dcfldd - uma alternativa ao comando dd com status do progresso

Publicado por Reginaldo Magon em 06/04/2010

[ Hits: 17.301 ]

 


dcfldd - uma alternativa ao comando dd com status do progresso



Muitas vezes temos que usar o comando dd, por exemplo, para clonar discos e ficamos olhando para o terminal sem saber o que está acontecendo. Uma alternativa para o dd é o comando dcfldd, que nos mostra o progresso da cópia e possui a sintaxe básica idêntica ao dd.

Segue a dica de como instalar.

Primeiramente vamos baixar os fontes:

# wget -c http://downloads.sourceforge.net/project/dcfldd/dcfldd/1.3.4-1/dcfldd-1.3.4-1.tar.gz

Agora vamos descompactar:

# tar -xvzf dcfldd-1.3.4-1.tar.gz

Compilação:

# cd dcfldd-1.3.4-1
# ./configure
# make
# make install


Após a compilação podemos fazer um teste:

# dcfldd if=/dev/zero of=/dev/null bs=1k count=1MB

Poderá ver que enquanto o comando é executado nos é mostrado log abaixo o status do que está acontecendo.

O comando dcfldd tem diversas opções, vale a pena dar uma olhada no manual e no help do comando:

# man dcfldd
ou
# dcfldd --help

Dessa forma fica mais fácil observar o andamento do comando executado e saber quanto tempo temos para tomar o nosso cafezinho!

Outras dicas deste autor

Instalando Picasa 3.0 no Slackware em 3 passos

Bloqueando tentativas de acesso indevido ao SSH com DenyHosts no Slackware Linux

Leitura recomendada

Baixar arquivos com wget utilizando autenticação

Instale o kernel 3.10 no elementary OS

Timeout para terminais

"Criando" um comando

Calculadora rápida e eficiente no terminal

  

Comentários
[1] Comentário enviado por robsonsbrasil em 16/06/2010 - 22:37h

Gostei dessa muito legal, pois ficar olhando para o terminal e complicado. kkk
valeu

[2] Comentário enviado por educanario em 06/10/2010 - 11:38h

Lembrando que você pode ver o status do dd mandando sinais para o comando, conforme diz a man page do mesmo:

Sending a USR1 signal to a running ‘dd’ process makes it print I/O statistics to standard error and then resume copying.

$ dd if=/dev/zero of=/dev/null& pid=$!
$ kill -USR1 $pid; sleep 1; kill $pid

18335302+0 records in 18335302+0 records out 9387674624 bytes (9.4 GB) copied, 34.6279 seconds, 271 MB/s

[3] Comentário enviado por gpr.ppg.br em 11/06/2011 - 13:34h

muito boa dica.

[4] Comentário enviado por tiago4171 em 16/07/2016 - 21:40h

Gostei!!! Agora estou completo



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts