Gerenciando os seus códigos-fonte com um sistema CVS

O CVS, ou Concurrent Version System (Sistema de Versões Concorrentes), é um sistema de controle de versão. Serve para controlar versões de um software durante seu desenvolvimento ou para composição colaborativa de um documento. Baseado no artigo de Fábio Berbert de Paula e da documentação do Guia Foca Linux.

[ Hits: 33.178 ]

Por: Marcone Gledson de Almeida em 21/06/2007


Instalando e configurando o servidor CVS no SuSE 10.1



Para instalação no SuSE Linux 10.1:
  1. Abra o YAST;
  2. Entre na opção Programas -> Gerenciamento de Software;
  3. Em filtro, digite "CVS" e escolha todas as opções.

Configurando o CVS:
  1. Entre na opção Serviços de rede -> Serviços de rede (xinetd);
  2. Na tela do xinetd, escolha a opção habilitar;
  3. Ainda na tela do xinetd, encontre o serviço CVS e marque a opção alternar status para ligado;
  4. Saia do YAST e verifique se a porta do CVS (2401) encontra-se aberta. Para isso execute:

    # nmap -sS localhost

  5. Edite o arquivo /etc/xinetd.d/cvs e na linha onde aparece server_args altere o caminho para o diretório onde ficaram os repositórios, no caso /var/lib/cvs;
  6. Reinicie o xinetd com o comando:

    # rcxinetd restart

  7. Crie o grupo src e os usuários que utilizaram o CVS. Associe os usuários ao grupo src;
  8. Verifique se o diretório escolhido existe e se suas permissões estão corretas. Para criar um repositório use a seguinte seqüência de comandos:

    # mkdir /var/lib/cvs
    # chown root.src /var/lib/cvs
    # chmod 775 /var/lib/cvs
    # chmod g+s /var/lib/cvs


  9. Agora que tudo parece nos devidos conformes, vamos inicializar este repositório. Isso criará o diretório /var/lib/cvs/CVSROOT:

    # cvs -d /var/lib/cvs init

    No profile de cada usuário, edite o arquivo profile inserindo a seguinte linha:

    export CVSROOT=:pserver:usuario@localhost:/var/lib/cvs


    No profile de cada usuário, crie o arquivo .cvspass:

    $ touch /home/usuário/.cvspass

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Instalando e configurando o servidor CVS no SuSE 10.1
   2. WinCVS - Logando no sistema
   3. WinCVS - Criando um novo projeto
   4. WinCVS - Adicionando um arquivo do módulo CVS remoto
   5. WinCVS - Fechando um projeto
   6. WinCVS - Visualizando as diferenças entre versões
Outros artigos deste autor

Instalando o bugzilla no OpenSuSE 10.2

Leitura recomendada

Bioinformática - Clustalw-MPI: Análise Filogenética utilizando computação paralela e distribuída

Compilando e otimizando KDE 3.x

Desenvolvendo tutoriais mais dinâmicos com o Wink

Big Linux + Edubuntu - Uma Excelente Alternativa Livre para as Escolas

Agendando tarefa de gravação de vídeo com o mencoder e gnome-schedule

  
Comentários
[1] Comentário enviado por pabloborba em 23/07/2007 - 15:32h

Eu tentei fazer aqui e deu erro:

cvs [login aborted]: unrecognized auth response from smb-atrix: Unknown command: `/var/lib/cvs'

O q pode ser?

abraços

[2] Comentário enviado por apedroso em 05/11/2007 - 17:17h

Como faço para remover Modulos e Tags definitivamente???

Valew!

alp.pedroso@gmail.com

[3] Comentário enviado por guilhermepontes em 17/09/2008 - 11:56h

Montei um servidor CVS para desenvolvimento no Netbeans. Estou tendo o seguinte problema, ao "comitar" os arquivos, dá tudo certo, porém quando vou fazer o checkout de outros micros, as imagens e as bibliotecas ficam conronpidas. Não sei como corrigir isso... já me deparei com esse problema outras vezes e outras distribuições e nunca consegui corrigir...

Alguém sabe o que posso fazer?
Abs

[4] Comentário enviado por slackrichard em 10/11/2009 - 14:12h

tive um problema desse quando tinha o cvs instalado no freebsd e o pessoal do desenvolvimento usava linux e windows o problema era com o sistema de arquivos para resolver coloquei todos com o pabrao ISO8859-1 e tudo ficou ótimo


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts