ExtJS: Um excelente framework de JavaScript

O ExtJS é um framework inicialmente derivado do YUI (Yahoo! User Interface) capaz de facilitar e muito o desenvolvimento de interfaces elegantes, funcionais e dinâmicas para páginas web e sistemas web-based. Neste artigo serão abordados a história, características e principais funcionalidades deste framework.

[ Hits: 37.909 ]

Por: EVERTON DA ROSA em 04/01/2009 | Blog: http://everton3x.github.io


Principais funcionalidades



Como foi dito na seção sobre as características do ExtJS, ele trabalha muito bem com o Adobe AIR e com o Google Web Toolkit.

Porém, as principais funcionalidades desta biblioteca são:
  • Dados: provê maneira ágil, fácil e eficiente de intercâmbio de dados com scripts php, asp, java, etc, através do JSON, principalmente, mas também trabalha bem com arquivos XML.
  • Drag & Drop: uma das melhores funcionalidades do ExtJS é o Arrastar e Soltar (drag & drop ou DD). Com esse componente, o desenvolvedor pode facilmente criar instruções que permitam arrastar-e-soltar elementos nas páginas web, inclusive promovendo alterações em dados ou outras ações.
  • Formulários: um dos pontos fortes do ExtJS é a facilidade e a elegância dos formulários que podem ser criados. Vão desde simples formulários até formulários aninhados, em abas e conjugados com outros elementos. Pode-se arratar itens de uma tabela de dados e estes dados surgem em campos de um formulário, por exemplo.

  • Grid: assim como no jQueri, com o ExtJS é possível criar diversos tipos de grid (tabelas de dados), podendo editar dados diretamente, ordenar, mover colunas, e diversas outras funcionalidades interessantes; tudo de forma elegante e eficiente.

  • Layout: é possível criar layouts elegantes, bonitos e práticos, através do ExtJS. Criação de painéis, janelas, abas, etc pode ocorrer dinamicamente, além de ser fácil a implementação de temas uma vez que o visual fica a cargo de arquivos CSS.

  • Menus: bonitos e elegantes menus de diversos tipos podem ser criados e integrados em diversos elementos.
  • Tree: uma das melhores funcionalidades do ExtJS é a criação de árvores (como a árvore de pastas do Windows Explorer, por exemplo). Além de servirem de menus hierárquicos, podem servir de classificadores de dados, exibição de arquivos e pastas e diversas outras funcionalidades.

  • Outros componentes: além dos componentes já citados, o ExtJS conta com componentes capazes de possibilitar o redimensionamento de elementos, paginação de dados, abas, barras de progresso, QuickTips, barras de status, splitbars, tooltips e toolbars, windows (janelas) entre outros.

Conclusão

Como se pode ver nas seções anteriores, o ExtJS facilita e muito o desenvolvimento web, seja porque provê ao desenvolvedor de ferramentas poderosas para criação de interfaces elegantes, funcionais e eficientes; seja porque retira do desenvolvedor a preocupação com a elaboração visual, que às vezes não é tão importante quanto a camada de tratamento dos dados.

Resumindo em uma frase popular, o ExtJS é "bom, bonito e barato".

Para aqueles que desejam saber mais sobre esta biblioteca, aconselho a visita aos seguintes endereços eletrônicos:
Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Conceito e história
   2. Características
   3. Principais funcionalidades
Outros artigos deste autor

PHP5 Orientado a Objetos: Visibilidade, herança e extensões de classes

Relatórios com PHP e XSLT - Conceitos iniciais e utilização básica

SliTaz: Mini-review desta mini-distribuição Linux

Considerações sobre as distribuições

SLiM: Simple Login Manager - Mini review

Leitura recomendada

XSS - Cross Site Scripting

Diferenças de sites Web Standards

Google Maps API - Criando e interagindo com seus próprios mapas

jQuery - Criando um simples jogo da velha

MathML - Mathematical Markup Language

  
Comentários
[1] Comentário enviado por [email protected] em 04/01/2009 - 17:44h

Parabéns pelo artigo... Eu já utilizo este toolkit à cerca de um ano e posso garantir que funciona muito bem para a criação de Rich Internet Applications.

[2] Comentário enviado por phpricardo em 04/01/2009 - 19:19h

windows? Oo

[3] Comentário enviado por edsonmsj em 05/01/2009 - 00:15h

Só não entendo uma coisa, algum anos atrás usava-se muito javaScript esta prática foi abandonada, por deixar páginas inseguras e incompatíveis entre browsers, agora voltou com nome de AJAX e os mesmos problemas retornaram, existem páginas que não consigo abrir no Firefox, Opera etc... pois uso o Linux, e no Ruindows vírus se instalam automaticamente, gostaria de sabem se não existem outras opções, e se deixar páginas com alguns efeitinhos compensam o transtorno?

[4] Comentário enviado por nandodutra em 05/01/2009 - 10:16h

Parabéns pelo artigo, vai ajudar a popularizar o ExtJs. Eu já faço uso dele a pouco mais de 1 ano, é ótimo para desenvolvimento de Aplicativos para Web.

[5] Comentário enviado por nandodutra em 05/01/2009 - 10:24h

edsonmsj, acontece esse problemas que vc citou acima quando os desenvolvedores não fazem a aplicação se preocupado com o CROSS-BROWSER, mas o ExtJs é CROSS-BROWSER, vai funcionar em uma inifinidade de navegadores. E outra coisa AJAX não é javascript ou linguagem de programação, AJAX é uma forma de se programar em javascript.

[6] Comentário enviado por vsmoraes em 05/01/2009 - 10:25h

@edsonmsj, problemas de incompatibilidade, estabilidade e/ou velocidade ainda ocorrem, e não só se tratando de JavaScript. Esses problemas ocorrem em qualquer linguagem de programação.
O que ocorreu de uns anos (?) pra cá foi o amadurecimento dos desenvolvedores, basta ver a diferença entre sites de hoje e os de 3-6 anos atrás.
Tendências surgiram, padrões chegaram para melhorar tudo. Antigamente quando alguém começava a fazer uma página web, a primeira coisa que colocava era aqueles efeitos pré-existentes no Frontpage ou algumas frescurinhas achadas na web. Hoje isso mudou, vejo mais e mais pessoas preocupadas com padrões e a mania "tableless" fez com que o CSS desse uma guinada de forma genial.
Com tudo isso ocorrendo, o JavaScript também tomou novas formas. Hoje ele deixou de ser uma mera ferramenta de criação de "efeitinhos" e passou a ser uma poderosa ferramenta para a manipulação de dados (Ajax), sem deixar suas propriedades já existentes.

[7] Comentário enviado por edsonmsj em 05/01/2009 - 11:19h

Aproveitando para perguntar novamente, existem outra opção ao javaScript?

Tenho lido alguns artigos sobre Java, CSS e Java2D para manipulação de gráficos WEB, que garante 100% de compatibilidade entre browsers e com desempenhos e flexibilidade bem maiores que javaScript + Java(AJAX) "apesar de não ser tão simples de programar como o javaScript isto é para quem sabe Js", gostaria de saber se alguns de vocês já usaram e qual foi a impressão?

[8] Comentário enviado por vsmoraes em 05/01/2009 - 14:26h

@edsonmsj, opção com a mesma integração que JavaScript + HTML + XML + PHP/ASP/PYTHON não existe.
Qualquer outra vai usar plugin, vide java applet ou flash.
A única linguagem client-side com suporte nativo em 100% dos browsers é o JavaScript.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts