Twitter no pidgin

Publicado por albert guedes em 02/04/2009

[ Hits: 11.381 ]

Blog: http://www.socrates.if.usp.br/~arcguede

 


Twitter no pidgin



Pois é. Mais uma vez o pidgin mostra sua versatilidade e trás até vocês mais um serviço inusitado.

Dessas vez é o Twitter, o famoso serviço de mensagens instantâneas que pode ser acessado via mobile ou via site.

Pra quem não conhece, o diferencial do twitter é que as mensagens não são apenas instantâneas, são curtas e rápidas, um tipo de noticiário de última hora, mas no tamanho de uma frase. Parece bobo, mas quem usa está adorando, inclusive esse que vos escreve. :D

Então vou ensinar como acessar o twitter via pidgin.

Primeiro, tenha uma conta no twitter obviamente. :P

Baixe o pacote mbpurple para Linux no site: http://code.google.com/p/microblog-purple/downloads/list

É bem melhor conferir esse site, pois assim vocês pegarão a versão mais atual.

No momento que escrevo essas linhas (30/03/2009), o mais atual pode ser pego por esse link direto: mbpurple-0.2.1.tar.gz

Após baixar o pacote, descompacte no diretório /tmp. Entre como root e digite:

# cd /tmp/mbpurple-<versão atual>
# make
# make install


e você já estará com o plugin instalado no pidgin.

Agora abra o pidgin, vá na aba "Contas", clique em "Adicionar" e finalmente clique em "Protocolo".

Se tudo ocorreu certo com a instalação, você encontrará o protocolo "TWitterIM" em "Protocolo". Clique nele e, na janela que abrir, digite nome de usuário do twitter, senha do twitter e termine clicando "Adicionar".

Após isso será acrescentado à sua lista de contatos do pidgin uma seção com o nome "TWitter" e com um inusitado usuário chamado "twitter.com".

Clicando nesse usuário abrirá uma janela de conversação onde você poderá ver as atualizações de seus "perseguidos" no twitter, bem como mensagens para você e ainda você poderá mandar suas mensagens para o twitter da janela de conversação.

Digite no pidgin e aparecerá no site do twitter! :D

É isso aí pessoal, mais uma diquinha para mostrar o poder que tem o pidgin com sua flexibilidade open-source, junto com a comunidade que faz os plugins pra ele. Com essa combinação, o céu é o limite (ou talvez não!).

Espero que gostem da dica. Até a próxima.

Outras dicas deste autor

Imprima textos inteiros com o comando "echo"

Torrent com Magnet Links - Baixando arquivos via Terminal

Definindo um tema de cores para o Emacs

Instalação pratica do novo kernel 2.6.20

Comando "locate" sumido no SuSE Linux

Leitura recomendada

Como bloquear o Skype

Instalando o SRWare Iron (Google Chrome) no Linux

Fim dos problemas: wmode funciona no Flash Player 10-b2 + Firefox 3.0

va.mu - Novo encurtador de URLs feito com Software Livre

Baixando arquivos do Megaupload com o Firefox

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts