Velocidade de navegação vs taxa de transferência

Publicado por Xerxes Lins em 18/09/2009

[ Hits: 29.436 ]

Blog: https://voidlinux.org/

 


Velocidade de navegação vs taxa de transferência



Essa dica explica, de forma simples e resumida, a diferença entre taxa de transferência e velocidade de navegação. Também explica, por alto, como saber se a velocidade de download está correta para o seu plano. Feita para usuários leigos no assunto. Caso algum usuário mais experiente queira complementar as informações, ou corrigir alguma coisa, por favor, comente!

Primeiro, acesse a seguinte página de teste:
Obs.: para obter um valor mais próximo do real, feche todas as outras páginas do navegador e verifique se não está fazendo algum download (torrent, por exemplo), cancele tudo (ou espere terminar), feche o Pidgin, MSN, jogos on-line... Tudo aquilo que usa a internet. Deixe apenas a página do teste.

Aparecerá no topo da página a mensagem "Sua velocidade é:". Esse valor é sua velocidade de navegação, definida em bits por segundo (Kbps ou Mbps, por exemplo). É a quantidade de bits (0 e 1) que pode ser transferida no tempo de um segundo.
  • 1 Kbps (1 kylobit por segundo) = 1.000 bits por segundo
  • 1 Mbps (1 megabit por segundo) = 1.000 kilobits/seg = 1.000.000 bits/seg

Assim, se o seu resultado for, por exemplo, 114 Kbps, isso significa que sua velocidade de navegação é de 144.000 bits por segundo (114 x 1.000). Se seu resultado for 2,02 Mbps, isso significa que sua velocidade de navegação é de 2.020.000 bits por segundo (2,02 x 1.000.000).

Logo abaixo dessa informação temos a seguinte frase: "Você pode fazer downloads em até x KB/s. dos nossos servidores."

Diferente da velocidade de navegação, esse valor x é referente à taxa de transferência (sua velocidade de download). Esse é o valor mais importante, medido em bytes por segundo (KB/sec, por exemplo).
  • 1 B (1 byte) = 8 bits
  • 1 KB (1 kilobyte) = 1.024 bytes
  • 1 MB (1 megabyte) = 1.024 kilobytes

Como 1 byte é oito vezes maior que 1 bit, é normal que planos de internet de 1 Megabit, por exemplo, tenham uma taxa de transferência diferente de 1 MB/s... A taxa deve ser 8 vezes menor.

Por exemplo, calculemos a taxa de transferência de uma conexão com um plano de 3 Megabits.

3 Mbits = 3.000 Kbits

Agora calculamos a quantidade de Kilobytes desse valor:

3.000 / 8 = 375

Aí está. A taxa de transferência para um plano da NET, por exemplo, de 3 Mega deve ser de 375 KB/sec. Porém, uns 20% desse valor é usado pelo sistema.

375 x %20 = 75

Ou seja, 20% de 375 é 75. Subtraindo 75 de 375 teremos 300. A taxa de transferência, ao final, para um plano de 3 Mega é de 300 KB/s.

Claro que há variações, mas o taxa deve variar entorno desse valor.

Sendo assim, um plano de 3 Mega, na verdade não possui uma velocidade de download igual 3MB/s (que coisa, não?) e sim algo em torno de 300 KB/s.

Outras dicas deste autor

Como instalar o Packet Tracer no Linux

Atualização do Debian Wheezy (estável) para Testing

Applet de rede no Gnome 3 (ArchLinux)

Configurando o papel de parede do Fluxbox no Zenwalk

Aplicativos para ler mangá no Android

Leitura recomendada

SIGA-ADM - Sistema Integrado de Gestão Administrativa

Adicionando um splash na inicialização do FreeBSD 7.x

Como atualizar o Kernel no Linux CentOS 7

Integrando Squid com o site PhishTank

Configuração do SARG em 20 minutos

  

Comentários
[1] Comentário enviado por dbahiaz em 18/09/2009 - 20:04h

Lagal! As perda na verdade nem é o sistema que consome, são perdas naturais de transmissão de sinal, ou pelo cabo ou ar.

Quem quiser brincar um pouco pode usar esse conversor digital simples.

http://www.digitaldutch.com/unitconverter/bits.htm

[2] Comentário enviado por mcnd2 em 19/09/2009 - 00:24h

Ótima dica!
E Para aqueles que querem controlar o que realmente estão gastando em relação ao seu plano de internet é só fazer os cálculos.

Parabéns xerxes... bem didático...

Vlw...



Contribuir com comentário