dhcpd (dhcpd.conf)

Simples configuração para um servidor de DHCP

Categoria: Networking

Software: dhcpd

[ Hits: 26.553 ]

Por: Igor Garcia


Para aqueles que acham um pé no saco ficar reconfigurando as estações da sua rede quando algo muda no servidor, basta instalar um servidor de DHCP! :D



Este arquivo de configuração destina-se a uma simples implementação de um servidor DHCP.



Em geral esse arquivo deve ficar em /etc/dhcpd.conf, entretanto se não está certo de que o caminho é realmente este, coloque esse arquivo em qualquer lugar e execute o dhcpd com o seguinte comando:



# dhcpd -cf /meu_path/meu_arquivo.conf -d eth1



Lembre-se que os IPs que aparecem neste arquivo podem (e provavelmente) não funcionar corretamente com sua rede, portanto fica a seu encargo mudar estes IPs para os IPs da sua rede.


# /etc/dhcpd.conf
# Copyright © 2003 Igor Garcia

#------------------------------------------------------------------------------------------
# Este arquivo de configuração destina-se a uma simples implementação
# de um servidor de DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol).
# Este arquivo foi criado levando-se em consideração a seguinte
# topologia de rede:
#
# [Internet] <--> (eth1 - 200.176.x.y) [DHCP Box] (eth0 - 192.168.0.1) <--> [Rede Interna]
#
# Ou seja, a máquina tem 2 placas de rede, uma delas está ligada à
# internet (eth1 - 200.176.x.y) e a outra está ligada à rede interna
# (eth0 - 192.168.0.1)
# O comando chamado para levantar o DHPCd é:
#
# dhcpd -cf /etc/dhcpd.conf -d eth0 &
#
# Este arquivo configura o seu servidor de DHCP para que todos os
# clientes recebam um IP entre 192.168.0.2 e 192.168.0.254, define o
# domínio para meudominio.com.br e define como servidores de DNS
# (Domain Name Server) os IPs 200.176.2.10 e 200.176.2.12, que são os
# IPs dos servidores de DNS do Terra. Assim, exceto se você for
# usuário do Terra Networks, é melhor alterar isso de acordo com o seu
# ISP.
#
#
# Lembre-se que você precisa ter um firewall devidamente configurado
# para que os clientes consigam navegar na interna, pois um MASQUERADE
# é requerido. Para maiores detalhes sobre como fazer MASQUERADE ou
# SNAT no Linux consulte o manual do iptables (man iptables) ou leia o
# arquivo rc.firewall em
# http://www.vivaolinux.com.br/conf/verConf.php?codigo=37&expand=1
#-----------------------------------------------------------------------------------------

# Coloque abaixo o dominio da sua rede
option domain-name "meudominio.com.br";


# Especifique os IPs do DNS do seu ISP (os que aparecem abaixo são os
# do Terra Networks)
option domain-name-servers 200.176.2.10, 200.176.2.12;


# Deixe esses parametros como estão (a menos que você saiba o que está fazendo)
ddns-update-style ad-hoc;
default-lease-time 600;
max-lease-time 7200;
log-facility local7;

# As configurações abaixo são para uma rede 192.168.0.0/24
# Os clientes receberam IPs entre 192.168.0.2 e 192.168.0.254
subnet 192.168.0.0 netmask 255.255.255.0 {
  range 192.168.0.2 192.168.0.10;
  option routers 192.168.0.1;
  option broadcast-address 192.168.0.255;
  default-lease-time 600;
  max-lease-time 7200;
}
  


Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 22/10/2003 - 19:43h

Muito bom!

[2] Comentário enviado por ninho em 28/10/2003 - 10:33h

Uma divida...

######## INICIO ##########
# As configurações abaixo são para uma rede 192.168.0.0/24
# Os clientes receberam IPs entre 192.168.0.2 e 192.168.0.254
subnet 192.168.0.0 netmask 255.255.255.0 {
range 192.168.0.2 192.168.0.10;
######## FIM ###########

Vc disse acima que os clientes recebem os ips de 192.168.0.2 ateh 192.168.0.254, mas com a opcao de rage, vc nao esta limitando para 9 ips? de 2 a 10?

[3] Comentário enviado por mtakaki em 27/11/2003 - 11:26h

como poderia configurar o dhcp para um servidor com 3 placas de rede e cada uma em uma rede diferente ou sub-rede diferente

[4] Comentário enviado por rrricci em 19/03/2004 - 09:34h

Tb tenho uma dúvida... Qual a função destas 3 linhas abaixo no dhcp?

default-lease-time 600;
max-lease-time 7200;
log-facility local7;

Obrigado...

[5] Comentário enviado por ehornig em 01/06/2004 - 17:09h

Olá comunidade, primeiramente quero manifestar minha felicidade em fazer parte deste forum, pois é meu primeiro acesso com usuario cadastrado no Viva o Linux.

Bom vamos lá

Tenho um servidor Conectiva Linux 8, gerenciando uma pequena rede de 45 máquinas , que estao divididas em três redes, sendo assim tenho a eth0 - para o modem, eth1, eth2 e eth3 para as minhas redes internas, os micros clientes estao usando IP Fixo, a questao eh... como configurar o dchp.conf para que as tres redes usem ip dinamico ?

Obrigado

[6] Comentário enviado por guardiangu em 14/07/2004 - 15:45h

Conheço muito pouco das configurações do linux e gostaria de configuras um servidor dhcp utilizando o velox

[7] Comentário enviado por guitarloko em 23/09/2004 - 09:55h

só uma correção:
######## INICIO ##########
# As configurações abaixo são para uma rede 192.168.0.0/24
# Os clientes receberam IPs entre 192.168.0.2 e 192.168.0.254
subnet 192.168.0.0 netmask 255.255.255.0 {
range 192.168.0.2 192.168.0.10;
######## FIM ###########

concordo com o "ninho", vc tá disponibilizando apenas 9 ips (2-10) e não de 2 a 254 como foi dito no seu artigo.

fora esse detalhe, o artigo tah blz ;)

[]'s
Felipe

[8] Comentário enviado por boo em 23/09/2004 - 10:36h

De fato está incorreto o comentário que postei.
Na verdade, estas configurações são pra uma rede com range de IP variando de 192.168.0.2 até 192.168.0.10.
Quanto as linhas

default-lease-time 600;
max-lease-time 7200;
log-facility local7;

elas servem pra fizer qual o tempo padrão e máximo que uma máquina pode ficar com determinado IP (duas primeiras linhas) e qual o tipo de log que será utilizado pelo SysLog para gravar os logs do DHCPD.

Acho que é isso, agradeço ao Felipe pela correção, de fato não tinha me dado por conta que o comentário não condizia com a realidade.



[9] Comentário enviado por osvaldomarquesjr em 27/01/2005 - 02:11h

Quero referir-me ao comentário do mtakaki. Provavelmente ele já resolveu o seu problema, pois foi postado há mais de um ano, mas podem haver outros com o mesmo problema ainda por resolver. Para configurarmos várias placas, basta prepararmos uma declaração de subnet para cada uma delas; por exemplo, se tivermos tres placas, uma no endereço 192.168.1.0, outra no endereço 192.168.2.0 e uma terceira como 192.168.3.0, declararemos:
subnet 192.168.1.0 netmask 255.255.255.0 {
... declarações da primeira sub-rede
}
subnet 192.168.2.0 netmask 255.255.255.0 {
... declarações da segunda sub-rede
}
subnet 192.168.3.0 netmask 255.255.255.0 {
... declarações da terceira sub-rede
}
As declarações de cada sub-rede serão básicamente idênticas, respeitando-se a sub-rede. O dhcpd saberá associar as sub-redes às placas com endereços correspondentes. A bem da verdade, se você tem um sistema com mais de uma sub-rede e o dhcpd configurado para cuidar de apenas apenas uma, quando o mesmo inicia, emite um alerta no log apontando para a falta de declaração para a sub-rede suportada pela outra placa.


Contribuir com comentário