Instalando o Sun Java System Web Proxy Server no Linux Slackware 12.0

Tutorial sobre a instalação do Sun Java System Web Proxy Server no Slackware Linux 12.0. Para quem quer conhecer este novo servidor de proxy da Sun, é uma boa alternativa ao Squid, mas por enquanto estou utilizando apenas como testes, não tendo sido utilizado por mim em um servidor de produção.

[ Hits: 16.137 ]

Por: juarez em 13/04/2009


Obtendo os recursos



A Sun lançou um servidor Proxy chamado Sun Java System Web Proxy Server e para quem está curioso para ver ele funcionando, fiz um pequeno tutorial sobre como instalá-lo no Linux Slackware 12.0.

Primeiro obtenha o servidor da Sun em:
Neste tutorial utilizei a versão 4.0.9 para Linux (não importando se é a versão para Red Hat Enterprise).

Após o download do arquivo "sun-web-proxy-server-4.0.9-linux.tar.gz", vamos descomprimí-lo no diretório /opt/sunProxy:

# cd /opt
# mkdir sunProxy
# cd sunProxy
# cp /home/user/sun-web-proxy-server-4.0.9-linux.tar.gz .
# tar xvfz sun-web-proxy-server-4.0.9-linux.tar.gz


A seguir execute o script "setup".

Responda as perguntas do script de instalação.

Será solicitado o caminho da instalação. Coloquei aqui neste teste em /opt/SProxy40/, o local de instalação do servidor.

Será solicitada a criação do diretório. Pressione <Enter> para criá-lo.

A seguir será solicitado o tipo de instalação. Selecione a opção "Custom" teclando 2 seguido de <Enter>.

A seguir será solicitada a máquina virtual java que rodará o servidor. Solicite utilizar um JRE existente teclando 2 seguido de <Enter>.

A seguir informe o caminho /usr/lib/java e tecle <Enter>.

Será solicitado o usuário Unix o qual executará o servidor de administração (para este teste eu utilizei o root mesmo, apenas pressionando <Enter>), informe-o e tecle <Enter> ou simplesmente tecle <Enter> para aceitar o valor padrão.

Será solicitado o nome do usuário administrador, tecle <Enter> para aceitar o nome padrão (admin). A seguir informe a senha do usuário administrador.

Informe a porta do servidor de administração (8081 normalmente).

Após isto deverá ser informado o usuário Unix que executará o servidor proxy (é sugerido o usuário "webservd", que será criado pela instalação). Apenas tecle enter para utilizar o usuário sugerido.

Depois é solicitado o nome do servidor proxy, por padrão é inserido o nome do host, apenas tecle <Enter>.

Depois é solicitado o número da porta do servidor proxy. Por padrão é a porta 8080, na maioria dos casos utilizada por outros servidores web java. No meu caso não teve problema em utilizar esta porta pois nenhum outro serviço estava utilizando, então teclei <Enter>.

Após isto o script pergunta se você gostaria de inicializar o serviço no boot. Responda com false ou apenas <Enter>, pois depois mostrarei o script que fiz para inicializar os servidores no Slackware Linux.

A seguir o script informará que está pronto para instalar. Escolha a opção 1 (Install Now) e tecle <Enter>.

Após isto uma barra aparacerá com o percentual de instalação e o script abortará a instalação com uma informação de que ocorreu um problema.

Apesar disto o servidor Proxy estará instalado no diretório especificado, no meu caso "/opt/SProxy4".

Ainda não há uma instância de servidor proxy criada, apenas o servidor de administração. Para iniciar o servidor de administração digite:

# /opt/SProxy4/proxy-admserv/start

A seguir inicie um navegador no endereço http://localhost:8081/ e informe os dados do usuário admin e a senha que foi utilizada na instalação.

Após logar no sistema, crie uma nova instância de um servidor proxy na guia Servers -> Add Server.

Insira a porta do novo servidor proxy (no meu caso 8080), o nome do servidor (que ficou sendo o mesmo nome de host da máquina), identificador do servidor (server identifier, que no meu caso chamei de srv0) e o usuário que irá executar o servidor (eu utilizei o root para este teste, mas sabemos que isto não é bom... né crianças?).

Pronto! Agora é só iniciar e configurar seu novo servidor proxy com a ajuda dos manuais da Sun e através do seu servidor de administração (http://localhost:8081/):
Outra hora eu posto um tutorial de configuração deste servidor Proxy, achei bem interessante o servidor, mas vou deixá-lo ainda em uma máquina de testes para ver se funciona bem por longos períodos de trabalho intenso, apesar de serem apenas 30 usuários neste servidor de testes.

[]'s

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Obtendo os recursos
   2. Script de inicialização para o Slackware Linux 12.0
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

LXC-Container e KVM - CentOS 6.2 x86_64 rodando em outro CentOS x86_64

Instalação do CentOS Atomic para Gerenciamento de Containers Docker

Instalação do Slackware 11.0 sem medo

ZABBIX Proxy com MySQL

Facilidades com Debian 4.0 Etch

  
Comentários
[1] Comentário enviado por thiagopriest em 13/04/2009 - 08:33h

fiquei interessado em usar...
download de 75 mb...
quero só ver...

[2] Comentário enviado por juarezdc em 13/04/2009 - 08:36h

Gostaria de vir aqui para corrigir algumas informações:

O usuário que rodará o servidor proxy deve existir no sistema, por isto que gerava o erro na instalação.

Crie um usuário (o exemplo utilizado foi o usuário 'webservd') e a seguir execute a instalação:

#useradd -g users webservd

E agora sim inicie a instalação:
# cd /opt
# mkdir sunProxy
# cd sunProxy
# cp /home/user/sun-web-proxy-server-4.0.9-linux.tar.gz .
# tar xvfz sun-web-proxy-server-4.0.9-linux.tar.gz
#./setup

E agora instalando sem erros o script de setup da instalação criará uma instância do proxy chamada de 'server1'.

Modifique o script de inicialização na variável SPSINSTANCE na linha 5 para:

SPSINSTANCE="server1"

Conceda permissão de execução ao script de inicialização:
chmod 700 /etc/rc.d/rc.SunWebProxyServer4

Rode o script:
/etc/rc.d/rc.SunWebProxyServer4

Agora sim o tutorial está mais 'completo'.
Qualquer dúvida estamos aí.
[]'s

[3] Comentário enviado por gustavodp em 13/04/2009 - 10:05h

Parabens Juarez pelo tutorial...
Ainda não testei instalar mas imagino que por ter passado em suas mão o negocio deve funcionar mesmo...

Um abraço e sucesso!

Gustavo (GoLf)

[4] Comentário enviado por gustavodp em 13/04/2009 - 10:05h

Falando nisso quero ver se migro isso para o Debian 5.0 não deve mudar muita coisa...

Até


[5] Comentário enviado por thiagopriest em 13/04/2009 - 10:11h

Pow desisti do download...
vou esperar mais informações com este programa..

[6] Comentário enviado por osmano807 em 13/04/2009 - 13:01h

Se vier com suporte a URL Rewrite, ou um cache para youtube, tá beleza!

[7] Comentário enviado por grandmaster em 24/04/2009 - 01:54h

Valeu pelo complemento do que faltava em relação ao usuário. Vou testar na VM.

---
Renato de Castro Henriques
CobiT Foundation 4.1 Certified ID: 90391725
http://www.renato.henriques.nom.br



[8] Comentário enviado por lucianopqd em 30/12/2009 - 16:29h

Pessoal, alguém tem certeza se este software é gratuito? na página de download tem a opção de Buy...


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts