Como esta o mercado de trabalho para um Administrador de Redes LINUX com certificações LPI 1 e LPI 2

1. Como esta o mercado de trabalho para um Administrador de Redes LINUX com certificações LPI 1 e LPI 2

Anderson
lta2901

(usa Debian)

Enviado em 20/04/2012 - 19:03h

Gostaria de saber se realmente é interessante tirar certificaçõs LPIS, saber a faixa salarial para a Categoria Admin de redes Linux, informações importantes para quem pretende seguir essa carreira e tambem as espectativas futuras para essa categoria.

Desde ja fico grato com os possiveis esclarecimento!!!


  


2. Mercado de Admin de Redes

m4cgbr
m4cgbr

(usa Debian)

Enviado em 09/06/2012 - 16:26h

Olá, sobre faixa salarial eu não tenho noção, já sobre expectativas e etc.., quando você tem um certificado, você comprova sua capacidade e conhecimento e habilidades não só para as empresas onde almejar uma vaga, mas também para si próprio.

Sobre o mercado não há dúvidas, esta cada vez melhor, e agora com o IPv6 vai melhorar ainda mais, vendo que cada vez mais dispositivos estão conectados as redes e a procura por profissionais qualificados já existe, isto é fato. Além disso você também pode trabalhar por conta, o que dependendo da sua meta não é mal negócio.


3. Re: Como esta o mercado de trabalho para um Administrador de Redes LINUX com certificações LPI 1 e LPI 2

jarlisson moreira
jarlisson

(usa Fedora)

Enviado em 09/06/2012 - 19:46h

Já pesquisei muito sobre certificações, e ouvi respostas nos dois sentidos.

No geral, não define nada, não te contratam somente por isso, muito seu salário.
No geral, seu salário vai depender da sua competência e da sua postura, em relação ao trabalho, dinheiro, sua valorização etc.

O que vale mesmo é o que você sabe, é a entrevista, quando te perguntam o que você sabe fazer.

Não dá pra se basear e avaliar a competência de uma pessoa só pelo certificado.
Você pode fazer bem feito, ou pode decorar o mínimo e passar do mesmo jeito.

Pode estudar tudo, mas problemas são coisas criativas, não tem tudo nos livros, ou seja, você tem que ser desenrolado, tem que raciocinar pra resolver os mais variados problemas que vão aparecer.

Se realmente gosta da área, estuda, faz, tenta aprender o máximo...mas sobre ter o certificado, prejudicar não prejudica né. Mas não se apoie nisso não.


4. Re: Como esta o mercado de trabalho para um Administrador de Redes LINUX com certificações LPI 1 e LPI 2

Yuri Stavale
Stavale_

(usa openSUSE)

Enviado em 11/06/2012 - 10:14h

jarlisson escreveu:

Já pesquisei muito sobre certificações, e ouvi respostas nos dois sentidos.

No geral, não define nada, não te contratam somente por isso, muito seu salário.
No geral, seu salário vai depender da sua competência e da sua postura, em relação ao trabalho, dinheiro, sua valorização etc.

O que vale mesmo é o que você sabe, é a entrevista, quando te perguntam o que você sabe fazer.

Não dá pra se basear e avaliar a competência de uma pessoa só pelo certificado.
Você pode fazer bem feito, ou pode decorar o mínimo e passar do mesmo jeito.

Pode estudar tudo, mas problemas são coisas criativas, não tem tudo nos livros, ou seja, você tem que ser desenrolado, tem que raciocinar pra resolver os mais variados problemas que vão aparecer.

Se realmente gosta da área, estuda, faz, tenta aprender o máximo...mas sobre ter o certificado, prejudicar não prejudica né. Mas não se apoie nisso não.


Discordo em partes. Assim como você não consegue provar sua competência pelo certificado, mostra menos ainda através da entrevista. Ou seja, na entrevista você pode decorar várias coisas, falar bem, mostrar-se seguro e passar. Já com a certificação em mãos, é a prova concreta que você entende do assunto. Porque você não vai tirar certificação alguma apenas 'decorando' o conteúdo, tem que rolar uma vivência com o sistema.


5. Re: Como esta o mercado de trabalho para um Administrador de Redes LINUX com certificações LPI 1 e LPI 2

Daniel Lara Souza
danniel-lara

(usa Fedora)

Enviado em 11/06/2012 - 10:47h

E outra coisa
tem empresas que não basta só mostrar a certificação e uma boa conversa na entrevista
tem que mostrar na prática mesmo
na empresa que eu estou tem uma prova prática sobre o assunto .



6. Re: Como esta o mercado de trabalho para um Administrador de Redes LINUX com certificações LPI 1 e LPI 2

jarlisson moreira
jarlisson

(usa Fedora)

Enviado em 11/06/2012 - 19:46h

Quando eu digo 'dizer o que sabe' na entrevista significa o mesmo que mostrar que sabe.
Não faz o menor sentido decorar coisas pra falar na entrevista, inventando assuntos que sabe...claro que você tem que dizer o que sabe fazer, pois uma hora você vai ter que fazer o que afirmou, seja na entrevista ou seja no emprego. Aí, claro, se não souber, tiver mentido, já era.

E sobre o certificado 'comprovar que você sabe, ser concreto etc' discordo totalmente, ter certificado em mãos não necessariamente quer dizer que você saiba.
Nem fazer faculdade significa que você saiba o assunto, imagine uma prova.

Não sei se já deram uma olhada nas provas pra obter certificados, mas a maioria é o B-A-BÁ sim, caem sempre as mesmas coisas, assuntos etc. Dá pra passar sim sem realmente ser bom no assunto.

Só repetindo e resumindo o que eu disse, faça o curso e/ou estude pro certificado, com certeza vai aprender algo, mas não vai garantir que você saiba o assunto muito menos uma prova concreta que saiba.

Alguém conhece alguma empresa que contrata pelos certificados?


7. Re: Como esta o mercado de trabalho para um Administrador de Redes LINUX com certificações LPI 1 e LPI 2

m4cgbr
m4cgbr

(usa Debian)

Enviado em 09/07/2012 - 00:14h

jarlisson escreveu:

Já pesquisei muito sobre certificações, e ouvi respostas nos dois sentidos.

No geral, não define nada, não te contratam somente por isso, muito seu salário.
No geral, seu salário vai depender da sua competência e da sua postura, em relação ao trabalho, dinheiro, sua valorização etc.

O que vale mesmo é o que você sabe, é a entrevista, quando te perguntam o que você sabe fazer.

Não dá pra se basear e avaliar a competência de uma pessoa só pelo certificado.
Você pode fazer bem feito, ou pode decorar o mínimo e passar do mesmo jeito.

Pode estudar tudo, mas problemas são coisas criativas, não tem tudo nos livros, ou seja, você tem que ser desenrolado, tem que raciocinar pra resolver os mais variados problemas que vão aparecer.

Se realmente gosta da área, estuda, faz, tenta aprender o máximo...mas sobre ter o certificado, prejudicar não prejudica né. Mas não se apoie nisso não.



Concordo com o colega jarlisson em partes, um exemplo se você for trabalhar por conta pesa na hora de vender sua imagem ou a da sua empresa.

Já na prática, varia, conheço grandes empresas que pagam melhores salários de acordo com a graduação e certificações que a pessoa tem, (o que eu não acho correto), pois como o jarlisson citou, você tem que saber fazer. Pois é a mesma situação onde empresas contratam profissionais formados em faculdades de TI, que tem muita TEORIA e 00,00000 de PRÁTICA, isso acontece de montÃO.

Minha consideração final é que, depende muito de suas metas, o que você almeja? Pois existem várias e várias situações, onde você quer se encaixar?

Fazer cursos abertos e possuir certificados, muitas e muitas vezes garante melhores salários do que indivíduos que optaram por fazer uma faculdade para "pegar o canudo" e ganhar salário base! Não estou generalizando, não entenda mal, por favor, mas tem pessoas que fazem isso, o que não é segredo e nem algo novo, pois acorre desde que o mundo é mundo.

Até + e que os anjos te iluminem. Boa sorte!


8. Re: Como esta o mercado de trabalho para um Administrador de Redes LINUX com certificações LPI 1 e LPI 2

jarlisson moreira
jarlisson

(usa Fedora)

Enviado em 09/07/2012 - 01:28h

Pois é macgbr, não da pra generalizar, senão vamos ficar sempre no 'varias empresas fazem isso', 'varios empregos aquilo' e 'varios conhecidos conseguiram sem nenhum ou outro'.

Existem vários ícones em computação e software livre que não concluíram a faculdade ou sequer começaram, mas são a extrema minoria.
Há quem fez faculdade e são geniais, e há quem são incompetentes.
Há quem fez cursos e são geniais, e há quem são incompetentes.

A diferença é o geralzão.
No geral, ter uma faculdade vai ajudar a te colocar no mercado.
No geral, ter certificados é bom.
No geral, se apoiar no certificado não é uma boa ideia.

Lembrando que há algumas profissões que exigem, por lei, faculdade ou coisas específicas, como na Engenharia, principalmente falando em concursos públicos.

Eu só discordo de você na parte da comparação entre pessoas que cursaram faculdade e os dos cursos. Não que você esteja errado, mas sim por ter comparado.
Não acho que estes ou aqueles ganhem mais, no geral, por conta do lugar que estudaram. O lugar, geralmente, só ajuda a entrar no mercado e onde no mercado. Depois é só sua competência.

Baseado na minha experiência e opinião, a sua competência depende uns 5% do lugar que você estudou e 95% o tempo que você ficou com a bunda na cadeira estudando.
Quem faz/fez faculdade, até mesmo as consideradas centro de excelência, sabe.

Então, respondendo ao tópico: se tiver grana e tempo, tente o certificado e aproveite ele o máximo, só não pare de estudar depois nem dependa dele.
Se quiser mesmo ganhar bem, estude sempre que puder, pro resto da vida. Em TI é assim.

Sobre a faixa salarial e "adm de redes linux", especifique mais o tipo de emprego (público, privado, tipos de empresa etc) e diga a região que você mora, podemos dizer quanto GERALZÃO ganha, ao sair de cursos e faculdades direto pra esses empregos.

Digo GERALZÂO, porque há quem administre de graça(tem muita gente apaixonada, nessa área *unix) e há quem ganhe 10, 12 mil...


9. Re: Como esta o mercado de trabalho para um Administrador de Redes LINUX com certificações LPI 1 e LPI 2

m4cgbr
m4cgbr

(usa Debian)

Enviado em 22/07/2012 - 20:24h

jarlisson escreveu:

Pois é macgbr, não da pra generalizar, senão vamos ficar sempre no 'varias empresas fazem isso', 'varios empregos aquilo' e 'varios conhecidos conseguiram sem nenhum ou outro'.

Existem vários ícones em computação e software livre que não concluíram a faculdade ou sequer começaram, mas são a extrema minoria.
Há quem fez faculdade e são geniais, e há quem são incompetentes.
Há quem fez cursos e são geniais, e há quem são incompetentes.

A diferença é o geralzão.
No geral, ter uma faculdade vai ajudar a te colocar no mercado.
No geral, ter certificados é bom.
No geral, se apoiar no certificado não é uma boa ideia.

Lembrando que há algumas profissões que exigem, por lei, faculdade ou coisas específicas, como na Engenharia, principalmente falando em concursos públicos.

Eu só discordo de você na parte da comparação entre pessoas que cursaram faculdade e os dos cursos. Não que você esteja errado, mas sim por ter comparado.
Não acho que estes ou aqueles ganhem mais, no geral, por conta do lugar que estudaram. O lugar, geralmente, só ajuda a entrar no mercado e onde no mercado. Depois é só sua competência.

Baseado na minha experiência e opinião, a sua competência depende uns 5% do lugar que você estudou e 95% o tempo que você ficou com a bunda na cadeira estudando.
Quem faz/fez faculdade, até mesmo as consideradas centro de excelência, sabe.

Então, respondendo ao tópico: se tiver grana e tempo, tente o certificado e aproveite ele o máximo, só não pare de estudar depois nem dependa dele.
Se quiser mesmo ganhar bem, estude sempre que puder, pro resto da vida. Em TI é assim.

Sobre a faixa salarial e "adm de redes linux", especifique mais o tipo de emprego (público, privado, tipos de empresa etc) e diga a região que você mora, podemos dizer quanto GERALZÃO ganha, ao sair de cursos e faculdades direto pra esses empregos.

Digo GERALZÂO, porque há quem administre de graça(tem muita gente apaixonada, nessa área *unix) e há quem ganhe 10, 12 mil...


jarlisson

creio ter me expressado mal na parte em que você entendeu que quis fazer uma comparação, realmente ão me expressei bem.

Na verdade o que quero dizer é que depende muito das metas e tempo de cada um, curto longo prazo, concordo com você plenamente nas questões sobre ter um curso superior e etc é fundamental para ajudar a lhe garantir uma boa vaga no mercado de trabalho e não se apoiar em certificações.

Porém, como disse e espero agora conseguir me expressar melhor, dependendo da situação onde perfil, tempo, meta, fazer cursos rápidos e adiar a faculdade pode trazer retorno financeiro mais rápido, isso é fato.

Tudo de bom a todo e boa sorte.






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts