Counter Strike proibido no Brasil

O Governo Federal proibiu a venda do Counter Strike, game que é sucesso desde 1996 e que já esteve tantas vezes em pauta aqui no VIVA O LINUX. Como programador e designer, sustento a defesa da liberdade de criação e expressão. Já pensou se alguém censurasse o seu software?

[ Hits: 13.328 ]

Por: Danilo Gomes de Freitas em 11/02/2008


Liberdade de criação e expressão - MUNDO LIVRE



Com essa medida o Governo Federal não veta apenas o direito de vender uma mercadoria, mas nega a liberdade de compra de um consumidor e suprime por completo a propriedade intelectual.

Não é possível que em um país com alto nível tecnológico, universidades públicas e imprensa livre, ainda tenhamos a CENSURA controlando o que devemos ter em nossas casas.

Fiquei sabendo da proibição através desta notícia:
Quem conhece a história do game sabe que há erros e uma severa massificação em relação a descrição do conteúdo do jogo.

CENSURA + IMPRENSA = VETO

Quem quer defender o mundo livre, o software livre e qualquer outra questão de liberdade, deve começar a não aceitar o controle do que você pode possuir.

E como fica os games livres, será que o governo consegue impedir o nosso download?

Criadores de MOD, podemos dar o troco. Que tal um OpenStrike usando o engine do OpenArena?

   

Páginas do artigo
   1. Liberdade de criação e expressão - MUNDO LIVRE
Outros artigos deste autor

Notebook HP Pavilion DV (família)

Leitura recomendada

Bygfoot :: Agora você é o cartola!

Compile programas para o PlayStation 3 em PC de 32 bits

Desenvolvimento de jogos com Monogame e Monodevelop

Como instalar um servidor de Counter-Strike

Freedroid RPG

  
Comentários
[1] Comentário enviado por marcosmiras em 11/02/2008 - 12:04h

Estou achando que é a nova febre no plenário... já já vira CPI... hehe

[2] Comentário enviado por lulled em 11/02/2008 - 12:30h

Vivemos em um país semi-livre. Em governos de esquerda, como o nosso, é bastante comum tirar a liberdade de escolha da população com impostos altos para financiar serviços que não servirão à todos, como bolsa família, fome zero, bolsa miséria e etc. Ao invés de deixar que a população escolha quais serviços usarão, o governo as forçam - ou deixa com poucas opções, uma vez que já paga um absurdo de imposto - a usar os (maus) serviços públicos.

Proibir um game não é a primeira vez que acontece. Alguém se lembra do Carmaggedon?

E ainda tem os babacas que apoiam governos de esquerda. Vai entender.

[3] Comentário enviado por lulled em 11/02/2008 - 12:32h

A propósito: eu nunca joguei Counter Strike, não por nada, mas por algum motivo nunca fui atrás (e olha que eu gosto de games), mas eu acho a idéia de criar um OpenStrike uma ótima idéia. Se rolar, eu até vou jogar. :D

[4] Comentário enviado por h4shbang em 11/02/2008 - 12:58h

Como se fosse o jogo o causador da violência do Brasil.

[5] Comentário enviado por fenandofilosofo em 11/02/2008 - 13:21h

:)

[6] Comentário enviado por journeyman em 11/02/2008 - 13:55h

AUhaue, isso aqui tá virando discussão política já..
vou acompanhar pra rir um pouco mais....


[7] Comentário enviado por gullit em 11/02/2008 - 14:12h

Esse assunto já vem sendo debatido tem muito tempo...
Só agora resolveram fazer algo, e pra variar, fizeram errado.

[8] Comentário enviado por jsh em 11/02/2008 - 14:30h

Openstrike??
www.promod.com

uns caras pegaram a engine do counter-strike: source
e deixaram com o jeitão do 1.6
Não é open, mas é free.

[9] Comentário enviado por antonioclj em 11/02/2008 - 14:43h

Para esta situação temos a charge.

http://charges.uol.com.br/2008/01/29/cotidiano-game-over/

[10] Comentário enviado por removido em 11/02/2008 - 14:52h

Amigos, existe o Urban Terror, similar ao CS e completamente LIVRE!

O Counter Strike é excelênte, mas, além de ser pago, agora enfrentará esses problemas políticos...

E o Urban Terror não deve nadinha ao CS, roda em Linux (nativamente) e em Windows.

fica a dica!

[11] Comentário enviado por jdarcy em 11/02/2008 - 15:21h

Como tudo no Brasil, isso vai terminar em pizza... iueheheuhueheuhe

[12] Comentário enviado por fjbvn em 11/02/2008 - 15:52h

Concordo em gênero, número e grau com o fenandofilosofo.

Colega criador, veja que a proibição foi um ato da Justiça Federal, não do Governo Federal (Poder Executivo). Acho melhor rever o artigo.

[13] Comentário enviado por britto em 11/02/2008 - 15:56h

Esse rapaz por nick de lulled é um desinformado geral,acho que ele deveria gostar bastante dos governos de direita dos anos 60 70 e 80 os famigerados que levaram o pais a uma ditadura militar onde so havia atraso,injustiça,crime contra o povo e falta de liberdade total.Se em nome da liberdade de expressao deve-se liberar tudo, entao daqui ha pouco vao liberar drogas, assassinatos e outras coisas ruins como forma de expressao.Não ha o que se fazer, na verdade (nós o povo brasileiro nao gostamos de obedecer leis)vide a pirataria que todo mundo tem por normal aqui nesse pais.Sou a favor da justiça e esse jogo e muito má influencia sim.

[14] Comentário enviado por removido em 11/02/2008 - 16:04h

Cara, desculpe mas não li seu artigo, no entanto o q mais me chamou a atenção é o fato de de vc ter o "mesmo nome e sobrenome q o meu".

[15] Comentário enviado por fmpfmp em 11/02/2008 - 16:33h

O problema dessa decisão é que restringe a liberdade de escolha do cidadão, o que caracteriza censura. É pra isso que existe a classificação por faixa etária. Tem muito adulto que joga CS e nem por isso sai matando as pessoas por aí.

E pouco importa se foi o governo, o juiz ou seja lá quem for, e sim que ela está valendo em todo o país. Fica aí então o protesto.

[16] Comentário enviado por wendelhp em 11/02/2008 - 16:43h

A decisao nao foi tomada pelo governo federal e sim por um juiz federal

[17] Comentário enviado por Peter_li em 11/02/2008 - 17:04h

Viva o LULA!!!!

[18] Comentário enviado por Journeyman em 11/02/2008 - 17:55h

Experimentem Tatical Ops: Assault on Terror

É muito parecido com CS, e por ser um mod do jogo Unreal Tournament, roda nativo do linux...

Além de que existe uma montanha de servers brasileiros

[19] Comentário enviado por presto em 11/02/2008 - 17:58h

@fernandofilosofo: e você acredita SINCERAMENTE que no Brasil os três poderes são independentes? Você REALMENTE acredita que o Governo Federal não tem NADA a ver com essa proibição?

Para defender um Governo Tupiniquim, você só pode pertencer a uma (ou mais) das categorias abaixo:
[ ] Acredita em Papai Noel, Coelhinho da Páscoa e Fada dos Dentes
[ ] Ganha bolsa-.*
[ ] É do MST
[ ] É bandido
[ ] É político
[ ] É funcionário público

Antes que você venha despejar mais lixo: como você parece não saber, quem indica o Ministro da Justiça, integrante do seu independente Poder Judiciário, é o Presidente da República, integrante do igualmente independente Poder Executivo.


sed "s/independente/interdependente/g"

@britto: o jogo não inspira violência. O jogo é um ser inanimado. Isso é semelhante a discussão da proibição da venda de armas: "mimimi as armas geram violência!! mimimi".
Ora! As armas não matam pessoas. Pessoas matam pessoas.
Ah! "Atrazo" não existe. Consulte um dicionário.


Apenas complementando: essa ação é idiota e retardada. E quem falar que o jogo gera violência, é igualmente idiota e retardado.
O que gera a violência são anos de corrupção e passividade.
No fim, essa é mais uma medida retardada do Governo para falar que fizeram algo. Afinal, é muito mais fácil falar que "é proibido jogar CounterStrike" do que investir em educação, lazer, saneamento básico, etc., etc., etc.

[20] Comentário enviado por britto em 11/02/2008 - 18:14h

Presto pq pra vc qualquer opiniao contraria a sua tem que vir de retardado ou que acredita em papai noel ou ganha bolsa ou é do mst é (bandido) politico ou funcionario publico?sera que vc nao ja ta jogando CS demais?e por falar em ser inanimado parece que musica tb e inanimada mas o que tem de gente dançando nos bailes funk nao e brincadeira,embora eu nao tenha nada contra bailes funk.e me diga mais:sera que um livro tb seria um ser inanimado que nao influencia ninguem?to achando que vc precisa se integrar mais com o mundo em que vive e deixar um pouco CS de lado.Vc é um exemplo do poder que um jogo idiota tem sobre as pessoas.hahahahah

[21] Comentário enviado por britto em 11/02/2008 - 18:28h

vejam so o que diz nosso amigo presto em seus dados adicionais:Dados adicionais
Profissão: estudante
Habilidades:
sou um adolescente lunático... =]
Descrição:
oi! o/

[22] Comentário enviado por britto em 11/02/2008 - 18:29h

adolescentes lunaticos e CS tudo a ver. huahuahuahua

[23] Comentário enviado por albertguedes em 11/02/2008 - 18:48h

Olha só, eu como muitos aqui acredito, sou gamemaniaco (no bom sentido) desde os 10 anos quando jogava o bom e velho atari.
Já joguei tudo quanto é tipo de jogo, até alguns bem podres e a única sensação que tive era se o jogo era divertido ou não. Mas sempre odiei violencia e nunca me passou pela cabeça que eu posso fazer na vida real o que se faz no game.
Mas deixo o ponto de que sou eu, e graças a Deus eu mantenho a cabeça no lugar, então sobra o resto de malucos ue existem por aí, e o único fator dos games para esses caras, é que os games são uma manifestação lúdica da índole desses pirados. Um cara mata porque sempre teve intensão de matar, e pode ser que o game potencialize uma coisa que já existisse nele. Mas não acredito que o jogo torne alguém são num psicopata.
Acho radical sim a proibição porque os games são um item lúdico, assim como o é um moleque que finje que um cabo de vassoura é uma espingarda quando brinca de policia e bandido.
Por outro lado, os jogos hoje em dia são muito realistas, o que pode provocar uma certa alienação das criança em relação a realidade, por isso sou a favor de colocar uma faixa etária em alguns deles.
Mas assim como é proibida a venda de cigarros e bebidas a menores, e mesmo assim tem butiquins que vendem para crianças sem culpa de conciência, vai ter lugares que vão vender com certeza estes jogos.
A situação é delicada desde a produção até o consumidor final do jogo e deve-se fazer uma discussão muito pormenorizada da situação com participação civíl, mas no Brasil só há manifestação civíl quando há confisco de poupança direto, por que de resto, somos o povo mais passivo do mundo, pois deixamos todo mundo nos roubar e ninguém faz nada esperando que um presidente seja amigo de Cristo para vir nos salvar. Se deixarmos de ser passivos e agirmos mais como uma nação que vive uma democracia - pois democracia é um sistema que nos dá o direito de reclamar, e não de esperar - não teríamos estes incovenientes. Seja Lula ou Enéias, todo presidente é nosso funcionário e deve nos obedecer e não o contrario, e como funcinário - assim como nas empresas - devemos ficar em cima exigindo eficiencia, ou rua.
Sinto cair no assunto política, mas esse negócio do CS é um sintoma de coisas que já acontecem faz tempo, e faz parte de todo o istema político nacional.

[24] Comentário enviado por Teixeira em 11/02/2008 - 18:58h

Não creio que - a essa altura do campeonato - o fato de proibir a comercialização de um game já consagrado (por seus usuários) venha a resolver o problema da violência no país.

No entanto, caso isso fosse verdade, continuam a existir outros jogos socialmente incorretos, como por exemplo o Grand Theft Auto.
Existem outros ainda onde o jogador para pontuar tem que atropelar velhinhas, ciclistas, vacas, etc.

Apenas como ilustração, na Austrália foram proibidos os livros da série Harry Potter "por induzir os jovens à prática da bruxaria"...

E já que falaram nos anos 60 (reparem!), recebemos como herança dos "anos negros" daquela época, os seguintes fenômenos que nos perseguem até os presentes dias:

- O jugo dos bancos sobre o país e o povo brasileiro:

Até aquela época os bancos nos pagavam 6% ao ano para hospedar nosso dinheiro. Os serviços (como são chamados hoje em dia) eram gratuitos.
Hoje em dia cobram até quando telefonamos para eles, mesmo que não saibam dar as informações de que necessitamos.

- O tráfico de drogas e de armas:

O Brasil não produz nem jamais produziu drogas sintéticas.
( Eventualmente poderia haver aguém que tivesse um pezinho de cânhamo plantado em algum lugar no quintal ).
A Taurus fabrica armas aqui e nos Estados Unidos, mas incrivelmente não há contrabando de Taurus, mas de armamento e munição militar.

Alegam alguns (para explicar a chegada de tantas armas) que nos Estados Unidos "qualquer um" pode comprar armas e munições.
Isso é verdade, em parte:
Um cidadão americano nativo pode até comprar uma bazuca, por exemplo. Mas se começar a comprar munição para ela, certamente será alvo de investigações por parte das agências competentes.
Portanto, não é bem assim que a banda toca...

- E sobretudo a perda de orgulho do brasileiro em ser brasileiro.

Vamos nos lembrar que no início dos anos 60 o Brasil era "o máximo" no futebol, nas artes cênicas, na música, na tecnologia, na culinária.
Não tinha pra ninguém!...
Brasileiro "lá fora" tinha seu valor (e não tinha fama de parasita, trambiqueiro, travesti ou, mais modernamente, terrorista).


[25] Comentário enviado por removido em 11/02/2008 - 20:51h

OpenStrike? Gostei da idéia! Me livraria definitivamente do wine!

[26] Comentário enviado por presto em 11/02/2008 - 22:06h

@britto: Não me importo se ninguém for contra o meu ponto de vista. Me importo se alguém vai contra a lógica.
De acordo com os seus "sólidos" argumentos, ao ouvir Nirvana eu estou fadado a estourar meus miolos com uma 12... Acho que está na hora de você começar a rever seu conceito de "lógica".

Outra coisa: releia meu comentário. Eu não disse que "quem não concorda comigo não é bandido/político/funcionário público/acredita em Papai Noel". Eu disse que quem _defende_ um governo brasileiro se encaixa em uma dessas características.

Voltando aos seus sólidos argumentos de que um jogo/música/livro influencia pessoas: eu jogo RPG há 6 anos. Tenho um anão meio-bárbaro, meio-guerreiro, nível 15. Ele usa uma espada bastarda de duas mãos com 2d6+6 de dano, bônus (total) de ataque de +22, ~250 de vida, CA de 35. Estranhamente, eu nunca saí cortando a garganta de pessoas aqui em Curitiba, como meu anão costuma fazer. Ou seus argumentos são tão sólidos como uma gelatina ou então eu estou com sérios problemas mentais por (ainda) não ter encarnado umas informações de uma folha de papel...

EDIT: Antes que fale "Rá! Eu sabia! Ele joga CS MESMO!". Não. CS _não_ é RPG. Eu jogo D&D, terceira edição.

[27] Comentário enviado por jacksonbraga em 11/02/2008 - 22:14h

não sou a favor de governo e nem de censura, mas o caso do counter-striker, mesmo sendo um jogador e tenho ele em meu pc, e estou sempre jogando, de certa forma um jogo pode muito bem incentivar uma criança a violencia dependendo de sua idade e seu ambiente de convivio, e só tomar como o exemplo os arabes que influenciam suas crianças a violencia e ao odio ao ocidente, acho que cada caso é um caso mas que jogo deve ser verificado por faixa etária sim. isto não é censura, apenas bom senso.
você não vai compra para seu filho de 6 ou sete anos, filmes pornô, e muito menos, facas e canivetes para seus adolescente.
você coloca cada coisa no seu lugar e jogo também vicia e condiciona, querendo ou não.
sei porque ja fui proprietário de uma lan e meu maior publico era crianças entre 10 e 15 anos.
e verificava o cotidiano de todos até dos mais velhos que frequentavam entre 17 e 25 anos.
tenho isso por experiencia própria.

[28] Comentário enviado por lulled em 11/02/2008 - 22:14h

@ britto

Não seja ignorante. A Direita política não é ditatorial como a que tivemos no Brasil. E a "Direita" da época dos militares era somente no sentido de se opor a esquerda, e conservadora no campo "moral". Quer falar besteira, fale, mas não venha querer corrigir os outros num campo que você não faz idéia. Sugiro que leia sobre Conservadorismo e Libertarianismo antes de sair falando asneiras.

E só para completar: o jogo é violento e influenciador? Depois eu que "queria fazer parte do Governo militar". Certamente nunca ouviu falar em liberdade de expressão, liberdade de jogar o que quiser, como quiser, quando quiser e se quiser. Não seria de se espantar que tivesse uma bandeira do Che QuerVara na parede do quarto.

Ps.: Não vou prolongar esta discussão no campo político, mas não tive como não responder a este indivíduo. Portanto, não vou discutir política com você, Britto, aqui neste forum.

[29] Comentário enviado por presto em 11/02/2008 - 22:32h

@jacksonbraga: concordo quase 100% com você. Eu ainda não acho que um jogo vá influenciar alguém a pegar a 38 do pai e dar um tiro na jugular da vizinha. Eu acho que o ambiente, a sociedade, a educação do indivíduo e o exemplo familiar (para citar um universo extremamente isolado) determinam que o cara vai ser violento ou não.

Citando mais um exemplo da minha maravilhosa e "experiente" vida: quando eu tinha meus 6 ou 7 anos, eu me divertia arrancando a cabeça das bonecas da minha irmã mais velha... Há 3 ou 4 anos minha diversão era prender aranhas com uma chave de fenda e arrancar suas patas com uma pinça. Carbonizá-la em seguida. Hoje eu jogo jogos _extremamente_ violentos (D&D* e Xadrez*) e _nunca_ matei ninguém.

Se jogos/livros/músicas influenciassem alguém a matar pessoas, eu já teria uma "pequena" coleção de cabeças humanas empalhadas no meu quarto...

*D&D e Xadrez são violentos sim. Qualquer coisa que envolva o psicológico é _extremamente_ violento. Que tal uma verdadeira guerra de vida ou morte? Isso é o Xadrez...

EDIT: @jacksonbraga: classificar os jogos por faixa etária: perfeito. :-)
Mas eu volto no ponto: é mais fácil proibir um jogo do que investir onde deve ser investido.

[30] Comentário enviado por f_Candido em 11/02/2008 - 23:38h

Acredito que censura seja a pior das hipocrisias. O que sempre acontece, mesmo que seja de forma disfarçada. Infelizmente esta chegando ao ramo de TI também.

Abraços

[31] Comentário enviado por segalla em 12/02/2008 - 01:18h

se um jogo incita violencia, um presidente como esse incita ao alcoolismo e ao banditismo.

posso ate aceitar a censura do jogo desde que o molusco renuncie a presidencia.

[32] Comentário enviado por luizhacker em 12/02/2008 - 02:19h

Daqui a pouco censuram o Windows, incita a pirataria!

[33] Comentário enviado por izavos em 12/02/2008 - 03:01h

Desemprego, Miseria, Fome, Descazo Total Dos Varios Governos !
Isso nao gera violencia ?
Sera que o pessoal do C.V , PCC e CIA, jogavan muinto PAC-MAN quando eran mais joves ???
Trabalho no Brasil e valorizado ?
Porque um Alemao um faxineiro que certamente ganha mais que um Engenheiro no Brasil iria fazer com um salario de fome que nos dao de ismola ?
Isso nao gera violencia ???
Porque passa fome em casa se posso ter outros meios de ganhar dinheiro ???
Sera que tirar o CS do ar vai adiantar alguma coisa???
Ta tudo rezolvido ????????
Se voce for capaz de responder e assima de tudo resolver essas questoes, parabens voce acaba de salvar o Brasil de si mesmo !!!
Tenha santa passiencia, capaz de me privarem o direito de livre pesamento e expresao !



[34] Comentário enviado por lulled em 12/02/2008 - 08:03h

@segalla
Falou tudo agora. O fato é que a corda sempre arrebenta do lado do mais fraco. Por que este juiz não proibiu o funk carioca de circular por aí? Por que ele não tem culhões para fechar um baile funk? Porque isso é o ópio dos brasileiros. Para mostrar serviço, é mais fácil proibir um jogo do que proibir uma (má) cultura.

[35] Comentário enviado por engos em 12/02/2008 - 10:38h

Essa palhaçada acontece há muito tempo, desde que um retardado entrou no Shopping Morumbi em SP com uma sub-metralhadora, descarregou todo o pente, foi preso e constataram que ele era fã de carteirinha do Duke Nuke e Quake.

Por mais que eles proibam, vejo a preocupação com isso como nula, já que estamos no país onde a pirataria e as leis com relação a isso são brincadeiras que não dão em nada.

As grandes lan-houses podem ser prejudicadas (talvez), mas as pequenas nem vão ligar para isso.

Com relação ao governo tomar esse tipo de ação unilateral não vejo o porque do alarme, já que sempre foi assim.

Como acho CS uma porcaria por mim é indiferente, mas para quem gosta do jogo basta registrar um dominio, fazer um site e recolher milhares de nomes, assinaturas com CPF's e RG's e mandar para o responsável, para os noticiários etc que eles acabam cedendo a pressão do povo, sei que isso é complicado, mas é totalmente possível, ou já se esqueceu do Fernando Color?

[36] Comentário enviado por nissieloin em 12/02/2008 - 10:50h

Quero acompanhar pq tá legal pra rir...

[37] Comentário enviado por dastyler em 12/02/2008 - 11:04h

Achei um abuso e um absurdo a proibição do CS. Acho que deveriam limitar a idade, isso sim, por exemplo, limitando o jogo apenas para maiores de 18 anos.

[38] Comentário enviado por juliofsn em 12/02/2008 - 11:34h

dastyler, o Brasil já tem uma lei que regulamenta a classificação dos jogos. O problema é que a justiça acha que ela é insuficiente, afinal não se pode controlar o que o brasileiro faz dentro da sua casa.

Mas na minha opinião, então deveriam proibir filmes violentos nas locadoras também, afinal ninguém sabe se uma criança não vai assistir em casa.

Aproveitar e também proibir livros violentos como Hamlet e outros horríveis que só servem pra tornar nossos jovens violentos.

Ou jogos como War que incitam a guerra, ou Banco Imobiliário que prega o lucro.

Se nem educadores que estudaram anos pra isso se entendem sobre se jogos influenciam, por que esse juiz achou que sabe mais?

[39] Comentário enviado por cassimirinho em 12/02/2008 - 11:52h

Desde quando o que é proibido no Brasil é realmente proibido?
Tivemos o desarmamento, mas e daí? Vejo as mesmas pessoas armadas como sempre.
Drogas também são proibidas, mas e daí? Vejo as mesmas pessoas usando-as como sempre.

Isso aqui vai ser uma longa discussão...
Enquanto isso os ladrões políticos vão continuar rindo e roubando de nós.

[40] Comentário enviado por alexmikol em 12/02/2008 - 12:06h

?comentario=
Bem, se formos olhar todos os comentários deste tópico, vamos chegar a conclusão que ele tbm gera violência e por isso deve ser proibido, pois há usuários que pela falta de TOLERÂNCIA ja estão a beira da agressão (espero que não se encontrem no mundo real!), muitos fatores levam a agreção, INTOLERÂNCIA, FALTA DE EDUCAÇÃO, FOME, MEDO, enfim posso passar o dia pondo aqui fatores de risco, mas este não é o caso.

Se o jogo realmente gera a violência, eu acho que não, a falta de ESTRUTURA da pessoa sim pode influenciar muito, uma boa educação FAMILIAR e depois a escolar, possibilidade de viver dignamente com alimentação, saúde, paz, amor e outras coisas mais tornam o homem mais HUMANO.

Gosto muito de jogos, já joguei CARMAGEDDON, COUNTER-STRIKE, DOOM e tantos outros e vejo neles apenas o lazer, a possibilidade de estar com amigos, mesmo que um em uma sala e outro no outro andar, na sua casa, etc, reunidos para BRINCAR, desestressar se é que esse termo existe, poder rir da cara um do outro depois que o jogo acaba.

Respeito a opinião de quem não goste de jogos, eu não gosto de quem fuma, nem por isso saio dando porrada em fumantes, se estou incomodado, saio de perto.

Devemos ver nos outros as diferenças e aceitá-las, viver em paz é fácil, só precisamos um pouco mais de calma e, é esta calma que eu desejo a todos comentaristas, senão logo-logo os fóruns, listas de discussão, chats estarão proibidos!

Fui...........

[41] Comentário enviado por danilofreitas em 12/02/2008 - 12:41h

Olá a todos, primeiro, não sou um desenformado, antes de postar o artigo, eu li a constiuição federal, e também li os autos do mandato que ordenou o recolhimento dos games em Goiania.

O fato é que a lei foi decretada em Goiania, mas sua validade é de âmbito nacional.

Meu nick, para quem comentou, não julga meu nivel de conhecimento em informática. Enquanto muita gente estava com suas mamadeiras em seu berço, eu programava em assembly.

Outra questão importante. Para quem faltou a escola, o texto não é especificamente sobre games, é uma intelecção sobre direitos de propriedade intelectual. MUITA GENTE PRECISA DE AULAS DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO. O game está proibido no brasil justamente por interpretações erroneas e de má intenção.

Para todos que entenderam e realmente contribuíram com o assunto, acho interessante o uso de engines open source para a produção de games, pois o mercado de games multi-plataforma está crescendo e precisamos contribuir.

Sobre assuntos relacionados a presidentes, senadores ou qualquer outro representante do governo, aconselho procurar algum fórum apropriado.

Em relação a violência, diversos desenhos animados são violentos.

Agradeço as críticas fundamentas.
Até mais

[42] Comentário enviado por luizrosalba em 12/02/2008 - 12:52h

se eles vetam CS imagina quando eles verem GTA !!!

cara , O QUE ME DEIXA P... EH QUE SÃO ESSES M... QUE GOVERNAM NOSSO PAIS!! ELES REPRESENTAM A NATA INTELECTUAL , A PONTA DA NOSSA NAÇÃO OS MAIS INDICADOS PARA ORIENTAR NOSSO GRANDE POVO AO DESENVOLVIMENTO !!

BRASIL , PAÍS AONDE SE TAPA O SOL COM A PENEIRA!!!!!! meu deus ....



[43] Comentário enviado por lulled em 12/02/2008 - 13:27h

E o que aconteceu com quem comercializava o jogo? Foi reembolsado?

[44] Comentário enviado por eduardo_abjr em 12/02/2008 - 15:00h

?comentario=Diga não a censura.
Liberdade está aonde??? Qual a diferença entre este infeliz Juiz e um milhitar durante a ditadura???

[45] Comentário enviado por britto em 12/02/2008 - 15:05h

Alguem sabe me informar se nos paises desenvolvidos e ditos democraticos como os EUA,Inglaterra,França...ja houve proibição de alguma coisa e que as pessoas por costume de obedecer as leis concordaram?será que aqui no nosso pais nunca as pessoas vao se convencer que as pequenas coisas quando juntas tem um valor muito grande?na verdade nós nos sentimos mal com a imposição de qualquer lei,seja ela no transito seja ela nos jogos seja ela onde for(lei nesse pais incomoda demais).Voces sabem pq as crianças acreditam em papai noel e outras lendas?pq houve algo ou alguem que disse a elas que existe,portanto e muito facil de se imaginar que uma pessoa que esta formando seu carater sofra influencia tanto dos pais que dizem que papai noel existe quanto de um livro que diz uma outra bobagem e tb de um jogo que passa a ideia que matar outra pessoa e comun e aceitavel.Sou contra esse tipo de jogo.Para aqueles que acham que os outros paises sao um conto de fada em termos de liberdade imagine se uma lei dessas que vou colocar o link a seguir(Reino Unido estuda banir internautas que fazem download ilegal)chega aqui no Brasil!!!ta aí o endereço pra quem quiser olhar http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u371692.shtml

[46] Comentário enviado por aprendiz_ce em 12/02/2008 - 15:10h

Confesso que fico com os "olhos cheios de lágrimas" com uma noticia dessa... A liberdade é o maior bem do ser humano, devemos lutar sempre por isso... Cabe a cada um de nós escolher o que nos faz bem ou mal, apenas devemos ficar atentos se as nossas escolhas não serão maléficas a terceiro. Ou seja, o meu bem estar jamais deverá ser o seu mal estar.

[47] Comentário enviado por daigo em 12/02/2008 - 16:00h

Eles podem ter proibido a venda, mas n tem como proibir o uso d quem já comprou. Trabalho numa Lan, q infelizmente é Ruindows, e nem por isso tiramos o jogo. Proibem a venda, mas n proibem o uso d quem já comprou. Ou por acaso eles vão devolver o dinheiro d quem comprou?

[48] Comentário enviado por lugigo em 12/02/2008 - 16:23h

No brasil, costuma tomar medidas paliativas em todos os sentidos, o governo como um todo "municipal, estadual e federal", utiliza da máquina estatal em benefício próprio, e quando apareçe na imprensa algo de irregular se faz um grande estardalhaço, mobiliza-se autoridades e no final nada acontence, o judiciário finge que faz justiça, no final os juízes "entendem" algo que ninguém consegue entender e inocenta os bandidos ou condena inocentes, quem faz as leis ou seja os legisladores são na sua maioria bandidos arrolados em processos criminais, onde os juízes "entenderam" que eles ainda naõ podem ser condenados, afinal roubar o erário público não é crime no brasil, se praticado por políticos é claro, se você cidadão comum roubar um pão por fome "não estou defendedo o roubo de alimentos", mas o juíz com certeza entenderá que você é o pior criminoso e o condenará a décadas de prisão, pois se você não tem dinheiro para comprar um pão não poderá pagar um advogado bom o bastante para impressionar o juíz, por outro lado o judiciário sempre reclama de falta de verbas e condições para trabalhar corretamente no entanto o que tenho visto é quando o problema é para o cidadão comum, o judiciário leva anos para entender algo muito simples, já quando o envolvido é alguém da "comunidade judicial", ai a coisa muda completamente e as soluções são rápidas e não cabem recursos, enfim entra em ação o corporativismo e a impunidade se propaga a olhos vistos e ai daquele que contestar a decisão do "deus juíz", pois se me lembro bem o promotor que matou em um caso recente no litoral paulista um rapaz, sua condenação foi "nós vamos pagar o baixo salário dele pro resto da vida" realmente uma punição exemplar, provavelmente eu terei problemas por estar expressando meu livre pensamento afinal estou falando mau dos deuses.

Sei que este não é o lugar certo para protestos políticos ou pensamentos fora do assunto tecnologia, mas é indignante saber que um juíz proíbe algo que não conhece, entende, ou se quer sabe do que se trata apenas pelo fato de ser ele um juíz.

Porém sou obrigado a concordar com este brilhante magistrado, antes do Counter Strike ser lançado, não havia criminalidade no Rio, em SP não existia o PCC "e ainda não existe - nas palavras das autoridades", nunca um bêbado havia dirigido e matado pessoas, etc, etc, etc....

[49] Comentário enviado por britto em 12/02/2008 - 17:13h

Caro lugigo essa mesma situação se repete por parte do proprio povo,quando um que tem dinheiro discrimina o que nao tem dinheiro pra comprar um pão,quando nos somos multados e damos um cala a boca ao guarda,quando nao obedecemos as leis a duras penas.Na verdade eu acho que nosso povo não tem ainda uma noção de (Nação),aqui cada um faz seu país e suas leis,em parte concordo com vc mas e bom lembrar, que a corrupção começa com o corruptor e esse nós sabemos bem quem é.

[50] Comentário enviado por lulled em 12/02/2008 - 17:39h

@mardonio
Este tipo de decisão é tomada no Brasil porque o brasileiro não está acostumado (e também não faz a mínima questão) de uma coisa chamada: Liberdade.

Tem que botar a sela neste povinho mesmo, porque aceita tudo passivamente.

[51] Comentário enviado por removido em 12/02/2008 - 21:49h

Já perceberam o quanto de discussão isto veio a calhar aqui?

Isto é só um jogo, nada mais, quem falar que influencia não está falando a vedade, então por favor, aos mais entendidos, proíbam o desfile de carnaval, pois ele então "pode influenciar" menininhas a saírem nuas nas ruas, é pura demagogia tudo isto, vivemos em uma imensa demagogia, só poucos percebem isso. Vocês já viram o preço dos alimentos? o "acordão" que está envolvendo o PT e o PSDB no "congresso das fadas" por causa dos cartões corporativos? é com isso que devemos nos preocupar!

[52] Comentário enviado por fenandofilosofo em 12/02/2008 - 22:37h

...

[53] Comentário enviado por danilofreitas em 13/02/2008 - 00:33h

Acho muito interessante que as pessoas consigam dizer o que pensam, mas me chamar de adolescente lunático sem me conhecer é algo um por indigno, com todo respeito. Não quais são os seus problemas pessoais Sr. 'fenandofilosofo', mas acho que deveria cuidar deles antes de sair ofendendo as pessoas.

Infelismente, a wikipédia não é o livro de leis no Brasil, aqui usamos a constituição federal. Temos também medidas provisórias, mas como o senhor é super adulto (4 anos mais velho que eu), pode consultar a wiki pt...

Agora respondendo aos que são educados...

Acho que o caso é mesmo de VETO. Ao passo que estamos indo, com as medidas para controlar canais de TV por assinatura por exemplo, chegaremos ao passado, com ditadura e censura descarada.

Mas não se preocupem, o carnava, como comentou o nosso amigo 'Soyuz ', infelizmente não será proibido, pois ele serve para ludibriar o no POVO SOBERANO...

Alguém sugere algo para fazer em relação a proibição do game?

[54] Comentário enviado por removido em 13/02/2008 - 11:24h

Na minha opinião, Proibir é uma substimação a minha inteligência. EU sei o que é bom ou ruim pra mim e minha família, a pergunta é: Será que todos sabem? Deveriam saber...
Assim, remetemos esse problema a origem de quase todos os problemas brasileiros: educação.

[55] Comentário enviado por fenandofilosofo em 13/02/2008 - 11:42h

Caro Sr "DaniloFreitas", eu não o chamei de 'adolescente lunático'. Esse adjetivo eu atribui ao sr 'presto', sendo que o adjetivo está na própria descrição das habilidades que o 'presto' diz ter em seu perfil aqui no VOL. Certamente seria muito indigno da minha parte dizer algo sobre você sem que eu te conheça.
Eu citei a Wikipedia por que foi o dado mais fácil de encontrar. Mas como isso não bastou para você, mostro-lhe a Constituição, a qual você mesmo diz ser o livro de leis do país. Se olhar o Título III, intitulado "Da organização do Estado", Capítulo 3°, intitulado "Do Poder Judiciário", em sua Seção I, intitulada "Disposições Gerais", você confirmará os dados da Wikipedia.
Em especial o artigo 99 em seu parágrafo enunciador prescreve
"Art. 99. Ao Poder Judiciário é assegurada autonomia administrativa e financeira."
Consta também no Título I, denominado "Dos Princípios Fundamentais" em seu artigo 2° o seguinte texto:
"Art. 2º São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário."

Abaixo segue o link para Constituição do Brasil.
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constitui%C3%A7ao.htm

Eu não questiono seu texto em relação ao fato de ser uma decisão arbitrária. O que questiono é o fato de você atribuir culpa para uma instância de poder que não é a responsável pelo 'VETO'. Assim também como não é de responsabilidade do Governo as leis no Congresso para o controle da TV por assinatura. Ora, tal proposta de lei está no congresso e é de autoria do Sr. Paulo Bornhausen do partido Democratas de Santa Catarina, de oposição ao governo. A primeira proposta foi modificada por um substituto de projeto de lei, cuja relatoria é do dep. Wellington Fagundes, do PR de Mato Grosso. Portanto não se trata do Governo, mas do Poder Legislativo. Em relação à proposta sobre a TV, ela não é apoiada por mim. Caso queira averiguar, o projeto é o 29/2007 e é facilmente encontrado na internet.

Concluo dizendo que você se confundiu ao entender minha resposta ao 'presto' como se ela fosse dirigida a você e se confundiu em relação à distinção de poderes.

[56] Comentário enviado por presto em 13/02/2008 - 14:46h

@fernandofilosofo: Wikipedia é fonte confiável de informações agora?
Faça o favor...

Mas se você quer continuar acreditando que Legislativo, Executivo e Judiciário são coisas independentes no Brasil, vá se tratar.

Mas reconheço: viajei na maionese ao colocar uma relação do Ministro da Justiça com o Judiciário...

Mas você viajou na maionese ao afirmar que os três poderes são, mesmo, três poderes, nesse gigante povoado que, por conveniência, chamamos de "Brasil"...

Não era para se esperar menos de um filósofo... Falha minha...

off-topic: Interessante notar como o que eu escrevo no meu perfil pode ser usado como referência para qualquer coisa... :-) Vou colocar "dono do mundo" ou "criador do Linux"...

[57] Comentário enviado por britto em 13/02/2008 - 21:59h

Caro fernandofilosofo vc plagiou minha descoberta rsrsrsrsr quem descobriu e comentou que o presto é lunatico fui eu, portanto respeite meu direito estou aqui de volta para reclamar esse feito,hahahah aí esta a prova
(Comentário enviado por britto em 11/02/2008 - 18:28h:

vejam so o que diz nosso amigo presto em seus dados adicionais:Dados adicionais
Profissão: estudante
Habilidades:
sou um adolescente lunático... =]
Descrição:
oi! o/

[58] Comentário enviado por PCMasterPB em 13/02/2008 - 22:11h

Esses cara que fazem isso esquecem que as leis devem proibir/inibir/punir quem faz as coisas erradas. Pense na seguinte situação, um cara mata o vizinho usando um cutelo, ae os cara proibem o uso/venda do utensílio ao invés de ir atrás e punir realmente quem o usou de maneira indevida.

E da-lhe Brasil. Continue assim e daqui a pouco teremos uma sociedade reprimindo a liberdade de quem merece por causa de uns poucos manés.

É triste. ;D

[59] Comentário enviado por PCMasterPB em 13/02/2008 - 22:13h

No exemplo acima, como será que quem trabalha usando o cutelo, no caso o açougueiro, iria receber esta medida infeliz?

Isso pode acontecer em qualquer área, basta pensar um pouco. ;D

[60] Comentário enviado por porongo51 em 14/02/2008 - 00:05h

A melhor censura é a dos pais... Eles podem decidir o que é bom para seus filhos ou não... O governo não pode proibir alguém de usar um jogo inofensivo... Pq ao invés disso não proibem de aumentar seus próprios salários... que é muito mais imoral que um simples jogo?

[61] Comentário enviado por azeitona em 16/02/2008 - 17:35h

manda essa powa de governo se fud. cambada de ladrão num tem + nada que fazer dai fica criando leis de viad.
pq eles não proíbem a bebida alcoólica pra menores o cigarro pra menores
baladas e etc
carnaval quando vários adolescentes e ate crianças se embebedando se drogando
quantos milhões o governo gasta com besteiras tipo carnaval pq ele nao usa essa grana pra acabar com a miséria do pais

melhor pq eles não proíbem a miséria do pais a Fome e tantas coisas que nosso Brasil tem de ruim

governo cuida de suas vidas deixa que da tecnologia cuida nos geeks

[62] Comentário enviado por robsonpc em 21/02/2008 - 20:08h

Censura os progrmas de violencia na tv, como linha direta!!!! Isso sim ensina nego a matar!!

[63] Comentário enviado por ronaldubuntu em 21/05/2009 - 11:55h

Ei cara pois então o Urban Terror é muito parecido com o cs, é só vc emular com o Wine ou outro que preferir.

Eu não sabia que era proibido, valeu pela observação.

VALEU!!

[64] Comentário enviado por k33p em 13/10/2009 - 03:55h

Problema sempre foram as lan houses..


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts