Funtoo + bspwm + Polybar + Rofi - Instalação e Configuração

Funtoo é um sistema operacional livre, baseado em Linux, baseado no Gentoo e iniciado em torno de 2008 por Daniel Robbins. Neste artigo demonstraremos como instalar em Dual Boot com o Ubuntu, além de instalarmos o gerenciador de janelas bspwm e aplicatuvos como: polybar, rofi e outros. [ Saiba+] https://pt.wikipedia.org/wiki/Funtoo

[ Hits: 7.572 ]

Por: Marcos Oliveira em 05/12/2018 | Blog: http://terminalroot.com.br/


Customizando o Polybar, Rofi e Outros



Finalizamos esse artigo sobre Funtoo Linux e mostramos como customizar o Polybar, Rofi e outros aplicativos e configurações.

Logo no início (após logarmos com nosso usuário normal) configuramos o bspwm para iniciar setando configurações do rxvt-unicode, wallpaper e carregar o Polybar automaticamente com os seguintes comandos:

sed '1a $HOME/.Xresources' $HOME/.config/bspwm/bspwmrc
$ sed '2a $HOME/.fehbg' $HOME/.config/bspwm/bspwmrc
$ sed '3a $HOME/.config/polybar/launch.sh' $HOME/.config/bspwm/bspwmrc


Para o launch.sh rodar, precisamos tê-lo no nosso diretório, logo os comandos abaixo resolvem:

wget "https://gitlab.com/terminalroot/arch/raw/master/launch.sh" -O $HOME/.config/polybar/launch.sh
$ chmod +x $HOME/.config/polybar/launch.sh


E então startamos o X: startx

Customizamos o arquivo $HOME/.config/sxhkd/sxhkdrc para recarregar o Polybar junto com o bspwm e também alteramos a linha referente ao Rofi para possuir ícones, tema diferenciado e rodar tanto o run quanto o drun (obs.: se quiser um tema diferente elimine o parâmetro referente a -theme solarized e use o comando rofi-theme-selector), com as linhas:

pkill -USR1 -x sxhkd && $HOME/.config/polybar/launch.sh
$ rofi -modi run,drun -show drun -show-icons -drun-icon-theme Adwaita -scroll-method 1 -sidebar-mode -theme solarized -font "hack 10"


Além disso também instalamos os aplicativos listados no comando abaixo e os configuramos:

# emerge -a lightdm lightdm-gtk-greeter bash-completion lilyterm gucharmap sudo

E ainda clonamos e instalamos fonts e um app em Bash youtube.sh:

git clone https://github.com/terroo/youtube
$ git clone https://github.com/terroo/fonts
$ mkdir $HOME/.config/polybar/scripts
$ mv youtube/youtube.sh $HOME/.config/polybar/scripts/
$ su
# mv fonts/fonts/*.ttf /usr/share/fonts/TTF/
# mv fonts/fonts/*.otf /usr/share/fonts/OTF/


E finalizamos customizando o arquivo config do Polybar do tipo dosini e após isso alteramos o launch.sh e colocamos mais um bar que criamos no arquivo, ficando assim:

...
polybar example &
polybar terminalroot &
...

Segue os Dotfiles do Polybar, bspwm e sxhkd final que utilizamos: https://github.com/terroo/dots

Se quiser que as bordas das janelas do bspwm fiquem coloridas (nesse caso com as cores azul e roxo), use o código abaixo, se quiser alterar as cores, modifique o hexadecimal das mesmas:

bspc config normal_border_color "#D358F7"
$ bspc config active_border_color "#2E64FE"
$ bspc config focused_border_color "#2E64FE"
$ bspc config presel_border_color "#2E64FE"
$ bspc config urgent_border_color "#2E64FE"
$ bspc config presel_feedback_color "#2E64FE"


Elimine todas as dúvidas assistindo o vídeo abaixo que efetua todos os processos acima relatados, além de dicas adicionais.

Links Úteis


Aplicativos úteis para também serem instalados (minha opinião):
Veja mais em:
ou
Abraços!

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Como Instalar o Funtoo pelo Ubuntu
   2. Instalação do bspwm, polybar, rofi e outros
   3. Customizando o Polybar, Rofi e Outros
Outros artigos deste autor

Gerencie suas contas financeiras pessoais com Terminal Finances

Como Rodar Shell Script e Python via Apache no Linux

Adicione vídeos como papel de parede no seu Linux

FreeBSD Release 11.1 - Introdução, instalação e customização

Vamos usar Slack!

Leitura recomendada

Instalando gerenciador de projetos Redmine usando o PostgreSQL sobre o nginx

CUPS - Gerenciador de impressões

Instale/Reinstale/Recupere seu sistema sem perder seus arquivos

Configurando Velox no Kurumin

Instalação do servidor Nagios 3 no Debian

  
Comentários
[1] Comentário enviado por xerxeslins em 05/12/2018 - 18:42h

Bacana! Ainda não li o artigo, mas estou exatamente instalando o Funtoo (desde o dia 1, pois meu processador é lento. Está compilando Xfce agora).

Mas como o artigo é de Funtoo, eu vou logo favoritar. Sou um quase leigo em Funtoo, Gentoo e afins, mas sou curioso. Hehe

Lerei tudo com atenção e verei o vídeo oportunamente.

Parabéns pelo artigo.

--
If it ain't broke, fix it until it is.

[2] Comentário enviado por xerxeslins em 05/12/2018 - 18:47h

Sensacional! São três vídeos.

Assistirei todos.

Já me inscrevi.

Você poderia deixar sua opinião comparando Gentoo e Funtoo, por favor?

Obrigado.

--
If it ain't broke, fix it until it is.

[3] Comentário enviado por binbash em 05/12/2018 - 19:33h

Putz, receber um comentário seu logo de primeira assim, é muita honra pra mim! \o/

Xerxes, se você falasse que era leigo em Windows Vista eu acreditaria hahaha. Sobre as diferenças de Gentoo e Funtoo, está principalmente no Kernel, localização da árvore de diretórios do Portage e principalmente na documentação. Com o Gentoo as possibilidades de não dar certo são quase nulas, só seguir a documentação, já no Funtoo, há muito desencontro de informações, mas pra contornar elas, eu sempre recomendo usar ele com as dicas do Gentoo, evita qualquer tipo de surpresa. Aliás a única diferença é o comando 'ego' , pois o --sync do emerge, pode não funcionar, mas o 'ego sync' o substitui bem.

Valeu Xerxes, pela moral! Forte abraço!

"Primeiro eles te ignoram, depois riem de você, depois brigam, e então você vence."
Mahatma Gandhi
http://terminalroot.com.br/shell

[4] Comentário enviado por xerxeslins em 06/12/2018 - 10:38h

Obrigado pela resposta!

--
If it ain't broke, fix it until it is.

[5] Comentário enviado por albfneto em 07/12/2018 - 19:36h

Marcos Oliveira, quanto tempo não vejo você!
Muito bom seu Artigo, aborda a instalação de Funtoo, inclusive com os comandos novos dele....
FAVORITADO.
Estou pensando em fazer um Funtoo num pendrive persistente e vou me basear no seu excelente Artigo.
Parabéns!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Albfneto,
Ribeirão Preto, S.P., Brasil.
Usuário Linux, Linux Counter: #479903.
Distros Favoritas: [i] Sabayon, Gentoo, OpenSUSE, Mageia e OpenMandriva[/i].

[6] Comentário enviado por edps em 16/12/2018 - 20:33h

Ótimo artigo, da primeira vez que instalei o Funtoo utilizei o SystemRescueCD oficial, agora acho que é recomendado um próprio que baseia-se no Funtoo:

https://www.area31.net.br/wiki/RescueCD_oficial

Sobre o BSpwm também o utilizo no Slack, Gentoo e Void, sendo o ambiente padrão no último, de diferente da sua configuração uso o j4-dmenu-desktop em vez do dmenu.

Um abraço.

[7] Comentário enviado por binbash em 16/12/2018 - 21:24h

Fala, Albfneto! Pow, o mais legal de postar aqui no VOL é receber sempre o comentário de vocês. Valeu pelo apoio, vcs fortalecem mesmo. Boa ideia!
Abraços, irmão!


[5] Comentário enviado por albfneto em 07/12/2018 - 19:36h

Marcos Oliveira, quanto tempo não vejo você!
Muito bom seu Artigo, aborda a instalação de Funtoo, inclusive com os comandos novos dele....
FAVORITADO.
Estou pensando em fazer um Funtoo num pendrive persistente e vou me basear no seu excelente Artigo.
Parabéns!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Albfneto,
Ribeirão Preto, S.P., Brasil.
Usuário Linux, Linux Counter: #479903.
Distros Favoritas: [i] Sabayon, Gentoo, OpenSUSE, Mageia e OpenMandriva[/i].



[8] Comentário enviado por binbash em 16/12/2018 - 21:25h

Valeu, edps! O legal do Bspwm é que ele tem um gaps natural sem forçação de barra haha, forte abraço e obrigado pelo apoio! Abraços!


[6] Comentário enviado por edps em 16/12/2018 - 20:33h

Ótimo artigo, da primeira vez que instalei o Funtoo utilizei o SystemRescueCD oficial, agora acho que é recomendado um próprio que baseia-se no Funtoo:

https://www.area31.net.br/wiki/RescueCD_oficial

Sobre o BSpwm também o utilizo no Slack, Gentoo e Void, sendo o ambiente padrão no último, de diferente da sua configuração uso o j4-dmenu-desktop em vez do dmenu.

Um abraço.




Contribuir com comentário