Configurando o Squid no Kurumin

Neste artigo mostro a facilidade de instalação e configuração do Squid utilizando o kurumin, uma distribuição brasileira. Com simples configurações você poderá liberar ou bloquear determinadas páginas ou assuntos, gerando assim uma camada a mais de proteção para a sua rede.

[ Hits: 68.318 ]

Por: Thiago da Silva Christofoli em 28/03/2004


Instalação / Configuração



Por padrão, depois que é instalado o Kurumin, o mesmo vem com vários pacotes de instalação para gerenciamento e um deles é o Squid. Clicando no menu K e indo em "Configuração do sistema" -> "Configuração dos servidores", veremos muitas opções interessantes de gerenciamento de uma rede, tais como: Samba, FTP, firewall e o que este artigo está tratando, o Squid. A opção que devemos escolher é:

Configuração do sistema
  -> Configuração dos servidores
          -> Instalar/configurar servidor proxy (Squid)

Clicando nesta opção será aberta uma janela, (um script) com as seguintes opções:
  • instalar: instalar o servidor proxy Squid e o SARG (sendo sarg o visualizador de páginas acessadas).
  • iniciar: iniciar o servidor Squid (depois que o mesmo já tiver sido instalado não é necessário clicar sempre nesta opção, pois o Squid é iniciado automaticamente).
  • parar: parar o servidor Squid (opção muito boa quando você não quiser que os usuários acessem a internet).
  • configurar: editar o arquivo /etc/squid.conf.
  • proxy_transparente: habilita o recurso proxy transparente do Squid .
  • palavras_proibidas: bloqueia páginas com palavras específicas.
  • SARG: atualizar e exibir o relatório de acessos ao servidor.
  • manual: consultar tutorial de configuração.
  • sair: fecha esta janela de configuração.

Para instalar o proxy é simples, basta clicar na primeira opção e o Kurumin se encarrega de fazer o resto, realmente é muito simples, existem diversos scripts que agilizam a operação.

Depois de instalado basta abrir o arquivo relacionado a páginas proibidas (sexta opção do menu acima) e digitar as páginas ou assuntos que você não quer deixar o usuário acessar.

Exemplos: bate papo, chat, sexo, pedofilia ou páginas específicas, como: www.playboy.com.br, www.microsoft.com.

Existem diversas opções de configuração que podem ser feitas com o Squid, tais como restringir acessos, acessos determinados por hora, restringir downloads. Depois de instalado e configurado nos browsers você poderá testar estas opções.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalação / Configuração
   3. Configurando os navegadores
   4. Conclusão
Outros artigos deste autor

Linux: Uma ótima opção para sua empresa

Como construir um firewall de baixo custo para sua empresa (parte 2)

Como construir um firewall de baixo custo para sua empresa (parte 3)

Como criar um firewall de baixo custo para sua empresa

Leitura recomendada

CBQ sem medo

Virtual Host com Apache + SSL

Qualidade de Serviços para Gateways Linux (QoS)

Configurar Speedy Home na distribuição SuSE 10

Servidor de Internet, Firewall, Logs - Ubuntu 10.04.3 LTS Lucid Lynx

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts