Impacto ao mudar de distribuição [RESOLVIDO]

1. Impacto ao mudar de distribuição [RESOLVIDO]

David Wilian Oliveira de Sousa
david.sousarj

(usa Ubuntu)

Enviado em 04/10/2011 - 08:20h

Eu estou no mundo linux há alguns meses, desde então venho usando o Ubuntu 11.04. Acabei gostando muito da sua funcionalidade e do sistema apt-get, mas agora que vão lançar a nova versão estive pensando em explorar outras distribuições.

A minha pergunta (que não tem a intenção de encontrar respostas, mas sim de gerar um debate) é em se há muito impacto quando a gente muda de distribuição, afinal, pensando bem, no fundo é tudo linux, usamos os mesmos comandos pelo terminal, se a distribuição usa uma outra interface gráfica, temos a liberdade de trocar para a que estávamos usando na distribuição anterior, em tese podemos instalar os mesmos programas... acho que a mudança mais significativa mesmo seria a troca do sistema de instalação de programas, pro exemplo, se eu mudasse para Fedora teria que me acostumar a digitar "yum" em vez de "apt-get", ou "pacman" no Arch Linux, e assim por diante...

A minha segunda pergunta (e essa eu quero respostas mesmo) é qual seria na prática a mudança que eu iria perceber se eu mudasse por exemplo, para Fedora? Além do yum e pacotes rpm, existem tantas facilidades e suporte a hardware nessa distro quanto no Ubuntu? E se eu quisesse mudar para Arch Linux ou Slackware (tenho muita curiosidade de usar essas distros)? Obs: eu uso linux no meu netbook.


  


2. MELHOR RESPOSTA

Juliano Vatre
vatrinux

(usa Outra)

Enviado em 04/10/2011 - 10:58h

Uma vez resolvi migrar para o openSUSE, não me macostumei com ele. No início, achei uma beleza de distro, na verdade até é, mas com o tempo desisti dela (principalmente por problemas com minha conexão que é 3G e no openSUSE era meio complicadinho de configurar meu modem Nokia CS-10). Hoje uso Fedora (minha primeira experiência com GNU/Linux) e Ubuntu. Estou me aventurando no Slackware pois é uma distro que faz com que você se esforçe muito mais para configurá-lo. É quase tudo na unha mesmo. Já testei várias outras como o Debian, Gentoo, Arch, mas todos em VirtualBox. Enfim, depende muito da pessoa e das necessidades. Eu, por exemplo, estou em fase de aprendizado inicial ainda, assim gosto de testar outras distros. O Fedora é uma excelente distribuição, usa os pacotes mais atuais, e lógico que sendo assim, no início se acha alguns bugs mas com as atualizações tudo se corrige. Aconselho a fazer como eu, testar as distros em modo virtual antes de migrar totalmente.

3. Re: Impacto ao mudar de distribuição [RESOLVIDO]

David Wilian Oliveira de Sousa
david.sousarj

(usa Ubuntu)

Enviado em 04/10/2011 - 08:24h

Pensando um pouco, acho que distro linux é que nem futebol... as pessoas tem seus próprios motivos ao preferir uma ou outra, mesmo que esses motivos não sejam tão óbvios assim...

Obs: eu detesto futebol e não tenho time, talvez por isso eu não entenda as preferências por uma ou outra distro.


4. Re: Impacto ao mudar de distribuição [RESOLVIDO]

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 04/10/2011 - 08:56h

Essa questão de "impacto" depende basicamente de sua aceitação pessoal.
O mais importante é você não se deixar "bloquear" (ficar momentaneamente "burro honoris causa").

Toda transição é de alguma forma, dramática e gera alguma ansiedade.
Mas que toda a dificuldade do mundo fosse a gente "se acostumar" a usar uma forma diferente de lidar com pacotes...

No seu caso, você terá um desafio extra, pelo fato de usar um notebook onde tudo pode acontecer, ou pelo contrário, tudo pode NÃO acontecer.

Encare portanto essa transição como um "desafio", e não como um "impecilho".
As dificuldades existem para serem vencidas.

Como diziam os sábios Confúsio e Rui Babosa: "Vai fundo, mermão!..."


5. Re: Impacto ao mudar de distribuição [RESOLVIDO]

Juliano Vatre
vatrinux

(usa Outra)

Enviado em 04/10/2011 - 11:01h

Ah, no caso do Arch, não te aconselho se tiver uma conexão baixa. O Arch recebe atualizações diariamente e muitas. É preciso muita banda larga para mantê-lo sempre atualizado.


6. Re: Impacto ao mudar de distribuição [RESOLVIDO]

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 04/10/2011 - 12:11h

O interessante é que eu comecei no Linux através do Basic Linux, que é baseado na Slackware 4.0 (portanto tenho ALGUMA vivência com "o modo slack de ser") e no entanto nunca instalei a Slackware propriamente dita, tendo até hoje preferido o Big Linux. Porém em desktop.


7. Re: Impacto ao mudar de distribuição [RESOLVIDO]

David Wilian Oliveira de Sousa
david.sousarj

(usa Ubuntu)

Enviado em 05/10/2011 - 09:29h

Estou usando o Fedora desde ontem e não gostei muito... não reconheceu minha wi-fi de primeira, o touchpad não funciona direito, tive problemas ao instalar o driver (faltava um pacote no Fedora para a instalação), achei o yum horrível e lento em relação ao apt-get...

acho que eu prefiro distros mais prontas para o uso, que não me deem muita dor de cabeça... quem sabe um dia eu mude para o Debian (embora eu não goste de usar programas muito desatualizados...)


8. Re: Impacto ao mudar de distribuição [RESOLVIDO]

Alberto Federman Neto.
albfneto

(usa Sabayon)

Enviado em 05/10/2011 - 09:50h

Concordo com ACV, impacto existe.

Os comandos Linux ou tipo Unix, são os mesmos,mas as filosofias das distros, instaladores de pacotes de pacotes, todos diferentes...

Há distros para usuário final, outras tem pacotes estáveis, mas que podem ser até antigos (como debian), outras são rolling release, estão sempre atualizadas, mas podem usar pacotes pouco estáveis, e de vez em quando quebrar e serem trabalhosas (Gentoo, Arch, Sabayon, Aptosid).

Slackware, por exemplo, é trabalhoso, pq não pronto para uso, mas é estável.

Cada distro é para um uso, ou público, porisso o ideal e conhecer várias, até achar a que mais gosta.

Mas por ex, eu gosto. até descobrir minhas distros favoritas, eu testei umas 40 ou 50.

vc está testando Fedora, não gostou muito, mas pode ser que goste de tipo Red-Hat, outras, como Mandriva (usa URPMI e não Yum) Mageia (URPMI tb), openSUSE (YaST, Zypper, e não yum, embora possa usar yum tb).

Vc disse que prefere distros prontas para uso, Debian não é muito pronto para uso, Slackware, Arch, Gentoo, menos ainda.

Usando Slackware ou usando Gentoo,Arch a pessoa aprende Slackware ou Gentoo ou Arch, mas aprende Linux tb.!

os pepinos e problemas, a pessoa fica sem medo e as outras distros ficam mais fáceis.
mas Arch, gentoo, slackware e mesmo debian,não são Distros tão prontas para uso assim, pelo contrário, dão alguma dor de cabeça no começo.

Uma coisa que se diz na rede, é que Slack e Gentoo, são linux mais para fuçar, mexer que para usar, pois dão tanto trabalho no começo,para mante-los funcionando, que não dá tempo para ver o vídeo ou escutar a música... No caso do Gentoo, eu até concordo

Mas depois que pega o jeito, qualquer outrs distro é moleza

Experimente várias, até achar as que gosta mais. Se quiser ganhar tempo, experimente no Live CD ou DVD, ainda sem instalar, ou em máquina virtual.


com rede lenta, não aconselho muito usar Rolling, como Arch, Gentoo, Aptosid ou Sabayon. Elas descarregam dezenas de pacotes por dia, podem chegar a ser 700 pacotes atualizados por semana.



9. Re: Impacto ao mudar de distribuição [RESOLVIDO]

Juliano Vatre
vatrinux

(usa Outra)

Enviado em 07/10/2011 - 04:54h

É meu colega, se tu quer uma distro pronta pra uso, continue com o Ubuntu. Se tu quer moleza, continue com Ubuntu. Mas, se tu quer, realmente se tornar "FERA" em Linux, aprender mesmo, continue com Ubuntu e prove outras distros, tanto em LiveCD como em Virtual Machine. Dedique-se e logo mais saberá qual distro irá realmente te satisfazer. Só não entre em "crise de distro". Hehehe.


10. Não

David Wilian Oliveira de Sousa
david.sousarj

(usa Ubuntu)

Enviado em 07/10/2011 - 05:47h

acho que vocês não entenderam... quando eu disse "pronta pra uso" eu quis dizer em relação a hardware, e algumas outras configurações. Porque eu usei o Fedora e ele não reconheceu minha wi-fi, fora que eu não gostei do yum também.

Eu acho que em condições ideais, Arch Linux seria a distribuição perfeita pra mim. Estive lendo sobre ela e gostei sobre a simplicidade da configuração (envolve apenas um arquivo de texto e não vários ou então GUI's separadas), usa o pacman, que é tão eficiente quanto o apt-get, é rollings release, ou seja, não precisa ficar atualizando...o único problema é que demanda tempo (ela vem vazia, tem que adiiconar todos os programas, inclusive a interface gráfica, manualmente) e que demanda uma conexão muito boa (atualizações grandes são frequentes). Quando um dia eu tiver tempo e uma boa conexão, vou usar Arch Linux. Por enquanto... ontem eu testei o Linux Mint, e achei maravilhoso. Na verdade é um Ubuntu que vem com um tema mais bonito, a ultima versão ainda está com gnome 2 (saudades dele... ) e vem com alguns programas que eu prefiro, em relação aos que vem no ubuntu. Acho que vou instalar e inclusive recomendar pra minha família usar aqui.

Abraços



11. Re: Impacto ao mudar de distribuição [RESOLVIDO]

Andre (pinduvoz)
pinduvoz

(usa Debian)

Enviado em 07/10/2011 - 06:40h

Parecido com o Mint é o Tuquito, que também tem o Gnome 2 na versão equivalente ao Ubuntu Natty.

http://vivaolinux.com.br/dica/Tuquito-Linux-O-Ubuntu-Argentino/


12. Re: Impacto ao mudar de distribuição [RESOLVIDO]

David Wilian Oliveira de Sousa
david.sousarj

(usa Ubuntu)

Enviado em 07/10/2011 - 10:08h

show, pinduvoz.






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts