Compartilhando arquivos e bookmarks do Firefox entre Linux e Windows

Aqui descrevo a solução que encontrei para fazer com que meu Firefox compartilhe informações entre suas versões para Linux e Windows (dual boot) numa partição em comum a ambos os sistemas operacionais.

[ Hits: 17.686 ]

Por: Reginaldo de Oliveira Santos em 11/07/2006


Definição da partição Comum aos dois sistemas operacionais



Sou um iniciante no mundo Linux e para tornar mais "suave" a mudança de sistema operacional, bem como mais prática a manipulação dos meus arquivos pessoais, tomei alguns procedimentos já muito explicitados, outros nem tanto e resolvi compartilhar. Envolve praticamente a configuração do /etc/fstab para montar um partição onde o Linux possa escrever e depois compartilhar o bookmarks do Firefox nos dois SOs.

Para tanto, escolhi a distribuição SuSE (openSUSE), pois minha idéia é montar um ambiente de desenvolvimento Java em Linux e esta distribuição é homologada pela Sun.

Não vou entrar em detalhes da instalação, mas vou realçar aos iniciantes como eu que deve-se instalar o Windows primeiro, pois este escreve o seu registro de boot na MBR, ou seja, no mesmo lugar que o seu gerenciador de boot do Linux o fará. Logo, fazendo o contrário, você vai perder o registro do gerenciador de boot (lilo ou grub geralmente) e nem sempre é fácil de recuperá-lo usando os CDs de instalação do Linux.

Para ser mais direto e enrolar menos, vou esmiussar o meu caso:

(1) Na instalação o mais relevante para este texto foi definição das partições:
Dispositivo Boot  Start  End    Blocks   Id  System
/dev/hda1   *     1      801    6434001  7   HPFS ou NTFS
/dev/hda2         802    1948   9213277+ b   W95 FAT32
/dev/hda3         1949   2491   4361647+ f   W95 Ext'd (LBA)
/dev/hda5   F     1949   2429   3863601  83  Linux
/dev/hda6   F     2430   2491   497983+  82  Linux swap / Solaris
A hda1 é a partição primária do Windows, deixei o básico para meus softwares apenas. Com o Linux (hda3 ->hda5, hda6) procedi da mesma forma para deixar o máximo para a partição comum hda2. Tentei por várias vezes escrever em partições NTFS do Windows pelo Linux, mas sem sucesso e por isso decidi criar uma partição VFAT onde ambos podem escrever. Hoje descobri que um arquivo captive_alguma_coisa faz isso, mas já estou satisfeito com a minha configuração. :)

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Definição da partição Comum aos dois sistemas operacionais
   2. Afinando a partição para Windows e Linux
   3. Setando o Firefox para compartilhar bookmarks
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Instalação do CACTI no Debian Sarge

hdparm: Tire o máximo do seu HD

HAproxy + Stunnel (https) + CentOS 6

Instalando Ubuntu 7.04 Feisty Fawn

Facilidades com Debian 4.0 Etch

  
Comentários
[1] Comentário enviado por tomas em 12/07/2006 - 08:26h

Mas existe uma maneira muito mais facil (ao meu ver).
Instale a extensão Foxmarks Bookmark Synchronizer (https://addons.mozilla.org/firefox/2410/).
Com ela eu mantenho meus bookmarks atualizados no Linux, Windows e no Windows no trabalho.
Funciona que é uma beleza.
[]

[2] Comentário enviado por agk em 12/07/2006 - 09:58h

Interessante, nunca havia pensado nisso, pois as coisas que faço no Windows e no Linux são completamente diferentes e não tive a necessidade de compartilhar os bookmarks, mas é uma boa para quem precisa.
Só uma coisa, tenho que discordar da colocação do início do Artigo, que diz que é necessário instalar primeiro o Windows, sim isto torna mais prático, pois você não precisa rodar o lilo novamente para gravar a mbr, mas não é difícil de fazer, qualquer LiveCD do Linux e você recupera a MBR facilmente, difícil talvez para usuários menos experientes.
[ ]'s.

[3] Comentário enviado por alexandre.campos em 12/07/2006 - 10:57h

Outro addon para compartilhar bookmarks (entre outras coisas) é o Google Browser Sync (http://www.google.com/tools/firefox/browsersync/index.html) você precisa de uma conta no google para usar esse addon.
[ ]'s

[4] Comentário enviado por nightmode em 17/07/2006 - 00:23h

Então "agk", como eu disse, foi um conselho aos iniciantes para ter menos problemas apenas. À todos um agradecimento pelos comentários e dicas, abraços "And May The Penguin Be With You!".


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts