Instalando e configurando o OpenSolaris 2008.5

Após lançamento, resolvi instalar o OpenSolaris em meu notebook, o resultado da experiência resolvi descrever neste artigo. Não é um documento técnico, mas serve como um guia para instalação e configuração do sistema.

[ Hits: 16.160 ]

Por: Helder de Jesus Santana em 03/06/2008 | Blog: http://helder.livrebr.com


Introdução



O OpenSolaris foi um iniciativa da Sun Microsystems, onde ela abriu o código do kernel do Solaris para que a comunidade pudesse ajudar no seu desenvolvimento. A partir daí a comunidade deu uma crescida considerável e ajudou bastante na ascensão do sistema.

Venho "experimentando" as versões do Solaris desde o lançamento da 10, porém ainda não olhei nenhuma das outras distribuições existentes. Ultimamente saiu o OpenSolaris 2008.05, projeto chamado de Indiana, coordenado pelo Ian Murdock, aquele mesmo que criou o Debian. O projeto Indiana foi uma iniciativa para tornar o OpenSolaris mais amigável ao usuário e sendo um Unix espelhou-se na usabilidade do Linux.

Nesse texto irei descrever a instalação e configuração do OpenSolaris 2008.05, comparando em alguns pontos com versões anteriores do sistema. O hardware utilizado foi um notebook Acer Aspire 5050 com a seguinte configuração:
  • Processador Turion 64 2.0Ghz
  • 2GB de memória RAM
  • Disco de 80GB
  • Rede Realtek 8139 10/100MB
  • Wireless Broadcom BCM4318 a/b/g
  • Áudio Realtek HD-Audio
  • Vídeo ATI Xpress 1100 128MB

Instalando e configurando o OpenSolaris 2008.5

A instalação do OpenSolaris é bem fácil, até mais simples que no Linux, após iniciar o live cd é só clicar no ícone "instalar o OpenSolaris" e seguir o passo a passo respondendo as ações de configurações.

Opinião:

Prós:

A instalação é simples e não requer nenhum conhecimento avançado, é só seguir o "Avançar" e no final o sistema está pronto para o uso.

Contra:

Apesar de possuir particionador embutido, ele é bem limitado e aconselho a quem for instalar em multiboot (mais de um sistema na máquina), particionar seu disco antes da instalação. Outro ponto fraco na instalação é a demora pra copiar o sistema para o disco, não pesquisei sobre o motivo, mas se você for instalar o Solaris Express Developer/Community Edition, separe um boa parte do tempo para a tarefa, pois levará horas.

Configuração

Após a a instalação e reinicialização do sistema, ele carrega todos os serviços e inicia o gerenciador de login. Feito login, o Gnome, que é o gerenciador padrão, é iniciado e assim damos início a configuração.

Vídeo:

Foi detectado e configurado automaticamente, porém não configurou o layout do teclado corretamente e tive que utilizar o xorgcfg/xorgconfig para acertar o layout para abnt2.

Áudio:

Foi detectado e configurado automaticamente sem necessidade de modificações posteriores.

Rede:

O módulo foi detectado e configurado automaticamente. Se sua rede é DHCP, provavelmente você já terá sua rede funcionando, se não a três modos de configurá-la. Via NWAM, utilitário criado para ajudar a configuração de rede, Network-Manager, utilitário do Gnome para configurar redes e por fim o bom e velho console.

Preparação:

Crie o arquivo resolv.conf dentro de /etc contendo o ip do seu servidor DNS, como no exemplo abaixo.

nameserver 10.1.1.1
nameserver 200.165.132.154

Crie o hostname da sua placa como no exemplo abaixo.

$ echo "opensolaris" > /etc/hostname.rtls0

Substituindo rtls0 pela sua interface.

Edite o arquivo /etc/hosts deixando da forma abaixo:

127.0.0.1 localhost

# seu ip           hostname
10.1.1.5           opensolaris loghost

Edite o arquivo /etc/netmask adicionando as informações correspondentes, como no exemplo abaixo:

# rede - máscara de rede
10.1.1.0 255.0.0.0

Edite o arquivo /etc/nsswitch, deixando a linha começada por hosts assim:

hosts: files dns

Pronto, agora podemos configurar a interface.

NWAM:

Para configurar a rede usando o nwam é só editar o arquivo /etc/nwam/llp da seguinte forma:

<interface><tab><tipo><tab><endereço/máscara>

rtls0    static    10.1.1.5/8

rtls0    dhcp

Network Manager:

Esqueça o tópico preparação se você for utilizar o network manager, tudo é feito graficamente. Eu não obtive sucesso ao utilizar o network manager e ainda não descobrir o motivo.

Console:

Para quem gosta do console:

ifconfig <interface> <ip> netmask <máscara de rede>

# ifconfig rtls0 10.1.1.5 netmask 255.0.0.0

Se sua rede ainda não estiver com acesso, adicione o gateway:

route add default <gateway>

# route add default 10.1.1.1

Wireless:

Para configurar sua placa wireless, sugiro ir até o projeto laptop/wireless no site do OpenSolaris, verificar o modelo de sua interface e seguir o howto. Eu não tive sucesso, minha placa funciona via ndiswrapper, que não funcionou no meu sistema, ocasionando perda total nas duas vezes que tentei fazê-lo funcionar.

ACPI:

Enquanto as versões community/developer vieram com suporte a acpi, o indiana não dispõe, ao menos para meu hardware, mas usando o frkit do projeto laptop/power management consegui adicionar as funcionalidades ao kernel. O frkit é um script que instala o acpidrv, powernow e o gnome batery/emi-freq applets.

Usando:

Com tudo funcionando, ou quase tudo (rsrsrs), é só deixar a curiosidade fluir e começar a "fuçar" o sistema. O Gnome é o desktop padrão e vem com vários aplicativos que podemos chamar de "essenciais", como firefox, pidgin, gimp, gtkam e outros, a falha ficou por conta do OpenOffice, que não vem na instalação, mas que pode ser facilmente instalado usando o gerenciador de pacotes.



Conclusão

O OpenSolaris está cada vez mas amigável e a Sun quer torna seu sistema tão popular quanto Linux, ainda há um longo caminho até que o sistema alcance todos requerimentos para podermos afirma que ele está pronto para o desktop, onde o principal ponto é a quantidade de pacotes disponível para o sistema e o suporte de hardware.

Espero em breve voltar escrever sobre o gerenciamento de pacotes do OpenSolaris e outros assuntos o qual vier a conhecer. Não sou expert em sistemas operacionais e os relatos aí foram somente experiências que obtive usando o sistema, quaisquer erros encontrados aqui, por favor, me avisem para que eu possa corrigir e repassar esse conhecimento.

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Configurando o X.org

Leitura recomendada

Instalando e personalizando o aMSN 0.96

Fedora 12 - instalação e uso

Wine, Steam e programas do Windows, no Linux

Como instalar o CONKY-colors no Ubuntu 12.10

Monitorando processos no Linux com o Htop

  
Comentários
[1] Comentário enviado por GilsonDeElt em 03/06/2008 - 15:57h

Legal, cara!

OpenSolaris evoluindo...
Será que daqui há alguns anos ele também vai concorrer com os GNU/Linux da vida?

Mas de volta ao artigo, parabéns!

[2] Comentário enviado por removido em 03/06/2008 - 16:28h

Quem quiser um cd do OpenSolaris 2008.5, pode requisitar gratuitamente no site oficial. Mais informações no meu blog: http://pequenotux.blogspot.com/2008/06/receba-o-opensolaris-200805-na-sua-casa.html :)

Bem legal o artigo. Abraços.

[3] Comentário enviado por pintofree em 03/06/2008 - 16:35h

Legal, eu tinha feito o pedido do live-cdm e chegou esta semana, vo aproveitar esse tuto e instalar hj mesmo

[4] Comentário enviado por albertguedes em 03/06/2008 - 16:42h

O mundo ainda vai se dividir entre Linux, FreeBSD e OpenSolaris.

[5] Comentário enviado por sancler em 03/06/2008 - 18:37h

Muito legal seu Artigo, agora para complementar, basta um outro artigo abordando os comandos do openSolares, (ate p listar as partiçoes, o bicho ta pegando).

Parabens.

[6] Comentário enviado por izavos em 03/06/2008 - 20:58h

Excelente, o nível de seu artigo muito bem escrito.

Concordo com a sua conclusão no final do artigo, a SUN Microsystems com o projeto do OpenSolariz, bem como o “Nexenta” derivado do OpenSolariz podem um dia rivalizar com algumas distros do tipo desktop.

Baixei a iso do OpenSolariz e pode verificar que a instalação do sistema não e muito diferente do OpenSolariz Starter Kit. E sim ambos os sistemas tem uma instalação muito lenta, acredito que por causa da quantidade de pacotes do kit de desenvolvimento.

Sugiro aos amigos que também experimente o “Nexenta” uma distro derivada do OpenSolariz com instalação um poco diferente do Open.

Garanto que vão se surpreender com o Nexenta, tem um visual do Ubuntu com Gnome e o gerenciamento de pacotes feito pelo Apt-Get e companhia. È claro kernel e pacotes do OpenSolariz mas com facilidades de operação do Linux.

Acredito que o Nexenta é a forma mais simples de transição do Linux para o OpenSolariz.

Também experimentei o OpenSolariz Starter Kit esse com dois DVDs e claro só recebi o mesmo pós esperar semanas ate a entrega do kit.

De forma superficial constatei uma instalação fácil, intuitiva que não teve nenhum conflito com o Linux ou mesmo o Windows instalado. Apenas a exigência de no minimo uma partição de 8 a 20 gigas recomendados pelo sistema.

Após instalado o sistema, é perceptível o legado dos sistemas SUN Microsystems muito bonito e legante o ambiente gráfico.

O impressionante são os dois suite Sun Studio Tools para C, C++ ,Fortran, e o Netbeans para Java.

Confesso que tive vontade de deixar a preguisa de lado voltar a estudar o “C” para usar o Sun Studio, simplesmente fantástico se comparado com o Dev-C++.

Ironicamente se comparado com o FreeBsd que gosto muito, O OpenSolariz já tem um plugin para flash e o FreeBsd ainda não.

Isso só mostra a forca que a SUN Microsystems tem no mercado, espero que ela saiba usar em favor do softliver e não se torne a próxima Micro$oft Dominadora.

[7] Comentário enviado por mrazec em 05/06/2008 - 15:22h

-_-

[8] Comentário enviado por mrazec em 05/06/2008 - 15:23h

Opa gostei do Artigo, também tenho o OpenSolaris cheguei a testar quando saiu a primeira versão mas ainda estava com alguns bugs.
Principalmente no gerenciamento de pacotes, pkg-get.
Mas é um projeto que tende a crescer muito. Eu particularmente achei interessante o Image Packaging System (http://opensolaris.org/os/project/pkg/).
E concordo com sua conclusão assim como nosso amigo izavos.

Abraço parabens pelo Artigo...

[9] Comentário enviado por garruda em 16/11/2008 - 11:27h

Recebi o CD do Opensolaris, instalei!!
Mas estou tomando um "côro" para acessar a internet...
Não consigo configurar a Rede (ADSL-Speedy)
Preciso de um "luz"....Nem seguindo este artigo estou conseguindo. A placa-mae é gigabyte e a mensagem que aparece: VIA TechnologiesVT6102[Rhyne-II] Driver Missing
Como atualizo isso?
Obrigado


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts