Compilação, empacotamento, instalação e configuração do WINE-dev

Este artigo trata da compilação e instalação da última versão do WINE (Wine Is Not Emulator).

[ Hits: 27.998 ]

Por: edps em 03/06/2011 | Blog: https://edpsblog.wordpress.com/


Alguns programas



Abaixo veremos alguns programas instalados e rodando sem problemas sobre esse Wine-dev. FormatFactory convertendo alguns clipes para .3gp:
Linux: Compilação, empacotamento, instalação e configuração do WINE-dev
VLC rodando um clipe do Wilco:
Linux: Compilação, empacotamento, instalação e configuração do WINE-dev
DVDShrink lendo um DVD da série FRINGE:
Linux: Compilação, empacotamento, instalação e configuração do WINE-dev
Mp3Tag:
Linux: Compilação, empacotamento, instalação e configuração do WINE-dev
SoftMaker Office 2008 registrado:
Linux: Compilação, empacotamento, instalação e configuração do WINE-dev
* na época obtido através desse link: http://migre.me/4Ftms

Desktop CrunchBang Statler|Debian Squeeze com AIMP rolando Gary Moore (Rest In Peace) e o game BrickShooter Egypt:
Linux: Compilação, empacotamento, instalação e configuração do WINE-dev
Uma das vantagens do Wine é que assim ao menos temos alguns programas com funcionalidades superiores a alguns disponíveis desse lado livre, num exemplo, o ImgBurn.

Assim não preciso instalar o inigualável K3B num ambiente onde o GTK predomina e muito menos utilizar softwares fracos se comparados com ele, como o Brasero, GnomeBaker e o XfBurn e tampouco preciso recorrer a linha de comando para as tarefas de criação|gravação de imagens .iso, etc.

Isso sem falar em ter instalado um S.O. apenas para algumas tarefas triviais.
Linux: Compilação, empacotamento, instalação e configuração do WINE-dev
Linux: Compilação, empacotamento, instalação e configuração do WINE-dev
Exemplificando:
Com isso não é minha intenção encorajar o uso de tais softwares e sim apenas demonstrar que dá para conviver muito bem com o melhor dos 2 mundos sem precisar radicalizar.

É isso aí pessoal, espero que gostem, um abraço, fiquem com DEUS e até o próximo.
Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Download e Instalação
   3. Configuração
   4. Alguns programas
Outros artigos deste autor

Configurando o modem ZTE MF626 com Vivo3G no Debian

LMDE Xfce - Instalação, configuração e extras

Lubuntu, um Ubuntu mais Leve!

Arquivos duplicados? fdupes neles!

ArchBang, o Arch Linux fácil!

Leitura recomendada

Backup remoto usando SSH

Linux, a pirataria de software e a desvalorização do desenvolvedor (parte 1)

Transformando Windows em Linux

Certificação Linux, minha experiência com a LPI 101

Crie seu próprio repositório YUM no CentOS 4 e 5

  
Comentários
[1] Comentário enviado por mcnd2 em 03/06/2011 - 22:22h

Ficou 10!

Simples e prático.

Será que dá pra deixar o 'Need for Speed Carbon' rodar numa boa no Debian, rs!

Parabéns pelo artigo.

[2] Comentário enviado por removido em 03/06/2011 - 23:36h

@M¢Nd², se dá não sei atéporque não tenho esse game e minha placa Nvidia on-board (Geforce 7025) talvez não suporte essas 'bravuras', no outro PC com uma GT9400 1GB quem sabe...

obrigado pelo comentário.

[3] Comentário enviado por [email protected] em 05/06/2011 - 12:13h

Já nos meus Favoritos,

O wine é uma ferramenta muito importante de se ter instalado e configurado. Faço isso sempre após uma instalação só pra instalar meu dicionário Inglês-Português(licenciado). Mas as vezes surgem mais necessidades, porque temos que admitir que há programas free melhores para o Windows...
Um programa que pode ajudar bastante é o PlayOnLinux, pois ele é como o synaptic, você marca instalar fontes do windows e ele baixa e instala. Essas fontes são quase uma dependência para meu dicionário funcionar legal...

Eu só editaria o título:

De: Compilação, empacotamento, instalação e configuração do WINE-dev
Para: WINE-dev: Compilação, empacotamento, instalação e configuração

Porque fica mais visível de que programa se trata, mais fácil de achá-lo, hehehehehehe

Parabéns!

[4] Comentário enviado por removido em 05/06/2011 - 14:13h

[email protected], obrigado pelo comentário,

sobre o título do artigo, às vezes acho mais difícil nomear um artigo que compô-lo, daí sai isso! rsrsrs

[]'s

[5] Comentário enviado por Jechtx em 19/12/2011 - 21:55h

Excelente tutorial, funcionou muito bem aqui. Mas parece que o suporte ao driver de áudio alsa não foi instalado, então quando abro o programa pelo wine não sai som. Fora isso tudo funcionando bem, rápido e prático.

[6] Comentário enviado por faelmc em 07/02/2012 - 21:23h

excelente artigo, epds, sou fã do projeto wine, e seu artigo, foi bom pra mim aprender ainda mais sobre wine, e acertar os pacotes que faltavam pra ter ele completão.
parabéns irmão.

[7] Comentário enviado por removido em 22/02/2012 - 14:20h

COMPLEMENTO.

Em complemento a este artigo postei uma dica lá em meu blog, exemplificando a instalação do Wine 1.4-RC4 no Debian Squeeze:

http://gnu2all.blogspot.com/2012/02/wine-14-release-candidate-no-debian.html


[8] Comentário enviado por removido em 12/05/2012 - 14:03h

Instalação do Wine 1.5 no Debian Squeeze:

http://gnu2all.blogspot.com.br/2012/04/wine-15-no-debian-squeeze.html


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts