Como instalar/configurar e rodar aplicativos Java sob o Red Hat Linux 9

Este artigo aborda desde a cópia e instalação da linguagem Java no Red Hat 9 até a criação de alguns exemplos práticos de programas em modo texto e gráfico. De quebra ainda viajamos um pouco pelas expressões em "tecniquês" do Java e programação O.O..

[ Hits: 74.243 ]

Por: Eder S. G. em 29/07/2003 | Blog: http://edersg.wordpress.com


Testando o Java



Vamos testar se a linguagem de programação Java está instalada corretamente no sistema operacional Red Hat Linux 9 codificando os dois exemplos abaixo.

O 1° exemplo requer que você tenha acesso ao shell, ou seja, ao modo texto do Linux.

O 2° exemplo já requer que você esteja logado no modo gráfico do Linux, ou seja, você deverá estar executando em 2° plano (background) um gerenciador de janelas (window manager) de sua preferência (KDE, Gnome, Window Maker, BlackBox, IceWM etc).

1° exemplo - requer apenas o modo texto do Linux


Crie um diretório (pasta) em seu diretório "HOME". Eu crei o diretório "java-codigos":

$ mkdir java-codigos

Logo após, acesse-o:

$ cd java-codigos/

Criei o arquivo "Soft1.java":

$ touch Soft1.java

Utilize seu editor de textos predileto e edite o arquivo "Soft1.java": $ mcedit Soft1.java

Copie ou cole o seguinte código abaixo:

/*
Autor   : Eder S. G.
[email protected]  : [email protected]
Site    : www.dartline.com.br/edersg23/
Data    : 03/07/2003
Versão  : 1.0
Licença : GPL
*/


// Objetivo do software: Exibir a frase: 'Olá mundo!!!' para o usuário

public class Soft1
  {
    public static void main (String args[])
      {
        System.out.println ("Olá mundo!, fui programado na linguagem Java!");
      }
  }

OK, vamos compilar o código acima. Digite:

$ javac Soft1.java

Se não houver ocorrido nenhum erro após a compilação, vamos agora rodar (executar) este primeiro exemplo de programação na linguagem Java. Digite:

$ java Soft1


Clique na imagem para ampliá-la.

2° exemplo - requer o modo gráfico do Linux


Estando no diretório (pasta) "/home/usuario/java-codigos", criei o arquivo "Soft2.java":

$ touch Soft2.java

Utilize seu editor de textos predileto e edite o arquivo "Soft2.java":

$ mcedit Soft2.java

Copie ou cole o seguinte código:

/*
Autor   : Eder S. G.
[email protected]  : [email protected]
Site    : www.dartline.com.br/edersg23/
Data    : 03/07/2003
Versão  : 1.0
Licença : GPL
*/


/* Objetivo do software: Recebe 2 números e os soma exibindo o resultado para o usuário. */

// Pacotes de extensão do Java:

import javax.swing.JOptionPane;  // importa a classe JOptionPane

public class Soft2
  {
    public static void main (String args[])
      {
        String firstNumber, secondNumber;  // 2 strings inseridas pelo usuario
        int numero1, numero2;              // 2 números inteiros que serão somados
        int soma;                          // soma do numero1 + numero2

        // Lê o 1º número que o usuário digitar como uma string
        firstNumber = JOptionPane.showInputDialog("Por favor, digite um número:");

        // Lê o 2º número que o usuário digitar como uma string
        secondNumber = JOptionPane.showInputDialog("Por favor, digite outro número:");

        // Converte os números do tipo STRING para o tipo INTEIRO (int)
        numero1 = Integer.parseInt(firstNumber);
        numero2 = Integer.parseInt(secondNumber);

        // Soma os 2 números digitados pelo usuário
        soma = numero1 + numero2;

        // Exibe o resultado da soma para o usuário
        JOptionPane.showMessageDialog (null, "O resultado da soma é " + soma, "Resultado", JOptionPane.WARNING_MESSAGE);

        // Encerra o software
        System.exit (0);
      }
  }

Clique na imagem para ampliá-la.

Se você não gostar de utilizar editores de texto como o vi, vim, emacs, kwrite ou o kedit, exitem os chamados ambiantes de desenvolvimento integrado (IDE). Estes softwares são desenvolvidos especialmente para que o programador/desenvolvedor/analista se sintam mais confortáveis com as diversas opções e recursos que a linguagem Java oferece. Já utilizei o software Eclipse mas atualmente tenho utilizado constantemente o JEdit, por ser um software que atende muito bem as minhas necessidades (rapidez , desempenho e rendimento dos recursos do sistema operacional).

Clique na imagem para ampliá-la.
Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Licença de uso deste tutorial
   2. Introdução
   3. Copiando o Java da Internet
   4. Instalando o Java
   5. Testando o Java
   6. Termos importantes
   7. Sobre o autor
Outros artigos deste autor

Como compilar o kernel Linux 2.6.31.1

Como personalizar o prompt do shell bash

Guia: Pós-instalação do Debian Linux 4.0 Etch/Stable

Como instalar o software p2p XMule no Red Hat Linux 9

Como instalar o compilador Free Pascal

Leitura recomendada

Streams, lendo do teclado e escrevendo em arquivos com Java

Java no Ubuntu 12.04 - Instalação à moda antiga

Programação orientada a objetos e o Java (parte 4)

Montando um ambiente utilizando Tomcat + Java + MySQL (Debian)

Instalando e Configurando o JAVA

  
Comentários
[1] Comentário enviado por rbn_jesus em 09/08/2003 - 11:34h

Muito bom seu tutorial, mas para cl é a mesma coisa?

[2] Comentário enviado por rbn_jesus em 19/08/2003 - 19:56h

bem estou novamente aqui.
quero saber como faço esta configuração para o conectiva.

[3] Comentário enviado por chuvisco em 23/08/2003 - 09:55h

Empaquei logo no começo do seu tutorial !!! ?;0)

Vc pede para baixar o arquivo j2sdk-1.4.x-linux-i586.rmp.bin mas na parte que vc fala da instalação vc diz que o arquivo é o j2sdk-1_4_0_03-fcs-linux-i586.rpm . O que houve com o .bin ???

[4] Comentário enviado por zach em 14/03/2004 - 09:37h

Um conceito interessante que muita gente não faz é a filtragem das classes do seu runtime. Certa vez observei que os aplicativos de um Banco de Grande renome, desenvolvia todas os seus aplicativos para pessoa Jurífica em Java. Fiquei bobo com a rapidez de execução dos mesmos. Então fui quando fui comparar, verifiquei que os arquivos onde estão armazenadas as classes para interpretar são bem menores que as que temos por default, pois retiraram a maioria dos arquivos que não foram usados. Por exemplo, como não usavam RMI, retirar essas classes do pacote. Resultado o programa ocupa uma quantidade muito menor para sua carga e ganha em desempenho.

Flávio

[5] Comentário enviado por 4l4n 4d0f10 em 03/10/2004 - 02:10h

Adorei o tutorial de vcs, estou até fazendo uma apostila sobre Java pois sou univercitario e tenho sede de conhecimeto.

Continui sempre assim, com bons tutorias

[6] Comentário enviado por Motta_tb em 07/01/2005 - 15:17h

Galera, o bin, significa q tem q descompactar ele,
provavelmente qndo o edersg escreveu o artigo,
o download pela Sun nao era com esse bin
pra descompactar tem q fazer assim
/.j2re-1_4_2_06-linux-i586-rpm.bin
dae ele cria o j2re-1_4_2_06-linux-i586.rpm que pode ser instalado com o # rpm -Uhv j2re-1_4_2_06-linux-i586.rpm

[7] Comentário enviado por Motta_tb em 18/01/2005 - 15:57h

ops, desculpem, errei ali em cima, na verdade é
./j2re-1_4_2_06-linux-i586-rpm.bin
e NAO
/.j2re-1_4_2_06-linux-i586-rpm.bin
o ponto vai na frente
estou instalando no CL10, e acredito q nao tem erro:D
ate+
e edersg, obrigado pelo artigo!

[8] Comentário enviado por ramonleonn em 15/08/2007 - 00:09h

vlws kra!!
ajudou bastante


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts