Como configurar um servidor de FTP de forma simples e com host virtual

Este artigo tem por objetivo ajudar os iniciantes em servidores Linux a colocar seu servidor de FTP no ar em poucos minutos. É uma configuração fácil e simples, mas que conta com um certo nível de segurança. Além de exigir autenticação, exige que os usuários saibam o endereço completo, IP e porta onde o serviço está rodando.

[ Hits: 76.282 ]

Por: Andressa Moura em 05/05/2011


Introdução



Instalando o proftpd

Instalação:

# apt-get install proftpd

Adicione o seguinte no arquivo /etc/shells:

/bin/false

Crie o diretório para o serviço, pode ser o padrão /home/ftp ou outro qualquer.

# mkdir /var/ftp

Permissões (levando em conta que é uma pasta para download e upload):

# chmod 777 /var/ftp

Adicionar usuário:

No lugar de /var/ftp coloque o caminho da pasta criada anteriormente.

# useradd USUARIO -p SENHA -d /var/ftp -s /bin/false

Se houver algum problema com a autenticação do usuário, use o comando passwd e redigite a senha.

# passwd USUARIO

A seguir, vamos configurar o proftpd.conf.

Configurando o proftpd.conf

O arquivo de configuração do FTP está em /etc/proftpd/proftpd.conf.

Abaixo está o arquivo padrão, as alterações básicas necessárias estão destacadas. Dependendo de cada caso pode ser necessário alterar mais algum detalhe. No geral, é só copiar o texto abaixo e salvá-lo na mesma pasta e com as mesmas permissões do arquivo original.

Por segurança, pode-se salvar o arquivo original como proftpd.conf.bkp. Assim, se no futuro for preciso, o arquivo ainda estará a disposição.

#
# /etc/proftpd/proftpd.conf -- This is a basic ProFTPD configuration file.
# To really apply changes reload proftpd after modifications.
#

# Includes DSO modules

Include /etc/proftpd/modules.conf

# Set off to disable IPv6 support which is annoying on IPv4 only boxes.
UseIPv6                         on
# If set on you can experience a longer connection delay in many cases.
IdentLookups                    off


### Nome do servidor - pode ser qualquer nome
ServerName                      "meu-ftp"
ServerType                      standalone
DeferWelcome                    on

MultilineRFC2228                on
DefaultServer                   on
ShowSymlinks                    off

TimeoutNoTransfer               600
TimeoutStalled                  600
TimeoutIdle                     1200

DisplayLogin                    welcome.msg
DisplayChdir                    .message true
ListOptions                     "-l"

DenyFilter                      \*.*/


### Nome da pasta criada para o serviço, no caso /var/ftp

DefaultRoot                    /var/ftp


### Não permitir que os usuarios saiam da sua pasta home
#(isso é muito importante, do contrário os usuários poderão ter
#acesso a outras pastas do sistema, o que não seria nada bom.
DefaultRoot                    ~

# Users require a valid shell listed in /etc/shells to login.
# Use this directive to release that constrain.
# RequireValidShell             off


### A porta 21 é a padrão mas pode usar outra, no entanto é preciso especificar o numero
#da porta ao digitar o endereço (ex: ftp://ip:porta)
Port                            1980

# In some cases you have to specify passive ports range to by-pass
# firewall limitations. Ephemeral ports can be used for that, but
# feel free to use a more narrow range.
# PassivePorts                  49152 65534

# If your host was NATted, this option is useful in order to
# allow passive tranfers to work. You have to use your public
# address and opening the passive ports used on your firewall as well.
# MasqueradeAddress             1.2.3.4

# This is useful for masquerading address with dynamic IPs:
# refresh any configured MasqueradeAddress directives every 8 hours
<IfModule mod_dynmasq.c>
# DynMasqRefresh 28800
</IfModule>

# To prevent DoS attacks, set the maximum number of child processes
# to 30.  If you need to allow more than 30 concurrent connections
# at once, simply increase this value.  Note that this ONLY works
# in standalone mode, in inetd mode you should use an inetd server
# that allows you to limit maximum number of processes per service
# (such as xinetd)
MaxInstances                    30

# Set the user and group that the server normally runs at.
User                            proftpd
Group                           nogroup

# Umask 022 is a good standard umask to prevent new files and dirs
# (second parm) from being group and world writable.
Umask                           022  022
# Normally, we want files to be overwriteable.
AllowOverwrite                  on

# Uncomment this if you are using NIS or LDAP via NSS to retrieve passwords:
# PersistentPasswd              off

# This is required to use both PAM-based authentication and local passwords
# AuthOrder                     mod_auth_pam.c* mod_auth_unix.c

# Be warned: use of this directive impacts CPU average load!
# Uncomment this if you like to see progress and transfer rate with ftpwho
# in downloads. That is not needed for uploads rates.
#
# UseSendFile                   off

TransferLog /var/log/proftpd/xferlog
SystemLog   /var/log/proftpd/proftpd.log

<IfModule mod_quotatab.c>
QuotaEngine off
</IfModule>

<IfModule mod_ratio.c>
Ratios off
</IfModule>


# Delay engine reduces impact of the so-called Timing Attack described in
# http://security.lss.hr/index.php?page=details&ID=LSS-2004-10-02
# It is on by default.
<IfModule mod_delay.c>
DelayEngine on
</IfModule>

<IfModule mod_ctrls.c>
ControlsEngine        off
ControlsMaxClients    2
ControlsLog           /var/log/proftpd/controls.log
ControlsInterval      5
ControlsSocket        /var/run/proftpd/proftpd.sock
</IfModule>

<IfModule mod_ctrls_admin.c>
AdminControlsEngine off
</IfModule>

#
# Alternative authentication frameworks
#
#Include /etc/proftpd/ldap.conf
#Include /etc/proftpd/sql.conf

#
# This is used for FTPS connections
#
#Include /etc/proftpd/tls.conf

# A basic anonymous configuration, no upload directories.

# <Anonymous ~ftp>
#   User                                ftp
#   Group                               nogroup
#   # We want clients to be able to login with "anonymous" as well as "ftp"
#   UserAlias                   anonymous ftp
#   # Cosmetic changes, all files belongs to ftp user
#   DirFakeUser on ftp
#   DirFakeGroup on ftp
#
#   RequireValidShell           off
#
#   # Limit the maximum number of anonymous logins
#   MaxClients                  10
#
#   # We want 'welcome.msg' displayed at login, and '.message' displayed
#   # in each newly chdired directory.
#   DisplayLogin                        welcome.msg
#   DisplayChdir                .message
#
#   # Limit WRITE everywhere in the anonymous chroot
#   <Directory *>
#     <Limit WRITE>
#       DenyAll
#     </Limit>
#   </Directory>
#
#   # Uncomment this if you're brave.
#   # <Directory incoming>
#   #   # Umask 022 is a good standard umask to prevent new files and dirs
#   #   # (second parm) from being group and world writable.
#   #   Umask                           022  022
#   #            <Limit READ WRITE>
#   #            DenyAll
#   #            </Limit>
#   #            <Limit STOR>
#   #            AllowAll
#   #            </Limit>
#   # </Directory>
#
# </Anonymous>

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Criando um host virtual
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Turbinando o Bodhi Linux

Instalando e configurando o Apache, PHP e MySQL no Slackware 10.1

Aumentando sua produtividade com o teclado padrão Dvorak

Utilizando o Debian Squeeze em Desktop

Configuração de impressora Lexmark Z25-35

  
Comentários
[1] Comentário enviado por brunotec em 05/05/2011 - 13:05h

Simples e Funcional, Parabéns!

Eu mesmo por falta de tempo nunca mexi com o Proftp mas agora vejo o quanto ele é simples!

Voce no final do artigo pede para criar um link de sites-available para sites-enable que se eu não me engano é desnecessário pois pelo menos as páginas que eu crio em sites-available sempre já criam um link para enable.

um abraço.

[2] Comentário enviado por Cabeça de Teia em 05/05/2011 - 13:07h

Muito bom seu artigo, gostei da maneira com a qual você abordou o tema, sou novo na comunidade VOL e estou iniciando meus estudos no GNU/Linux, acredito que será de grande ajuda mesmo... Parabéns por sua contribuição!

[3] Comentário enviado por andressa.moura em 05/05/2011 - 13:53h

Na verdade brunotec, é preciso criar esse link apenas se vc for usar o host virtual do Apache (que nesse caso serviu para mudar a porta padrão e o ip). Se vc criar o host virtual em sites-available (sites disponíveis) e não criar um link apontando para ele em sites-enable (sites habilitados) não vai funcionar.

Isso quer dizer que vc pode ter vários hosts virtuais em sites-avaiable mas habilitar, ou pôr no ar, apenas alguns por usar o link simbólico.

Espero ter esclarecido e obrigada pelo comentário. :)

[4] Comentário enviado por batista em 05/05/2011 - 13:53h

Testei no ubuntu 10.10 e funcionou tranquilo. So deu um erro no comando pra fazer um link ou atalho, entao fiz um cp /etc/apache2/sites-available/virtualhost-ftp /etc/apache2/sites-enable e depois reiniciei o apache e o proftpd. Artigo simples mas muito funcional.
Parabens!!!

[5] Comentário enviado por andressa.moura em 05/05/2011 - 13:59h

Olá batista!

O melhor é usar um link simbólico mesmo, assim se vc alterar o host virtual em sites-avaiable também vai alterar o host em sites-enable.

O comando que está listado no artigo funciona apenas se estiver na pasta /etc/apache2/sites-enable. Dando um ls -l o link deve ficar em azul com uma flechinha apontado para /etc/sites-available/seu-hostvirtual.

Obrigada!

[6] Comentário enviado por brunotec em 06/05/2011 - 11:20h

Obrigado pelo esclarecimento Andressa!

um abraço.

[7] Comentário enviado por ltsuda em 23/09/2013 - 11:09h

Desculpa reviver o topico, mas nao estou conseguindo configurar o apache server + proftpd. Segui TODOS os passos exatamente como esta no tutorial, digito o ip:porta e abre janela pra login. Digito usuario e senha que configurei pelo tutorial, mas fica "pensando" e nao conecta. Instalado em um ubuntu server zerado.

[8] Comentário enviado por andressa.moura em 23/09/2013 - 22:49h

Olá Itsuda!
Você testou o ftp antes de instalar o apache? Procure ver primeiro se o ftp está funcionando corretamente, se estiver tudo ok passe para a configuração do Apache. Cheque também as permissões de arquivos e se o usuário está funcionando. Não sei por que mas se não fizer o comando "passwd usuario" depois de criá-lo ele não funciona mesmo que vc tenha inserido a senha no comando anterior.
Espero ter ajudado! Obrigada pela participação no tópico!

[9] Comentário enviado por ltsuda em 26/09/2013 - 10:15h

Oi Andressa, consegui configurar certinho agora.


So tenho uma duvida, teria como acessar o site mesmo. Tipo ip:porta no browser e ele aparecer o ftp como um site somente pra download?Acho que essa pagina eh configurada no apache,certo ?


Lembrando que eu consigo acessar o ftp via explorer do windows, filezilla ou qualquer outro software FTP.




Obrigado pela resposta anterior.

[10] Comentário enviado por andressa.moura em 27/09/2013 - 21:31h

Oiii que bom que deu certo!
Qual era o problema? Seria bom compartilhar para ajudar alguém na mesma situação.

Quanto a acessar pelo browser é possível sim. Via explorer você pode editar melhor os arquivos, tanto baixar como postar.
Não tenho como testar aqui mas se me lembro é só colocar ip:porta na barra de endereços e confirmar usuário e senha que você poderá visualizar os arquivos normalmente.

Bom trabalho!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts