Pelo amor de Deus....

13. Re: Pelo amor de Deus....

Leonardo Fagundes
leonardofagundes

(usa Mandriva)

Enviado em 11/11/2009 - 22:17h

Além disso, o Windows 7 está muito bom, estou rodando a versão Enterprise x64 no meu PC.

Tem também a versão Starter, que é de graça e não tem aquele limite de 3 janelas...


  


14. Re: Pelo amor de Deus....

j g meinhardt
meinhardt_jgbr

(usa Debian)

Enviado em 11/11/2009 - 22:31h

Apesar de o VOL ser uma comunidade tipicamente de usuários Linux, acho que não dá pra radicalizar, como diz o Teixeira, é graças aos sistemas da Ms que muitos de nós ganha ou já ganhou alguns trocados.


15. Re: Pelo amor de Deus....

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 11/11/2009 - 23:11h

de fato... eu nao fui atras do Linux porque achei que ia ser bom ou ia gostar etc... fui atras porque ODIAVA o windows que sempre me ferrava... como usuário. Mas como técnico, é uma benção... pensa no tanto de grana que eu ja tomei do povo incauto...rsrs e quanto que os tecnicos de profissao não tomam? Por aqui é 80,00 pra formatar um PC. Como isso ocorre coisa de umas 2x por ano, so do mesmo cara já sao 160,00 -- multiplica isso por sei la quanto... rsrs

Linux é um saco. Se voce instalar e configurar direito, nunca mais precisa por a mão...é igual carro antigo. Carro novo, arranhou? Tem que trocar 10 peças junto. Tenho um Corsa e um Fusca 1975. Adivinha qual que eu gosto??? Toda manutenção que eu fiz no Fusca até hoje soma uns 700,00 (sim, eu planilho isso) e a maioria eu mesmo que mexo, compro as peças e monto em casa.

O Corsa é zero, mas fiquei ilhado na enchente porque aquele lixo tem tração dianteira, injeção eletrônica e o filtro de ar projetado pra se afogar. Resultado? To andando de Fusca todo dia (esperando o seguro ajeitar o leriado todo) e achando bão, cada vez aprendo um macete nesse carrim...

Voltando agora, com Corsa, etc., o mecanico ganha bem, agora uma Fuqueta??? Pode ser meio desajeitado, não ter o melhor visual, etc. mas assim como o Linux, não da manutenção, é simples de arrumar, quando voce configura ele fica, não fica endoidando o registro (sim, a injeção tem um registro contador -- hum, eu gosto de carros -- que pode simplesmente deixar o carro "morto" por algum erro [*****] de sonda lambda, quando na verdade não é uma coisa nem outra. Só falta dar tela azul no painel...

Caso real: eu tinha um omega 3.0, pensa num carro amoado... um dia ele começou falhar, funcionava, pegava, tal tal... quando tava no meio da estrada ele apagava. Ai vai o trouxa aqui pagar reboque, etc. Ai leva no mexanico, nada, é o sensor, a centralina, a sonda lambda, bla bla bla... ai dei na partida, pegou, vim bora. Fui fuçar os códigos de erro, dava sonda lambda com baixa voltagem... e poxa, era coisa nova, isso já tinha sido trocado há pouco tempo e eu mto bravo... fui na rua e comprei um multimetro, pois desconfiava da bomba de gasolina, pq parecia falha de falta de combustivel o sintoma, não erro de qualquer coisa. Batata. testando a saida da voltagem da bomba, ora dava 12V, ora dava 0V. O que não poderia ocorrer. Futricando mais um pouco, fui parar na caixa de reles: era o rele da bomba que estava com "osmar contato". Ressoldei o infeliz e espetei no lugar. Nunca mais falhou. Já vendi o carro, o cara que comprou moeu ele todo e o rele continua la...

Eu comecei a mexer com pcs, carros, construção e afins, e fui estudar direito porque cansei de ser tapeado. E mesmo assim, as vezes a gente toma uma volta...


16. Re: Pelo amor de Deus....

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 12/11/2009 - 16:19h

O meu pai estudou direito porque senão a minha avó arrancava a orelha dele: "Estuda direito, meu filho! Estuda direeeeito!!!"

É como dizia Confúsio, quanto mais automatizado um mecanismo, mais chances ele tem de pifar em multinível e em rede nacional.

Outro dia eu estava lá no fundo da ilha do Fundão quando passou um candidato a motociclista empurrando a moto zero quilômetro, porque a cebolinha do descanso lateral (pra que é que foram inventar isso?!!!(*)) pifou e a moto dava a partida, mas não saía do lugar de jeito nenhum...
(Hmmm, pensando bem, acho que inventaram a estátua motorizada, ora pois!)

Não dá para ser McGuyver sem ferramentas, ou pelo menos um grampinho para cabelo, um clips, um bombril que seja...
E o motohalterofilista teve de empurrar a sua supermáquina até a saída da ilha para ver se conseguia algum socorro eficaz...

Por isso, viva o fusca, viva o opala, viva o jeep!

(*) Alega o fabricante que é para evitar acidente, no caso do motociclista esquecer o descanso levantado ao dar a partida.
Esse argumento até que é válido para motos passeio, que são mais baixinhas; o piloto coloca OS DOIS PÉS no chão e aí se esquece do tal descanso. Va bene. Ou por outra, va male.
Mas em moto tipo cross se o cara conseguir empreender uma escalada até o topo do banco e ainda esquecer o descanso acionado, aí é burrice mesmo...




01 02



Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts