Inclusão Digital no Brasil

Uma breve descrição sobre meu ponto de vista em relação a Inclusão Digital no Brasil. Tendo trabalhado como instrutor de ID em um projeto social de uma Universidade Federal, me senti a vontade para escrever algo sobre isso. O que você acha do assunto?

[ Hits: 12.451 ]

Por: Robert Lucas em 28/11/2007 | Blog: http://informando.wordpress.com


ID no Brasil



Um assunto bem polêmico e corrente no mundo é a Inclusão Digital, assunto que irei adotar neste post.

Tive a oportunidade de trabalhar como professor de Inclusão Digital no Consórcio Social da Juventude, um projeto da Universidade Federal de São João Del Rei e o Ministério do Trabalho e Emprego, juntamente com prefeituras de 30 cidades da região das Vertentes aqui em Minas Gerais.

Quando fui selecionado para integrar a equipe deste projeto estava ainda um pouco assustado, devido a grandiosidade e tamanha responsabilidade que angariaria ao dar apoio à ele. Até aquele momento não sabia direito o que realmente era Inclusão Digital, eu era um profissional de informática, já havia ouvido falar, mas nunca havia pesquisado a fundo, pra mim Inclusão Digital seria o mesmo que dar aulas de informática, quando com um pouco de pesquisa descobri que era muito mais que isto, era muito mais que apenas ensinar as pessoas a usar os programas do computador, eu deveria realmente fazer com que aquelas pessoas aprendessem a tirar proveito da máquina que tinham em suas mãos, para com ela ganhar a vida ou pelo menos ajudá-las nas tarefas diárias em casa ou no trabalho.

Após minha empreitada como professor de Inclusão Digital comecei a interessar mais pelo assunto, acompanhando as atividades sociais e governamentais em torno deste assunto, onde pude acompanhar muitos avanços e alguns retrocessos na tentativa de Incluir Digitalmente um país como nosso amado Brasil.

Podemos acompanhar os esforços do governo na tentativa de Incluir Digitalmente o maior número possível de brasileiros, para isto baixou impostos e vem facilitando as formas de aquisição de produtos de informática para toda a população. Mas, isto é Inclusão Digital? NÃO. Não é, e nunca será Inclusão Digital. De que adianta dar panelas e comida pra alguém que não sabe cozinhar? Pois é, é assim que ficam aqueles que se deparam com os atuais incentivos do Governo Federal.

Porque digo isto, é simples, o Governo optou por utilizar softwares livres nos computadores (Linux e afins), mas esqueceu-se de capacitar pessoas para que pudessem auxiliar os "novos incluídos". O Governo simplesmente optou por mudar a base tecnológica da suas investidas em ID para Linux, esquecendo-se de toda cultura pró-Windows que estava fixada no mundo, assim quando os novos proprietários dos computadores incentivados pelo governos ligam suas novas aquisições logo dizem, "Ué, cadê o botãozinho verde aqui de baixo", "que Windows é este?", "que Windows ruim".

O Brasil está encaminhando pró-software livre, mas de uma forma não muito interessante, pois estão impondo o uso de Linux, sem que as pessoas estejam preparadas para ele, quando digo preparadas me refiro a pelo menos terem um conhecimento subjetivo sobre o que é Linux.

Muitas pessoas acham que o Linux é um programa do Windows. E o que fazer para mudar isto? Instruir. Informar. Incentivar. Jamais impor.

Mas a Inclusão Digital só é feita por meio do Linux e software livre? Não, o sistema operacional ou aplicativos usados para ID tem uma relevância menor que o de poder instruir as pessoas a usarem aquele computador para beneficiar e agilizar seus processos do dia-a-dia. O Linux foi adotado pelo governo brasileiro principalmente por seu custo "zero", assim possibilitando baixar o valor dos computadores oferecidos no varejo. Mas em muitos países mundo a fora o Windows foi a opção escolhida. Aqui no Brasil a Microsoft tentou combater o Linux, oferecendo seu sistema por valores mais baixos, mas não foi o suficiente para convencer o governo.

A Inclusão Digital no Brasil caminha a passos largos, porém por caminhos tortuosos. Mas todos sabemos que no Brasil nada consegue iniciar da forma como deve ser, sempre temos que dar o bom e velho jeitinho brasileiro nas coisas, até mesmo em projetos governamentais.

Para que dê realmente certo a Inclusão Digital no Brasil, devemos primeiro estabelecer uma distribuição padrão para todas as atividades que envolvam os projetos (o que não vemos hoje em dia, cada fabricante solta uma distribuição e muita das vezes muito desatualizada). Após a escolha da distribuição, manter uma equipe a fim de atualizar a mesma (o que se não me engano começou a ser feito com o Linux Educacional), posteriormente selecionar melhor o conteúdo do sistema, pois vejo hoje em dia (nas escolas onde ofereço apoio profissional) que há softwares educacionais fornecidos pelo governo que não conseguem ser abertos pelos computadores. Porque? Simples, por falta de compatibilidade de "codecs".

A poucos dias fui chamado em uma escola para poder observar o porque dos computadores não rodarem um CD com jogos educacionais, fornecidos junto aos PCs. Em 1 minuto de frente ao computador obtive a resposta. Falta do "Flash". Um jogo totalmente em Flash, e os computadores não suportavam o arquivo. Fácil solução, instalei o GNash no servidor e pronto. Agora, custava adicionarem este pacote junto a distro? Não né. Por isto acho que deveriam escolher melhor os softwares a serem instalados juntos aos computadores e o principal, atualizá-los.

Em uma pausa no processo de escrever este post fui ler as notícias de hoje (21.11) e me deparei com a seguinte "MEC pretende aparelhar os laboratórios de informática de 9.000 escolas", dada pelo BR-Linux. O MEC pretende aparelhar estes laboratórios afim de transformá-los também em telecentros para a população dos arredores, assim ampliando ainda mais o alcance da Inclusão Digital à população. Mais um ótimo incentivo do governo em prol da I.D., e da população, mas lembremos dos "toques" que dei aqui anteriormente, sem eles, pouco adiantará tamanho investimento.

Torço muito para que todos os esforços direcionados à Inclusão Digital no Brasil tenham efeitos significativos e positivos, não somente torço, mas também direciono esforços para que isto aconteça, eu faço acontecer e você? Pense sobre isto, qualquer ajuda é bem vinda.

Abraços.

   

Páginas do artigo
   1. ID no Brasil
Outros artigos deste autor

Ubuntu Studio 10.04 conheça e instale

Desktop 3D - XGL + Compiz + KDE

OpenSUSE 10.2 sempre atualizado

23 distribuições Linux brasileiras

Convocação da Seleção Brasileira do Software Livre

Leitura recomendada

Uso de terminologia imprópria com software livre

Tecnologia a seu favor: 3 motivos para ter um sistema financeiro e ganhar tempo no trabalho

Os Bastidores do VOL

A Internet torna as pessoas inteligentes?

Onde estão os programadores da era DOS?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por adrianoc em 28/11/2007 - 10:05h

Sinceramente acho que o linux já uma solução viável para qualquer ambiente, mas realmente é errado querer enfiá-lo gué-la abaixo do usuário, um bom exemplo disso são os micros que são vendidos com linux e são formatado para colocar o windows pirata.

É necessário mais suporte ao linux, como apostilas e cursinhos voltados para o usuário final.

A escolha de um boa distribuição de desktop seria muito bom, algo como o ubuntu ou até mesmo o debian bem configurado.

De qualquer forma torço e também tento fazer minha parte para o crescimento do linux.

[2] Comentário enviado por removido em 28/11/2007 - 10:10h

Eu acredito que mais além do que o governo faz, ou deixa de fazer, ou equipamento, softwares, etc, o problema da inclusão digital está no desejo das pessoas de aprender de verdade o uso de qualquer ferramenta, a maioria esmagadora das pessoas vê computador e internet apenas como Orkut e MSN.

A Minoria que se interessa de verdade, acaba se tornando profissional.

E não me venha com a história de que têm pessoas que não têm condição, afinal eu e alguns pequenos gênios da informática que conheço literalmente "deram um jeito" para ter o equipamento e leram muito, e fuçaram muito.

O problema de inclusão digital na minha opinião é de grande maioria têm como maior peso o fator cultural da população...

[3] Comentário enviado por nicolo em 28/11/2007 - 10:15h

Colocar a máquina na mão do usuário é o primeiro passo... Parte-se da premissa que os homens são racionais e interessados em progredir, que basta a oportunidade para eles se desenvolverem... que a dificuldade aumenta o mérito, como nos filmes americanos.

O caso é: Ou se acredita nisso, ou não.

Creio que alguma coisa vai melhorar, pelo menos o sentimento de inclusão ajuda a sociedade a ficar e manter-se sadia. A classe média tem feito doações das máquinas antigas para pessoas .... não abastadas.
Quem vos escreve está ficando craque em ajuntar pedaços cibernéticos. Eles sempre aprendem bastante coisa, e o estado de espírito deles muda, sentem-se com alguma oportunidade. Isso talvez seja mais importante que a perfeição do aprendizado, que é simples:
Aperto todos os botões
Pergunto para alguém (mesmo pra quem não sabe)
Somente em desespero leio ao manual, de forma sistemática: começo na metade e acabo no começo.

Só acredito em quem tenta, por mais atrapalhado que seja.
Afinal nós brasileiros, com sangue lusitano (quase todos) temos uma fé inabalada na nossa teimosia, digo persistência.
Não levo fé em gente que desiste....

[4] Comentário enviado por eduardo em 28/11/2007 - 16:05h

Pois é, é complicado!!

[5] Comentário enviado por removido em 29/11/2007 - 10:18h

Também tem o problema da M$ enviar presentinhos para que os revendedores ofereçam o outro sistema em troca do linux, ai quando o cara vai vender um destes computadores já começa esculhembando o linux. Falta esclarecimento em primeiro lugar e um chega pra lá forte na M$.

sniper!

[6] Comentário enviado por dbahiaz em 29/11/2007 - 18:12h

Acho que a oportunidade é o ponto positovo nisso tudo, a pouco tempo atraz, se comprava um fusca mais não comprava um k6 500, eu memso fiz isso um dia :).Computador era sinonimo de luxo, hj em dia não.
Mais acho que o primeiro passo foi dado.

Por outro lado, se pensarmos que a cultura da informatica ainda é baseada em windows, acho que o ID tem uma falha, Não esta sendo distribuido linux de qualidade nos computadores, aqui em minas o governo distribuiu nas escolas computadores com o Metasys, conheci a pessoa responsavel pela implatação nos colegios daqui , e ela me disse que o sistema era desemvolvido pela UFMG ou pessoas ligadas a ela, não lembro bem ,mais tinha muita falha, que precisava formata e reinstalar sempre que dava um falha qualquer, e que gostaria de trabalhar com uma distribuição ja madura, como Debian, Suse, etc, pqe a maioria das diretoras das escolas pedia pra colocar windows,pq a solução demorava muito. Acho que se colocarem uma distribuição de qualidade nos pc da ID o e um cursinho basico linux com acompanhamento, muitos dos problemas seriam amenizados!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts