele quiser, não haverá problemas.
Abraços, galera do VOL.

[36] Comentário enviado por ---Anonymous--- em 13/10/2010 - 14:10h

Então Carlos, é exatamente isso o que eu estou querendo dizer, se os caras não manjam nem mexer com windows direito, imagina só com Linux então.

Por isso que em vez de falar que linux é isso e aquilo, é bem melhor fazer um "TUTORIAL" ensinando o cara a instalar e configurar a bagaça sem complicações.

E por favor pessoal, não comentem sobre meus comentários, comentem sobre o ARTIGO DO ANDREBIAN, eu dei a minha opinião, deem as suas também.

[37] Comentário enviado por rogerio pg em 06/08/2011 - 16:17h

faz um ano que me libertei da m$ ruindows uso o linux desde o ubuntu 7.04 em live cd , ate que um dia pensei , eu não preciso mais do windows no linux eu tenho tudo que preciso!!!
instalei o ubuntu 10.e desde então ampliei muito meu conhecimento em hardware driver sofware e outras coisas que eu nem conhecia .
A coisa deu tão certo que ate minha irmã quis que eu instasse o ubuntu no pc dela , ela ficou maravilhada com a quantidade se progrmas gratuitos que veio embarcado no ubuntu , o windows vinha pelado!!
hoje na minha casa todos usam linux tudo funciona impressora compartilhada , webcam , placa de video , rede tudo!!
não tenho mais intenção de usar windows na minha vida , estou muito satisfeito com o linux.

[38] Comentário enviado por khyron em 24/03/2016 - 23:35h

Linux é bom? sim é bom.
Vai passar o Windows um dia? talvez:
1) se o povo que entende de Linux compartilhassem informações assim como Windows Users que realmente se ajudam e não tem frescura para ensinar outras pessoas.
"Ja trabalhei em vários lugares que eu poderia ter aprendido Linux mas não pude pois as pessoas que o entendem não passam informação e ficam sempre naquele papinho de mandar a pessoa ler e procurar. Ora se eu posso ensinar alguém a fazer alguma coisa ela vai demorar 80% menos tempo para aprender, e isto vai fazer com que o sistema cresça e a cultura Linux cresça, mas todo mundo sabe que a realidade não é essa, Linux é tudo no "se vira por que eu me ferrei pra aprender isso ai", enquanto essa "merdiologia" não mudar o único lugar que o linux vai ficar é nos servidores, e somente vai ser conhecido por adms de servidores "auto didatas"."
Tenho notado que o pessoal de Linux ou sao Puto pelo motivo de ter se virado pra aprender, ou por medo de que outras pessoas aprendam e ele perca o emprego. etc...

2) Se a microsoft morrer, falir e parar de desenvolver e ficar obsoleto.

Sei que vou ser criticado por estas coisas, mas quem gosta da realidade neh, então antes de qualquer coisa vai assistir desenhinho da Disney.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts