Bom dia Srs)as)...consigo utilizar partição primária para colocar partição lógica no modo "gpt"? [RE

1. Bom dia Srs)as)...consigo utilizar partição primária para colocar partição lógica no modo "gpt"? [RE

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 16/04/2017 - 08:09h

Bom dia!! Prezados(as)...posso realmente criar partições lógicas dentro do modelo de particionamento "GPT"? por que n ão estou mais conseguindoi colocar algumas distros , como o korora 25 em partições lógicas...se puder mudo para GPT. Aguardo o seu contato. e como posso fazer? Se devo mudar o particionamento quando crio as partições ou é direto mesmo 128 partições primárias? E, lógico se posso inserir partição lógica numa primária?....peixe67


  


2. MELHOR RESPOSTA

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 16/04/2017 - 10:45h

Partições lógicas eram um quebra-galho de uma época de recursos limitados.
Costumo dizer que partição estendida era um gavetão com divisórias internas.
A diferença entre uma primária e uma lógica era que a lógica não possuía recursos de BOOT por meios próprios.

Com o sistema GPT desapareceram estes truques.
Alguns afirmam que pode não compensar formatar em GPT sem necessidade.
Vai de cada um.

Na postagem de cima foi falado bastante de GPT.

A inicialização de sistema em GPT é centralizada numa partição especial.
Nisto, se comparado com o velho sistema DOS/MBR pode-se dizer que neste sistema antigo cada primária possuía um recurso possível de BOOT.

Falando de MBR/DOS:

Se três primárias e uma estendida (o gavetão com divisórias chamadas partições lógicas), três BOOTs mais o Master BOOT Record, se quatro primárias, quatro BOOTs mais a Master BOOT Record.

Essa coisa de setor de BOOT era meio que inútil para Linux, porque com o velho LILO ou com GRUB tudo era centralizado num setor de BOOT de uma das partições.

Só é possível usar o BOOT de uma partição por vez. É necessário selecionar a partição ativa com, por exemplo, o FDISK do Linux ou do DOS/Windows©. Tipo um chaveamento mesmo. Depois tem que reiniciar.

E tem a tal da Master BOOT Record, que fica no começo do disco rígido. Se tiver alguma coisa de inicialização nele, esta tem precedência sobre BOOTs das partições. Para ler BOOT de uma partição, a MBR deve estar limpa. Primeiro o sistema tenta BOOT na MBR, depois vai para a primária selecionada pelo FDISK. Se não tiver, dá uma mensagem de erro ou aparece algum absurdo na tela.

Falando de GPT:

Cada partição pode ter um sistema, ou pode ser alguma divisão tipo /home como é muito feito em Linux, ou pode ser alguma destas firulas feitas no Windows© que surgiram com partições ocultadas.

O que manda no BOOT é a partição especial, que centraliza BOOTs do sistema.
No FDISK ela aparece como EFI System.

Aparentemente GPT parece mais organizado, embora em algumas situações dê na mesma com MBR/DOS.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Nem direita, nem esquerda. Quando se trata de corrupção o Brasil é ambidestro.
(anônimo)

Encryption works. Properly implemented strong crypto systems are one of the few things that you can rely on. Unfortunately, endpoint security is so terrifically weak that NSA can frequently find ways around it. — Edward Snowden


3. Re: Bom dia Srs)as)...consigo utilizar partição primária para colocar partição lógica no modo "gpt"? [RE

Patrick
Freud_Tux

(usa Outra)

Enviado em 16/04/2017 - 10:16h

peixe67 escreveu:

Bom dia!! Prezados(as)...posso realmente criar partições lógicas dentro do modelo de particionamento "GPT"? por que n ão estou mais conseguindoi colocar algumas distros , como o korora 25 em partições lógicas...se puder mudo para GPT. Aguardo o seu contato. e como posso fazer? Se devo mudar o particionamento quando crio as partições ou é direto mesmo 128 partições primárias? E, lógico se posso inserir partição lógica numa primária?....peixe67


Partições lógicas eram utilizadas por causa da limitação do BIOS + MBR que só suportavam 4 primárias e 100 e poucas lógicas.

No UEFI + GPT pode ser usado tudo primário sem problema, e com Hds de 2 TB ou mais. UEFI + GPT rodam melhor com sistemas de 64 bits, fique atento a isso. padrão 32 bits está se tornando obsoleto.

Então, como faze é que vai pegar, se você já tiver sistemas no HD.
O certo para trocar de MBR para GPT, você não pode ter dados do HD, pois os riscos de perder eles são grandes, melhor enormes.
Você usa o gparted por exemplo, e apaga a tabela de partições atual, e depois recria em GPT.
Mas se quiser fazer uma coisa legal, eu lhe recomendo zerar todo o HD, depois disso, você cria a tabela de partições GPT, e reinstala tudo.
De um jeito ou de outro, você precisará fazer backup de todos os dados.

T+


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Noob: "[...]Sou muito noob ainda usando o terminal, então preciso de ajuda "mastigada", pra operá-lo."
zhushazang: "Sou velho e meus dentes desgastados. Estude linux www.guiafoca.org";


4. Re: Bom dia Srs)as)...consigo utilizar partição primária para colocar partição lógica no modo "gpt"? [RE

Ulrich Beckmann
Bequimao.de

(usa openSUSE)

Enviado em 16/04/2017 - 15:21h

Claro que você pode mudar a tabela de partição para GPT, mas você vai perder o boot. Além disso você precisa de uma partição BIOS Boot em sistemas com BIOS tradicional, que é diferente de uma partição ESP (no caso de UEFI).
https://en.wikipedia.org/wiki/BIOS_boot_partition
Ademais o GPT precisa de um pequeno espaço livre no fim para uma copia da tabela de partições.

Bem mais fácil em seu caso seria o uso do LVM (Logical Volume Manager). A maioria das distros dá suporte ao LVM e você acha dicas aqui no fórum.

Abs
Bequimão


5. Re: Bom dia Srs)as)...consigo utilizar partição primária para colocar partição lógica no modo "gpt"? [RE

Ulrich Beckmann
Bequimao.de

(usa openSUSE)

Enviado em 17/04/2017 - 13:17h

Já mudei a tabela de partição de um hdd externo para o GPT usando o programa gdisk sem perda de dados.

Simplesmente ler a tabela com
# gdisk /dev/sdx 


e escrever uma nova tabela GPT com
:w write table to disk and exit