Instalando o driver de placas Nvidia no Fedora 11 Leonidas

Recentemente resolvi testar o tão aclamado KDE 4.2 (que no Fedora 11 vem em sua 3ª revisão). Apesar do driver padrão (Nouveau) já "prover" uma aceleração básica (mas que beirava pouco menos de 10% em relação ao driver oficial da nvidia), resolvi fazer a instalação do driver oficial, que no meu caso é necessário em razão de várias aplicações dependentes do OpenGL que utilizo diariamente.

[ Hits: 30.247 ]

Por: gabriel em 29/06/2009


Baixando o driver correto



A Nvidia possui drivers diferentes de acordo com o modelo das placas que disponibiliza. Assim é necessário saber qual o driver é o necessário para que sua placa funcione com toda a performance possível. No momento em que escrevo, o driver oficial é o 185.14 (utilizado para as Geforce mais novas) e pode ser baixado em www.nvidia.com/download escolhendo-se a opção da placa de vídeo e sistema operacional.

Caso não saiba qual é sua placa de vídeo, abra um terminal e digite o seguinte comando:

lspci | grep VGA

O lspci sozinho mostra todos os hardwares que existem atualmente no computador, desde que o mesmo seja pci ou mais novo.

O resultado deve se parecer com o abaixo:

02:00.0 VGA compatible controller: nVidia Corporation GeForce 8400 GS (rev a1)

O que mostra que tenho uma Geforce 8400 instalada em meu computador.

Normalmente escolhendo-se a versão correta do sistema e da placa de vídeo no site da nvidia, o próprio site já redireciona o usuário para a página do driver correto. Mas como vivemos em um mundo suscetível a erros, segue uma lista com os drivers disponíveis atualmente e o hardware que o mesmo contempla:
  • Old-Legacy: Driver para placas de vídeo Riva TNT e quadro antigas. Nº: 96.XXX
  • Legacy: Driver para placa de vídeos da geração antes do shader. Ex: Geforce 4 MX. Nº: 96.XXX
  • New-Legacy: Driver para placas de vídeo sem recurso a Sli e recursos novos da nvidia tais como Nvidia FX5200. Nº 173.XXX
  • Atual: Driver para as placas de vídeo mais atuais iniciando pelas geforce 6. Nº: 185.XXX

Esse número que aparece na frente da descrição das placas é o número do driver de cada seção. Utilizar um driver que seja muito antigo em uma placa nova pode fazer com que alguns dos recursos da mesma não sejam ativados e TENTAR utilizar um driver novo em uma placa muito antiga vai fazer com que a instalação pare, avisando que a placa não é suportada. Portanto atenção no momento de escolher o driver na página de download.

Baixe o driver e deixe em um local acessível, como o Desktop do usuário atual.

Obs.: Por padrão o Firefox do Fedora salva os downloads na pasta Documents da pasta pessoal do usuário (vulgo "home").

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Baixando o driver correto
   3. Parando a interface gráfica e achando o driver baixado pela linha de comando
   4. Configurando o sistema para placa de vídeo da Nvidia
   5. Removendo o driver Nouveau e finalizando a instalação
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Verificando a temperatura do HD no Slackware

Configurando 2 (dois) links ADSL no mesmo servidor

NGinx - Otimizando Recursos Externos Automaticamente

Convertendo o HP Pavilion dv2000 ao Ubuntu

Manual de instalação e configuração do Zabbix no Fedora 8

  
Comentários
[1] Comentário enviado por hlmerscher em 30/06/2009 - 08:28h

Olá arthas_ddk!

Muito bem explicado seu artigo, porém, seria melhor uma instalação do driver da nvidia atraves do repositorio rpmfusion, daria muito menos trabalho do que como o informado, além de poder contar com as atualizações automáticas.



Hercules Merscher
- Linux user #491469

==========================================
Comunidade GoogleGroup Gnu/Linux Espirito Santo
http://groups.google.com.br/group/gnulinux-espirito-santo
==========================================

[2] Comentário enviado por kionys em 30/07/2009 - 10:28h

Muito Legal esse conteudo!!

[3] Comentário enviado por xerxeslins em 18/09/2009 - 19:06h

Esse é o melhor tutorial de como se instala driver da Nvidia no Fedora. O grande diferencial, além da organização e clareza, é que mostra que não basta baixar o driver (nem adicionar o repositório fusion)... é preciso instalar, antes, alguns pacotes que permitirão a compilação dele.

Comecei a usar o Fedora hoje e estou gostando muito.


Obrigado pelo artigo!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts