Superaquecimento após Instalar Linux Mint

1. Superaquecimento após Instalar Linux Mint

Yuri
useryuri

(usa Ubuntu)

Enviado em 09/06/2019 - 12:32h

Bom pessoal, sou usuário iniciante do Linux, uso distribuição Linux Mint, percebi hoje usando o notebook, (Asus, Core i3 1.7Ghz, 4GB RAM) que está aquecendo mais , de quando eu usava Windows. Pesquisando vi alguns tópicos que podia ser drivers, mas quando vou atualizar os drivers pelo gerenciamento nativo do Linux, diz que já estão atualizados . Teria algum programa que ajude a amenizar o superaquecimento? Um ponto: meu HD é de 1TB não está particionado, interfere pro superaquecimento?


  


2. Re: Superaquecimento após Instalar Linux Mint

linuxlts
linuxlts

(usa Debian)

Enviado em 09/06/2019 - 15:21h

Não é motivo para causar super aquecimento o número de participações de um hd.
Talvez usar o TLP que melhorar o consumo de bateria possa diminuir o problema do aquecimento, esses sites falam sobre o TLP:

https://sempreupdate.com.br/como-instalar-ferramenta-para-poupar-energia-no-ubuntu/

https://www.diolinux.com.br/2018/12/economia-de-bateria-no-ubuntu-e-linux-tlpui.html?m=1


3. Re: Superaquecimento após Instalar Linux Mint

niquelnausea
niquelnausea

(usa Arch Linux)

Enviado em 09/06/2019 - 15:42h


Bom pessoal, sou usuário iniciante do Linux, uso distribuição Linux Mint, percebi hoje usando o notebook, (Asus, Core i3 1.7Ghz, 4GB RAM) que está aquecendo mais , de quando eu usava Windows. Pesquisando vi alguns tópicos que podia ser drivers, mas quando vou atualizar os drivers pelo gerenciamento nativo do Linux, diz que já estão atualizados

windows ≠ linux no funcionamento e forma como o sistema gerencia o hardware. o windows 10 tem um sistema muito mais otimizado em relação ao 7 para notebook, o que percebo é que trabalha usando um sistema de gerenciamento de frequência do processador voltado a baixa frequência, de modo que resulta em menor desempenho, menores temperaturas e maior autonomia da bateria. no linux (entre as distros que uso ou já usei) o sistema trabalha de forma mais agressiva, tanto com frequências maiores como com o escalonador. a vantagem nesta comparação entre os sistemas esta na maior possibilidade de configurações e personalizações que existem no linux.


Teria algum programa que ajude a amenizar o superaquecimento?

sim, existem vários, de uma olhada https://wiki.archlinux.org/index.php/CPU_frequency_scaling e nos fóruns da tua respectiva distro. um dos mais conhecidos é o tlp https://linrunner.de/en/tlp/tlp.html
o principal item que você deveria verificar é o estado de limpeza e pasta térmica, já que 1,7ghz não deveria superaquecer, a menos que o sistema de dissipação seja ou esteja muito deficiente.
é bom ver também qual a faixa de operação de temperatura do teu processador, por exemplo, o meu atual pode operar em temperaturas próximas a 100°c em situações extremas, mas o normal é próximo a 80°c em tarefas pesadas, e 30~50°c normalmente.


meu HD é de 1TB não está particionado, interfere pro superaquecimento?

não.


4. Re: Superaquecimento após Instalar Linux Mint

Will D. Magno
Zoma

(usa Manjaro Linux)

Enviado em 09/06/2019 - 19:05h

Tente instalar o TLP:
sudo apt install tlp

Se já estiver instalado, ative-o:
sudo systemctl enable tlp.service && sudo systemctl start tlp.service


5. Re: Superaquecimento após Instalar Linux Mint

Henrique
Henrique-RJ

(usa Outra)

Enviado em 10/06/2019 - 05:09h

useryuri escreveu:

Bom pessoal, sou usuário iniciante do Linux, uso distribuição Linux Mint, percebi hoje usando o notebook, (Asus, Core i3 1.7Ghz, 4GB RAM) que está aquecendo mais , de quando eu usava Windows. Pesquisando vi alguns tópicos que podia ser drivers, mas quando vou atualizar os drivers pelo gerenciamento nativo do Linux, diz que já estão atualizados . Teria algum programa que ajude a amenizar o superaquecimento? Um ponto: meu HD é de 1TB não está particionado, interfere pro superaquecimento?


Talvez ajustando o sistema para modo " economia " essa temperatura volte ao normal e assim pare de esquentar demais.

É que o teu Mint pode estar configurado para desempenho máximo e assim o clock ( MHz ) do processador fica sempre nesse nível fazendo a temperatura aumentar demais com o passar dos minutos.

É por isso que tanto a AMD quanto a Intel possuem uma opção no setup do BIOS/UEFI que ativa o recurso de diminuir o clock do processador quando este não está sendo exigido naquele segundo.

Testa aí que deve dar certo.






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts