Apache 2.2 - Introdução ao módulo mod_rewrite

Esse artigo é uma tradução livre e modificada da documentação "Apache mod_rewrite Introduction", que faz parte da documentação da versão 2.2 do Apache.

[ Hits: 47.046 ]

Por: Perfil removido em 15/01/2013


O básico de RewriteRule



A diretiva RewriteRule é o verdadeiro cavalo de força da reescrita de URL. A ordem que essas diretivas aparecem em seu arquivo de configuração importa. Em tempo de execução a regra de reescrita que for aplicada primeiro modifica a URL a partir deste ponto adiante. Uma típica URL-FULL possui o seguinte formato:

http://server:port/path/program?query_string

Suas partes são:
  • http ou https representam o protocolo chamado de esquema (scheme);
  • server é o nome da máquina servidora, também chamado de hostname;
  • port é a porta TCP padrão, que pode ser omitida na URL se for 80;
  • /path/program é o caminho web até um recurso chamado de URL-PATH;
  • ?query_string é uma consulta de dados ou passagem de parâmetros.

A sintaxe de RewriteRule consiste de três argumentos separados por espaços.

1. A regex (Pattern) define quais URL's são afetadas pela regra;

2. Substituição (Substitution) - A porção que irá substituir outra, dentro da URL, quando a URL original combinar com a regex (Pattern);

3. Sinalizadores (Flags) - São opcionais e afetam a requisição reescrita.

A diretiva RewriteRule funciona em todos os contextos (server config, virtual host, directory, .htaccess) e permite sobrescrita no grupo FileInfo.

O valor para Pattern é uma regex que inicialmente é comparada contra uma URL-PATH contida na requisição de entrada ou ainda sobre a saída da primeira regra RewriteRule, onde a substituição ocorrer. URL-PATH é a porção da URL após o esquema (http://) e do hostname, mas anterior ao inicio de uma consulta (?query_string). Um ponto de interrogação marca o início do campo consulta.

Num contexto de diretório, uma URL-PATH é equivalente ao caminho relativo do diretório no sistema de arquivos para o qual uma regra é definida. Uma vez que a substituição ocorreu, as regras seguintes são aplicadas sobre a URL modificada pela diretiva RewriteRule anterior, permitindo uma cascata de modificações posteriores. Isso pode ficar confuso em algum momento!

Observe que se você deseja combinar contra a porção do hostname, da porta TCP ou porções da consulta (?query_string), então a diretiva RewriteCond deve ser utilizada com %{HTTP_HOST}, %{SERVER_PORT} e %{QUERY_STRING}, respectivamente.

Observe o modelo de funcionamento da diretiva RewriteRule:
Pattern - É a expressão regular (regex) que você deseja checar contra uma URL enviada em uma requisição HTTP. Em uma URI, tudo que vier após o esquema e do nome do host (http://hostname) é comparado contra Pattern, exceto o conteúdo de query_string.

Substitution - O valor contido aqui pode assumir quatro funções diferentes:
  1. Um novo valor para Pattern;
  2. Um caminho absoluto para um arquivo no filesystem;
  3. Uma URL completa redirecionando a requisição para outro lugar;
  4. Um traço (dash) que indica para não fazer NADA!

[Flags] - Sinalizadores especiais que podem assumir DIVERSOS valores e que realizam ações como, por exemplo, definir variáveis, cabeçalhos de controle, redirecionar ou negar acesso. São vários sinalizadores e alguns deles podem ser combinados entre si.

Exemplos de RewriteRule

Um caminho absoluto para um recurso no sistema de arquivos como:

RewriteRule ^/games.* /usr/local/games/web

Isso mapeia uma solicitação para um local arbitrário em seu sistema de arquivos, como faz a diretiva Alias.

Um caminho Web para um recurso como:

RewriteRule ^/foo$ /bar

Se a diretiva DocumentRoot é configurada para /usr/local/apache2/htdocs, então essa regra faria o mapeamento da requisição http://exemplo.com/foo para o caminho /usr/local/apache2/htdocs/bar.

Uma URL absoluta:

RewriteRule ^/product/view$ http://site2.example.com/seeproduct.html [R]

Essa regra diz ao cliente (navegador) para refazer a requisição para um outro endereço (redirecionamento). O sinalizador [R] significa redirecionamento com código de erro HTTP igual a 302. Outros códigos HTTP podem ser especificados explicitamente como [R=301] ou [R=304].

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. O básico de RewriteRule
   3. O básico de RewriteCond
   4. Backreferences
Outros artigos deste autor

Criar um Servidor TeamSpeak no Ubuntu Server

Trabalhando com foto usando Cheese + GIMP + Xmorph

Como gravar o som da sua Zoom G2.1u

PuTTY - Release 0.66 - Parte IV

Usando aMSN com plugin Music com suporte ao Juk e Amarok

Leitura recomendada

Compartilhando Internet 3G entre notebook e smartphone Android no Linux

Problema do navegador Opera com temas GTK+2 escuros [Resolvido]

Apollon no Conectiva Linux 10

Instalando o modem NetDragon 56K

Instalando o XMMS Coverviewer no Slackware 10.2

  
Comentários
[1] Comentário enviado por cromado em 15/01/2013 - 15:13h

Muito bom artigo. 10.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts