Resgatando dados de um formulário com Ruby e CGI

Publicado por Angelito Monteiro Goulart em 14/09/2009

[ Hits: 8.806 ]

Blog: http://angelitomg.com

 


Resgatando dados de um formulário com Ruby e CGI



Ruby é uma linguagem interpretada, de tipagem forte e dinâmica, totalmente orientada a objetos criada por volta de 1995 no Japão por Yukihiro Matzumoto.
Linux: Resgatando dados de um formulario com Ruby e CGI
Geralmente quando se fala em Ruby, logo se assimila o framework que tornou a linguagem mais popular, o famoso Ruby on Rails, mas nem só de Rails vive o Ruby.

Ruby tem muitas outras utilidades, já que é uma linguagem de propósito geral. Tem sido utilizada também por alguns administradores de sistema para automatizar certas tarefas. Alguns chegam a dizer que Ruby é o novo Perl.

Num sábado desses, resolvi brincar um pouco com Ruby, e resolvi também experimentá-lo com CGI. Primeiramente, gostaria de ressaltar que não sou especialista nem em Ruby, muito menos em CGI, mas através deste tutorial passarei a vocês uma breve noção de como resgatar dados de um formulário utilizando Ruby e CGI.

Partindo da ideia que você já tenha um servidor web e o Ruby instalados e funcionando, vamos ao nosso tutorial.

A primeira coisa é criar um arquivo HTML contendo o nosso formulário:

<html>
<head><title>Teste Ruby e CGI</title></head>
<body>
<form name="form1" action="../cgi-bin/form.cgi">
<input type="text" name="nome" />
<br />
<input type="submit" value="Enviar" />
</form>
</body>
</html>

Não vou explicar o arquivo HTML, pois suponho que os leitores já tenham uma breve noção do assunto. O próximo passo é criar o arquivo form.cgi:

#!/usr/bin/ruby
print "Content-type: text/html \n\n" #informa que é um script CGI
require "cgi"#chama a classe cgi
cgi = CGI.new#cria um novo objeto da classe cgi
nome = cgi['nome']#resgata o valor do campo nome do formulario
puts "Seu nome e:#{nome}" #escreve o nome da tela

Após isto, salve este arquivo na pasta cgi-bin do seu servidor com o nome de form.cgi e dê permissão de execução a ele (chmod 755).

Após isso, basta acessar a página HTML e testar! :D

Espero que tenham compreendido,

Abraço.

Outras dicas deste autor

Escolhendo sua distribuição Linux

Conversão de decimais em binários e vice-versa

Ordenando as coisas com sort

Utilizando o Dosbox

Obtendo a data e a hora de compilação em C

Leitura recomendada

Perl - Função GetOptions

Programação Perl para iniciantes

Solicitando uma conta no CPAN para colaborar com módulos Perl

Como instalar Gnome completo no Fedora 17 Xfce Spin

Instalando NVIDIA no Fedora Core 8

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário