Clear Linux

1. Clear Linux

Rodrigo
omag0

(usa CentOS)

Enviado em 01/11/2019 - 23:42h

Estava eu, procurando uma distro para servidor linux, com suporte, que seja mais barato que o Red Hat, para instalar na empresa, lembrava vagamente do nome. Até que me veio o estalo ClearOS (para quem quiser saber mais: https://www.clearos.com/) . Pesquisei no google e achei, entrei em contato e tudo mais... mas o Google maroto que é, me mostrou outra distro também. Clear. Somente isso Clear linux. O curioso é a similaridade dos nomes.
Após fazer o que necessitava fazer fui da uma olhada e não é que a distro me chamou atenção. Estou preparando uma VM para instalar e postar sobre a mesma.
Mas queria saber se alguém ja a usou. https://clearlinux.org/about .
Abraços


  


2. Re: Clear Linux

Paulo Jr
Pebis

(usa Debian)

Enviado em 02/11/2019 - 10:09h

Li que é uma Distro desenvolvida pela Intel, logo otimizada para essa plataforma. As dúvidas são:

- Será que fica algo parecido com iOS aonde o software é compilado exatamente para aquele hardware?
- Vai rodar em processadores AMD?

Acho algo bem interessante uma empresa do porte da Intel entrar nesse mercado.



3. Re: Clear Linux

Rodrigo
omag0

(usa CentOS)

Enviado em 03/12/2019 - 12:33h

Após algumas semanas usando o clear , vou dar meu veredito:
Ainda não está pronto para uso. Use apenas se for entusiasta.
Irei agora detalhar o motivo
Parte 1 - instalação: me lembra o instalador
do CentOS, mas há funcionalidades incompletas, como particionamento manual. Comigo não consegui fazer a instalação com particionamento manual de maneira alguma.
Sempre acusava que faltava swap e uefi, sendo que eu havia reservado já espaço para ambos. O jeito foi escolher entre instalação limpa , que apaga todo o hd, ou side by side, que instala sem apagar o antigo SO da máquina. Escolhi apagar tudo.
Outro ponto é que não há suporte a vários idiomas. Isso pra mim não foi problema visto que sempre uso em inglês.
Parte 2 visual: como padrão, ele usa o Gnome 3. As escolhas padrão de temas, ícones e Shell muito me agradaram. Os temas são pautados nas paletas azul e branco. Bem agradáveis aos olhos. A troca de temas e ícones é muito fácil. Basta ir no site Gnome look (acho que é isso) fazer o dowload do que gostou e copiar pra pasta correspondente.
Parte 4 - programas default - nessa parte muito me agradou o Clear. Ele vem Bem enxuto. Nada de trocentos programas incorporados a DE, que quando remove vai junto até o gerenciador de janelas ( não é verdade Sr Debian KDE).
Parte 5 gerenciador de pacotes - gostei. Bastante. Não sei se é a primeira distro a fazer isso mas ele gerência seus pacotes como contêineres. Você não instala pacote, você instala bundles. E nele há tudo necessário para o funcionamento do que foi instalado. Lembra bastante o docker. Ele também tem o proprio flatpak hub que vem por padrão. Apesar de não ter uma opinião sobre o flatpak,
Qual foi a parte negativo disso? Como o SO uda o conceito de bundles, os devs devem sempre ficar atualizando esses bundles, o que de fato não ocorreu com algumas coisas que eu necessito. Uso o Mono e ele está na versão 6.4. no bundle do SO, está na 5.14. beeeeem defasado (julho ano passado). Não há o Google Chrome. E o Firefox tem problemas de Codec ( semelhante ao Opensuse). Q
Consegui contornar meus problemas dockerizando (nem existe essa palavra ) tudo que eu necessitava. Mas houve um trabalho extra para configurar a IDE . Nada muito complicado, só mais tempo gasto.
O que realmente me tirou do sério foi não poder ver o Netflix. Há como instalar o Chrome, mas eu não gosto dessas gambiarras que a comunidade fazem. Instalei, deu certo. Mas para atualizar teria que fazer tudo de novo.
Vi que há issue no Github do Firefox desde março. Relatando isso. Os devs pediram tempo para deixar tudo ok.
Então é isso. Se tiver alguma dúvida que eu saiba responder, responderei =)






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts