Arch Linux - Instalação sem complicação

Uma forma simples de instalar o Arch Linux. Mostra a instalação completa, abordando da criação de dispositivo "bootável" até sua pós-instalação.

[ Hits: 175.297 ]

Por: Victor Hugo em 04/08/2014


Introdução / Pendrive / Instalação / Conexão / Partições



Introdução

Muitos acabam desistindo do Arch Linux pela sua suposta dificuldade de instalação. Venho aqui apresentar uma forma bem simples de instalação desse maravilhoso sistema operacional.

Só porque não é bonito e colorido, não quer dizer que seja difícil e complicado. Aquela telinha preta com um bloco branco piscando, é tudo que você precisa para ser feliz.

Criando um pendrive bootável

Vamos precisar de:
  • Um pendrive vazio de 1 GB ou superior.
  • ISO do Arch Linux.

Primeiramente, vamos baixar a ISO do ARCH no link abaixo:
Agora, abra o terminal e, como root, navegue até o diretório onde você acabou de baixar a ISO do Arch.

Digite o comando abaixo:

# dd if=NOME_DA_SUA_ISO.iso of=/dev/sdX  # X é a referência ao seu pendrive. Ex: /dev/sdc

Aguarde até finalizar o processo. Agora, basta reiniciar sua máquina e configurar sua BIOS para iniciar dando boot pelo dispositivo USB.

Iniciando instalação

Com o pendrive pronto e a BIOS configurada, vamos dar início à instalação.

Teremos a seguinte tela:

Selecione: Boot Arch Linux e dê Enter.
Agora, estamos dentro do sistema e podemos começar a brincar.

Configurando conexão com a Internet

Conexão cabeada - Digite:

# systemctl start dhcpcd  # Habilita o dhcpcd

Testando a conexão:

# ping -c3 google.com

Conexão sem fio - Digite:

# wifi-menu

Vai aparecer a lista de redes disponíveis. Basta escolher uma e conectar.

Testando a conexão:

# ping -c3 google.com

Criando partições

Vamos utilizar o gdisk para a criação das partições.

Usando o comando abaixo, vamos listar os dispositivos e verificar qual HD será usado para a instalação do sistema:

# fdisk -l

No meu caso, é um HD de aproximadamente 20 GB com a seguinte referência: /dev/sda.

Agora que já sabemos qual dispositivo usar, digite:

# gdisk /dev/sda  # Lembrando que você tem que usar o comando referente ao seu dispositivo

Entre com a letra h para listar todos os comandos. E teremos o seguinte:

  • h :: lista todos os comandos.
  • n :: criar partição.
  • w :: escreve (salva).
  • d :: exclui a partição.

Vamos criar 3 partições:
  • / :: partição principal.
  • boot :: partição de inicialização.
  • SWAP :: memória SWAP

Criando partição boot

Digite n para criar uma partição.
  • Partition number (coloca numeração default nas partições): Enter para aceitar.
  • First sector: Enter para pular.
  • Last sector (adiciona um tamanho para a partição): +500M - com esse comando estou definindo 500 MB para a partição boot.
  • Hex code: selecione o tipo da partição. Para cada partição teremos um Hex Code. Digite o code: ef02


Criando partição SWAP

Digite n para criar uma partição.
  • Partition number :: Enter para aceitar.
  • First sector :: Enter para pular.
  • Last sector: +2G :: com esse comando, estou definindo 2 GB para a partição SWAP.
  • Hex code :: selecione o tipo da partição. Digite o code: 8200


Criando partição root

Digite n para criar uma partição.
  • Partition number :: Enter para aceitar.
  • First sector :: Enter para pular.
  • Last sector: +15G :: com esse comando, estou definindo 15 GB para partição root.
  • Hex code :: selecione o tipo da partição. Digite o code: 8300


Agora, para finalizar digite w para salvar e confirme digitando: y

Partições criadas, vamos dar uma olhada como ficou. Digite:

# fdisk -l

Ficamos assim:
  • /dev/sda1 = partição boot
  • /dev/sda2 = partição SWAP
  • /dev/sda3 = partição root

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução / Pendrive / Instalação / Conexão / Partições
   2. Formatação / Montagem / Configuração / Pós-instalação
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Permissão de Execução a Arquivo (script ou binário) no GNU/Linux - Abordagem Sistemática

Instalação e configuração do RT (Resquest Tracker)

Configurando vídeo no Linux usando frame buffer

Fontes com filtros LCD no Arch Linux

Servidor Fedora 11 de maneira fácil e funcional

  
Comentários
[1] Comentário enviado por koppix em 04/08/2014 - 11:21h

Bom dia. Parabéns pelo artigo. Quando instalei o arch a uns 3 ou 4 anos atrás quebrei um pouco a cabeça.
Só uma observação esse comando:
# if=NOME_DA_SUA_ISO.iso of=/dev/sdX # X é a referência ao seu pendrive. Ex: /dev/sdc
Não seria assim:
#dd if=NOME_DA_SUA_ISO.iso of=/dev/sdX # X é a referência ao seu pendrive. Ex: /dev/sdc

Abraços.

[2] Comentário enviado por izaias em 04/08/2014 - 11:24h

Deu vontade de reinstalar. :)

Ótimo trabalho!

[3] Comentário enviado por snex em 04/08/2014 - 11:54h


[1] Comentário enviado por koppix em 04/08/2014 - 11:21h:

Bom dia. Parabéns pelo artigo. Quando instalei o arch a uns 3 ou 4 anos atrás quebrei um pouco a cabeça.
Só uma observação esse comando:
# if=NOME_DA_SUA_ISO.iso of=/dev/sdX # X é a referência ao seu pendrive. Ex: /dev/sdc
Não seria assim:
#dd if=NOME_DA_SUA_ISO.iso of=/dev/sdX # X é a referência ao seu pendrive. Ex: /dev/sdc

Abraços.

Isso mesmo Koppix, esqueci do dd .

Ja foi corrigido xD
Comando correto>>
#dd if=NOME_DA_SUA_ISO.iso of=/dev/sdX

Obrigado pela observação.

[4] Comentário enviado por dimasdaros em 04/08/2014 - 15:52h

Opa, boa tarde.

Excelente artigo, parabéns, muito direto ao ponto. Agora não tem mais como inventar desculpas para não instalar o arch.
Grande abraço.

[5] Comentário enviado por mrpotato em 05/08/2014 - 09:25h

Excelente artigo!!

Fiquei até com vontade de experimentar o Arch hehe

abraço

[6] Comentário enviado por xerxeslins em 05/08/2014 - 11:14h

Muito bom. Favoritei o artigo. Estou instalando Arch agora mesmo.

Mas para quem não quer instalar Arch Linux pelo método "old school" (como neste artigo) sugiro uma outra opção: o live-CD Evolution. Ele instala o Arch Linux como se fosse o Ubuntu, sem comandos e sem editar arquivos de texto diretamente. Não é variação do Arch Linux, é Arch Linux puro com instalador gráfico.

http://www.evolutionlinux.com/

Outra opção, intermediária entre o método "old school" e o método "ubuntu school" seria através do script "aui" que facilita a instalação e a pós-instalação.

https://github.com/helmuthdu/aui

É isso!

Abraço!


[7] Comentário enviado por snex em 05/08/2014 - 11:31h

Obrigado pela contribuição Xerxes.

[8] Comentário enviado por dimasdaros em 05/08/2014 - 15:49h

Opa, estava com windows 8.1 até então......
para alguns projetos aqui, e instalei o arch novamente seguindo seu guia.

Só tive um problema aqui, quando fui instalar o grub ele dava erro, precisei usar:

grub-install --target=i386-pc --recheck /dev/sda


mas no mais 100%
vlws
grande abraço

[9] Comentário enviado por marlonpso em 05/08/2014 - 18:55h

primeiramente parabens pelo artigo ..
eu estou usando arch atualmente .. e creio que nao mudarei .. eh uma otima distro
sempre recomendo ela..
gosta da filosofia dela.. de tudo pra fala a verdade hehe..
e mais uma vez parabens!!

[10] Comentário enviado por Faustto em 05/08/2014 - 19:48h

Parabéns pelo artigo, só não entendi a parte de criação da partição do boot,
não seria necessário montar ela antes da instalação do sistema base? Alguma coisa do tipo:
mkdir /mnt/boot
mount /dev/sda1 /mnt/boot

De qualquer parabéns pelo artigo!

[11] Comentário enviado por snex em 05/08/2014 - 23:08h


[10] Comentário enviado por Faustto em 05/08/2014 - 19:48h:

Parabéns pelo artigo, só não entendi a parte de criação da partição do boot,
não seria necessário montar ela antes da instalação do sistema base? Alguma coisa do tipo:
mkdir /mnt/boot
mount /dev/sda1 /mnt/boot

De qualquer parabéns pelo artigo!


Basta criar a partição com o hexCode certo e na hora de instalar o grub é só definir o caminho da partição boot xD

[12] Comentário enviado por snex em 05/08/2014 - 23:12h


[8] Comentário enviado por dimasdaros em 05/08/2014 - 15:49h:

Opa, estava com windows 8.1 até então......
para alguns projetos aqui, e instalei o arch novamente seguindo seu guia.

Só tive um problema aqui, quando fui instalar o grub ele dava erro, precisei usar:

grub-install --target=i386-pc --recheck /dev/sda

mas no mais 100%
vlws
grande abraço


Hum, aqui não tive esse problema.. que bom que você conseguiu contornar dimasdaros. Fica a dica aew da sua solução p/ futuros erros xD

[13] Comentário enviado por mark-09 em 10/08/2014 - 03:34h

Qual é o comando pra instalar outro ambiente grafico,? O KDE no meu caso.

[14] Comentário enviado por xerxeslins em 10/08/2014 - 11:53h


[13] Comentário enviado por mark-09 em 10/08/2014 - 03:34h:

Qual é o comando pra instalar outro ambiente grafico,? O KDE no meu caso.


# pacman -S kde-meta

ou

# pacman -S kde

Para saber a diferença entre o meta e o kde sem o meta, veja:

https://wiki.archlinux.org/index.php/KDE_Packages

[15] Comentário enviado por iescodeiro em 10/08/2014 - 15:17h

Senhores, estou tentando instalar o ArchLinux.

Segui perfeitamente esse Artigo.

Acontece tudo perfeitamente desde a instalação do Grub.

Com a Obs do amigo dismaros, precisei usar: grub-install --target=i386-pc --recheck /dev/sda


Porém quando dou reboot o computador retorna:

ERRO: Não foi detecatado um disco de inicialização ou o disco rigido falhou.

O computador é um HP PAVILION 20 que veio com o Windows 8 de fabrica eu formatei compleamente a maquina não existe nem resquicio de Windows mais.

Gostaria de saber se os senhores podem me ajudar.

Abs.

Fernando Trindade

[16] Comentário enviado por wcsinistro em 13/12/2014 - 02:50h

Parabéns pelo artigo!
Só para agilizar mais as coisas, assim define o dono e o grupo da pasta de uma só vez, abraços e mais uma vez, Parabéns!

#chown username.username /home/NOMEDOUSUARIO



[17] Comentário enviado por joaquimplimplim em 22/12/2014 - 09:00h

Olá. eu sou novo por aqui e estou querendo instalar o Arch Linux eu atualmente uso o windows 7. já tentei instalar de varias maneiras e não dei conta. tem algum artigo pra iniciantes? dês-de já meus agradecimentos!

[18] Comentário enviado por lopesjv em 29/01/2015 - 18:13h


Muito bom seu tutorial, até deixei salvo e vou imprimir pra tentar fazer em uma máquina real agora

[19] Comentário enviado por removido em 26/03/2015 - 11:51h

Acabei de baixar e usei parte deste guia pra me ajudar, mas realmente não entendo a lógica de quem criou esta distro e a distribui desta forma.... ou seja tu baixa uma iso de uns 600mb e se depara com um sistema incompleto e que há todas estas etapas até chegar realmente ao SO de fato... me interessei muito pelo Arch porém a maneira que ele é distribuido acho errado e se ao menos tivesse uma instalação no estilo Debian, Fedora etc ele seria um pouco mais popular.... Aliás, corrigindo...acho que o usuário deveria ser informado de que a iso é "minimal" como outras que assim denominam as ISOs com apenas base files para net install etc.. enfim.. mas tenho certeza que é uma grande distro..... instalando.......

[20] Comentário enviado por MateusSouza em 29/07/2015 - 11:56h


EU

[21] Comentário enviado por MateusSouza em 29/07/2015 - 12:02h

Eu estou usando o cfdisk para criar as partições. Prefiro ele ao gdisk. Não precisa de códigos hexadecimais. Basta escolher entre "Linux Filesystem", "Linux Swap", etc. Parece uma interface gráfica em modo texto. Prefiro ele ao GParted.

[22] Comentário enviado por Douglas Dreer em 27/08/2015 - 16:38h

Como faço para configurar uma rede com proxy por linha de comando no Arch Linux ?

[23] Comentário enviado por eduardo_jst em 02/12/2015 - 15:46h

Boa tarde Snex, tenho note que não desliga e nem reinicia, apaga o monitor, mas mantem os lds ativos, pesquisei na net e vi que o problema no modulo do kernel dw_dmac, conforme os foruns a solução no ubuntu é adicionar no blacklisnt.conf, mas no arch onde é a lista de black list? voce sabe me dizer?

Att

[24] Comentário enviado por douglascast em 13/01/2016 - 22:08h

Ótimo tutorial, funcionou bem no VB e agora vai pro HD ^^

Mas como faço para indicar uma partição para o sistema e o outra para o usuário, tenho o hábito de fazer essa separação, como no exemplo abaixo.
/dev/sda1 - boot
/dev/sda2 - swap
/dev/sda3 - /
/dev/sda4 - /home

[25] Comentário enviado por removido em 08/02/2016 - 05:09h

Só faltou algum comentário sobre como ajustar a rede cabeada após pronto.
Mesmo assim parabéns. Muito fácil de instalar.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
http://24.media.tumblr.com/tumblr_m62bwpSi291qdlh1io1_250.gif

# apt-get purge systemd (não é prá digitar isso!)

Encryption works. Properly implemented strong crypto systems are one of the few things that you can rely on. Unfortunately, endpoint security is so terrifically weak that NSA can frequently find ways around it. — Edward Snowden

[26] Comentário enviado por antonioaca em 29/04/2016 - 14:14h

Olá mestre.
Quando vou instalar o XFCE dá error: failed retrieving file '... e não baixa nada. como faço para testar se tem internet nessa fase da instalação?
Estou usando Virtual Box
abraço

[27] Comentário enviado por willyleles em 04/05/2016 - 22:14h

Valeu mesmo cara, uso o Ubuntu mas estou testando outras distros pra ver pra qual eu vou migrar pra aprender mais (sempre que vejo que me acomodei migro pra me manter em continuo aprendizado) e ja tinha tentado duas vezes sem sucesso, e aqui vc me ajudou mesmo.
Continue assim.

[28] Comentário enviado por willyleles em 05/05/2016 - 08:18h


[26] Comentário enviado por antonioaca em 29/04/2016 - 14:14h

Olá mestre.
Quando vou instalar o XFCE dá error: failed retrieving file '... e não baixa nada. como faço para testar se tem internet nessa fase da instalação?
Estou usando Virtual Box
abraço


amigo, eu tive problemas por usar uma maquina virtual também. Resolvi voltando na janela principal do vitualbox, configurações da imagem, rede, troquei de "NAT" para em "placa em modo bridge". Depois eu voltei para o arch, inseri o comando:

ip addr show

localizei o que eu acredito ser no nome do host (ou algo assim) :

enp0s3

usei isso no seguinte comando:

dhcpcd enp0s3

ele solicitou um novo ip e passou a funcionar.

ps: uma vez que eu tentei usar esse comando sem internet, depois de me conectar no meu sistema principal quando voltei para a VM foi necessessário apenas utilizar o comando sem aquele outro nome:

dhcpcd

ps: minha primeira contribuição... emocionante kkk

[29] Comentário enviado por antonioaca em 10/05/2016 - 17:20h

Opa.
A minha internet é uma porcaria.
Durante o download dos arquivos cai algumas vezes e ele pula para o próximo.
Pode dar algum problema isso?
Tem algo que posso fazer, além de pagar por uma internet boa, é claro?
Vlw

[30] Comentário enviado por antonioaca em 23/05/2016 - 12:29h

Funcionou willyleles.
Valeu

[31] Comentário enviado por antonioaca em 23/05/2016 - 13:40h

Instalei o XFCE e subiu GNOME. :-O Sei lá

[32] Comentário enviado por Guitech em 27/05/2016 - 02:01h

Vlw pelo artigo,sou usuário do Ubuntu (distro q comecei a usar em 2015), hj uso com o ambiente MATE. Sempre tive interesse em usar o Arch Linux. Gostaria de saber quais os comando para instalar o MATE ao invés do XFCE. Grato

Gui-Tech

[33] Comentário enviado por antonioaca em 06/06/2016 - 13:55h

Olá.
O comando chgrp NOMEDOUSUARIO/home/NOMEDOUSUARIO dá que falta um argumento no final...

[34] Comentário enviado por alxsduarte em 15/07/2016 - 10:07h

Olá.
Por favor, tenho uma dúvida:
A instalação do Arch precisa ser feita em GPT, ou pode ser em MBR?
Pergunto porque, logo no início, ao tentar criar as partições com o gdisk, recebi a mensagem de que deveria converter a MBR existente em GPT.
Já tenho Fedora e Ubuntu instalado no HD e não queria perdê-los. Estou tendo problemas em instalar dual boot em GPT...
Desde já, obrigado!

[35] Comentário enviado por Sthenos em 30/09/2016 - 11:07h

bom dia, como assim ele instala o xfce e usa o gdm q seria gnome como gerenciador ?? xfce tem gerenciador não ???

[36] Comentário enviado por Mc.Eagle em 08/01/2017 - 20:08h

Ele loga somente com o gnome? #diabeissu?

[37] Comentário enviado por sadrake em 19/06/2017 - 15:01h

pacman -S alsa-utils
Não estou conseguindo instalar nada:
erro: falha ao obter o arquivo "alsa-lib..." de mirrors
Could not resolve host.

Sadrake Gabriel Silva
sadrake.silva@gmail.com


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts