Resgatando dados de um formulário com Ruby e CGI

Publicado por Angelito Monteiro Goulart em 14/09/2009

[ Hits: 8.839 ]

Blog: http://angelitomg.com

 


Resgatando dados de um formulário com Ruby e CGI



Ruby é uma linguagem interpretada, de tipagem forte e dinâmica, totalmente orientada a objetos criada por volta de 1995 no Japão por Yukihiro Matzumoto.
Linux: Resgatando dados de um formulario com Ruby e CGI
Geralmente quando se fala em Ruby, logo se assimila o framework que tornou a linguagem mais popular, o famoso Ruby on Rails, mas nem só de Rails vive o Ruby.

Ruby tem muitas outras utilidades, já que é uma linguagem de propósito geral. Tem sido utilizada também por alguns administradores de sistema para automatizar certas tarefas. Alguns chegam a dizer que Ruby é o novo Perl.

Num sábado desses, resolvi brincar um pouco com Ruby, e resolvi também experimentá-lo com CGI. Primeiramente, gostaria de ressaltar que não sou especialista nem em Ruby, muito menos em CGI, mas através deste tutorial passarei a vocês uma breve noção de como resgatar dados de um formulário utilizando Ruby e CGI.

Partindo da ideia que você já tenha um servidor web e o Ruby instalados e funcionando, vamos ao nosso tutorial.

A primeira coisa é criar um arquivo HTML contendo o nosso formulário:

<html>
<head><title>Teste Ruby e CGI</title></head>
<body>
<form name="form1" action="../cgi-bin/form.cgi">
<input type="text" name="nome" />
<br />
<input type="submit" value="Enviar" />
</form>
</body>
</html>

Não vou explicar o arquivo HTML, pois suponho que os leitores já tenham uma breve noção do assunto. O próximo passo é criar o arquivo form.cgi:

#!/usr/bin/ruby
print "Content-type: text/html \n\n" #informa que é um script CGI
require "cgi"#chama a classe cgi
cgi = CGI.new#cria um novo objeto da classe cgi
nome = cgi['nome']#resgata o valor do campo nome do formulario
puts "Seu nome e:#{nome}" #escreve o nome da tela

Após isto, salve este arquivo na pasta cgi-bin do seu servidor com o nome de form.cgi e dê permissão de execução a ele (chmod 755).

Após isso, basta acessar a página HTML e testar! :D

Espero que tenham compreendido,

Abraço.

Outras dicas deste autor

Executando comandos do sistema com PHP

Escolhendo sua distribuição Linux

Desligando o PC na hora certa com o shutdown

Solucionando problema de som no Dosbox

Alt Linux, uma distro russa promissora!

Leitura recomendada

Perl - Função GetOptions

Programação Perl para iniciantes

Solicitando uma conta no CPAN para colaborar com módulos Perl

O que a Microsoft espera que você não perceba

Instalando o XMame e configurando tudinho no Ubuntu

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts