Linux slogan
Visite também: BR-Linux.org · Dicas-L · SoftwareLivre.org · UnderLinux

Linux banner
Linux banner


» Screenshot
Linux: .EXE e .DLL no GNOME
Por removido


Artigo

Guia de referência do ISOLINUX (parte 1)
Linux user
vinyanalista
17/03/2010
O ISOLINUX é provavelmente o gerenciador de boot mais utilizado em LiveCDs, certamente pela grande quantidade de recursos que ele oferece para tornar o boot do LiveCD um processo mais amigável. Nesse artigo você verá como utilizá-lo em seu LiveCD, desde as configurações básicas até alguns recursos interessantes.
Por: Antônio Vinícius Menezes Medeiros | Blog: http://www.vinyanalista.com.br/
[ Hits: 51003 ]
Conceito: 10.0   1 voto(s)1 voto(s)1 voto(s)1 voto(s)1 voto(s) + quero dar nota ao artigo

Introdução

Esse artigo, antes de mais nada, é uma ampliação do meu artigo anterior, Criando um LiveCD a partir de uma instalação do Debian Lenny, no qual apresentei alguns conceitos básicos sobre LiveCDs e ensinei a construir um LiveCD, tendo como ponto de partida uma instalação do Debian Lenny no disco rígido. Assim sendo, após a explicação sobre o ISOLINUX, passarei quais alterações devem ser feitas no passo-a-passo daquele artigo para que você possa criar um LiveCD utilizando o ISOLINUX como gerenciador de boot.

Quem leu o artigo citado viu que eu apresentei a estrutura básica de um LiveCD como sendo a seguinte:

(Raiz do CD)    
|-------+boot    
|       |-------+grub    
|       |       |-------menu.lst    
|       |       |-------stage2_eltorito    
|       |    
|       |-------vmlinuz    
|       |-------initrd.gz    
|       |-------memtest86+.bin    
|    
|-------+live    
|       |-------filesystem.squashfs    
|    
|--------md5sum.txt

Nesse LiveCD, no entanto, o GRUB é o gerenciador de boot. Vejamos então o que muda quando usamos o ISOLINUX como gerenciador de boot:

(Raiz do CD)    
|-------+boot    
|       |-------+isolinux
|       |       |-------isolinux.bin
|       |       |-------isolinux.cfg
|       |    
|       |-------vmlinuz    
|       |-------initrd.gz    
|       |-------memtest86
|    
|-------+live    
|       |-------filesystem.squashfs    
|    
|--------md5sum.txt

Na verdade, pouca coisa. Isso porque o ISOLINUX tem a mesma lógica de funcionamento do GRUB: durante a gravação do CD, o ISOLINUX, que está no arquivo "isolinux.bin", é inserido no setor de boot. Quando o CD é usado para iniciar o computador, o ISOLINUX é carregado e mostra ao usuário um menu de opções, permitindo que ele escolha diversas formas de como iniciar o sistema. Essas opções, assim como acontecia com o GRUB, estão armazenadas em um arquivo de configuração. No caso do ISOLINUX, esse arquivo é o "isolinux.cfg".

Como configurar o ISOLINUX para mostrar não só as opções de boot mas também um menu personalizado, com nossa imagem de fundo, nosso logotipo, nossos textos, entre outras coisas, é o assunto que veremos a partir de agora.

    Próxima página >>




Páginas do artigo

Outros artigos deste autor

Leitura recomendada

Comentários
[1] Comentário enviado por xirux em 27/03/2010 - 17:44h:

Muito bom o artigo, vou tirar um tempo pra praticar!


[2] Comentário enviado por zebento.cpd em 07/08/2010 - 12:07h:

Parabéns por mais esse artigo!

Dentre as vantagens de cada gerenciador GRUB e ISOLINUX, existe alguma(s) que façam que um gerenciador sobressaia o outro? Resumindo, qual é o melhor e porque?


[3] Comentário enviado por edutaquary em 17/02/2011 - 13:10h:

como faço para gerar uma iso do meu hd usando partimage e depois instalar pelo dvd


[4] Comentário enviado por sboorbou em 13/07/2011 - 12:33h:

cara tem como usar o ISOLINUX para iniciar uma iso direto do HD?
Tipo uma iso de um live cd iniciar direto no hd?



Contribuir com comentário


  
Para executar esta ação você precisa estar logado no site, caso contrário, tudo o que for digitado será perdido.
Responsável pelo site: Fábio Berbert de Paula - Conteúdo distribuído sob licença GNU FDL
Site hospedado por:

Viva o Linux

A maior comunidade Linux da América Latina! Artigos, dicas, tutoriais, fórum, scripts e muito mais. Ideal para quem busca auto-ajuda em Linux.