Programador, como anda o seu Inglês?

1. Programador, como anda o seu Inglês?

Fábio Berbert de Paula
fabio

(usa Debian)

Enviado em 24/11/2020 - 17:55h

Então... recentemente resolvi ativar minha conta no Linkedin e me classifiquei como disponível para trabalho. Para minha surpresa descobri um mercado totalmente novo (sim, ando bem afastado do mercado de trabalho). Parece que com a pandemia uma tendência acelerou, a de trabalho remoto full-time.

Quem mais se beneficia com isso é a classe programador, que é uma profissão cujo 100% das ferramentas foram designadas para colaboração online.

Em alguns dias como disponível para trabalho, recebi contato de 3 agências recrutadoras. Além da tendência de trabalho remoto, empresas que trabalham em USD ou Euro estão buscando profissionais na América Latina por um motivo óbvio: somos bem mais baratos! Eles economizam nos contratando e nós recebemos melhor do que a maioria das empresas nacionais poderiam nos pagar devido ao valor de nossa moeda. É isso.

Então fica a dica, se você é programador, pesquise mais sobre esse mercado de freelancer internacional. Inglês é indispensável, obviamente.

Em anexo prints dos contatos.



  


2. Re: Programador, como anda o seu Inglês?

Ruan
ru4n

(usa Debian)

Enviado em 24/11/2020 - 19:38h

Já recebi algumas vagas de fora, mas com o meu inglês tupiniquim nem cheguei a entrar em contato. Esse do print abaixo é desse mês.

Normalmente, como já trabalho como desenvolvedor pleno, tenho muito contato com o chamado "inglês técnico", que é aquele inglês do tipo "se vira!", lendo documentação e pesquisando palavras chaves em inglês para buscar soluções.

Mas a conversação em inglês - que é o mais importante - sei pouca coisa. Tô longe de conseguir manter uma conversa adequada, ainda.

ps: importante manter o linkedin atualizado também, assim recebe mais visibilidade...



3. Re: Programador, como anda o seu Inglês?

Fábio Berbert de Paula
fabio

(usa Debian)

Enviado em 24/11/2020 - 22:24h

ruankl escreveu:

Esse do print abaixo é desse mês.



Aparentemente você recebeu contato de um recrutador da mesma empresa que eu, um dos meus prints é idêntico kkk

Fiz entrevista com eles. A entrevista foi via Zoom, só que o entrevistador tinha um sotaque miseravi hahaha... eu entendo bem Inglês, não tava entendendo bulufas do que ele falava, certamente não é americano nativo. Tive de lançar um "sorry, could u repeat" algumas vezes.

Foram uns 10 minutos de conversa, depois ele me enviou o link para 2 desafios online. Um era criar um jogo da velha em React e outro processar um POST Json em Node. Tinha que entregar em 1 hora. A entrevista foi ruim, mas o hands on foi sob controle.

Não sei se farão contato, mas valeu a experiência.


4. Re: Programador, como anda o seu Inglês?

Fábio Berbert de Paula
fabio

(usa Debian)

Enviado em 24/11/2020 - 22:30h

Viu a oferta deles? 20 doletas por hora. Se o programador trabalhar 8h/dia, fica com um incoming de aproximadamente 16 mil talqueis por mês. É raro um programador fazendo isso no Brasil, e os que fazem estão nas grandes capitais, onde o custo de vida é alto.

Para um programador que mora em cidade pequena, é salário de rei.


5. Re: Programador, como anda o seu Inglês?

Ruan
ru4n

(usa Debian)

Enviado em 24/11/2020 - 23:16h

fabio escreveu:

Aparentemente você recebeu contato de um recrutador da mesma empresa que eu, um dos meus prints é idêntico kkk

Fiz entrevista com eles. A entrevista foi via Zoom, só que o entrevistador tinha um sotaque miseravi hahaha... eu entendo bem Inglês, não tava entendendo bulufas do que ele falava, certamente não é americano nativo. Tive de lançar um "sorry, could u repeat" algumas vezes.

Foram uns 10 minutos de conversa, depois ele me enviou o link para 2 desafios online. Um era criar um jogo da velha em React e outro processar um POST Json em Node. Tinha que entregar em 1 hora. A entrevista foi ruim, mas o hands on foi sob controle.

Não sei se farão contato, mas valeu a experiência.


De fato parece ser a mesma empresa, só que eu meu é para um cliente, o seu é para vários haha! Tem cara de ser bot.

Penso em voltar para as aulas do Cambly, para praticar a conversação, e me preparar para essas entrevistas. O desafio não é difícil pelo jeito, mas achei o tempo curto para um jogo. Geralmente eu perco mais tempo lapidando layout com CSS. =(

Viu a oferta deles? 20 doletas por hora. Se o programador trabalhar 8h/dia, fica com um incoming de aproximadamente 16 mil talqueis por mês. É raro um programador fazendo isso no Brasil, e os que fazem estão nas grandes capitais, onde o custo de vida é alto.

Para um programador que mora em cidade pequena, é salário de rei.


Compensa muito. Tem também o site freelancer.com que paga em doletas, e é cheio de job lá. Quando me cadastrei recebi vários, mas por causa do inglês tive que recusar. Tem jobs para receber por hora e aqueles que são fixos, que dai vc precisa negociar o valor com o cliente. Mas de qualquer forma é em dollar, vale muito a pena!