Funcionalidades para o Unity

Torne a navegação pelo Unity rápida, acrescentando funcionalidades ao mesmo.

[ Hits: 22.754 ]

Por: Izaias em 19/10/2011


Introduzindo funcionalidades ao lançador



O Unity na versão do Ubuntu 11.10 apresentou significativas melhorias se comparadas a seu antecessor. Se tornou mais configurável, mais personalizável e também mais estável. Não está o ideal, mas avançou.

Apresento aqui algumas funcionalidades que podem facilitar a rotina dos usuários e tornar a navegação do sistema mais interessante.

1. Unity-Reboot
Esta é uma funcionalidade prática. Quem tem mais de um sistema instalado junto ao Ubuntu, poderá reiniciar qualquer sistema simplesmente com um clique-direito do mouse no ícone do Unity-Reboot.

Para instalar, no terminal:

sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install unity-reboot


Depois de instalado, abra sua pasta pessoal e faça aparecer os arquivos ocultos com as teclas: CTRL+H.

Navegue em: .local > share > applications

Procure pelo 'unity-reboot.desktop' (notará que não tem forma de ícone, é assim mesmo), simplesmente arraste-o para o lançador.

Pronto! O Unity-reboot está ativado e funcionando. E também será iniciado automaticamente com o sistema.

Se tiver mais de um sistema instalado em seu HD, gerencie a inicialização desses sistemas diretamente pelo Unity-Reboot.

2. Acesse pastas diretamente no Lançador
Que tal acessar seus diretórios de imagens, músicas ou qualquer um, diretamente do ícone do Nautilus no lançador?

Para configurar, no terminal:

sudo gedit /usr/share/applications/nautilus-home.desktop

Do arquivo que abrir, faça uma cópia e reserve em algum diretório seguro. Depois de feita a cópia, delete o original e cole o script abaixo:

[Desktop Entry]
Name=Pasta Pessoal
GenericName=Pasta Pessoal
X-GNOME-FullName=Pasta Pessoal
Comment=Pastas favoritas no Unity
Exec=nautilus %U
Icon=user-home
Terminal=false
Type=Application
Categories=GNOME;GTK;Core;
StartupNotify=true
X-GNOME-Bugzilla-Bugzilla=GNOME
X-GNOME-Bugzilla-Product=nautilus
X-GNOME-Bugzilla-Component=general
X-Ubuntu-Gettext-Domain=nautilus


X-Ayatana-Desktop-Shortcuts=Home;Documents;Downloads;Pictures;Music;Videos;



[Home Shortcut Group]
Name=Pasta Pessoal
Exec=nautilus
OnlyShowIn=Unity

[Documents Shortcut Group]
Name=Documentos
Exec=nautilus Documents/
OnlyShowIn=Unity

[Downloads Shortcut Group]
Name=Downloads
Exec=nautilus Downloads/
OnlyShowIn=Unity

[Pictures Shortcut Group]
Name=Imagens
Exec=nautilus Pictures/
OnlyShowIn=Unity

[Music Shortcut Group]
Name=Música
Exec=nautilus Music/
OnlyShowIn=Unity

[Videos Shortcut Group]
Name=Vídeos
Exec=nautilus Videos/
OnlyShowIn=Unity

Detalhe importante: o script acima é o original do site pesquisado.

Em cada linha que contenha 'Exec=nautilus <diretório>/', deve colocar em <diretório> exatamente o nome correto de sua pasta. O nome que identifica a pasta em seu diretório pessoal.

Exemplo: em 'Exec=nautilus Pictures/', substituir o 'Pictures' por 'Imagens'. Porque é assim que chamo minha pasta de imagens. Respeite acentuação e letras maiúsculas se houver.

No meu script, deixei assim: Exec=nautilus Imagens/

E isso serve para qualquer pasta que for diferente do nome usado originalmente no script. Tem usuário cuja pasta 'Vídeos', usa o nome 'Video' (notou a diferença?). Então coloque o nome correto de sua pasta, senão não vai funcionar.

Feito os procedimentos corretos, SALVE E FECHE o script.

A funcionalidade já está aplicada. Verifique!

Obs.: talvez precise reiniciar a sessão, aqui não precisei. Mas em alguns sites pesquisados, foi indicado a reinicialização.

3. Diminua o tamanho do Dash
Veja a segunda imagem desse artigo, note como o Dash ocupa toda a tela depois de acionado. Particularmente não gosto, e se quiser mudar também ou experimentar, siga os procedimentos a seguir.

Abra o Software Center e instale o DConf-Editor. Digite na caixa de busca do Software Center: editor do dconf

Instale o aplicativo e para acioná-lo, no Dash coloque: dconf

No Dconf-Editor, clique na seta do 'desktop' e depois clique em 'unity'.

Ao lado surgirão dois campos, o que nos interessa é o 'form-factor', clique nele e marque 'desktop'. Veja:
A alteração é imediata, nem precisa fechar o DConf-Editor para verificação. Pressione a tecla 'Windows' ou clique no ícone do Ubuntu no topo do lançador. Verá o Dash com um tamanho reduzido.

Se quiser restabelecer o formato original do Dash, refaça o processo, e mude para 'automatic' (padrão).

Ficou mais interessante, não?

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Configurando a aparência
   2. Introduzindo funcionalidades ao lançador
   3. Considerações finais
Outros artigos deste autor

Instale/Reinstale/Recupere seu sistema sem perder seus arquivos

TimeShift - Restaure seu Linux com eficiência

Bodhi Linux com o belíssimo Enlightnment

Leitura recomendada

Slax no pendrive - é viável e também útil

Ubuntu customizado como MacOS X

Incrementando o Ubuntu GNOME

Recuperar a senha do root pelo CD

Howto NIS/NFS no SuSE

  
Comentários
[1] Comentário enviado por leandro em 19/10/2011 - 10:06h

Legal o Artigo!

Embora eu esteja usando o Ubuntu, eu deixei o Unity de lado (por enquanto).

Estou fazendo umas experiências com o Gnome 3 (em breve trarei novidades...). Acho ele mais personalizável do que o Unity.

+ 10

Abraços.

[2] Comentário enviado por clodoaldops em 19/10/2011 - 10:41h

Tá nos Favoritos!
Nota 10!

[3] Comentário enviado por izaias em 19/10/2011 - 11:27h

Obrigado aos colegas Leandro e Clodoaldo pelos comentários.

Abração.

[4] Comentário enviado por levi linux em 19/10/2011 - 11:50h

Grande Izaias!
Excelente artigo, parabéns!
10!

[5] Comentário enviado por izaias em 19/10/2011 - 12:01h

A intenção é tornar o Unity mais versátil.
O bichinho precisa evoluir e muito ainda.

Abraço Levi

[6] Comentário enviado por tatuiano em 19/10/2011 - 18:11h

hummm menino,voçe arregaçou as mangas mesmo em?ta trabalhando bonito.10 pelo artigo.

[7] Comentário enviado por izaias em 19/10/2011 - 18:15h

Se a comunidade adicionar mais funções ao Unity, pretendo continuar com novas partes para o artigo.

T+

[8] Comentário enviado por lindrix em 19/10/2011 - 21:54h

Oi. Desculpa a dúvida básica, mas até o Unity do Ubuntu 11.04 permitia criar um lançador (digo um atalho para programa ou outra coisa) de forma gráfica, na área de trabalho ou em outros locais. Alguém sabe por que esse recurso foi removido no Ubuntu 11.10?

[9] Comentário enviado por izaias em 19/10/2011 - 22:08h

Parece-me que a intenção é fazer com o usuário use cada vez o painel esquerdo como lançador padrão.
Mas há como contornar.

Abra o Nautilus: Sistema de Arquivos> usr> share> Applications
Selecione o aplicativo e mova-o para a Área de Trabalho.

Se não conseguir mover o aplicativo como usuário comum, abra o Nautilus como 'root', no terminal: gksu nautilus

Veja se é isso que procura.

[10] Comentário enviado por removido em 20/10/2011 - 20:04h

ótimo Artigo Izaías. Muito bem interessante. Ficou Nota 10.

[11] Comentário enviado por izaias em 20/10/2011 - 20:08h

VLW Henrique

[12] Comentário enviado por WhiteHawk em 22/10/2011 - 09:13h

Meus parabéns Izaías! Esse artigo me foi muito útil.

Nota 10!

[13] Comentário enviado por izaias em 22/10/2011 - 09:41h

Obrigado pelo comentário.

VLW

[14] Comentário enviado por nicolo em 23/10/2011 - 16:39h

Olha o artigo é legal , já está em "favoritos" . Muito bom e com agradecimentos da galera
desktop da qual faço parte.

2-Agora, (outra coisa) se precisar tudo isso para configurar a desgraça do Unity, não dá.
Muitas dessas coisas e outras deveriam ser instaladas por default, se é que a Canonical quer o lugar do Windows.
Se for para obter 1% do mercado já está no caminho certo.
Essa barra fixa em cima é trapalhada da braba. Os monitores são quase todos wide screen e as barras deveriam ser laterais
ou, pelo menos ajustáveis.
Percebam o não percebam, o Linux paga caro por essa bagunça.

[15] Comentário enviado por izaias em 23/10/2011 - 17:35h

Compartilho das mesmas queixas que você. Somos muitos. rsrs

Lembro que o Unity no Ubuntu 11.04 era até pior, mas esta versão também é muito travada. Por isso que reuni algumas funções neste pequeno artigo para tentar encurtar caminhos e esclarecer outras coisas.
E tem muito mais por aí, mas não testadas por mim, portanto não seria ético indicar.

Espero que estas extensões/configurações/funcionalidades e muito mais, venham por 'default' em futuras versões.

Fiquei contente com vosso comentário.

[16] Comentário enviado por bigjoel em 25/10/2011 - 01:10h

Como faz para instalar novos temas e configurá-los?

[17] Comentário enviado por izaias em 25/10/2011 - 01:16h

Instale o Gnome-Tweak-Tool.
No terminal: sudo apt-get install gnome-tweak-tool

Depois que colocar os temas em: Sistemas de Arquivos/usr/share/themes
E temas de ícones em: Sistemas de Arquivos/usr/share/icons

Para isso acesse o Nautilus como 'root': sudo nautilus ou gksu nautilus.

Descompacte e mova os temas para as devidas pastas e abra o aplicativo que mencionei para efetuar as mudanças.

[18] Comentário enviado por pinduvoz em 25/10/2011 - 10:49h

Muito bom, izaias.

Não li nem comentei antes porque estava escrevendo o artigo do CentOS no fim de semana.

Agora que tive um tempinho (afinal, temos que trabalhar também), li e aprovei.

[19] Comentário enviado por izaias em 25/10/2011 - 13:32h

Apenas firulas para o Unity. rs

Um abraço

[20] Comentário enviado por transltr em 28/10/2011 - 00:11h

Muito bom izaias eu ja tinha feito aqui no meu ubuntu 11.10 e ocorreu tudo bem , rsrs so que eu acabei executando coisas que nao deveria como por ex tentei aplicar um cubo 3D que causou um conflito num plugim e deu pau numa parte do sistema, acabei tendo que deletar meu sistema e reinstalar outro hahaha fora isso tudo bem ja refiz novamente aqui .parabens

[21] Comentário enviado por izaias em 28/10/2011 - 00:30h

Que bom que gostou!

Abraços

[22] Comentário enviado por danniel-lara em 28/10/2011 - 11:32h

tchê ficou muito tri o seu artigo
parabens

[23] Comentário enviado por izaias em 28/10/2011 - 11:40h

O Unity está apenas começando.
Está muito travado ainda, por isso que essas configurações são um tanto trabalhosas.

Espero que no futuro possamos aplicar mudanças de uma maneira mais fácil.

Um abraço

[24] Comentário enviado por tonyrecife em 02/11/2011 - 11:53h

Olá pessoal,
Será impressão minha ou a maioria dos usuários Ubuntu prefere o velho Gnome ao Unity?
Alguém tem dados concretos?

[25] Comentário enviado por izaias em 02/11/2011 - 12:01h

Nem precisa de dados completos, a preferência pelo Gnome-2 é quase unânime. Também estou nesta lista: o Gnome-2 era muito melhor.
Além do Ubuntu, estou com o Debian (uso mais este, ainda está com o Gnome-2). É outra coisa, faço o que quero nele. :)

Mas não há como escapar dos avanços. Haverá um momento em que teremos que nos adaptar.

VLW

[26] Comentário enviado por xirux em 03/11/2011 - 11:55h

Muito bom o artigo, embora eu não tenha me adaptado ao Unity, me apaixonei pelo Gnome-shell...Ubuntu é o que há, em Desks Linux!
Viva o Linux!

[27] Comentário enviado por izaias em 04/11/2011 - 17:25h

Desk Linux!

Gostei do termo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts