Entendendo redes wireless

Wireless é a tecnologia baseada no padrão IEEE 802.11 que utiliza ondas de rádio (radiofrequência) para transmissão de dados entre os dispositivos. Tornou parte da vida de muitas pessoas e empresas, levando em consideração as mesmas funcionalidades de uma rede com fio, mas com algumas características dominantes: flexibilidade, facilidade de implantação, baixo custo.

[ Hits: 40.658 ]

Por: Andrio Prestes Jasper em 01/03/2010


Padrões



Na comunicação, as redes wireless podem usar uma série de padrões (regras que os receptores e transmissores usam para comunicar-se entre si). Cada padrão tem suas vantagens e desvantagens.

As comumente usadas, são:
  • 802.11b - usado por muitos, 802.11b opera na frequência de 2,4 GHz (a mesma faixa de frequência utilizada por muitos equipamentos como: telefones sem fio, babá eletrônica, microondas e dispositivos bluetooth), com taxa de transmissão teórica máxima de 11Mbps em um alcance de ate 100m em ambientes fechados. Foi publicado em outubro de 1999. Suporta, inicialmente, 32 utilizadores por ponto de acesso.
  • 802.11a - dentro dos padrões da IEEE, o 802.11a opera na frequência de 5GHz e com uma taxa de transmissão teórica de ate 54Mbps, também encontramos equipamentos com taxa de transmissão teórica de 72 a 108Mbps (fora dos padrões da IEEE), em um alcance menor que o 802.11b (usando o mesmo tipo de antena), porem, mais estáveis e com menos interferência (devido a ser uma frequência menos usada). O padrão 802.11a foi finalizado poucos dias depois que o 802.11.b, apesar de ter-se iniciado o seu desenvolvimento bem antes do 802.11b). Suporta 64 utilizadores por ponto de acesso.
  • 802.11g - Opera na mesma frequência que o 802.11b (2,4GHz); por ser mais recente, esse padrão pode obter taxa de transmissão teórica de ate 54Mbps (diferente do 802.11b que pode obter taxa de transmissão teórica de no máximo 11mbps). Permitindo que os padrões 802.11b e 802.11g sejam intercompatíveis. Tem os mesmos inconvenientes do padrão 802.11b.
  • 802.11n - esse padrão começou a ser desenvolvido aproximadamente em 2002, mas, a apenas 2 anos foram lançados os primeiros equipamentos com uma versão draft do protocolo. Geralmente os padrões são homologados antes de serem fabricados, porem, o processo do 802.11n se moveu tão lentamente que varias empresas decidiram lançar seus equipamentos no mercado da forma como pensavam que deveriam ser. Recentemente a IEEE concordou realmente em autorizar o seu desenvolvimento, a condição era que esse projeto, no final, seria o verdadeiro padrão a ser utilizado. Em Geral, o padrão 802.11n pode operar na freqüência de 2,4 GHz a 5 GHz com taxa de transmissão teórica entre 65 Mbps a 600 Mbps. Em parte, essa transmissão deriva do MIMO (Multiple-input multiple-output communications) na qual aumenta a transmissão no máximo.

O padrão 802.11n (por ser mais recente e poder usar uma maior frequência) e o padrão 802.11a (por usar uma maior frequência), sofre menos interferência de outros aparelhos.

Os padrões 802.11b e 802.11g, devido a usarem a mesma faixa de frequência, são compatíveis entre si. Sendo a distância alcançada por essas redes influenciadas pelo ambiente e qualidade dos equipamentos.

Existem outros padrões, alem das que foram mencionadas aqui, porem, a não ser por algum motivo especifico, é interessante trabalhar com versões mais populares. Um exemplo de outro padrão é o 802.11e, onde seu objetivo principal é o QoS.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Padrões
   3. Segurança
   4. Conclusão
Outros artigos deste autor

Integração do Hotspot Mikrotik com AD Windows Server 2012

Servidor Fedora 11 de maneira fácil e funcional

PPoE Mikrotik - QoS Dinâmico e Individual

Instalando o Fedora 10

Leitura recomendada

Montando e desvendando redes no Linux

Internet 3G no GNU/Linux

Compartilhamento de Internet via NAT/DHCP (Speedy Home)

Internet no Linux através de celular HTC TYTN II

Configuração do Speedy Telefônica no Slackware 10.2

  
Comentários
[1] Comentário enviado por grandmaster em 02/03/2010 - 00:04h

Bem legal o artigo. Muito bem explicado.

---
Renato de Castro Henriques
ITILv3 Foundation Certified
CobiT Foundation 4.1 Certified ID: 90391725
http://www.renato.henriques.nom.br

[2] Comentário enviado por Lisandro em 02/03/2010 - 14:33h

Bem legal.

[3] Comentário enviado por unidade69 em 02/03/2010 - 23:53h

Bom artigo. Faço redes e posso comentar que esta tudo bem explicado ai.

Valeu!

[4] Comentário enviado por andriopj em 03/03/2010 - 13:52h

Muito obrigado, fico feliz que tenham gostado.
aconselho a lerem as referencias tbm, tem muita coisa interessante

[5] Comentário enviado por root_debian em 02/01/2011 - 19:40h

Boa noite amigo;

Eu me chamo Marcos Santos e trabalho em Telecom, gostaria de uma sugestão sua de livros, uma vez que quero entender as frequências de rádio e como funcionam.
A Empresa que trabalho utiliza transmissão via rádio em determinados pontos para links de Voz.
Ficaria imensamente grato com sua Ajuda.

Muito obrigado!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts