Como usar o Heimdall

Neste artigo você aprenderá como instalar uma Stock ROM no seu Samsung Galaxy, sem recorrer a softwares proprietários. O processo todo pode ser feito tanto em interface gráfica, quanto pelo terminal; além disso, exploraremos outro recurso interessante que o Heimdall tem a nos oferecer. Boa leitura!

[ Hits: 3.623 ]

Por: Cézar Augusto em 24/03/2019


Como criar um Heimdall package



Isso tudo seria mais fácil se fosse que nem no Odin, onde você só escolhe o arquivo e instala, nada de comandos, arquivo ".pit" e partições do celular. Pois bem, o Heimdall também é capaz de fazer isso se todas as distribuidoras de firmware distribuíssem Heimdall packages, ou pacotes do Heimdall. Com eles, você só carrega o pacote na aba Load Package do Heimdall e estaria tudo certo.

Mas, como ninguém distribui esses pacotes, você pode ser um dos primeiros a fazer isso e facilitar a vida de outros usuários do Heimdall que possuem o mesmo aparelho que você.

Aproveitando o embalo que você instalou a stock ROM pela interface gráfica do Heimdall e tem todos os arquivos e partições selecionados, você pode querer criar um pacote para si mesmo no futuro, ou para outros usuários.

É muito simples, do jeito que o programa estava na hora que você instalou a stock ROM pela interface gráfica, todos os arquivos ".img" para suas respectivas partições, a aba "Create Package" vai se tornar clicável.

É obrigatório ter o nome de um desenvolvedor e o nome de um aparelho suportado. Se for apenas para uso pessoal, você pode preencher qualquer coisa, mas se você pretende distribuir internet à fora, é no mínimo ÉTICO que você preencha todas as informações corretamente para evitar bricks desnecessários de outras pessoas.
Linux: Como usar o Heimdall
No campo "Firmware Name" é ideal que você coloque o mesmo nome que veio quando você baixou a ROM pela primeira vez. Este nome usualmente é a versão da banda de base usado para identificar ROMs únicas de cada país e operadoras.
Linux: Como usar o Heimdall
Na aba "Device Info" você vai preencher os dados do aparelho à qual esta ROM pode ser instalada. No "Product Code" se coloca o modelo do aparelho (conforme a documentação pede).

Após todas as informações serem preenchidas, o botão "Build" vai se tornar clicável e é aí que o pacote é criado.

Você então escolhe um nome para o arquivo e a pasta onde ele será salvo.
Linux: Como usar o Heimdall
Mais tarde, se você quiser usar este pacote, você pode descarrega-lo pela aba "Load Package" do Heimdall.

É isso.

Conclusão

Pronto! Agora você sabe como fazer um monte de coisas no seu Samsung Galaxy sem depender mais do Odin para isso! É recomendável que você não instale binários de terceiros, caso seu aparelho ainda esteja na garantia.

O autor se exime da responsabilidade por qualquer soft-brick, guerra nuclear e fim do mundo e como sabemos, você foi avisado.

Espero ter ajudado aqueles que perguntaram no VOL antigamente e não havia uma resposta na época e também espero ajudar os novos usuários que migram para o Linux e são entusiastas do Android (assim como eu) a se virar com as ferramentas que tem. Qualquer dúvida é só perguntar =-).

Para todos um forte abraço.

Bibliografia

Muita tentativa e erro, muito soft-brick, muita leitura e participação em fóruns estrangeiros. Além disso, a leitura da documentação do Heimdall é SUPER recomendada, mexo com o meu celular Android desde 2014 e até hoje continuo fuçando nas configurações dele.

Documentação do Heimdall para Linux -> Apêndice A:
Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Preparação
   2. Instalação da Stock ROM
   3. Como criar um Heimdall package
Outros artigos deste autor

Introdução ao Heimdall

Computador e Placas Antigas Nvidia em Pleno 2019

Leitura recomendada

KaiOS: A ressurreição do FirefoxOS e o fim da segregação digital

Processing - Programando para Android e iOS

Segurança no Android

Processing - Interagindo com o usuário

adb - Como capturar em vídeo a tela de seu Android

  
Comentários
[1] Comentário enviado por edivandjs em 24/03/2019 - 19:49h

Show! O mundo linux ainda é carente desses programas. Ainda preciso usar o windows quando vou alterar alguma das ROMs dos meus Xiaomis. Lembro também que quando a Google trocou o mass storage pelo MTP, era uma gambiarra daquelas para conseguir transferir arquivos. O dispositivo não abria e nem montava pelo Gparted ou CLI.

________________
“Quem combate monstruosidades deve cuidar para que não se torne um monstro. E se você olhar longamente para um abismo, o abismo também olha para dentro de você”
Nietzsche.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts