01 02 03

Importação de IPs do Whatsapp como Objeto do Zentyal

Sabe-se que o Whatsapp é um grande consumidor de tempo dos funcionários e de banda para empresas que disponibilizam wifi devido aos envios de imagens e vídeos. Com a incumbência de bloquear o Whatsapp fui procurar os IPs utilizados pelo serviço. Esta lista está disponível no endereço: https://www.whatsapp.com/cidr.txt Veja que é uma lista muito grande para cadastrar manualmente no Firewall. No caso utilizo o Firewall Zentyal 4.0. Pesquisando na internet achei o seguinte script ( http://www.institutmarianao.cat/wordpress/?p=226 ) que importa os dados para dentro do Zentyal. Crie um arquivo objects.csv com os IPs com o seguinte formato ( disponível em: http://pastebin.com/7JgbbQgA ) WhatsApp,IP1,ipaddr,5.153.52.248,29, WhatsApp,IP2,ipaddr,31.13.65.14,32, Após isso crie um arquivo chamado importa.pl com o conteúdo do script no mesmo diretório do csv e dê permissão de execução. Aí é só executar, acessar o Zentyal e criar uma regra bloqueando este objeto.

Por: Willian Itiho Amano


UDP flood em Perl!

px

Fiz este script para meu aprendizado em Perl e após aprimorá-lo decidi compartilhar com a comunidade. Taí pessoal, usem com moderação hein!

Por: Pedro


Web Fuzzer em Perl

Código simples, primeiro ele faz busca pelo robots.txt, depois usa um arquivo lista para fazer rquest e "descobrir" os diretórios e arquivos.

Por: KoubackTr


Simples [PortScanner]

É um script simples. Criado para iniciantes. Não é nenhum [nmap] mas é bem legal e funcional. Esta bem comentado. É claro que esta em [inglês], mas é para não perder o costume. Usei o [Google Tradutor], caso haja alguma palavra errada é culpa é dele.

Por: breek


Obter Nome e IP do Host

Um script simples, mas muito util para saber o nome e ip do host local! Pode ser adaptado para gravar num arquivo, ou então se conectar a um host remoto e enviar a ele o resultado! Adapte-o conforme sua necessidade! Abraço

Por: Dennis Henrique Leandro da Silva


R4tz - Portscan basicão

Ele é bem simples, você passa como parâmetro o host, opcionalmente as portas de início e fim e o nome do arquivo log que ele vai gerar. A partir daí ele percorre as portas (caso você tenha especificado, vai percorrer somente aquela faixa) verificando quais estão abertas para uma conexão TCP/IP, depois imprime na tela e salva no arquivo uma linha dizendo a porta atual e o estado dela (open/closed).

Por: Danillo Souza



01 02 03



Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts