Configurando um servidor de e-mail para pequenas redes

Nos dias atuais o email é uma das ferramenta mais utilizadas para nossa comunicação. Neste artigo abordaremos a configuração de um servidor de e-mail para intranet utilizando o sendmail em conjunto com o fetchmail e procmail.

[ Hits: 123.326 ]

Por: Eduardo Assis em 29/08/2003 | Blog: http://www.proredes.com.br


Configurando o procmail



O arquivo de configuração é algo parecido com:

PATH=/bin:/usr/bin:/sbin:/usr/sbin:/usr/X11R6/bin
INBOX=/home//mail/INBOX
MAILDIR=/home//mail
DEFAULT=$MAILDIR/INBOX
LOGFILE=var/log/procmaillog


:0
        * ^Subject:.*vendedor1*
        ! [email protected]

:0      * ^Subject:.*vendedor2*
        ! [email protected]

# Este exemplo copia que contenham no Subject a palavra
# vendedor1 ou 2 , e fará um bounce (repassará) para o
# mail interno de cada vendedor.

:0

        * ^To:[email protected]
        ! [email protected]

# Esta última regra é no caso de alguma mensagem não ser
# pega pelos filtros acima seja mandada para uma conta denominada [email protected]
# É necessário que alguém verifique esta conta, para dar destino a estas
# mensagens.

#no final do arquivo coloque estas linhas:

:0
$INBOX

Pronto, agora temos uma solução de servidor de email interno funcionando, bastará acrescentar no script por discagem por demanda, ou configurar um intervalo de tempo para o comando do sendmail despachar sua fila de envio de email. O comando utilizado é:

sendmail -q

Agora basta que os usuários baixem as contas recebidas que estão no spool do servidor local. E para mandarem, bastará digitar a mensagem, e mandá-las para o servidor local, que este ao receber o comando sendmail -q irá despachar os mesmos para a internet. E no caso de compartilhar uma mesma conta na internet para dois ou mais usuários, o procmail separará as mensagens de acordo com a regra estabelecida.

Para efeito de testes e monitoria, utiliza-se a verificação dos logs para sabermos o que está ocorrendo em nosso servidor, para isso os logs destes.

Para verificar o log do sendmail, veja o arquivo:
  • /var/log/maillog
Do fetchmail o log é gravado em:
  • /var/log/fetchmailog
e do procmail em:
  • /var/log/procmaillog
Verifique estes arquivos para ter certeza que tudo funciona de acordo, ou no caso de problemas, para verificar o que está errado. Pode-se verificar o andamento do servidor, com um terminal rodando o tail, por exemplo:

# tail -f /usr/log/maillog

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Entendendo
   2. Como funciona o processo
   3. Instalando os pacotes necessários
   4. Configurando o sendmail
   5. Configurando o fetchmail
   6. Configurando o procmail
   7. Conclusão
Outros artigos deste autor

VPN no Conectiva 8 com o PPTPD

Cadastrando usuários no Linux e Samba via PHP

Xdialog - Programação Gráfica Útil

Shell script com PHP

Configurando mais de um IP por placa de rede

Leitura recomendada

CoyoteLinux :: Compartilhando internet com um disquete

Configurando conexão Speedy no Slackware 10

Datagramas IP (Protocolo Internet)

Tomcat com URL limpa

Interoperabilidade monitorando servidores e estações Windows com servidor Linux usando MRTG

  
Comentários
[1] Comentário enviado por davialberto em 10/12/2003 - 10:58h

Ola, para a minha rede poder enviar e-mail para internet eu tenho q ter isto configurado ??

# sendmail.cw - include all aliases for your machine here.
nome_do_servidor RELAY ---> Seu Domain Name aqui.
192.168.0 RELAY ---> O IP da sua rede interna aqui
localhost.localhost RELAY

# mcedit /etc/relay-domains
192.168.0 RELAY --> seu ip interno de rede
domain RELAY --> nome de seu servidor

O que seria esse 192.168.0 ????
Obrigado
Davi

[2] Comentário enviado por jabs em 16/12/2003 - 11:13h

ker dizer se eu tiver 100 usuarios terei ke cadastrar um por um na configuracao do fetchmail?

[3] Comentário enviado por butters em 22/05/2004 - 10:20h

isso naum funfa....

[4] Comentário enviado por martinsmc em 24/06/2004 - 14:27h

Funciona sim :)


Contribuir com comentário