Software para ECF

1. Software para ECF

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 16/04/2010 - 19:41h

Alguém conhece algum programa homologaado para ambiente Linux com as seguintes características?
- Emissão de cupom fiscal em impressoras Daruma, Bematech e/ou Urano;
- ICMS (estadual) e também ISS (municipal); São produtos e também serviços.
- Vendas em dinheiro, cheques e/ou cartão de crédito;
- Tabelas e relatórios de vendas básicos.

Tenho um amigo que usa um programa (ambiente Windows) que dá pau Já há muitos anos. Já aumentou a memória, trocou de CPU, de impressora, teve até de trocar de monitor (resolução vertical mínima de 768px!!!), até a rebimboca da parafuseta, e nada do sistma funcionar como deveria. Segundo os desenvolvedores, sempre é algum problema "externo" que faz com que as bases de dados se embaralhem a todo momento. Enquanto isso, é só gastar dinheiro daqui, dinheiro dali...
(Teve uma conhecida marca de impressoras fiscais que já os descredenciou há alguns anos).
Existem alguns programas para Windows que fazem isso - e bem - mas gostaria de saber se há alternativas comerciais conhecidas no Linux, pois já que o computador fica dedicado para a ECF, e a coisa não tem funcionado MESMO, a hora de mudar seria agora.
Caso não seja muito correto tratar de nomes e marcas comerciais aqui no post, podem mandar quaisquer informações para meu email.
Grato.


  


2. Re: Software para ECF

Luiz
oestlinux

(usa Kurumin)

Enviado em 16/04/2010 - 23:01h

Sistema ECF Fácil:

http://www.delgrande.com.br/ecf.html


PDV - VIXEN– sistema de automação comercial com Transferência Eletrônica de Fundos (TEF) e emissão de cupom fiscal (ECF)

http://www.pwi.com.br/pdv_tef.asp


Não tenho muito conhecimento em relação a estes softwares, mas espero ter ajudado



3. Use o Zeus Frente de Loja Zanthus

Gabriel Fernandes
nayamonia

(usa Fedora)

Enviado em 17/04/2010 - 16:48h

Se você precisa de uma solução de alto nível de segurança e estabilidade, use o Zeus Frente de Loja da Zanthus S/A (www.zanthus.com.br). Empresa com mais de 30 anos no mercado e está presente nas maiores redes de varejo do Brasil.
Se você tiver capital para invesitir vale a pena, pois este sistema vale o quanto custa.


4. tente também...

Raimundo Alves Portela
rai3mb

(usa Outra)

Enviado em 17/04/2010 - 17:09h

Faço Bacharelado em Administração de Empresas, e durante algumas pesquisas encontrei o STOQ, que é uma distribuição GNU/Linux customizada por uma empresa brasileira e disponibilizado livremente, eu baixei e fiz alguns testes mas ainda não tive tempo e prática com ele para dar uma opnião bem formulada, mas ai vai a dica:

http://www.stoq.com.br/pt-br/
* Uma breve descrição dele, encontrada na página inicial do projeto.
Stoq é uma site de aplicativos para gestão comercial desenvolvido pela Async Open Source

* Controle de vendas e estoque
* Client register (CRM)
* Gestão de compras e estoque
* Apuração de impostos
* Impressão fiscal via ECF
* Impressão de cheques
* Desenvolvido em e para Linux

Espero ter ajudado.


5. Re: Software para ECF

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 19/04/2010 - 08:44h

Agradeço aos amigos pelas respostas e sugestões.

Achei bem interessante o Stoq (desenvolvido em Python), que é muito abrangente, compatível com diversas distros, com a vantagem adicional de ser open source (mais que excelente para quem não quer gastar dinheiro - apenas terá um pouco de trabalho com a instalação e configuração).
No entanto, parece não lidar com "prestação de serviços", que seria um item fundamental.
Pelo fato de estar sob uma licença GPL e ter seu código-fonte disponibilizado na web, acredito que isso não seria impecilho para que algum programador Python fazer a adaptação necessária.
As screenshots não mostram um produto com um "visual deslumbrante", mas as telas são sóbrias porém bem equilibradas visualmente.

A solução mais adequada dentro do que foi apresentado foi a da Vixen, que peca apenas (dentro do que foi requerido) por executar apenas em ambiente Windows, tendo sido desenvovida em Microsoft Fox Pro. Percebe-se contudo que é um produto bem cuidado, pois pode utilizar praticamente todas as impressoras fiscais disponíveis no mercado.
O preço pode parecer salgado para um microempresário.

Então até aqui temos dois extremos:
Um produto "grátis" mas que da trabalho para instalar/configurar mas que de imediato não atende a todos os requisitos;
E outro, excelente porém caro, que não roda em Linux e que certamente também dará trabalho (apenas um pouco menos) para instalar/configurar.

Ficou faltando dar uma olhada na outra indicação. Logo que o fizer, farei aqui meus comentários.

Mais uma vez obrigado pela gentileza de suas respostas.

PS. A proposito, na sexta-feira passada o sistema deu pau pela enésima vez. O técnico fuçou - digo VERIFICOU - , fez os reparos que deveria e imediatamente após, deu pau otra vez (acho que eles deveriam mudar de ramo e abrir uma madeireira virtual).
Concluiu portanto que a culpa é da impressora fiscal que não aceita o "A" com til. Hoje, segunda-feira, eles iriam fazer um "procedimento".
Interessante que o manual da mesma impressora, que pode ser baixado do site oficial, mostra claramente a utilização de caracteres acentuados.
Parece que só não contaram para o pessoal da software house...
Bem, já parei de programar faz algum tempo. Mas ainda fico matutando como é que uma impressora fiscal "que não aceita o Ã" pode embaralhar os bancos de dados de um software externo.
E quando não é ela, é a outra, ou a outra CPU, etc. etc. etc., isso durante anos e anos.
Uma conclusão é óbvia: o culpado mesmo é o meu amigo, que não toma vergonha na cara e ainda continua gastando dinheiro com aquela empresa.



6. Re: Software para ECF

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 19/04/2010 - 09:58h

Quanto ao produto da Zanthus, as informações do site são um pouco vagas (me desculpem, mas achei o site um tanto "etéreo", tipo "sei lá, entende?").
Além do que, está dando um erro de runtime no VBScript na linha 43 (se alguém da Zanthus vir este post, aproveite para tomar as providências cabíveis).
Há uma versão free, cujos únicos inconvenientes são a obrigação de trocar de senha (via internet) a cada 6 meses, e a total ausência de suporte.
Algumas informações desejáveis somente são obtidas através de um cadastramento prévio.
Isso me faz lembrar dos computadores "de loja" onde se compra uma "caixa preta" (literalmente falando) e onde não temos nenhum conhecimento prévio "das entranhas do bicho".
Mas há também versão paga.
Bem, existe suporte para ambas as versões, mas o preço não é divulgado (senão mediante tornar-se usuário registrado), o que torna mais difícil avaliar se vale a pena ou não escolher qualquer produto daquela empresa.
Ah, o suporte é prepago, em módulos de 40, 20 e 60 minutos (nessa ordem).
Por outro lado, os requerimentos são consideravelmente baixos, onde um modesto Pentium 150 com 32MB RAM já pode executar a versão para Linux (existe outra versão para Windows). Apenas não ficou especificado com qual distro o produto é compatível, pois qualquer distro moderna certamente irá penar bastante com um micro "de museu" e sobretudo com memoria pífia, já que uma "debian-alike" mediana, por exemplo, necessitará de pelo menos 192MB apenas para iniciar o X..
(Ao dizer isso, estou pensando lá no Kurumin 2.21).
Portanto nada de micro velho para utilizar-se de um aplicativo de temanha responsabilidade.
Acho que 512MB RAM e um processador com um clock superior a 700MHz ficariam de bom tamanho.
Ninguém deve se esquecer de que as impressoares fiscais são freguesas da porta de comunicações COM2, e esse fato nem sempre é divulgado como requerimento.


7. Zanthus

Gabriel Fernandes
nayamonia

(usa Fedora)

Enviado em 19/04/2010 - 11:02h

Quanto a distribuição para o aplicativo pdv da Zanthus é uma própria baseada em redhat, iniciada por mim e agora mantida por eles. O Zanthus tem o núcleo do sistema desenvolvido em C e a interface gráfica em java. O servidor trata-se de um Web Service em apache usando CGI e php-cli (pcntl). Está instalado em grandes empresas como Grupo Deibt Otoch, Angeloni, Giassi, Comper, Decatlhon, Grupo Ricoy, entre outras ... Não esqueça que programa para ECF precisa ter o Laudo do PAC-ECF e para emitir nota fiscal precisa ter o AUPD ... Concordo com você que o site da Zanthus deixa a desejar, mas beleza não é sinônimo de estabilidade e segurança, pois o sistema da Zanthus é um dos melhores do Brasil, já foi eleito 5 vezes consecutivas pela revista EAN Brasil o melhor software de ponto de venda do país e também pela revista Supermercado Moderno e está instalado em mais de 25 mil pontos de venda em todo o Brasil. As opções estão ai, você faz a escolha! Abraço!


8. Re: Software para ECF

FHCS (P1R4T3)
L!N5X

(usa Debian)

Enviado em 19/04/2010 - 11:24h

É meus amigos, o problema que eu encontro é tão somente um software que rode em linux e que seja homologado para atuar com o TEF e que ainda não encontrei uma solução tão conviniente para tal uso.

Já fiz vários testes com o stoq e não tive dificuldades em trabalhar com ela, apesar de achar um pouco redundante em algumas funções do aplicativo.
Tem também o freedom-erp que achei muito bom, multiplataforma, fácil de operar e visual mais atrativo.

Enfim existem muitas soluções que irá atender as suas necessidades como também irá deixar a desejar. Existe um tópico que abrir aqui no VOL falando sobre reunir alguns programadores para tentar fazer um sistema mais usual e com as funções básicas de um pdv.

Creio que a próxima versão do stoq já vem com o módulo TEF integrado, pelo menos espero isso ocorra. Sem mais vou utilizando alguns softwares que já trabalho mas convecendo meus clientes a migrar para o linux.


9. Re: Software para ECF

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 20/04/2010 - 15:43h

Amigo Nayaless, acredito (por mero sentimento instintivo) que o produto da Zanthus seja de fato muito bom.
Disso não tenho dúvidas, mas também não tenho provas concretas.

Realmente falta que sejam divulgados dados que possibilitem uma melhor escolha por parte do usuário - o preço, por exemplo, que é anunciado por praticamente todos os concorrentes que tenho visto - bem como possíveis valores futuros, como manutenção, etc.

A própria assistência técnica é prepaga, mas os preços nao são declarados, portanto o usuário (leia-se "CONSUMIDOR" para todos os fins de direito) ao adquirir um produto dessa forma, o estará fazendo por "experiência e erro", o que não é conveniente nem justo e atualmente nem mesmo legal.

Foi exatamente por aventurar-se em promessas assemelhadas que meu amigo (a vítima) entrou na maior furada de sua vida.
Claro que não foi de forma alguma a Zanthus a causadora de todo o dilema, mas sim uma outra firma aqui do Rio de Janeiro, estabelecida em Jacarepaguá.
E ele acaba de recontratar uma "nova versão" por R$ 650,00 mais uma manutenção de R$ 190,00.
Não é bem porque ele seja um [*****] perfeito (afinal é meu amigo, e ninguém é perfeito... rsrsrs). O problema é o desespero de ter de cumprir uma exigência fiscal "a toque de caixa e a repique de sino". Essa experiência já lhe custou mais de R$ 10.000,00 o que não é nada bom para um pequeno empresário.

O que afirmo é que a não divulgação de informações conduz ao subentendimento de armadilhas, o que pode não ser o caso da Zanthus, mas eles deveriam tomar maior cuidado com esse quesito, pois fica mais facil ao "usuário necessitado" contratar o produto de R$ 1.000,00 ou de R$ 5.000,00 de algum concorrente do que ter de tornar-se usuário (às cegas), pois nao sabe quanto terá de dispender, senão depois de adquirir o produto.

E convenhamos: Quem ainda acredita em testemunhança de firmas declaradas como clientes?

Portanto, minha crítica refere-se à forma de merketing, e jamais ao produto em si.
Espero que o pessoal da Zanthus entenda a minha crítica como construtiva.

---

No tocante aos aplicativos de ECF de uma forma geral, a maioria é bastante redundante mesmo, e os desevolvedores sempre insistem no uso do mouse-mais-teclado-mais-mouse-mais-tecla "tab", o que indica de forma clara que eles não se importam nem um pouco com ergonomia ou com o bem estar e a paciência dos usuáros finais.

Por questões éticas, não mencionarei o nome daquela firma de Jacarepaguá (quase todas as softwarehouses do Rio ficam naquele bairro).






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts