A distro dos meus sonhos existe?

1. A distro dos meus sonhos existe?

Delton
giaco

(usa Debian)

Enviado em 28/08/2009 - 14:23h

Já usei boa parte das versões do Windows e do Linux e cada versão tem características boas e ruins.
Hoje estou testando o KDE4 e estou maravilhado e chateado ao mesmo tempo: Interface linda, funcional e vários programas que não uso e não quero usar. Existe uma forma de eu mesmo escolher um a um os softwares que quero utilizar?


  


2. Re: A distro dos meus sonhos existe?

Junior Rocha
junior

(usa Ubuntu)

Enviado em 28/08/2009 - 14:51h

Lembrando que KDE é só a interface gráfica, assim como o Gnome, Xfce e etc.
Se você quiser uma distro do "seus sonhos" instale um Debian, Slackware do seco e vá instalando programa por programa, pacote por pacote.
Ainda se você instalar um Ubuntu e não gostar de alguns programas que vem com ele, pode remover pelo item Adicionar/Remover programas do menu.



3. Re: A distro dos meus sonhos existe?

Andre (pinduvoz)
pinduvoz

(usa Debian)

Enviado em 28/08/2009 - 15:05h

KDE e Gnome empacotados pelas distribuições costumam trazer programas próprios do "ambiente" e cuja remoção, por conta das famosas "dependências", é problemática.

Exemplos: Gedit e Nautilus, do Gnome, que poderiam ser substituídos, respectivamente, pelo Scite e PCManFM, mas cuja remoção iria remover também o próprio Gnome em algumas distribuições baseadas em Debian.

Não sei dizer se o Slackware, ou mesmo o Arch, admitiriam um Gnome que não dependa do Nautilus, o gerenciador de arquivos daquele "ambiente", mas acredito que também neles seria problemática tal forma de instalação.

Resumindo, para comer o peixe, vc vai ter que lidar com as espinhas. Use o que vc gosta e remova o que puder ser removido, deixando num "canto esquecido" o que não puder.


4. Re: A distro dos meus sonhos existe?

Alberto Federman Neto.
albfneto

(usa Sabayon)

Enviado em 28/08/2009 - 17:38h

Olha, muitos pacotes de KDE, são dependencias, eles são de KDE, outros são de sistema, outros são bibliotecas etc.... na realidade, mesmo que vc não use não abra, pode ser que o sistema use....
em linux o que é complicado é saber o que apagar e é perigoso, por causa das deps...., mas em geral pacotes comuns se o sistema tiver instalado, vc pode tirar, por ex, se vc não usa kopete, pode tirar...
Mais ou menos, em Mandriva, vc pode escolher na seleção manual de pacotes o que instalar.
Agora se gosta de KDE 4, lembre ele é enorme, tem uns 300 pacotes, só o KDE.
Montar um só com o que gosta? pode, a partir de um slackware, ou de um gentoo, mas dá um trabalhão, maior do que remover os pacotes instatados.
Mesmo seu Debian,vc acha ele muito grande?
Compensa para quem gosta de usar só poucos pacotes.
Outra possibilidade é usar distros pequenas, minimilistas. tem umas que eu gosto... O Succi (tá aqui no VOL), o VectorLinux, o MEPIS, o SimpleMEPIS.
Mas no geral, meu gosto é o contrário do seu, gosto as completas, grandes, como o Sabayon Linux, o Mandriva Free. As minimilistas, gosto muito o Gentoo, mas porque sou fã de Gentoo e Gentoo like.






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts