duvidas sobre btrfs, subvolumes e snapshot

1. duvidas sobre btrfs, subvolumes e snapshot

niquelnausea
niquelnausea

(usa Arch Linux)

Enviado em 26/04/2016 - 14:06h

estou com algumas duvidas quanto ao sistema de arquivos btrfs, já li alguns tutoriais e assisti a alguns vídeos (além de ler a wiki do arch), mas as duvidas permanecem:
- como os subvolumes realmente funcionam em sistemas btrfs?
- para se usar o sistema de snapshots é necessário usar subvolumes?
- qual a configuração correta do fstab para sistemas btrfs?
- o snapper é a única ferramenta existente para se facilitar a criação e manipulação destes snapshots?
- seria possível criar uma entrada no grub (como a do opensuse)?

agradeço a qualquer um que possa esclarecer a qualquer um dos questionamentos.


  


2. Re: duvidas sobre btrfs, subvolumes e snapshot

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 26/04/2016 - 14:55h

niquelnausea escreveu:

estou com algumas duvidas quanto ao sistema de arquivos btrfs, já li alguns tutoriais e assisti a alguns vídeos (além de ler a wiki do arch), mas as duvidas permanecem:
- como os subvolumes realmente funcionam em sistemas btrfs?
- para se usar o sistema de snapshots é necessário usar subvolumes?
- qual a configuração correta do fstab para sistemas btrfs?
- o snapper é a única ferramenta existente para se facilitar a criação e manipulação destes snapshots?
- seria possível criar uma entrada no grub (como a do opensuse)?

agradeço a qualquer um que possa esclarecer a qualquer um dos questionamentos.


Boa tarde,

Respondendo perguntas:

1º - como os subvolumes realmente funcionam em sistemas btrfs?

R. Funcionam como sistemas de arquivos aplicados em partições distintas, como se tive-se mais partições cada uma com um filesystem btrfs, mas tudo dentro da mesma partição. assim você pode aplicar opções de montagem diferentes para cada subvolume, fazer snapshots. particularmente não vejo vantagem nisso, uma vez que posso particionar o disco.

2º - para se usar o sistema de snapshots é necessário usar subvolumes?

R. Sim, por que assim que você cria um partição você já tem um subvolume padrão que esta no nível mais alto e um snapshot é um subvolume escpecial que contém uma cópia exata de qualquer subvolume seja no nível mais alto ou baixo.

3º - qual a configuração correta do fstab para sistemas btrfs?

R. Para fazer a configuração correta é melhor consultar as opções de montagem na própria documentação do wiki,btrfs.

4º - o snapper é a única ferramenta existente para se facilitar a criação e manipulação destes snapshots?

R. Não existe também um comando chamado btrfs com subcomandos, mas para saber usa-lo é melhor ler a documentação do comando.

5º - seria possível criar uma entrada no grub (como a do opensuse)?

R. Se é possível no opensuse é possível também em outros distribuições, mas nunca uso btrfs para armazenar o diretório /boot.


Minhas considerações sobre o sistema de arquivo btrfs até esse momento que respondo esse post:


Características positivas:

- Snapshots, cara isso é muito bom, e consegue restaurar o sistema em caso de falhas em arquivos essenciais para funcionamento do sistema. claro que afirmo sem levar em consideração danos fisicos no HD.

- Trabalhar com multi dispositivos como se fossem um sem precisar de software terceiros como mdadm, é muito bom.

- Compactação de dados feito pelo próprio sistema de arquivos.

- Quando ficar mais maduro a checagem de sistemas de arquivos online, ou seja montado e offline(essa já possui, mas parece não está completa).

Características negativas:

- Cara os metadados e informações de estrutura do filesystem ocupam muito espaço em disco.



3. Re: duvidas sobre btrfs, subvolumes e snapshot

niquelnausea
niquelnausea

(usa Arch Linux)

Enviado em 26/04/2016 - 16:49h

agradeço pela resposta. sobre os subvolumes, acredito que seja exatamente o que pensava, atualmente tenho meu disco dividido entre /boot, /boot/efi, /, swap e /home, não vejo necessidade como usuário domestico de maiores divisões.

sobre os snapshots (essa é a parte que realmente me interessa), entendo sobre a parte de "espelhamento" (diretórios vazios, contendo apenas a diferença entre o original e o snapshot), porém como eles funcionam? tendo em vista que meu disco tem a seguinte distribuição:

/dev/sda1 2048 487423 485376 237M Sistema EFI #efi
/dev/sda2 487424 1101823 614400 300M Linux sistema de arquivos #boot
/dev/sda3 1101824 62541823 61440000 29,3G Linux sistema de arquivos #raiz
/dev/sda4 62541824 71348223 8806400 4,2G Linux swap
/dev/sda5 71348224 976773119 905424896 431,8G Linux sistema de arquivos #home


e meu fstab


# /dev/sda3 LABEL=root
UUID=eda57cd3-3d62-48bd-be23-9a97cc40d949 / btrfs rw,noatime,space_cache,subvolid=5,subvol=/,compress=lzo 0 0

# /dev/sda2 LABEL=boot
UUID=7f3e62d4-98a0-44d4-b230-db76b0a3d433 /boot ext4 rw,noatime,data=ordered 0 2

# /dev/sda1 LABEL=EFI
UUID=D555-2C79 /boot/EFI vfat rw,noatime,fmask=0022,dmask=0022,codepage=437,iocharset=iso8859-1,shortname=mixed,errors=remount-ro 0 2

# /dev/sda5 LABEL=home
UUID=a62bf204-6afb-4833-b928-6c9f8c07faa9 /home btrfs rw,noatime,space_cache,subvolid=5,subvol=/,compress=lzo 0 0

# /dev/sda4 LABEL=swap
UUID=7bec635e-e6e7-460d-8f2d-28af3e4d44cb none swap defaults 0 0


perceba que tanto a / quanto a /home (que são as partições em btrfs) possuem a mesma configuração de subvolume (subvolid=5 e subvol=/), caso faça um snapshot, pelo que entendi o mesmo seria um espelho de todo o subvolume (subvol=/)?


4. Re: duvidas sobre btrfs, subvolumes e snapshot

Ulrich Beckmann
Bequimao.de

(usa openSUSE)

Enviado em 11/05/2016 - 05:50h

O subvolume id 5 é por padrão o subvolume raíz de cada partição btrfs.
A formatação de uma partição grande como o /home em btrfs é bastante desvantajoso. Comandos como # btrfs balance demoram muito. Arquivos grandes como bancos de dados tem de ser excluído do mecanismo COW (Copy on Write) do btrfs.

O openSUSE tem uma configuração diferente. A instalação não é feita no subvolume raíz, mas num snapshot. Para ter uma ideia: escrevi uma dica em Inglês https://kaosx.us/phpBB3/viewtopic.php?f=4&t=1461 para mostrar como adaptar a configuração do openSUSE para uma outra distro.

Abs
Bequimão


5. Re: duvidas sobre btrfs, subvolumes e snapshot

Fábio Farias
Fabio_Farias

(usa openSUSE)

Enviado em 11/05/2016 - 09:45h

niquelnausea escreveu:

estou com algumas duvidas quanto ao sistema de arquivos btrfs, já li alguns tutoriais e assisti a alguns vídeos (além de ler a wiki do arch), mas as duvidas permanecem:
- como os subvolumes realmente funcionam em sistemas btrfs?
- para se usar o sistema de snapshots é necessário usar subvolumes?
- qual a configuração correta do fstab para sistemas btrfs?
- o snapper é a única ferramenta existente para se facilitar a criação e manipulação destes snapshots?
- seria possível criar uma entrada no grub (como a do opensuse)?

agradeço a qualquer um que possa esclarecer a qualquer um dos questionamentos.


- como os subvolumes realmente funcionam em sistemas btrfs?

Ainda estou tentando entender isso também. De todos os recursos que o Btrfs apresenta esse é o que mais me chama a atenção. Considero-o um item extremamente importante para as finalidades à qual ele se destina.

- para se usar o sistema de snapshots é necessário usar subvolumes?

Sim, como já foi dito acima.

- o snapper é a única ferramenta existente para se facilitar a criação e manipulação destes snapshots?

Por enquanto sim. Ele está disponível para outras distros também: https://build.opensuse.org/project/show?project=filesystems%3Asnapper
Mas é possível manipular essa opções também pelo terminal

- seria possível criar uma entrada no grub (como a do opensuse)?
Acho que sim. Dá uma olhada nessa página https://en.opensuse.org/openSUSE:Snapper_Tutorial sobre o grub2-snapper-plugin

Vou acompanhar o post pois tenho interesse nisso também.

Só a titulo de curiosidade, o openSUSE foi a prmeira distro a implementar o btrfs como sistema de arquivos padrão suportando boot nesse filesystem há um bom tempo já, mas não sei como ele está em outras distros. Desde que o openSUSE o adotou por padrão, tenho usado e não tenho tido problemas.









6. Re: duvidas sobre btrfs, subvolumes e snapshot

Ulrich Beckmann
Bequimao.de

(usa openSUSE)

Enviado em 23/05/2016 - 01:34h

Fabio_Farias escreveu:

...
- o snapper é a única ferramenta existente para se facilitar a criação e manipulação destes snapshots?

Por enquanto sim. Ele está disponível para outras distros também: https://build.opensuse.org/project/show?project=filesystems%3Asnapper
Mas é possível manipular essa opções também pelo terminal

- seria possível criar uma entrada no grub (como a do opensuse)?
Acho que sim. Dá uma olhada nessa página https://en.opensuse.org/openSUSE:Snapper_Tutorial sobre o grub2-snapper-plugin



o Snapper não dá suporte ao boot de snapshots, se estiver instalado em partições lógicas de LVM. Mas se pode fazer o # snapper rollback manualmente:

- configurar o subvolume desejado como default - # btrfs subvolume set-default <no.> <path>
- fazer um chroot e arrancar o # snapper rollback
- desmontar e montar de novo
- um outro chroot e recriar o grub.cfg

 # snapper rollback                                                                                                                                             
Creating read-only snapshot of default subvolume. (Snapshot 484.)
Creating read-write snapshot of current subvolume. (Snapshot 485.)
Setting default subvolume to snapshot 485.


Abs
Bequimão







Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts