init (/etc/inittab)

Arquivo /etc/inittab bem comentado e explicado.

Categoria: Init

Software: init

[ Hits: 18.709 ]

Por: Edson


Arquivo /etc/inittab bem detalhado.


#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
#         Entendimento dos níveis de execução no arquivo /etc/inittab            #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
#<identificação>   :   <Nível de EXecução>   :   <Ação>   :   <Processo>         #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
# Identificação: É a identifcação do nível de execução                        #
# Nível de Execução: Os níveis válidos de 0 á 6                           #
# Ação: É ação que será feita caso o nível seja ligado (executado)                  #
# Processo: Processo gerado pela execução do nível de execução                     #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#

#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
#       Descrição do que cada nível de execução faz quando executado e de como colocar         #
#       scripts e serviços na inicialização do sistema.   OBS: a descrição dos runlevels foi customizao   #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
#       Os serviços ou scripts de inicialização devem ser colocados no diretório /etc/init.d      #
#       para ser incluso em algum nível de execução.                     #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
# <Níveis de execução>   <Diretório>   <Descrição do que é feito quando executado>            #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
#   0      /etc/rc0.d/   modo de desligamento. para todos os serviços e desliga a máquina   #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
#               Modo de manutenção (single user). usado em casos criticos.      #      
#   1      /etc/rc1.d   como por exemplo recuperar senha do root ou dá manutenção no sistema.   #
#               Apenas o usuário root pode executar nesse nível            #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
#   S      /etc/rcS.d/   Carrega os serviços essenciais para o sistema, modo similiar ao "1".   #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#   
#               Modo multiusuário, usado para rodar o sistema básico sem serviços rede,   #
#   2      /etc/rc2.d   e roda em  modo texto. uso para fazer update do sistema       #
#               ou atualizações em massa.                  #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
#   3      /etc/rc3.d/   Modo multiusuário, roda em modo texto com serviços de rede disponiveis.   #
#               como samba, ssh e etc.                     #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
#   4      /etc/rc4.d/   Esse nível de execução por padrão não é usado em distros debian e RedHat# 
#               Mas uso como multiusuário em modo gráfico sem sem serviços de rede.   #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
#   5      /etc/rc5.d   Modo multiusuário,usado para rodar o ambiente gráfico junto com serviços#
#               redes.                           # 
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#
#   6      /etc/rc6.d/   Modo de reinicialização do sistema. todos os serviços são paados   #
#               e a máquina e reiniciada.                  #
#---------------------------------------------------------------------------------------------------------------#

###### indica o nível de execução padrão que o sistema irá usar ######
id:5:initdefault:

#### indica o primeiro runlevel executado durante o boot ###
# This is run first except when booting in emergency (-b) 
si::sysinit:/etc/init.d/rcS

#### Runlevel executado em modo mono usuário ####
~~:S:wait:/sbin/sulogin

#### Localização de cada dos serviços e scripts a serem iniciados para cada nível de execução ####
l0:0:wait:/etc/init.d/rc 0
l1:1:wait:/etc/init.d/rc 1
l2:2:wait:/etc/init.d/rc 2
l3:3:wait:/etc/init.d/rc 3
l4:4:wait:/etc/init.d/rc 4
l5:5:wait:/etc/init.d/rc 5
l6:6:wait:/etc/init.d/rc 6

# Normally not reached, but fallthrough in case of emergency.
z6:6:respawn:/sbin/sulogin

##### Reinicia a máquina pressionando CONTROL + ALT + DEL ####
ca:12345:ctrlaltdel:/sbin/shutdown -t1 -a -r now

# Action on special keypress (ALT-UpArrow).
#kb::kbrequest:/bin/echo "Keyboard Request--edit /etc/inittab to let this work."

# What to do when the power fails/returns.
pf::powerwait:/etc/init.d/powerfail start
pn::powerfailnow:/etc/init.d/powerfail now
po::powerokwait:/etc/init.d/powerfail stop

#### Terminais virtuais disponiveis para os runlevels em execução ###
# so if you want to add more getty's go ahead but skip tty7 if you run X.
#
1:2345:respawn:/sbin/getty 38400 tty1
2:235:respawn:/sbin/getty 38400 tty2
#3:23:respawn:/sbin/getty 38400 tty3
#4:23:respawn:/sbin/getty 38400 tty4
#5:23:respawn:/sbin/getty 38400 tty5
#6:23:respawn:/sbin/getty 38400 tty6
7:12:respawn:/sbin/getty 38400 tty10
  


Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 26/07/2012 - 20:50h

Gostei muito, boa referência.

[2] Comentário enviado por jarlisson em 01/08/2012 - 13:47h

Boa! sempre quis entender, nunca alterar

[3] Comentário enviado por lcavalheiro em 02/09/2012 - 20:26h

Só pra contribuir, esse inittab não serve pro Slackware.


Contribuir com comentário

  



Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts