Não consigo acentos com deadkey

1. Não consigo acentos com deadkey

Eduardo Costa
edu500ac

(usa Outra)

Enviado em 01/11/2010 - 12:33h

Parece que o problema é antigo e, pela internete, não vi solução. Comprei um computador que já vem com o Red Flag Linux instalado. Aliás, centenas de pessoas compraram esse computador. Devido ao problema das dead key, que não aceitam acentos, ele torna-se inútil para a língua portuguesa. Então o preço está bem acessível. Os compradores simplesmente trocam o Linux por um Windows pirateado. Gostaria de saber se há uma solução para o problema. Como obter acentos usando as dead keys?

Tentei várias soluções. Alguém nesse forum disse que o aplicativo numlockx resolvia o problema dos acentos. Não resolveu. Vi uma solução que funcionaria para o emacs. Tentei, não resolveu.

Basicamente, se digito ã no emacs, obtenho a, se digito á, obtenho a, etc. Conceição fica assim no Emacs Conceiçao. Interessante que o ç funciona. Milhares de pessoas, pelo mundo afora, reclamam desse problema. Dizem que está associado ao KDE.


  


2. solução parcial

Eduardo Costa
edu500ac

(usa Outra)

Enviado em 03/11/2010 - 12:04h

Em primeiro lugar, consegui fazer com que o Emacs funcionasse. Basta colocar, no .emacs, o seguinte comando:

(require 'iso-transl)

Como o clone chinês do office e o navegador está funcionando, o caso está resolvido para mim. Quem usa o KWrite, contudo, encontrará o mesmo problema, pois não descobri como fazer o KWrite funcionar, ou seja, aceitar acentos em português. Mas quem quer o KWrite, tendo o Emacs?

Para resolver o problema, entrei em contato com HP, fabricante do computador e que fornece a máquina com Linux (com um bom desconto). Informaram-me, pasmem, que a HP não dá suporte em português ao Linux que vende no Brasil. Existe o suporte internacional; forneceram uma conexão (link) para o endereço. Pasmem de novo: O suporte internacional é dado em ---chinês. Sei que chinês é a nova lingua internacional, é a língua do comércio, etc. e tal. Coloquei meus filhos todos para aprender chinês desde os dois anos de idade, o que mostra que acredito na ascensão irresistível da China. Acontece que o mundo e o sistema educacional leva algum tempo a adaptar-se à nova situação. Então o suporte internacional deve ser dado em inglês pelo menos nos próximos dez anos. E máquinas vendidas no Brasil precisam de suporte em português.






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts