Instalação da IDE Anjuta em ambientes não-Gnome (HOW-TO)

Este artigo demonstra como instalar a IDE (Ambiente de Desenvolvimento Integrado) Anjuta (uma IDE nativa do Gnome) em gerenciadores de janela que não sejam Gnome.

[ Hits: 17.190 ]

Por: even em 19/05/2005


As dependências... (tenha paciência)



Como um software nativo para Gnome, o Anjuta necessita de bibliotecas, vulgo 'libs', para seu perfeito funcionamento. Em meu PC, uso Slackware 10.1 com Xfce-4 (Xfce Desktop Environment).

Para começar, o Slackware já instala muitas bibliotecas como padrão, no entanto não sei qual é a distro que você, leitor, está utilizando. Neste momento estou utilizando um live-CD chamado SAM (SAM Mini Live Linux), distro que estou gostando muito por sinal.

Então, quanto às bibliotecas, são muitas, mas de fácil acesso/localização. Acho que não importa muito a ordem. Algumas destas você já deve ter na sua própria distro. Eu instalei quase todas as minhas do disco 2 do Slackware 10.1 (formato .tgz em: slackware/gnome), então se você tiver um CD do Slackware, pode partir dele.

Dica: faça installpkg lib* para instalar todos os pacotes iniciados em 'lib'.

Caso não possua um CD com as 'libs', faça o download delas em um único diretório (é mais fácil de organizar), depois instale-as com:

$ ./configure --prefix=/usr/lib
ou
$ ./configure --prefix=/usr/local/lib
ou
$ ./configure --prefix=/usr (vai depender do modo como sua distro linka as 'libs')
$ make
$ su
# make install


Pequena legenda:
  • $ - usuário normal;
  • # - root

Primeiramente vou listar algumas que possuem relação com a GTK (o Anjuta é feito em C/C++ e GTK).

Do ftp da GTK:
  • atk
  • gtk+
  • glib
  • pango

Agora as 'libs' que podem ser obtidas no ftp do Gnome:
  • bonobo
  • gconf
  • glibc
  • gnome-keyring
  • gnome-vfs
  • gtk-engines
  • gnome-libs
  • imlib
  • oaf
  • libbonobo
  • libbonoboui
  • libcroco
  • libgail-gnome
  • libgnome
  • libgnomecanvas
  • libgnomeprint
  • libgnomeprintui
  • libgnomeui
  • libgtkhtml
  • libgtop
  • libidl
  • libmikmod
  • librsvg
  • libwnck
  • libxml
  • libxklavier
  • orbit
  • orbit2
  • scrollkeeper
  • vte

Bem, depois de instalar todas as dependências você já pode rodar a IDE:

$ anjuta

Agora, vá brincando de programar até sair o Anjuta 2.0! =)

Testado no Slackware 10.0 e 10.1 com X.org e XFCE 4 (somente).

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Breve apresentação
   2. As dependências... (tenha paciência)
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Introdução as Gambas (parte 1)

Monitoramento com Zabbix 2.0

Instalando o Virtualbox da Sun Microsystems no Ubuntu

Copiando programas dos LiveCDs (Kurumin) para seu Debian sem usar a internet

Bioinformática - Clustalw-MPI: Análise Filogenética utilizando computação paralela e distribuída

  
Comentários
[1] Comentário enviado por hellnux em 22/05/2005 - 12:21h

Olá...

Ótimo artigo, gostei muito até que instalei o Anjuta via apt no meu kurumin (4.1 KDE) na sua versão 1.2.2, funciona perfeitamente, mas o único problema que tive foi a não funcionabilidade desses qutroa caracteres:
~
`
"
"
Suspeito que deve ser alguma coisa ligado ao GTK, pois meu teclado está devidamente configurado (US), todas teclas funcionam fora do Anjuta, gostaria de saber se vc ou até mesmos outros usuárioa dessa maravilhosa IDE passaram por esse problema e saibam solucionar esses problema, por favor me avisem. Pois parogramar em C, sem aspas é meio difícil.

Ah!!! Tentei instalar o Anjuta 2 e suas dependencias, mas nao adianta por causa de um problema no pkg-config.

Abraços....

[2] Comentário enviado por hellnux em 22/05/2005 - 23:30h

Olá Comunidade

SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA ACIMA

Instale o pacote gtkeyboard e remape o teclado e salve, agora as teclas estarão funcionando, porém a acentuação não ocorre mais

Se achar a solução definitiva, posto aqui:


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts